Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 21/02/2019
A Samara Lopez Design e Editoração fornece serviços editoriais para autores independentes e editoras. Disponibilidade para parcerias e grandes demandas fill time.
Editorando birô oferece prestação de serviços editoriais como tradução, preparação e revisão de texto, diagramação, capa, conversão em e-book e intermédio com a gráfica.
A Futura Editoração é especializada em Diagramação e design editorial
PublishNews, Carlo Carrenho, 21/02/2019

Estande da Storytel na Feira do Livro de Gotemburgo de 2018 | © Lima Andruška Se a melhor forma de se conhecer alguém é em sua casa, na sua intimidade, olhando as lombadas dos livros na estante, a melhor maneira de se conhecer uma empresa é no seu habitat natural, no seu mercado original. Neste sentido, a publicação por parte da Associação Sueca de Editores e da Associação Sueca de Livreiros de seu relatório estatístico anual esta semana permite uma análise íntima, não só do mercado de livros de interesse geral da Suécia, mas também do seu setor de audiolivros e, principalmente, da performance e influência de uma empresa sueca de atuação global e com operações em português e espanhol: a Storytel. O relatório tem o singelo e impronunciável nome de Bokförsäljningsstatistiken e a pesquisa foca exclusivamente nos livros de interesse geral comercializados pelo varejo sueco. O mercado sueco de livros de interesse geral cresceu 4,9% em 2018 e fechou o ano com vendas de 4,37 bilhões de coroas suecas (SEK), que equivaliam no fim do ano a 428 milhões de euros. As receitas das plataformas de assinatura Storytel, Nextory e BookBeat estão incluídas neste número. Nesta análise de Carlo Carrenho, fica claro como as plataformas digitais de assinaturas são uma força motriz no mercado de livros da Suécia. E se queremos entender os efeitos do crescimento destas plataformas no mercado global, temos no mercado sueco um pequeno laboratório. Segundo Carrenho, é fundamental ficarmos de olho no que acontece neste mercado nos próximos meses e anos. Afinal, a Suécia pode ser nosso mercado amanhã. Clique no Leia Mais para saber mais sobre a influência da Storytel no mercado sueco.

PublishNews, Redação, 21/02/2019

O Ubook, plataforma de audiolivros por streaming, se prepara para uma oferta pública inicial de ações (IPO) no Canadá, o que significa que ela abrirá seu capital e passará a ser listada na Bolsa de Valores de Toronto. Há quatro anos em operação no país - e com braços em países da América Latina - a plataforma espera levantar entre 8 e 15 milhões de dólares na operação e expandir seus serviços. Flávio Osso, CEO da plataforma, disse à Reuters que os recursos do IPO vão "escalar a produção de conteúdos originais" e ajudar a empresa a "se consolidar como a maior plataforma de streaming de áudio da América Latina e iniciar a expansão para alguns países da Europa". Ainda de acordo com dados da empresa, o Ubook é dono da maior fatia do mercado de audiolivros no país, algo entre 80 e 90%, mas a chegada de concorrentes internacionais não assusta. "A gente conversa com a Amazon para eles virem para cá e ajudarem a construir o mercado, é muito melhor ter 50 por cento de um mercado de 3 a 4 bilhões de dólares do que ter 100 por cento de um mercado de 50 milhões", disse à Reuters. Osso disse ainda que a opção de abrir o capital da empresa no Canadá se deu pelo maior conhecimento do mercado canadense em empresas de transmissão de áudio pela internet em relação ao público investidor brasileiro.

PublishNews, Leonardo Neto, 21/02/2019

André Calgaro (na foto ao lado), que por quase dez anos construiu uma trajetória no varejo de livros em Brasília, há muito tempo é um entusiasta do audiolivro. Quando viu que no mercado internacional, esse formato vinha vivendo um boom, resolveu que podia colaborar para que isso acontecesse aqui no Brasil também. Foi à campo, estudou, ouviu muitos audiolivros, experimentou até que, em outubro do ano passado, resolveu abrir a Narratix, que quer se especializar na produção desse formato. Na conta da empresa praticamente recém-inaugurada, Calgaro contabiliza a produção de 15 títulos e tem outras cinco produções em curso. Em uma conversa que teve com o PublishNews na manhã desta quinta-feira, ele disse que o foco da Narratix está nas editoras, nos autores independentes e nas plataformas de distribuição de audiolivros. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 21/02/2019

Mesa com os curadores realizada no Folio | © DivulgaçãoO Festival Literário Internacional de Poços de Caldas (Flipoços - 27/04 a 5/05) anunciou mais uma mesa para compor sua programação. Além de falar sobre a literatura hispano-americana e discutir o mercado literário, no dia 4 de maio, às 15h30 no Teatro da Urca (Praça Getúlio Vargas, s/n – Poços de Caldas / MG), o evento terá uma mesa com curadores de festivais e festas literárias do Brasil e de Portugal. A iniciativa começou ano passado quando a curadora do Flipoços, Gisele Corrêa, foi convidada para participar da mesa de curadores no Folio, de Óbidos, Portugal. A mesa Intercâmbio, integração e interação – fatores importantes para a sustentabilidade dos festivais contará com as presenças de José Pinho, (Folio, Óbidos, Portugal); Ana Filomena Amaral (Festival Literário Internacional do Interior – Palavras de Fogo, Lousã, Portugal); Julio Silveira (Ler – Salão do Livro Carioca, Rio de Janeiro); Mauro Munhoz (realizador da Flip); Manuela Ribeiro (Festival Correntes D’Escritas, Póvoa de Varzim, Portugal), a escritora e curadora Guiomar de Grammont (Fórum das Letras, Ouro Preto) e Carlos Moura-Carvalho (curador do Abecedário - Festival da Palavra, Lisboa, Portugal). A mediação ficará a cargo da anfitriã do Flipoços, Gisele Ferreira. “Entendo a importância desses encontros não só como ponto de fortalecimento dos nossos festivais, mas, sobretudo, como quebra de fronteiras entre nossas relações. Sendo no Brasil ou em Portugal, nossos objetivos são os mesmos, ou seja, fomentar o livro, leitura e literatura e formar leitores conscientes”, explica Gisele.

PublishNews, Redação, 21/02/2019

O GEN abriu uma vaga para designer gráfico jurídico júnior para atuar em São Paulo. A empresa pede que os interessados tenham superior completo em desenho industrial ou designer gráfico, tenham domínio do pacote Adobe e de preferência tenham experiência anterior no mercado editorial. O contratado será responsável pela criação de projetos gráficos, da identidade visual, pela criação de capas, fechamento de arquivos para gráficas e composição de emendas. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail recrutamento@grupogen.com.br até 25 de fevereiro.

PublishNews, Redação, 21/02/2019

A Biblioteca Pública do Paraná (BPP - Rua Cândido Lopes, 133 - Curitiba / PR) está com inscrições abertas para o segundo módulo do curso de preservação de obras gerais (Capa dura: reaproveitamento e nova encadernação com gravação). O curso, realizado pela Associação dos Amigos da Biblioteca Pública do Paraná (AABIPAR), é ministrado pela especialista em conservação de bens culturais móveis, Bety Brykczynski de Luna, que ensina técnicas para realizar pequenos reparos, recuperação de capas e costura de caderno único e folhas soltas. As aulas, que acontecem das 9h às 17h, têm início no dia 9 de março, seguem nos dias 16, 23 e 30 do mesmo mês e se encerram em 6 de abril. Para participar, é necessário se inscrever até o dia 7 de março pelo e-mail amigosdabppr@gmail.com.

PublishNews, Redação, 21/02/2019

Pessoa escreveu que Campos é a personagem de uma peça. O que falta é a peça. E também, textualmente, que o dramaturgo é o máximo do poeta. É conhecida, mas não levada a sério a afirmação pessoana de que cada um dos seus heterônimos constitui um drama e, todos juntos, outro drama. Escreveu também Pessoa que tinha previsto a evolução de cada uma dessas personagens, e que pensava publicar esses livros com os seus horóscopos (biografias abreviadas, afinal) e, até, fotografias. Vida e obras do engenheiro Álvaro de Campos (Global, 480 pp, R$ 79), editada por Teresa Rita Lopes, uma das maiores especialistas na obra do autor português, tenta fazer-lhe a vontade. “Confesso que o meu maior prazer seria que esta série- Vida e obras – contentasse Pessoa, onde quer que esteja, nessa sua ambição de contar a 'vida e obras' das suas personagens através dos seus poemas, respeitando o desenrolar dessas vidas e a evolução da sua maneira de dizer e de viver”, comenta a autora.

PublishNews, Redação, 21/02/2019

Durante dois meses, um dos maiores poetas da língua moderna da China, Ai Qing, atravessou quatro continentes, dois oceanos e passou por uma dezena e meia de cidades rumo à América do Sul. A obra Viagem à América do Sul (Editora Unesp, 208 pp, R$ 48) reúne pela primeira vez os poemas de Ai Qing escritos durante essa viagem em 1954, na ocasião do cinquentenário de Pablo Neruda. A passagem por Brasil e Chile possibilitou o contato com intelectuais de várias partes do mundo, entre os quais os brasileiros Jorge Amado e Zélia Gattai, e deu origem a interlocuções que atravessariam as décadas seguintes. Os poemas de Viagem à América do Sul foram traduzidos diretamente do chinês e chegam agora ao leitor brasileiro em edição bilíngue.

“Para cada livro que você compra, você deve comprar o tempo para lê-lo.”
Karl Lagerfeld
Designer de moda (1933-2019)
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
O milagre da manhã
3.
Me poupe!
4.
Seja foda!
5.
Este não é mais um livro de dieta
6.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
7.
O poder do hábito
8.
Aprendizados
9.
O poder da ação
10.
Prisioneiros da mente
 
 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.