Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 10/09/2020
A Fino Verbo é uma empresa de revisão, redação e preparação de textos para diversos segmentos, ou seja, se tem texto, nós podemos ajudar.
A BOOKPartners é uma distribuidora completa: atende toda a cadeia do livro e seus devidos processos. Em sua estrutura reúne cerca de 220 colaboradores, dois centros de distribuição, e-commerce e marcas voltadas a segmentos específicos de leitores.
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei, mas atender a todos os seus clientes com a mesma atenção e respeito!
PublishNews, Redação, 09/09/2020

De acordo com consultor financeiro da Saraiva, há interessados em comprar o e-commerce da empresa centenária | © Humberto SousaA pedido da Saraiva, a assembleia em que os seus credores deliberariam sobre o novo plano de recuperação judicial foi suspensa. Uma nova reunião está agendada para o dia 15 de outubro, às 14h. Já no início da reunião virtual, Ivo Waisberg, advogado responsável pelo processo de recuperação judicial da varejista, disse que a empresa precisará fazer novos ajustes ao plano. Pela proposta atual, a Saraiva quer fatiar as suas lojas em dois lotes e vender um deles. Além disso, a varejista propõem dividir o pagamento em parcelas mensais até 2051. De acordo com Waisberg, há agentes de fora do mercado editorial interessados em ficar com parte das unidades da Saraiva. Durante a assembleia suspensa, Luiz Galeazzi, da Galeazzi & Associados, consultoria financeira contratada pela Saraiva, revelou que há dois interessados na compra do e-commerce da Saraiva. A recuperanda fez o compromisso de apresentar a nova versão do plano até o dia 8 de outubro para que os credores tenham tempo de avaliá-lo antes da assembleia marcada para o dia 15.

PublishNews, Redação, 10/09/2020

Dando continuidade ao seu plano de expansão, nesta quinta-feira (10), a Livraria Leitura tem programado o lançamento de mais uma loja. Localizada no Santana Parque Shopping (Rua Conselheiro Moreira de Barros, 2780), a nova loja de 410m² será a 14ª da rede mineira no estado de São Paulo e além dos livros, também irá disponibilizar itens de papelaria, presentes, suprimentos de informática e geek. Contando com o novo espaço, a Leitura lista em seu site 74 lojas físicas e tem planos de abrir ainda este ano mais uma loja no Rio de Janeiro (outubro) e outra no Recife (novembro).

PublishNews, Talita Facchini, 09/09/2020

Maggie O'Farrell | © Redes SociaisO Women’s Prize, concedido anualmente à melhor obra de ficção escrita por mulheres, escolheu Hammet, de Maggie O’Farrell como a vencedora da sua 25ª edição. O anúncio foi feito durante uma live na tarde desta quarta-feira (09). O'Farrel levou para casa o prêmio de 30 mil libras e sua obra foi descrita pelo júri como “excepcional”. O oitavo romance da autora foi inspirado na vida e morte do único filho de Shakespeare. A obra se passa em 1596 e conta a história da esposa de Shakespeare, Agnes Hathaway, de seu filho perdido, de um casamento levado à beira da tristeza e do poder da criatividade. Nas palavras de Martha Lane Fox, presidente do júri composto só por mulheres, Hamnet “expressa algo profundo sobre a experiência humana que parece extraordinariamente atual e, ao mesmo tempo, duradouro”. Por aqui, O’Farrell tem livros publicados pela Record e seu livro de memórias, Existo, existo, existo, saiu pela Dublinense em 2019.

PublishNews, Leonardo Neto, 10/09/2020

O assinante do PublishNews já se acostumou. Vez em sempre, aparece uma coluna do doutor Gustavo Martins de Almeida. Ele sabe tudo do “juridiquês”, mas o evita a todo custo. “Aquilo que a pessoa não entende e se curva, temerosa daquela empolação, é uma forma de dominar, controlar alguém que não conheça. Quanto mais clara a linguagem, melhor para a sociedade inteira. Procuro sempre evitar”, disse. Pois é com a linguagem clara que ele explica, desde 2011, os meandros da lei e os seus impactos no mercado editorial. Ele está atento a tudo e, por isso, veio parar no PublishNews Entrevista, programa que quer formar um arquivo da memória editorial brasileira. Na conversa que ele teve com André Argolo, Gustavo lembrou os tempos de universidade quando ficou “fascinado” pelas questões de propriedade intelectual, que acabou dando um norte para a sua carreira. “Foi um vício na primeira dose. Fui cada vez mais aguçando a curiosidade intelectual pelas artes e ligando ao Direito”, disse. Ele não deixou de lembrar, claro, do Rio de Janeiro da sua mocidade, de quando tinha o cabelo mais comprido, ia para a praia de pés descalços para pegar onda no Arpoador. Lembra-se de como era fácil encontrar nomes como Vinícius de Moraes, Chico Buarque, Tom Jobim, Carlos Drummond de Andrade e João Ubaldo Ribeiro nas ruas. “O Rio tinha mais graça, tinha mais leveza”, diz saudoso. “Era uma adolescência muito boa, muito agradável, muito rica. Muito rica, com muito pouca coisa. Não precisava de tanta coisa para se ter uma adolescência rica”, disse. O PublishNews Entrevista é um oferecimento do #coisadelivreiro, consultoria em marketing e inteligência de negócios para o mercado editorial. Clique no Leia Mais para assistir ao episódio desta semana.

PublishNews, Leonardo Neto e Talita Facchini, 10/09/2020

Nesta semana, a Feira do Livro de Frankfurt anunciou que a sua edição de 2020 será totalmente on-line, como medida de prevenção contra o novo coronavírus. A Europa se prepara para uma segunda onda da pandemia e medidas mais firmes deverão ser adotadas a partir do dia 1º de outubro. No entanto, a Feira vai para o ambiente virtual. E como ficam os diversos programas que levavam editores e agentes internacionais para uma imersão na Feira? A exemplo do que acontecerá com o Prêmio Jovens Talentos, os selecionados terão espaço na programação virtual e embarcarão para a Alemanha em 2021. Duas brasileiras foram selecionadas para alguns desses programas. Nathalia Dimambro, editora do selo Seguinte, do Grupo Companhia das Letras, foi selecionada para o Fellowship da Feira e Maria Amélia Jannarelli, sócia da Amelì Editora, para o Invitation Programme. O PublishNews conversou com as duas que contaram das suas expectativas para o evento. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 10/09/2020

A Intrínseca abriu uma vaga para analista de direitos autorais. Para o cargo é necessário ter experiência com contratos, alta capacidade analítica, proficiência em inglês, bons conhecimentos de Excel e ensino superior completo. O contratado será responsável pela análise e acompanhamento de contratos nacionais e estrangeiros, pelo envio de propostas e negociação para compra de livros nacionais, negociação de capas, imagens e materiais para os livros, acompanhamento de controle e pirataria, pelo controle de pagamento contratuais e de royalties e ainda por realizar a inscrição e acompanhamento de editais públicos. Os interessados devem enviar o currículo para o e-mail vagas@intrinseca.com.br com o assunto “Direitos autorais” até o dia 25 de setembro.

PublishNews, Redação, 10/09/2020

Crônica dos índios Guayaki (Editora 34, 304 pp, R$ 65 – Trad.: Tânia Stolze Lima e Janice Caiafa) é o primeiro livro de Pierre Clastres (1934-1977), discípulo de Lévi-Strauss e autor da fundamental coletânea de ensaios A sociedade contra o Estado (1974), obra que revolucionou os estudos de antropologia ao tomar a perspectiva indígena como foco para se constituir uma nova filosofia política. Lançado em 1972, traz o resultado de sua vivência de quase um ano junto à tribo dos Aché Gatu no Paraguai, misteriosos índios caçadores e nômades que habitavam as florestas a oeste do rio Paraná, desconheciam a agricultura, eram adversários dos Guarani e, dizia-se, poderiam ser canibais. Da narrativa do nascimento de um bebê até a virtual morte da tribo, Crônica dos índios Guayaki é um estudo profundo e afetuoso da vida cotidiana, dos costumes e da visão de mundo desse povo.

PublishNews, Redação, 10/09/2020

Liev Tolstói não se satisfez apenas em escrever Guerra e paz e Anna Kariênina, caudalosos e imortais romances da literatura universal. O autor russo também foi um dos grandes nomes da novela, esse gênero de ficção breve, a meio caminho entre o conto e o romance. O livro Novelas completas (Todavia, 416 pp, R$ 69,90 – Trad.: Rubens Figueiredo) reúne quatro histórias escritas pelo autor russo. Publicada quando Tolstói tinha 31 anos, Felicidade conjugal se concentra no casamento de uma adolescente com um amigo da família. A morte de Ivan Ilitch foi escrita quando o autor tinha 58 anos, era pai de 13 filhos e se encontrava numa profunda crise pessoal. Sonata a Kreutzer, baseada em uma história real, expõe, com riqueza de detalhes e longas descrições, um adultério e um crime passional. Por fim, Padre Siérgui, cuja publicação só veio a lume depois da morte do autor, mostra o gosto de Tolstói pelas narrativas de vidas de santos.

“Se imposto sobre livro for aprovado, o mercado livreiro será quase extinto.”
Marcus Telles
Sócio da Livrarias Leitura
1.
Sol da meia-noite
2.
Mais esperto que o diabo
3.
Decida vencer
4.
As muralhas vão cair
5.
O milagre da manhã
6.
21 lições para o século 21
7.
A sutil arte de ligar o foda-se
8.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
9.
Box Harry Potter
10.
Do mil ao milhão
 
PublishNews, Redação, 10/09/2020

Em O processo (Via Leitura, 192 pp, R$ 35,90 - Trad.: Mariana Ribeiro de Souza), Kafka lança o leitor mais uma vez em uma realidade absurda, na qual um bancário se vê envolvido em um processo judicial inexplicável. Em seu aniversário de 30 anos, Josef K. é surpreendido por dois guardas logo que acorda. Após os homens tomarem o café que deveria ser dele, comunicam-no que está preso, embora não lhe deem motivo algum para isso. Sem saber quem o denunciou nem o motivo de sua prisão, ele luta contra autoridades que o ameaçam e o chantageiam, embora nunca apresentem o embasamento legal da investigação. O processo, ao lado de A metamorfose, é uma demonstração inequívoca da potência literária de Franz Kafka. A obra foi publicada pela primeira vez em 1925, ano seguinte à morte do autor. Esta edição conta com ilustração de capa do artista plástico, quadrinista e ilustrador curitibano DW Ribastki.

PublishNews, Redação, 10/09/2020

Muitas vezes considerado o ápice da produção dramática de William Shakespeare, Rei Lear (Penguin, 320 pp, R$ 44,90 – Trad.: Lawrence Flores Pereira) começa quando um rei idoso, em busca de um sucessor, acaba por escolher duas filhas indignas de sua confiança, em vez daquela que o ama. Por conta desse erro, ele se vê despojado de seu poder, condenado a uma vida miserável de horror e insanidade. Nenhuma peça de Shakespeare foi tão longe na junção de traços grotescos, fantásticos e violentos, nos contrastes do humano, em cenas absurdas e impactantes que envolvem a mente do leitor numa névoa que se mostra cada vez mais uma poderosa criação narrativa. O elo de Rei Lear com a contemporaneidade fica evidente seja no caráter niilista ou nas insinuações pré-psicanalíticas da obra. Situada em um universo impiedoso, a tragédia sombria e brutal de Shakespeare é uma obra-prima imponente e fundamental, uma poesia feroz e de amplo escopo imaginativo.

 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.