Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 31/03/2020
Há 49 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial. Faz entregas e coletas em editoras, distribuidoras, livrarias, gráficas e grandes redes. A área de atuação atualmente engloba São Paulo (Capital), grande São Paulo, Jundiaí, Campinas e todo o estado do Rio de Janeiro.
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei, mas atender a todos os seus clientes com a mesma atenção e respeito!
PublishNews, Fernando Tavares*, 31/03/2020

Este post é a sequência do O que a Inteligência Artificial pode fazer pelos editores e nele desejo continuar apresentando ideias sobre as novas tecnologias e o que é possível aplicar ao mundo editorial. No texto anterior, iniciei falando sobre alguns conceitos básicos e me foquei em uma área da Inteligência Artificial chamada Processamento de Linguagem Natural (PLN) que trabalha com análise de texto e tenta criar critérios para compreender esta forma de transmissão de dados. Gostaria de apresentar um exemplo prático da utilização do Processamento de Linguagem Natural, para compreendermos como pode ser uma ferramenta útil para quem trabalha no mercado editorial. Em janeiro deste ano foi publicado na PLOS ONE um artigo com o título: Wattpad as a resource for literary studies… É um artigo científico, que utiliza o Processamento de Linguagem Natural para analisar o banco de dados do Wattpad e sobretudo os comentários deixados pelos jovens leitores. Usando algoritmos de análise de sentimentos, o estudo avalia como os jovens reagem aos textos e qual o engajamento que eles possuem nas redes sociais com determinados textos literários. O estudo consegue demonstrar com dados em mãos e em detalhes, como os jovens escrevem e comentam intensamente os textos literários em uma escala nunca vista antes (quem disse que jovem não lê?). Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra deste artigo.

PublishNews, Redação, 31/03/2020

Na edição da última segunda-feira (30), anunciamos que Camila Cabete seria a nossa convidada do ColabPublishNews, série de lives em que nossa equipe apresenta soluções que podem minimizar os efeitos da crise provocada pela pandemia de covid-19. No entanto, tivemos que mudar nossos planos e a conversa com a Camila acontecerá mais para frente. Quem estará conosco logo mais, às 14h, será a Tatiany Leite e o Augusto Assis. Eles vão falar como editoras e livrarias podem usar a internet para estar mais próximas de seus leitores. O enfoque estará tanto nas empresas que já investem em ferramentas via web, quanto naquelas que ainda não começaram e -- nesse momento de aperto -- se viram diante do inevitável. E eles são craques nisso. Estão à frente do projeto Vá Ler um Livro, presente em todas as principais redes sociais, com grande envolvimento de público. A conversa com Taty e Guto será transmitida ao vivo pela página do PublishNews no Facebook.

PublishNews, Redação, 31/03/2020

A Ler – Salão Carioca do Livro confirmou a data para sua quarta edição. Assim como em 2019, a edição de 2020 vai acontecer na última semana de novembro, entre os dias 25 e 29. A data é a mesma, mas o local será novo. Depois de passar pela Região Portuária e o Centro (reabrindo a Biblioteca Parque Estadual), o “festival do leitor” este ano acontecerá na Zona Sul, no Hipódromo da Gávea, ocupando as galerias históricas e a área verde no centro da pista. Em 2019, o projeto da Ler também foi dimensionado para uma área maior e para pelo menos 200 mil participantes – 50 mil a mais do que das primeiras edições –, ao longo de cinco dias, com atrações dirigidas para cada público. Um dos trunfos é a ampliação de uma ideia que começou em 2019: a parceria com editoras. A proposta é que cada editora traga um presente para o leitor: pode ser uma “experiência” nova ou atrações de peso, como a participação de autores. “A Ler 2020 tem tudo para ser, mais uma vez, uma injeção de ânimo e uma reafirmação da força do livro, dos editores, dos livreiros e dos autores”, destaca Júlio Silveira, um dos curadores do evento.

PublishNews, Redação, 31/03/2020

Nesta quinta-feira (02), às 18h, a filósofa Marcia Tiburi e o professor e poeta Luis Maffei se “encontrarão” virtualmente para lançar o livro Ato poético – Poemas pela democracia (Oficina Raquel, 156 pp, R$ 40, com frete grátis pelo site da editora). Organizado pelos dois, o livro reúne mais de 70 autores que defendem a democracia. Entre os nomes destacam-se Alice Ruiz, Ana Kiffer, Armando Freitas Filho, MC Carol, Haroldo Ceravolo Sereza, Jussara Salazar, Leonardo Tonus e Nina Rizzi. Os poemas foram divididos em nove temáticas: “Desilusão”, “Horror”, “Estupefação”, “Exasperação”, “Trânsito”, “Combate”, “Escárnio”, “Afago” e “Futuro”. No evento da próxima quinta-feira, Tiburi e Maffei conversarão sobre o livro e sobre o momento do país. A participação é gratuita, mas é necessário fazer uma inscrição.

PublishNews, Redação, 31/03/2020

Para acompanhar as pessoas em suas casas durante este período de recolhimento, o Itaú Cultural, em parceria com o Jornal Rascunho (PR), transformará entrevistas com autores e críticos captadas desde 2006 pelo projeto Paiol Literário em um podcast. O primeiro episódio sai no dia 29 de abril, com a jornalista, professora, pintora e escritora Ana Maria Machado. Ao todo, a primeira temporada terá 14 episódios com a participação de nomes como Marina Colasanti, Marçal Aquino, Cristovão Tezza, Rubens Figueiredo, entre outros. Antes disso, outros programas literários da organização, como Escritores-Leitores e Mekukradjá, já estão disponíveis no site neste formato, com novos episódios disponibilizados uma vez por semana. O Escritores-Leitores trata da relação de escritores com seus personagens e com duas temporadas disponíveis, o ouvinte pode conhecer um pouco mais sobre autores como Conceição Evaristo, Milton Hatoum, Luiz Ruffato, João Silvério Trevisan, Sérgio Sant’Anna e Marçal Aquino. Já o Mekukradjá é apresentado por Daniel Munduruku e enfoca as vivências e as preocupações sociais, culturais, políticas e artísticas dos vários povos indígenas do Brasil.

PublishNews, Redação, 31/03/2020

O Oceanos – Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa decidiu prolongar o período de inscrições para a sua edição de 2020 até o dia 5 de abril. A decisão deve-se à pandemia do covid-19 que afeta todo o mundo. Podem ser inscritos romances, livros de poesia, conto, crônica e dramaturgia publicados entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2019. Concorrem obras editadas em qualquer lugar do mundo, desde que escritas originalmente em língua portuguesa. As inscrições podem ser feitas pela editora e/ou pelo autor, com o preenchimento da ficha de inscrição, a validação dos Termos de Responsabilidade e a inclusão da obra inscrita em formato PDF no site do prêmio, mesmo que tenha sido publicada apenas em versão impressa. Todos os livros inscritos concorrem entre si, independentemente do gênero literário, pelas três premiações, com valor total de R$ 250 mil, sendo R$ 120 mil para o primeiro colocado; R$ 80 mil para o segundo e R$ 50 mil para o terceiro.

PublishNews, Redação, 31/03/2020

Em A convenção das aves (Intrínseca, 320 pp, R$ 59,90 – Trad.: Giu Alonso e Rayssa Galvão), novo capítulo da série de Ransom Riggs iniciada por O lar da srta. Peregrine para crianças peculiares, a jornada de Jacob pelo perigoso e surpreendente mundo peculiar dos EUA se transforma numa corrida contra o tempo. Ao lado dos amigos, ele se envolve em uma misteriosa missão: precisa salvar a jovem Noor Pradesh e levá-la até uma mulher poderosa e enigmática conhecida apenas como V. Noor parece ser a chave de uma profecia antiga que prevê um apocalipse que destruirá tudo e todos. Em seu leito de morte, H. confessa a Jacob que ela será “uma dos sete que emanciparão os peculiares”. Mas quem são os sete? E do que — ou de quem — eles serão emancipados? Os questionamentos são muitos, mas a mensagem é clara: Salve Noor, salve os peculiares. Mais do que nunca, eles precisarão se unir, embrenhando-se por mundos desconhecidos enquanto tentam decifrar a profecia e descobrir os planos malignos dos etéreos.

PublishNews, Redação, 31/03/2020

Rose ama Jack. Jack ama Rose. Logo na primeira página de Rosie procura Jack (Melhoramentos, 304 pp, R$ 45 – Trad.: Sandra Pina), livro de Mel Darbon, o leitor tem a descrição completa de Rose Tremayne, uma garota de 16 anos, com 1,50 de altura, pele clara, olhos verdes e cabelos ruivos dourados, na altura dos ombros. Com botas e bolsa roxa, sua cor preferida. Acontece que ela está desaparecida há cinco dias. E tem síndrome de Down. O amor entre Rose e Jack, seu namorado há sete meses, uma semana e três dias também é revelado ao leitor, logo nas primeiras páginas. Sem entender o motivo de Jack ter desaparecido, a adolescente encontra no escritório do pai, postais escondidos que foram enviados pelo seu namorado, de quem não se tem notícia desde o fatídico dia em que ele foi levado. Após uma crise de raiva, Jack é internado em uma clínica e os pais de Rose a impedem de vê-lo. Os postais confirmam que Jack também sentia sua falta, e assim, a garota traçou uma rota detalhada, em busca do seu amor, até o endereço que constava nos postais. Rose entra então, em uma longa e angustiante viagem, atravessando Londres.

“Já fui chamado de 'o rei dos importadores de lixo cultural estrangeiro', título que ostento com muito orgulho, porque transformo esse 'lixo' no adubo que me permite manter um pouco viva a árvore da literatura brasileira.”
Alfredo Machado
Editor brasileiro
1.
Mais esperto que o diabo
2.
Especialista em pessoas
3.
Como fazer amigos e influenciar pessoas
4.
Quarto de despejo
5.
Mais esperto que o diabo (edição de bolso)
6.
Quem pensa enriquece: o legado
7.
O diário perdido de Gravity Falls
8.
Luccas Neto em "Os aventureiros"
9.
Atitude mental positiva
10.
Os segredos da mente milionária
 
PublishNews, Redação, 31/03/2020

Em Suprema (Talentos da Literatura Brasileira / Novo Século, 192 pp, R$ 34,90), obra da Danilo Morales, a personagem Nina parte da pequena cidade em que morava em busca de uma vida melhor. Tudo o que ela mais deseja é deixar para trás as terríveis lembranças de quando fora brutalmente violentada. As coisas não são fáceis e sobreviver é uma luta, mas ela vê em Angel, uma jovem imponente e determinada, a companhia e o apoio de que tanto necessita. A nova companheira a introduz no universo do ocultismo, e Nina, fascinada diante de um novo horizonte de bruxarias, feitiços e rituais, demonstra uma vocação acima da média. Mas o passado bate novamente a sua porta. O desejo de vingança leva a jovem ao lado obscuro da magia. Totalmente sem controle, ela adentra um mundo diabólico de pesadelos, ruína e destruição.

PublishNews, Redação, 31/03/2020

Em The play: os desencontros de Demi e Hunter (Paralela / Grupo Companhia das Letras, 288 pp, R$ 44,90 - Trad.: Juliana Romeiro), o terceiro spin-off da série Amores improváveis, de Elle Kennedy, quem narra a história é Hunter. Depois das distrações do ano passado terem custado ao seu time de hockey toda a temporada, ele decide embarcar em uma nova filosofia de vida: "hockey e faculdade agora, mulheres depois". Mesmo assim, não há nada no livro de regras que o impeça de ser amigo das mulheres e ele tem uma amiga bem especial, Demi Davis. Acontece que agora que ela está solteira, Hunter terá que fazer de tudo para evitá-la, mesmo quando os dois são colocados para trabalhar em dupla durante o ano todo num projeto da faculdade.

 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.