Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 10/07/2019
A BOOKPartners é uma distribuidora completa: atende toda a cadeia do livro e seus devidos processos. Em sua estrutura reúne cerca de 220 colaboradores, dois centros de distribuição, e-commerce e marcas voltadas a segmentos específicos de leitores.
Primavera Assessoria oferece serviço de revisão de textos em português, preparação de originais para editoras e autores, padronizações e outros serviços editoriais.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial. Faz entregas e coletas em editoras, distribuidoras, livrarias, gráficas e grandes redes. A área de atuação atualmente engloba São Paulo (Capital), grande São Paulo, Jundiaí, Campinas e todo o estado do Rio de Janeiro.
PublishNews, Redação, 10/07/2019

Kelly Luegenbiehl será sabatinada no CEO Talk de 2019Um dos eventos mais tradicionais na programação da Feira do Livro de Frankfurt (16 a 20/10) é o CEO Talk, realizado por cincos dos principais veículos de comunicação na cobertura do mercado editorial em todo o mundo: Livres Hebdo (França), Bookdao (China), buchreport (Alemanha), PublishNews (Brasil) e Publishers Weekly (EUA). A convidada desse ano será Kelly Luegenbiehl, vice-presidente da Netflix responsável pelo desenvolvimento e produção de séries originais em todo o mundo, menos nos EUA. Em 2019, o evento, que serve de lançamento para o Global 50 Ranking of the International Publishing Industry 2019, acontece na quarta-feira (16), a partir das 14h, no Frankfurt Pavilion. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 10/07/2019

A relação de Cassia Carrenho com o mercado editorial não é nenhuma novidade. Formada em Produção Gráfica pelo Senai, a ex-gerente comercial do PublishNews e atualmente sócia da LabPub diz que demorou para se entender como parte dessa indústria, mas está nela desde o primeiro emprego. “Toda vez que alguém me pergunta ‘há quanto tempo você está no mercado editorial?’, a minha primeira impressão é que não [há muito tempo], porque, na minha cabeça, eu só entrei no mercado editorial, quando eu entrei no PublishNews, em 2011. A grande verdade é que o mercado editorial sempre esteve no meu universo, mesmo que eu não entendesse dessa forma. O meu primeiro emprego a valer, depois do estágio, foi numa editora. O mercado editorial está em todas as empresas. Qualquer empresa produz conteúdo hoje. Pra você vender alguma coisa, você precisa produzir conteúdo e o editorial é isso: produção de conteúdo”, disse na sua participação no episódio da PublishNewsTV dessa semana. No papo que teve com André Argolo, Cassia revelou um lado pouco conhecido dos seus pares que atuam no livro. Sempre extrovertida e expansiva, ela se aprofundou em assuntos – como a maternidade, vaidade e orgulho – e se mostrou mais séria do que aparenta ser nos eventos sociais. Clique no Leia Mais para assistir ao programa.

PublishNews, Redação, 10/07/2019

A Ciranda Cultural abriu duas vagas: uma para assistente editorial e outra para designer gráfico jr. Para a vaga de assistente, é necessário estar cursando ou ter formação superior em Letras ou Produção Editorial, conhecimento literário em livros infantojuvenis e inglês avançado. O contratado será responsável pela revisão de textos, aprovação de provas gráficas, tradução de pequenos textos, criação de textos de quarta capa ou orelhas, e contato com as gráficas e prestadores de serviços. Já para a vaga de designer gráfico, a editora pede que os candidatos estejam cursando ou tenham formação superior em Design Gráfico ou áreas correlatas e conhecimento do Pacote Adobe. As funções do cargo incluem a diagramação de livros, criação de layouts orientados, tratamento e manipulação de imagens e ilustrações, conferência e fechamento de arquivos para gráfica, e contribuir criativamente com a equipe compartilhando sugestões e ideias para novos projetos e conceitos de livros. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail andreza.regis@cirandacultural.com.br.

PublishNews, Redação, 10/07/2019

A Festa Literária Internacional de Paraty começa oficialmente nesta quarta (10) e aproveita para lançar o seu aplicativo. Pela nova plataforma, os usuários poderão assistir, ao vivo, às mesas da edição de 2019, e receber notificações para acompanhar o que acontece no Programa Principal, encontro que une literatura, cultura e ocupação do espaço público com cultura. Os usuários terão, ainda, acesso a conteúdos exclusivos, como entrevistas históricas, seleção de mesas e melhores momentos da história desta festa permeada pelas artes. Durante a festa literária, o aplicativo estará disponível gratuitamente para os usuários. Após esse período, passa a ser exclusivo para assinantes – e apresenta dois planos distintos: plano mensal (R$ 35/ mês) ou anual (R$ 249, parcelado em até dez vezes). Ainda nos dias da Festa, a pré-venda do plano anual tem desconto de 60% (R$ 99,90, em até dez parcelas), e a promoção é válida apenas para compras realizadas no site. Integrantes do programa Flip-se e patronos ganham dois meses de acesso como cortesia e têm a assinatura a um valor especial (R$ 99,90, em até dez parcelas). O app está disponível para Android e iOS.

PublishNews, Redação, 10/07/2019

A Imprensa Oficial (IMESP) é a gráfica oficial da Flip este ano e além de ser parceira da Casa PublishNews, também marcará presença na programação da Flip+. Em parceria com o Instituto Moreira Salles (IMS), a Imprensa Oficial realiza no dia nesta quinta (11), às 17h, a mesa Visões de Canudos com participação do professor livre-docente na área de Literatura Brasileira, Hélio de Seixas Guimarães, e do professor de História da Arte e Cultura, Jorge Coli. Na mesa, os dois debaterão sobre as divergências nas interpretações da Guerra de Canudos entre Euclides da Cunha, Machado de Assis e Olavo Bilac. Além da mesa promovida pela parceria com a Imesp, o IMS reunirá no mesmo espaço outros relevantes nomes da cena cultural e uma mostra fotográfica. A programação completa você encontra aqui.

PublishNews, Redação, 10/07/2019

A TAG – Experiências Literárias terá a sua primeira casa na Flip. Com o tema A literatura conecta, o clube de livros montou uma programação variada com bate-papos, happy hours e sessões de autógrafos para receber seus assinantes e também o público da festa literária. Entre os destaques da programação, estão eventos com a presença de autores como o português José Luís Peixoto, a nigeriana Ayọ̀bámi Adébáyọ̀, o angolano Kalaf Epalanga, a norte-americana Kristen Roupenian e as brasileiras Conceição Evaristo e Djamila Ribeiro. A programação começa oficialmente nesta quinta-feira (11) com um bate-papo com booktubers. Às 15h, acontece a mesa Literatura e redes sociais seguida da sessão de autógrafos com João Doederlin (@akapoeta). Na sexta às 11h, Noemi Jaffe participa de uma mesa com a mediação de Socorro Acioli e às 15h é a vez de Conceição Evaristo e Jarid Arraes marcarem presença na casa. Já Adébáyọ̀ e Djamila estarão na Casa TAG no sábado, a partir das 17h. A programação completa você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 10/07/2019

Colocar na mesma página livros e leitores. Essa é a missão do Palavralida, projeto que Renata Costa lança na Flip. A atual secretária-executiva do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL) aproveita seus quase 20 anos de militância em favor do livro para criar, em parceria com Laura Ferreira, uma consultoria através da qual vai realizar assessorias, curadorias e capacitações para eventos, projetos, escolas, empresas em busca de soluções inovadoras no campo do livro e da leitura, valorizando a bibliodiversidade, aproximando livros de leitores, palavras de pensamentos, letras de pessoas. Em Paraty, o projeto será apresentado nesta sexta-feira (12), às 14h30, na Biblioteca Comunitária Casa Azul (Rua João Ayres Martins, 132) e, no sábado (13), às 10h, o Palavralida realiza a mesa Livro - O que eu faço com isso?. Essa segunda mesa acontece no Cembra (Rua Mal. Deodoro, 479).

PublishNews, Redação, 10/07/2019

Dois garotos, de origens muito diferentes, são forçados a conviver por alguns anos e acabam por ver suas trajetórias enlaçadas por um destino irônico. Do Morro do Livramento, passando por Portugal e pelo Rio de Janeiro do final do século XIX, os meninos, agora homens, se reencontram e retoma m uma rivalidade pela qual vale dedicar a vida. E hoje, enquanto um é celebrado como um dos maiores escritores brasileiros, Pedro Junqueira tem pela primeira vez a chance de ver sua história narrada sob outro ponto de vista. Porque ter como adversário o escritor de maior prestígio na literatura brasileira não deve ser fruto apenas do acaso, mas uma maldição. O homem que odiava Machado de Assis (Faro Editorial, 240 pp, R$ 39,90) do autor vencedor do prêmio Sesc de Literatura e indicado ao Jabuti, José Almeida Junior, é o primeiro publicado no Brasil com a imagem de Machado de Assis negro em sua capa e mistura história e ficção em torno de um dos gênios da nossa literatura, Machado de Assis.

“Um livro é a prova de que os homens são capazes de fazer magia.”
Carl Sagan
Cientista americano (1934-1996)
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
O milagre da manhã
3.
Tamo junto
4.
Seja foda!
5.
A garota do lago
6.
O poder da autorresponsabilidade
7.
Mindset do coração
8.
Mais esperto que o diabo
9.
Do mil ao milhão
10.
F*deu geral
 
PublishNews, Redação, 10/07/2019

Baal (Record, 224 pp, R$ 49,90), romance de Betty Milan, é uma história familiar. O patriarca e personagem principal, Omar, narra um drama sempre atual: o da imigração. No final do século XIX, quando seu melhor amigo é capturado por uma milícia para servir no exército inimigo, Omar é forçado a sair do seu país no Oriente Médio. Ao fugir da aldeia, coração partido, jura que voltará para buscar a família e a noiva. Embarca para os trópicos, atravessa o oceano e começa a vida na mascatagem. Valendo-se da sua força física e da inteligência, vence as dificuldades, torna-se um próspero atacadista e constrói um palácio, Baal, “uma joia do Oriente no Ocidente”, para sua filha única, Aixa, e a família dela. Só que, depois de falecer, os descendentes dilapidam a sua fortuna e vê a guerra do país natal se repetir no país da imigração. Indignado com o comportamento dos netos, Omar os culpa por não se darem conta da sua luta e do alto custo do berço de ouro que lhes proporcionou. A rememoração o obriga, no entanto, a reconhecer os seus erros.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.