Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 23/04/2020
Há 49 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial. Faz entregas e coletas em editoras, distribuidoras, livrarias, gráficas e grandes redes. A área de atuação atualmente engloba São Paulo (Capital), grande São Paulo, Jundiaí, Campinas e todo o estado do Rio de Janeiro.
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei, mas atender a todos os seus clientes com a mesma atenção e respeito!
PublishNews, Leonardo Neto, 23/04/2020

Entidades internacionais do livro aproveitaram o Dia Mundial do Livro, celebrado nesta quinta-feira (23), para se unirem em torno de uma causa comum: a defesa econômica da indústria do livro neste momento de crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. “Os livros precisam de autores para escrevê-los e ilustrá-los, editores para investir neles, livreiros para levá-los aos leitores e organizações de gestão coletiva para proteger seus direitos autorais. Esta cadeia, tão vital para a sociedade, está sob ameaça iminente”, diz a carta que pode ser acessada no Leia Mais. Por aqui, a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) apoiam o manifesto e tentam sensibilizar parlamentares e membros do Poder Executivo com os pleitos levantados pelas entidades internacionais. A CBL fez um apelo extra: “As ações de auxílio divulgadas recentemente, embora positivas, não alcançam as pequenas e médias empresas. O acesso às linhas de crédito é um exemplo nesse sentido. Na maioria dos casos, a exigência de garantias reais e outras questões burocráticas torna inviável o acesso da grande maioria das empresas”. O argumento da Câmara encontra ressonância no mundo real. Empresários do setor relatam dificuldades em acessar estes financiamentos. Em sua coluna desta quarta-feira, Ancelmo Gois relatou que livrarias que pediram linhas de créditos em bancos receberão não. “A explicação – inclusive na Caixa – que já se ouviu é que o setor ‘está acabando’ e que, dessa forma, seria arriscado liberar empréstimos agora”, diz o jornalista. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota.

PublishNews, Julio Silveira, 23/04/2020

No último dia 9, houve um encontro, ou melhor, uma teleconferência, que pode definir novas bases para o livro na Europa. A ideia é “aproveitar” a disruptura provocada pela pandemia para afinar a legislação e “consertar” a economia da indústria editorial, além de pleitear apoio financeiro (principalmente) e institucional. De um lado estava a Federação dos Editores Europeus e Internacionais (EIBF), do outro lado (ou, em outra tela) estava a comissária da União Europeia para Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude. Mas, apoios (e verbas) institucionais à parte, qual é a situação das editoras e livreiros no espaço europeu, e como elas podem ser “sustentáveis” (ou minimamente viáveis) em tempos de vírus? Julio Silveira usa a sua coluna para fazer um apanhadão da situação atual do setor editorial e livreiro no Velho Continente. Clique no Leia Mais para ter acesso ao artigo.

PublishNews, Redação, 24/04/2020

No terceiro episódio especial do PublishNews Entrevista, programa da PublishNewsTV que registra histórias e pensamentos de quem é parte do mercado editorial brasileiro, André Argolo fez uma seleção diferente. Depois compilar os objetos recebidos no Museu de Tudo e as entrevistas dos livreiros que já passaram pelo programa, chegou a vez dos editores. No vídeo desta semana estão depoimentos de pessoas-chave para o mercado editorial que compartilharam seus pontos de vista, experiências, sentimentos e opiniões sobre essa função essencial para o mercado: a edição de livros. Participam do episódio nomes como o escritor e editor Alberto Martins, que começou sua carreira em 1998, na Cosac Naify; Luiz Alves Júnior, fundador da Global Editora; José Xavier Cortez, fundador da livraria e Editora Cortez; Alfredo Weiszflog, da Melhoramentos; Fernanda Diamant, editora e curadora da Flip; Henderson Fürst, editor do GEN; Jiro Takahashi, editor; Mariana Rolier, da Storytel; Gita Guinsburg, da Perspectiva; João Scortecci, livreiro e fundador da editora Scortecci; Sandra Espilotro, da e-galáxia; Roseli Boschini, da Gente; e Daniel Lameira, da Antofágica. Clique no Leia Mais para assistir o programa e saber quem mais participa do episódio.

PublishNews, Redação, 23/04/2020

Alunos da Educação Infantil serão os beneficiados pelo PNLD 2022 | © Eduardo Aigner / Ascom / FNDEO Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) publicou, no último dia 17, a minuta do edital do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD). Ali estão contidas as regras e normas do processo de aquisição das obras didáticas e literárias destinadas aos alunos e professores da educação infantil a partir do ano letivo de 2022. Logo mais, às 14h30, o órgão responsável pela compra de livros para alunos e professores das escolas públicas brasileiras realiza uma audiência pública virtual para discutir as especificações técnicas do edital. Para acompanhar o evento, os interessados devem acessar uma plataforma digital e fazer um pequeno cadastro.

PublishNews, Redação, 22/04/2020

A Faro Editorial fechou contrato com mais um escritor nacional de ficção: Pedro Ivo, autor de Cidadão Incomum. Na Faro, Ivo embarcou em um projeto escrito em parceria com o autor Rodrigo de Oliveira, criador da série de ficção brasileira, As crônicas dos mortos. O novo livro já está em fase de produção e será lançado pela editora até o final de 2020. A obra conta a história de um jovem genial, mas com uma vida medíocre, que movido pelo luto pela perda do pai, acaba criando uma forma de se comunicar com os mortos. Rubens trabalha consertando smartphones, e sua habilidade parte para o campo das invenções. Ao desenvolver um protótipo de celular, ele percebe que está captando umas vozes e descobre que são de pessoas que já morreram. Sobre o projeto, Pedro Ivo contou que a ideia surgiu depois de assistir um filme de terror. “Por que os fantasmas simplesmente não dizem o que querem, em vez de só gritar e assustar todo mundo? O que os mortos diriam se pudessem conversar com os vivos e houvesse um meio de isso acontecer? Achei que era uma boa história e chamei o Rodrigo, um escritor experiente em causar medo nos leitores, para me ajudar a construir esse livro”, explica o autor.

PublishNews, Redação, 23/04/2020

A LabPub inicia nesta sexta (24), o primeiro festival do livro realizado totalmente on-line. O LabFest do Livro irá reunir diversos nomes da literatura e do mercado editorial que darão palestras, participarão de bate-papos, oficinas e lançamentos. Com curadoria de Cassia Carrenho, o festival dará aos leitores a oportunidade de interagir com autores e profissionais do mercado – além de receber um certificado de participação –, e aos autores, a oportunidade de lançar suas obras. Nomes como Pedro Almeida (Faro), Alessandra Ruiz (Auhoria), João Varella (Lote 42), Marcos Marcionilo (Parábola Editorial), Camila Cabete (Kobo), André Palme (Storytel), Raphael Secchin (Bbliomundi), Leonardo Tonus, André Argolo, Mailson Furtado, Raquel Menezes (Oficina Raquel) e Leonardo Neto (PublishNews), também participam do evento. O LabFest acontece nesta sexta e sábado (25), das 10h às 22h, e a taxa de participação é de R$ 39. Ao pagar, o participante receberá um código de acesso para participar de toda a programação. Para se inscrever é só clicar aqui. No Leia Mais você encontra mais informações sobre a programação do evento.

PublishNews, Redação, 22/04/2020

As medidas de distanciamento social provocaram um fenômeno que é muito bem-vindo neste momento: a explosão de lives e eventos virtuais. Pensando em facilitar a vida dos nossos assinantes, reunimos as principais informações dessas lives em uma única página que será constantemente atualizada. Ali estão um resumo de cada uma das lives, seu dia e horário e por onde o leitor poderá acompanhá-las. Queremos que este serviço seja uma via de mão dupla. Ou seja, promotores desses eventos também podem nos informar sobre a realização de suas lives e encontros virtuais. Para isso, basta preencher um formulário.

PublishNews, Redação, 23/04/2020

Para incentivar a escrita e a leitura durante o período de isolamento social, a editora gaúcha Palavra Bordada criou a ação "Quarentena Criativa". Pensado para comemorar os cinco anos da editora, o projeto que prevê a elaboração de um livro digital com contos e crônicas sobre o tema, escritos por diferentes autores. A partir dos textos recebidos, a editora fará a curadoria, a preparação dos textos, revisão, edição, projeto gráfico, diagramação e os registros. Depois de pronto, o livro será vendido na Amazon. Os escritores interessados em participar devem enviar uma crônica ou conto inédito para contato@palavrabordada.com.br até 25 de abril. O valor resultante da venda do livro digital será repassado ao Centro de Educação Profissional São João Calábria, instituição sem fins lucrativos de Porto Alegre (RS) que oferece cursos de qualificação profissional para jovens de 16 a 22 anos e realiza projetos sociais.

“É uma loucura ser editor! Mas a loucura sempre foi construtiva. Os canais de Suez e do Panamá foram loucuras. Santos-Dumont era meio doido.”
Jacó Guinsburg
Editor brasileiro
1.
Mais esperto que o diabo
2.
Todo santo dia
3.
Sapiens ( edição de bolso)
4.
Box - O essencial da Psicologia
5.
Box - Alice no país das maravilhas
6.
Como fazer amigos e Influenciar pessoas - Edição comemorativa 80 anos
7.
A princesa salva a si mesma neste livro
8.
O poder da autorresponsabilidade
9.
Box Nórdicos
10.
Luluca - No mundo dos desafios
 
PublishNews, Redação, 22/04/2020

A TAG – Experiências Literárias lançou uma campanha institucional para chamar a atenção para o papel do livro no aprendizado das pessoas sobre si mesmas e sobre os outros. Com o tema A leitura é a menor distância entre você e você mesmo. Encontre-se, a ação apresenta sete minidocumentários nos quais os autores Alejandro Zambra, Pilar del Río, Javier Cercas, Contardo Calligaris, Conceição Evaristo, Ayòbámi Adébáyò e José Luís Peixoto falam sobre a importância da literatura na descoberta do prazer de estar só, de ver o mundo através da perspectiva de outra pessoa, e do papel da ficção no enfrentamento de momentos difíceis, entre outras ponderações. “Vínhamos colhendo estes depoimentos há algum tempo, preparando essa campanha. Mas não imaginávamos que o momento de lançamento dos vídeos seria tão providencial como agora, quando a sociedade está discutindo temas como solidão e isolamento sob o ponto de vista coletivo, e não somente o individual”, explica Arthur Dambros, diretor de marketing da TAG. Os vídeos podem ser vistos clicando aqui onde também é possível que cada um conte como a leitura mudou sua vida. Ao longo do mês, a TAG também irá comandar lives periódicas pelo Instagram nas quais escritores e profissionais de diferentes áreas irão abordar os temas dos vídeos.

PublishNews, Redação, 23/04/2020

Muitos especialistas defendem que quem quer desenvolver uma habilidade, tocar um instrumento ou ser o melhor de sua área deve começar cedo. Que, se você apenas experimentar várias coisas ou adiar começar algo, nunca alcançará o mesmo nível que pessoas que saíram na frente. Porém, um olhar mais atento aos profissionais considerados os melhores em suas áreas, desde ganhadores do prêmio Nobel até esportistas de alta performance, mostra que a especialização precoce é a exceção, e não a regra. David Epstein estudou os mais bem-sucedidos atletas, músicos, inventores e cientistas do mundo. Ele descobriu que, na maioria das áreas - principalmente aquelas mais complexas e imprevisíveis -, os generalistas, e não os especialistas, são os que se sobressaem. Os generalistas, normalmente, encontram seu caminho mais tarde, conciliando interesses diversos em vez de focar apenas um. O livro Por que os generalistas vencem em um mundo de especialistas (Globo Livros, 336 pp, R$ 49,90) traz um argumento convincente para que o leitor passe a encarar o fracasso de uma forma positiva.

PublishNews, Redação, 23/04/2020

A chave para a prosperidade (Citadel, 224 pp, R$ 44,90) apresenta uma fórmula para o desenvolvimento pessoal de qualquer pessoa e mostra como aproveitar as suas habilidades e aptidões para alcançar sucesso nos negócios, vitalidade espiritual e superioridade financeira. Escrito por Napoleon Hill, a obra desvenda o motivo pelo qual as pessoas se tornam bem-sucedidas e como qualquer um pode alcançar o sucesso também. Segundo Hill, a chave mestra é um dispositivo que, uma vez descoberto, pode ser usado para: alcançar saúde financeira, revelar o método pelo qual todas as desvantagens e decepções podem ser transformadas em vantagens, desenvolver estrutura emocional para melhorar os seus relacionamentos, renovar sua paz de espírito, dentre outras vantagens e a obra descreve em detalhes o passo a passo para alcançar tais objetivos.

 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.