Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 23/09/2019
Imagem de Arquivo é uma microempresa, localizada na cidade do Rio de Janeiro, especializada em produção de conteúdo e pesquisa iconográfica para produtoras de audiovisual editoras e instituições.
A Fino Verbo é uma empresa de revisão, redação e preparação de textos para diversos segmentos, ou seja, se tem texto, nós podemos ajudar.
Há 49 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
PublishNews, Redação, 23/09/2019

Ilustração 'Assim nasceram os Ticunas', de Rui Oliveira, compõem a exposição que ficará em cartaz durante o Folio | ReproduçãoO Festival Literário Internacional de Óbidos (Folio – 10 a 20/10), em Portugal, prepara um ato para chamar a atenção para a Amazônia. Dentro da sua programação, está previsto um minuto de silêncio e 30 minutos de poesia para lembrar a importância da Floresta. O ato, que tem a curadoria de Mafalda Milhões, reunirá artistas portugueses e brasileiros que se revezarão na leitura de poesias. Além disso, o festival receberá uma exposição com ilustrações feitas por criadores da literatura infantil e juvenil de todo o mundo. Nomes como Alexandre Rampazo, Rui de Oliveira (dono da ilustração ao lado) e Rafael Dambros estarão com trabalhos expostos na mostra. Ainda em Portugal, na Livraria Papa Livros (Rua Miguel Bombarda, 523), da Cidade do Porto, abriu no último sábado (21) uma exposição que reúne obras dos ilustradores Afonso Cruz, Anabela Dias, Ana Guimbra, Barbara Rocha, Catia Vidinhas, Constança Araújo Amador, David Penela, Evelina Oliveira, Mafalda Milhões, Sergio Condeço e Yara Kono. Todos os trabalhos foram escolhidos pela curadora Adélia Carbalho e têm a Amazônia como referência. Os atos em Óbidos e a exposição no Porto integram o movimento Amazônia Chama (Amazon Shouts), idealizado pelo Instituto de Leitura Quindim, de Roger Mello e Volnei Canônica.

PublishNews, Redação, 23/09/2019

O Podcast do PublishNews recebeu esta semana Kim Dória, ­­­gerente de comunicação da Boitempo. De 15 a 19 de outubro, a Boitempo, em parceria com o Sesc SP, realiza o seminário internacional Democracia em Colapso, que contará com a participação de Angela Davis, ícone do feminismo negro, filosofa e ativista, além de cerca de outros 50 convidados nacionais e internacionais. Na conversa, Kim falou sobre o evento, como a editora tem se preparado e sobre os bastidores e a repercussão da vinda de Davis ao Brasil. “A gente entende que é um momento muito delicado do país e daí a importância de discutir um tema tão central como a democracia e que a própria participação do público é a melhor forma da gente garantir a segurança e a existência desses debates”, explicou Kim contando ainda que a vinda de Davis estava sendo negociada há mais de três anos. Além disso, o Podcast trouxe ainda o giro de notícias, comentado pela nossa redação. A equipe também comentou a lista dos livros e dos audiolivros mais vendidos da semana. Clique no Leia Mais para ouvir o programa.

PublishNews, Redação, 23/09/2019

Neste final de semana, o Estadão fez uma série de matérias sobre os audiolivros. Uma delas fala sobre os novos players que estão chegando no Brasil e que profissionais do mercado editorial acreditam que o audiolivro pode conquistar pessoas que buscam entretenimento durante o deslocamento. Ainda na Feira de Frankfurt de 2017, os audiolivros começaram a ser mencionados em apresentações de empresas de tecnologia e institutos de pesquisa, e começaram a chamar a atenção de editoras. Aqui, desde 2014, a Ubook e a Tocalivros investem na formação de catálogo e na criação de um mercado. O Google Play Livros chegou em julho do ano passado, depois de uma parceria de conteúdo com a Ubook. O mesmo aconteceu com a canadense Kobo que, desde julho, vende audiolivro com o apoio da Tocalivros, que segue "alugando" seu conteúdo e da distribuidora Bookwire. Na semana passada, a sueca Storytel desembarcou no Brasil e a Auti Books, das editoras Sextante, Record e Intrínseca, já soma 37 mil títulos comercializados em três meses de vida. Além disso, cinco autores brasileiros foram chamados para darem suas opiniões sobre os audiolivros. Ignácio de Loyola Brandão, Marina Colasanti, Glauco Mattoso, Marcelino Freire e Nathalia Arcuri foram os que deram suas opiniões sobre a “nova-velha” forma de leitura. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 23/09/2019

Acontece logo mais, a partir das 13h, o seminário Retratos da Leitura – Bibliotecas Escolares: Bibliotecas na Escola Fazem Diferença na Aprendizagem dos Alunos?, que vai debater o impacto das bibliotecas escolares e salas de leitura na aprendizagem dos alunos da Educação Básica. O evento, que ocupará o Itaú Cultural (Av. Paulista, 149 – São Paulo / SP), é organizado pelo Instituto Pró-Livro (IPL) e vai analisar os resultados da pesquisa Retratos da Leitura – Bibliotecas Escolares realizada pelo Insper, a pedido do IPL. “A pesquisa teve a intenção de identificar, nas escolas onde os alunos apresentam melhor performance nos indicadores de avaliação da educação, como Ideb e Saeb, quais atributos dessas bibliotecas ou salas de leitura podem estar relacionados ao desempenho dos alunos em Língua Portuguesa, impactando-o. Isso é fundamental para identificarmos o que deve ser garantido na instalação, no funcionamento, no perfil profissional e nas atividades oferecidas pelas bibliotecas escolares para que, de fato, tais aspectos atuem integrados ao currículo escolar”, explica Zoara Failla, coordenadora da pesquisa. As vagas do seminário já foram totalmente preenchidas, mas toda a programação será transmitida pela internet. Para assistir, basta acessar a página do Itaú Cultural no Facebook. Clique no Leia Mais e confira detalhes do evento.

PublishNews, Redação, 23/09/2019

Quem escolhe o livro, prepara, cuida e gera um produto único para o público leitor? O editor. Mas quem são os editores que ajudaram a construir a história do livro no Brasil? É isso que o livro 100 nomes da edição no Brasil vai responder. Leonardo Neto, editor do PublishNews, passou os últimos meses pesquisando e conversando com muita gente para construir o livro que será lançado em dezembro pela Oficina Raquel. O objetivo da obra é mostrar como nossa indústria se formou, pelo olhar dessas figuras, que, indiscutivelmente, a fizeram acontecer. Visto como uma contribuição para a memória do mercado editorial brasileiro, o livro vai trazer perfis de nomes como Francisco de Paula Brito, Monteiro Lobato, José Olympio, Ênio Silveira, Jorge Zahar, Alfredo Weizsflog, Marcos Pereira, Luiz Schwarcz, Luciana Villas-Boas, Isa Pessoa, além de um bônus com o perfil de 10 jovens editores que ainda podem deixar sua marca no mercado editorial. Henderson Fürst, Daniel Lameira e Larissa Caldin são alguns deles. Para viabilizar o livro, a editora e o autor estão com uma campanha no Catarse, que está em fase final de captação. Quarta-feira (25) é o prazo final para garantir o exemplar. Para participar, clique aqui.

PublishNews, Redação, 23/09/2019

A grife de camisetas Poeme-se – que trabalha com estampas do universo da literatura – organizou uma coleção especial de camisetas contra a censura. A coleção é reflexo da recente tentativa do prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, de censurar um livro da Marvel, durante a Bienal do Livro Rio. Para Gledson Vinícius, sócio fundador da marca, relembrar o mal que a censura já fez em nosso país foi uma das principais motivações da coleção Censura Nunca Mais. "As gerações mais novas não viveram esse tipo de cenário e quando se desconhece nossa história fica mais fácil minimizar ou contemporizar iniciativas ditatoriais. Além disso, nem todo mundo entende o significado da palavra e esse também é o objetivo da ação. Tanto que uma das camisetas traz o vocábulo e seu significado”, explicou. A coleção é formada por seis camisetas literárias, entre elas a camiseta “Esse indivíduo é impróprio para pessoas atrasadas, retrogradas e preconceituosas” que foi inspirada no selo colado nos 14 mil livros que o Youtuber Felipe Neto distribuiu no último final de semana da bienal do Rio. Todas as camisetas da coleção você encontra clicando aqui.

PublishNews, Redação, 23/09/2019

Para celebrar a 13ª Primavera de Museus, a Casa-Museu Ema Klabin (Rua Portugal, 43 – Sã Paulo / SP) preparou para essa semana, uma série de atividades sobre a Literatura de Cordel. De quarta (25) a domingo (29), das 14h às 18h, a Casa-Museu realiza uma Feira de Literatura de Cordel com a presença dos autores Edimaria, Luciano Braga, Tin Tin Alves, João Gomes de Sá, do Grupo SP Cordel e Dani Almeida. No sábado (28), das 14h às 17h, a cordelista Dani Almeida ministra a oficina Caminhos do Cordel. As inscrições podem ser feitas clicando aqui. Já no domingo (29), a partir das 14h, haverá uma contação de histórias com música e performance poética. Às 15h, acontece um Sarau Poético com microfone aberto para participação do público que pode ler ou experimentar a arte de criar um cordel. A programação termina com dois shows musicais, a partir das 16h. Toda a programação é gratuita.

PublishNews, Redação, 23/09/2019

Sociologia do negro brasileiro (Perspectiva, 320 pp, R$ 59,90), de Clóvis Moura, é um livro-síntese ao iluminar o vínculo íntimo entre o problema dos negros e as questões estruturais da nossa sociedade. Na obra, Clóvis investe contra um pensamento social subordinado ou submisso, estereotipado, puro reflexo da estrutura social brasileira, revelando, dessa maneira, a ideologia do autoritarismo a que esse pensamento serve – pois racismo e visão autoritária de mundo são as duas faces dessa moeda. Para além de uma sempre discutível imparcialidade científica ou de um puro racismo racionalizado, Clóvis Moura realiza uma crítica radical em uma obra de permanente atualidade. A obra faz parte da coleção Palavras Negras, que reúne textos de intelectuais negros e negras, produzidos em diferentes contextos, como o acadêmico e o dos movimentos sociais.

“Em tempos idos, os escritores se desenvolviam sozinhos.”
Lydia Davis
Escritora americana
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Escravidão
3.
Do mil ao milhão
4.
O poder da autorresponsabilidade
5.
Seja foda!
6.
O milagre da manhã
7.
Mais esperto que o diabo
8.
Luccas Neto em "Os aventureiros"
9.
O poder da ação
10.
A garota do lago
 
PublishNews, Redação, 23/09/2019

Uma das grandes pretensões da cultura de generalização contemporânea é a de supor que é possível engendrar um plano ou uma super equação capaz de resolver todos os problemas de determinada natureza. Mas a vida em família não é resultado de fórmulas. Quando um casal se vê diante de uma crise no relacionamento e se dispõe a buscar acompanhamento clínico, seu caso é singular, único, assim como deve ser a escuta e o acompanhamento do analista. A proposta de Renata Kerbauy, Márcia Barone Bartilotti e Gislaine de Dominicis, organizadoras de Laços possíveis: experiências clínicas com casais e famílias (Aller, 370 pp, R$ 44), é apresentar e compartilhar diferentes modalidades de intervenções clínicas, fundamentadas por diversos recortes teóricos e técnicos de autores com experiência ampla e reconhecida. O objetivo é viabilizar a ampliação de caminhos para a compreensão e condução de casos semelhantes, considerando o significativo aumento da demanda clínica, tanto institucional quanto privada.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.