Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 03/10/2019
Imagem de Arquivo é uma microempresa, localizada na cidade do Rio de Janeiro, especializada em produção de conteúdo e pesquisa iconográfica para produtoras de audiovisual editoras e instituições.
A Fino Verbo é uma empresa de revisão, redação e preparação de textos para diversos segmentos, ou seja, se tem texto, nós podemos ajudar.
Há 49 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
PublishNews, Redação, 03/10/2019

Em 2019, o Prêmio Jabuti recebeu 2.103 inscrições, número 11% maior do que o registrado no ano passado. Nesta quinta-feira, a Câmara Brasileira do Livro (CBL), organizadora do certame, divulgou os 10 semifinalistas de cada uma das 19 categorias do prêmio que chega, em 2019, a sua 61ª edição. Na categoria Romance, uma das mais disputadas do Jabuti, os semifinalistas são Alberto Mussa, por A biblioteca elementar (Record); Cristovão Tezza, por A tirania do amor (Todavia); Alexandre Vidal Porto, com Cloro (Companhia das Letras); Ana Paula Maia, com Enterre seus mortos (Companhia das Letras); Juliana Leite, com Entre as mãos (Record); André de Leones, com Eufrates (José Olympio); Julia Wähmann, com Manual da demissão (Record); Adrienne Myrtes, com Mauricéa (Demônio Negro); Martha Batalha, com Nunca houve um castelo (Companhia das Letras) e Tiago Ferro, com O pai da menina morta (Todavia). Marcelino Freire (Bagageiro - Todavia), Elvira Vigna (Kafkianas - Todavia), Geovani Martins (O sol na cabeça - Companhia das Letras) são alguns nomes que se destacam na categoria Contos. Em Crônicas, aparecem nomes como Ruy Castro (A arte de querer bem - Estação Brasil), Fabrício Corsaletti (Perambule - Editora 34), Fernanda Young (Pós-F: para além do masculino e do feminino - LeYa) e Míriam Leitão (Refúgio no sábado - Intrínseca). No dia 31, também ao meio dia, serão conhecidos os cinco finalistas. Já os vencedores de cada uma das 19 categorias e o ganhador do Livro do Ano serão conhecidos apenas no dia 28 de novembro, em cerimônia a ser realizada no Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (Av. Pedro Álvares Cabral - São Paulo / SP).

PublishNews, Redação, 03/10/2019

Consultora de moda e uma das principais referências no Brasil sobre o assunto, Costanza Pascolato está nas lentes da PublishNewsTV dessa semana. Costanza lançou este mês o livro A elegância do agora (Tordesilhas), em depoimento à Isa Pessoa e onde conta suas memórias, faz reflexões e dá dicas de estilo. Na conversa com André Argolo ela revela mais, como por exemplo que uma de suas principais bases é a própria biblioteca, construída a partir dos anos 1970, quando começou sua trajetória na Editora Abril. Entrelaçando história e moda e suas mais diversas relações, Costanza contou como aprendeu a entender e conhecer mais a fundo a mulher brasileira e explicou o que a moda significa para ela. “A fascinação que a moda me trouxe não é a gola e o babado, é uma questão de reflexo de época, de movimentos”, contou. A conversa passou ainda sobre temas como perdas, paixão, filosofia, a história da sua família, sua relação com Marina Colasanti e Hilda Hilst, e até sobre religiosidade e espiritualidade. Clique no Leia Mais para assistir o programa.

PublishNews, Redação, 03/10/2019

A tradicional revoada de balões, uma das marcas da Flup, será em homenagem a Ecio Salles, um dos idealizadores do evento morto em julho passado | Facebook da festaA 8ª edição da Festa Literária das Periferias (Flup), que este ano será realizada no Museu de Arte do Rio (MAR - Praça Mauá s/n, Centro - Rio de Janeiro / RJ) de 16 a 20 de outubro, está com uma programação que destaca o feminismo negro e a poesia falada. A escritora norte-americana Patricia Hill Collins, cujo livro Pensamento do feminismo negro (Boitempo) escrito em 1990 chega ao Brasil somente este ano; Funmilola Fagbamila, nigeriana radicada nos EUA e uma das criadoras do movimento Black Lives Metter e a francesa Audrey Pulvar, uma das maiores referências em conflitos socioambientais são alguns dos destaques da programação. Além das mesas de debate, a tradicional batalha de slammers acontecerá na Casa Porto (Largo São Francisco da Prainha, 4 - Saúde, Rio de Janeiro / RJ) e no Pilotis do MAR. Todas as competidoras deste ano são mulheres, que vão disputar nas categorias nacional e internacional. O slam está ganhando cada vez mais espaço e o Rio Poetry Slam é a primeira e maior competição de poesia falada da América Latina, realizado pela Flup desde 2012. Na abertura do evento, no dia 16, acontecerá a tradicional revoada de balões, que neste ano homenageia Ecio Salles, que morreu em julho passado. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 03/10/2019

A Amazon anunciou nesta quinta-feira (03) que a Alexa, a sua assistente virtual, aprendeu a falar português do Brasil e já está disponível para os clientes brasileiros. “Os clientes em todo o Brasil poderão pedir suas músicas favoritas, controlar sua casa inteligente e aproveitar as habilidades de centenas de marcas brasileiras favoritas dos clientes, incluindo Show do Milhão, Porta dos Fundos, UOL Esporte, iFood, Leite Ninho, Cinemark e Mais. Trabalhamos duro para criar uma Alexa brasileira que acreditamos que nossos clientes vão adorar e mal podemos esperar para ouvir o que eles pensam", disse Toni Reid, vice-presidente da Amazon Alexa, em comunicado enviado à imprensa. De acordo com a gigante de Seattle, mais de 100 milhões de Alexas já foram vendidos globalmente. Junto com a Alexa, a Amazon coloca em pré-venda uma linha de produtos Echo, a caixa de som inteligente de maior sucesso controlada por voz com a Alexa. O modelo mais barato custa R$ 349, mas para marcar o lançamento, ele está sendo vendido a R$ 249.

PublishNews, Redação, 03/10/2019

Carola Saavedra é uma das brasileiras que fará parte da programação da Feira do Livro de FrankfurtEste ano, alguns autores brasileiros estarão na Feira do Livro de Frankfurt (16 a 20/10) para representar o Brasil. Na programação oficial do evento, no dia 17, às 13h, Carola Saavedra (na foto ao lado) divide espaço no Frankfurt Pavilion com Leonardo Padura (Cuba), Carlos Franz (Chile) e Patricio Pron (Argentina), para falar sobre a diferença entre escrever no seu país de origem e fora dele e sobre como a cultura local acaba influenciando na criação literária. No dia 17, às 10h, Luiz Ruffato discutirá sobre o papel dos escritores em não deixar a história do mundo se perder e até que ponto eles são entendidos como cronistas. Ruffato divide a mesa com María Cecilia Barbetta (Argentina), María José Ferrada (Chile) e Gioconda Belli (Nicagágua). Já no dia 18, às 13h, Ilan Brenman estará no Children´s Stage para falar sobre a literatura infantil nos tempos digitais. Clique no Leia Mais e veja outros autores brasileiros que estão na programação da feira.

PublishNews, Redação, 03/10/2019

A Biblioteca Pública do Paraná (Rua Cândido Lopes, 133 – Curitiba / PR) comemora o mês das crianças e a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca com uma agenda diária de atividades em outubro. São mais de 80 atrações gratuitas, entre palestras, oficinas, debates, lançamentos de livros, exposições, shows, peças de teatro, sessões de cinema e contação de histórias. Parte desses eventos integra a programação da terceira edição da Festa Literária da BPP, a Flibi, que acontece entre os dias 22 e 26 e pela primeira vez tem eventos realizados em cidades do interior do estado. Marçal Aquino, Eliane Robert Moraes, Paulo Cesar de Araújo, Luci Collin e André Sant’Anna são alguns dos convidados já confirmados na festa, que tem curadoria do jornalista e escritor Marcio Renato dos Santos. Realizada durante a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, a Flibi tem como objetivo sintetizar, em cinco dias, a programação cultural ampla e diversificada que a BPP oferece permanentemente. Neste ano, as ações também acontecem fora da biblioteca, nos espaços culturais de Curitiba e em outros cinco municípios do Paraná (Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Cascavel e Foz do Iguaçu). Confira a programação da BPP clicando aqui. A grade completa de eventos da 3ª Flibi estará disponível a partir da próxima semana.

PublishNews, Redação, 03/10/2019

A editora e gráfica Impressões de Minas, pensando em se abrir para o público, transformou a sua gráfica em uma sala de aula e abriu o Espaço Impressões (Rua Bueno Brandão, 80/ loja 02, Floresta – Belo Horizonte / MG). Equipado com estrutura para impressão offset, digital, tipográfica e xilogravura, a gráfica da Impressões terá agora oficinas comandadas por artistas, designers e impressores, e os alunos poderão abordar a impressão como parte essencial do processo de criação. O Espaço Impressões abre as portas já com a presença de dois importantes nomes das artes gráficas. No curso de Xilogravura popular, o cordelista Olegário Alfredo ensinará o processo de criação da xilogravura e abordará temas como a história da gravura, o manejo das ferramentas, técnicas de impressão, desenho e criação e impressão claro e escuro. Já o artista visual Binho Barreto dará uma oficina sobre poesia visual e experimentações, de 9 a 30 de outubro. No curso, ele irá guiar a exploração dos temas para a publicação coletiva (em formato de um pequeno livro ou fanzine) utilizando a estrutura gráfica da editora. Para os dois cursos, o investimento é de R$ 250 e as aulas acontecem das 19h às 21h.

PublishNews, Redação, 03/10/2019

Cordel | © Emerson Pardo / Wiki CommonsA Biblioteca Parque Villa-Lobos (Av. Queiroz Filho, 1.205 – São Paulo / SP) realiza este mês o curso O cordel brasileiro – tradição, diálogos e atuação. Nas aulas que acontecerão de 9 a 23 de outubro, das 14h às 18h, sempre as quartas e sextas, o aluno irá descobrir qual foi o processo histórico e geográfico que possibilitou o surgimento do cordel. Sua poética, seus principais autores e gerações e como ele dialoga com a literatura brasileira e outras artes. Aderaldo Luciano dos Santos será o responsável pelo curso, ele é doutor e mestre em Ciência da Literatura pela UFRJ, porta, escritor e músico. As inscrições podem ser feitas clicando aqui.

“Convivo com os livros muito próximos a mim e espero que todos tenham essa relação afetiva com eles, porque eles realmente nos fazem compreender o mundo que a gente vive, as pessoas e a nós mesmos.”
Daniela Mercury
Cantora brasileira
1.
Esteja, viva, permaneça 100% presente
2.
A sutil arte de ligar o foda-se
3.
Escravidão
4.
Do mil ao milhão
5.
O milagre da manhã
6.
O poder da autorresponsabilidade
7.
Seja foda!
8.
Mais esperto que o diabo
9.
Luccas Neto em "Os aventureiros"
10.
A garota do lago
 
PublishNews, Redação, 03/10/2019

Tudo o que as Aias usam é vermelho: como a cor do sangue, que nos define. Offred é uma aia da República de Gilead, um lugar onde as mulheres são proibidas de ler, trabalhar e manter amizades. Ela serve na casa do Comandante e de sua esposa, e sob a nova ordem social ela tem apenas um propósito: uma vez por mês, deve deitar-se de costas e rezar para que o Comandante a engravide, porque em uma época de declínio da natalidade, Offred e as outras Aias têm valor apenas se forem férteis. Mas Offred se recorda dos anos anteriores a Gilead, quando era uma mulher independente, com um emprego, uma família e um nome próprio. Hoje, suas lembranças e sua vontade de sobreviver são atos de rebeldia. Provocante, surpreendente, profético. O conto da Aia (Rocco, 240 pp, R$ 69,90) é um fenômeno mundial, já adaptado para cinema, ópera, balé e uma premiada série de TV. Nessa nova versão em graphic novel, com arte de Renée Nault, a aterrorizante realidade de Gilead é trazida à vida como nunca antes.

PublishNews, Redação, 03/10/2019

Baseado no trabalho testemunhal de Euclides da Cunha sobre a campanha de Canudos, Os sertões é uma das obras mais contundentes da nossa literatura. Nela, o autor expõe a violenta repressão sofrida pelos seguidores de Antônio Conselheiro, ao mesmo tempo que narra a nossa nacionalidade em formação. Em Os sertões: A luta (Quadrinhos na Cia, 96 pp, R$ 49,90), romance gráfico livremente inspirado no clássico brasileiro incontornável, o leitor é lançado para dentro da luta, para o coração do confronto entre um movimento messiânico sertanejo e as Forças Armadas do país. Através da tensão dramática do roteiro de Carlos Ferreira e dos traços sombrios e torturados do desenho de Rodrigo Rosa, o principal episódio de Os sertões ganha uma visão singular e poderosa.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.