Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 09/10/2019
Imagem de Arquivo é uma microempresa, localizada na cidade do Rio de Janeiro, especializada em produção de conteúdo e pesquisa iconográfica para produtoras de audiovisual editoras e instituições.
A Fino Verbo é uma empresa de revisão, redação e preparação de textos para diversos segmentos, ou seja, se tem texto, nós podemos ajudar.
Há 49 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
PublishNews, Redação, 09/10/2019

Distribuindo livros gratuitos e incentivando a leitura na primeira infância há anos no Brasil, o programa Leia para uma Criança, realizado pelo Itaú Unibanco e pelo Itaú Social, lançou sua campanha 2019 focando no potencial da leitura como agente transformador dos indivíduos, famílias e da sociedade. Em sua nona edição, a iniciativa vai distribuir 3,6 milhões de livros para todo o país, em kits compostos por edições exclusivas de Leo e a Baleia (Paz e Terra / Record), de Benji Davies, e O tupi que você fala (Globinho / Globo Livros), de Claudio Fragata. Os livros infantis são selecionados por meio de edital – passam por uma curadoria de especialistas em literatura infantil, Organizações da Sociedade Civil (OSCs), secretarias de Educação, Cultura e Assistência Social, bem como voluntários do Itaú Unibanco, adultos e crianças de diversas regiões do país – e as escolhidas são distribuídas gratuitamente. A partir dessa semana, os dois livros já podem ser solicitados e além do envio para quem fizer o pedido no site, 600 mil kits serão enviados a crianças matriculadas na rede pública de municípios considerados de alta e muito alta vulnerabilidade, principalmente nas regiões Norte e Nordeste do país. Desde a criação do programa, mais de 54 milhões de livros impressos foram distribuídos – incluindo edições em braile e letra expandida. Os vídeos da campanha - que já estão sendo veiculados pelas emissoras de TV - foram inspirados na história de Thompson e Rosângela, filho e mãe que construíram juntos uma história de sucesso a partir da leitura -- podem ser assistidos clicando aqui.

PublishNews, Redação, 09/10/2019

Isa Pessoa é a entrevistada dessa semana na PublishNewsTVA formação de Isa Pessoa foi no jornalismo. Trabalhou no jornal O Globo e na TV Globo. Nos anos 1990, deixou as redações para fazer história no mercado editorial, primeiro como diretora editorial da Objetiva. Paulo Coelho, Verissimo, João Ubaldo e Nelson Motta são alguns dos nomes que passaram pelas suas mãos. Depois de sua saída da Objetiva, já no início da segunda década dos anos 2000, ela fundou a Foz. Tomou um tombo (literalmente) e agora, está no time da Tordesilhas. Ela é a entrevistada dessa semana da PublishNewsTV. Na conversa com André Argolo, a editora falou do seu trabalho, das vezes que cortou textos de grandes nomes da literatura nacional. Luis Fernando Verissimo gostou. Zuenir Ventura, não. Se sentiu incomodado, mas depois ficou tudo bem. “Adoro cortar”, disse. Falou com sinceridade sobre o seu período na Foz. “Eu tinha sonhos muito altos”, disse, mas “houve uma sucessão de não, não, não e não”, completou. O fim do sonho de uma editora própria coincidiu com um episódio dramático que, hoje, a editora consegue contar dando muita risada. Clique no Leia Mais e confira a entrevista e saiba que episódio foi esse.

PublishNews, Redação, 09/10/2019

Com passagens em editoras como LeYa, Larousse e Novo Século, André Fonseca atuou por quase seis anos como editor na Editora Planeta. Na casa, publicou títulos como Pai de menina, de Marcos Mion, Descubra o seu destino, de Tiago Brunet, e Gente de resultados, de Eduardo Ferraz, e trabalhou com autores como Monja Coen, Augusto Cury, entre outros. No último mês, o editor trocou de empresa de origem espanhola e assumiu o cargo de editor sênior na gaúcha Citadel. Por São Paulo, quem está de casa nova é o colunista do PublishNews Marcio Coelho. Ele assumiu o cargo de editor de aquisições da Alta Books, especializada em publicações voltadas para o mundo corporativo. O seu enfoque será em autores nacionais. "É uma responsabilidade imensa, mas ao mesmo tempo um baita orgulho, porque estou ingressando em uma editora que só cresceu nos últimos anos, em meio ao 'caos' anunciado do mercado editorial", disse ao PublishNews.

PublishNews, Redação, 09/10/2019

A Editora do Brasil, que publica livros para alunos e educadores com o objetivo de aprimorar a experiência com o material didático, abriu uma vaga para editor de matemática com experiência anterior com edição de materiais didáticos. É necessário também ter ensino superior completo em Matemática, Física ou áreas correlatas. As atribuições do cargo incluem realizar a edição do conteúdo dos impressos e digitais, efetuando adequações, sugestões e correções, visando qualidade dos produtos; contribuir com as equipes envolvidas no processo da edição; analisar e validar as provas; e manter contato e organizar os materiais junto aos autores. Os interessados devem enviar o currículo para o e-mail: selecao.rh@editoradobrasil.com.br.

PublishNews, Redação, 09/10/2019

A Aberst - Associação Brasileira de Escritores de Romance Policial, Suspense e Terror divulgou os finalistas do II Prêmio Aberst de Literatura, que dá reconhecimento às melhores obras desses gêneros, escritas por autores brasileiros publicadas no país. Na edição deste ano, serão premiadas obras publicadas entre julho de 2018 e junho de 2019, em cinco categorias: Romance de Terror, Romance Policial, Conto de terror, Conto policial e Projeto Gráfico. Em Romance Policial, por exemplo, os finalistas são Jogo de cena (Cepe), de Andrea Nunes; Quando ela desaparecer (Faro), de Victor Bonini; e Mar de fora (Escribas), de Marcelo Barros Correia. Os vencedores serão anunciados no dia 19 de outubro, durante cerimônia na Horror Expo, que acontecerá no Expo Center Norte (Rua José Bernardo Pinto, 333 – São Paulo / SP). Na ocasião, a Aberst também anunciará os vencedores dos prêmios especiais pelo conjunto da obra e de autor revelação. Clique no Leia Mais para conferir a lista completa dos finalistas.

PublishNews, Redação, 09/10/2019

Em 1999, em sua primeira edição, o principal desafio do Salão Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) foi o de apresentar um evento somente com livros de ficção e informativos, sem títulos didáticos, de referência, religiosos ou autoajuda para crianças e jovens. Depois de duas décadas mantendo os mesmos princípios que nortearam sua a criação, o Salão FNLIJ chega a sua 21ª edição se estabelecendo em um novo endereço: a Biblioteca-Parque Estadual (Av. Pres. Vargas, 1261 – Rio de Janeiro). O evento acontece de 23 a 31 de outubro e vai abrigar intensa programação, com lançamentos de livros, encontro com escritores e ilustradores e leituras de livros premiados. Entre os autores confirmados estão nomes como Luciana Sandroni, Luciana Savaget, Miriam Leitão, Nelson Cruz e muitos outros. Clique no Leia Mais para conhecer os detalhes da programação.

PublishNews, Redação, 09/10/2019

A Câmara Brasileira do Livro (CBL), em parceria com a Unibes Cultural (Rua Oscar Freire, 2.500 – São Paulo / SP), realiza neste sábado (12), das 11h às 19h, no pátio da Unibes, uma Feira de Livros especial para o Dia das Crianças. Na ocasião, as editoras Sesi, Telos, Kapulana, Companhia das Letras, Panda Books, Jujuba, Ozé Editora, Pulo do Gato, Olho de Vidro, Cortez e Catapulta estarão presentes com títulos para todas as faixas do público infantil. Além da comercialização de livros haverá uma programação cultural para as crianças com a participação do projeto Viajando na Maionese, a Kombi do Saber, que realizará contações de histórias às 12h, 14, 16 e 18h. Para participar, os pais devem se inscrever clicando aqui. No dia 9 de novembro a CBL também realizará uma outra feira, dessa vez com foco nas obras gerais.

PublishNews, Redação, 09/10/2019

Primeiro livro de autor estrangeiro da editora Bamboozinho, É porque eu tenho um professor (18 pp, R$ 48 – Ilustração: Natalie Russel - Trad.: Aloma Carvalho), do americano Kobi Yamada, é uma homenagem a todos os educadores. Todos nós lembramos do nosso professor favorito, ou da nossa professora querida. Onde estaríamos sem essas pessoas que nos inspiram, ajudam e encorajam? Na obra, Kobi coloca o aluno como protagonista e o professor como mediador, e deixa à vista o papel do erro no processo de construção dos saberes. O livro será lançado na quarta da próxima semana (16), às 19h, em um evento especial aos educadores, no Centro Cultural Santo Amaro (Av. João Dias, 822, Santo Amaro – São Paulo / SP). A entrada é gratuita.

“Só pela leitura vamos conquistar o conhecimento, não há outra forma ou milagre.”
Tony Ramos
Ator brasileiro
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Do mil ao milhão
3.
Escravidão
4.
Mais esperto que o diabo
5.
O milagre da manhã
6.
O poder da autorresponsabilidade
7.
Ideias para futuramente você não ficar no passado
8.
Luccas Neto em "Os aventureiros"
9.
As aventuras de Mike
10.
Esteja, viva, permaneça 100% presente
 
PublishNews, Redação, 09/10/2019

Muzenza vive no interior do Brasil, numa paisagem da caatinga, açudes e plantações de mandioca. Sua mãe é neta de escravos e seu pai, de índios Tapuia. É um menino esperto e curioso, que já aprendeu com seu avô a perceber as mudanças da natureza. Acontece que, de repente, Muzenza parece aperreado. Encasquetado, preso a uma cisma que faz sua cabeça andar longe, nem lembra mais o menino peralta e falante. Agora, vive calado. Em Filosofia de menino (Zit, 40 pp, R$ 32,50 – Ilustração: Miguel Carvalho), a narrativa de Adriana Morgado, flagra aquele vento que invade a infância, típico do crescimento. Na obra, este vento é chamado de “filosofia”. Como os bebês nascem? Como é a chuva que cai grossa no litoral? Adriana Morgado e Miguel Carvalho dão vida a um brasileirinho que encarna a potência e a graça de tantos outros meninos que, país adentro, descobrem sua própria filosofia.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.