Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 27/04/2018
A psi7 Printing Solutions & Internet 7 S.A. é uma empresa de tecnologia na gestão de conteúdos que ajuda as empresas, sejam editoras ou indústrias, a propagar o seu conteúdo nos formatos impresso, áudio, dados ou eletrônico.
Revisora, copidesque e produtora editorial há mais de dez anos com experiência em todas as etapas da produção editorial.
Com mais de 20 anos de experiência na diagramação de livros, Julio Fado oferece um trabalho profissional, de qualidade e rápido. Além da diagramação de livros para impressão, ele também diagrama livros em formato digital.
PublishNews, Talita Facchini, 27/04/2018

Essa é a terceira semana que o ‘livrão’ do youtuber Luccas Neto figura a lista dos mais vendidos. Se na semana passada, na Lista Anual, ele era o quarto livro mais vendido e nesta semana já pulou para a segunda posição com 70.420 exemplares vendidos. Mas, As aventuras na Netoland com Luccas Neto (Pixel / Ediouro) tem um rival à altura que já tirou dele o topo da Lista Geral dessa semana. Felipe Neto, vencedor do Prêmio Avena PublishNews 2017 na categoria Infantojuvenil apareceu no primeiro lugar da Lista Geral nesta semana com seu segundo livro, Felipe Neto – A vida por trás das câmeras (Pixel), que vendeu 27.841 exemplares. Logo atrás vem Luccas, com 14.919, e A sutil arte de ligar o foda-se (Intrínseca), com 9.647. Em Não Ficção, Jesus – O homem mais amado da história (LeYa), de Rodrigo Alvarez continua em primeiro lugar, seguido pelo estreante, Box – O essencial da psicologia (Aeroplano), que vendeu 2.782 exemplares. A lista ainda trouxe a estreia do novo livro de Augusto Cury, Socorro, meu filho não tem limites! (Academia / Planeta), que apareceu na lanterna com 431 cópias vendidas. Clique no Leia Mais para conferir outros detalhes da lista.

PublishNews, Redação, 27/04/2018

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) e o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) apresentam na próxima quarta (2), na Unibes Cultural (Rua Oscar Freire, 2.500 – São Paulo / SP), o resultado do estudo sobre a Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro, que mapeia a produção do mercado editorial brasileiro. A apresentação será realizada pela professora Leda Paulani e pela economista Mariana Bueno, da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe/USP), com a presença dos presidentes Marcos da Veiga Pereira, presidente do SNEL e Luís Antonio Torelli, presidente da CBL. A transmissão on-line começará às 9h30 e a coletiva de imprensa para jornalistas e associados da CBL e SNEL, às 9h. Para acessar a transmissão é necessário se cadastrar clicando aqui. E para confirmar presença é só enviar um e-mail para imprensa@cbl.org.br.

PublishNews, Leonardo Neto, 27/04/2018

Dênya Rebelo posa com a versão argentina de Flicts, de Ziraldo | Leonardo NetoNa América Latina, o Brasil é aquela exceção que confirma a regra. Um dos únicos a não ter o espanhol como língua-mãe, o país tem dificuldades em fazer o seu livro “viajar” entre os países hermanos. Mas há uma pessoa que tem construído pontes entre Brasil e os outros países da região. Dênya Rabêlo há 20 anos está nessa lida e já tem colhido resultados importantes. O seu trabalho com as editoras Melhoramentos e Global (não só essas, mas com essas já tem mais tempo) já rendeu frutos importantes como 110 mil exemplares de Flicts, de Ziraldo, para o mercado mexicano. O PublishNews se encontrou com Dênya na Feira do Livro de Buenos Aires, aberta oficialmente nesta quinta-feira (26) e cuja programação segue até o próximo dia 14. Ela detalhou como funciona o seu trabalho e dá dicas de características que o livro precisa ter para entrar nesses mercados. Clique no Leia Mais e tenha acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 26/04/2018

Faleceu na manhã desta quinta-feira (26) o diretor-proprietário da Madras Editora, o Sr. Waldyr Cardoso Costa. Em comunicado divulgado nas redes sociais e para a imprensa, a Madras lamentou o falecimento de Waldyr, profissional que se dedicou por mais de 60 anos ao mercado do livro. Começou como faxineiro na livraria Ipiranga, em 1951, depois, ao longo dos anos passou pela livraria Francisco Alves, livraria Avenida, Siciliano, Distribuidora Descubra e, posteriormente, pela editora Hemus. Em 1986, chegou à Madras Livraria, Editora e Distribuidora, ainda como vendedor, para se tornar, em 1995, diretor-proprietário da Madras Editora, juntamente com seu filho, Wagner Veneziani Costa. “O Sr. Cardoso é dos últimos vendedores de livro de uma estirpe que andava com uma mala cheia de livros e viajava o país oferecendo às livrarias”, lembrou Pedro Almeida, da Faro Editorial que trabalhou na Madras por cinco anos. 

PublishNews, Paula Cajaty*, 27/04/2018

O segundo dia em Abu Dhabi foi em igual medida tranquilo e intenso. Lembro de sonhar que tinha roubado um punhado de tâmaras no lobby do hotel e foi assim que acordei às três da manhã: com uma fome enorme. Descobri que o fuso horário se impõe mesmo quando não lhe damos muita importância, pois conferi a hora no Brasil e lá seriam 20h30 - a hora exata do jantar. Com o sono leve, acordei bem cedo para o café da manhã e consegui madrugar no estande da LIBRE no segundo dia do evento. Isso foi ótimo, pois pude apresentar-me com calma aos vizinhos de corredor, como o ganense Ernest Oppong e o grego George Lekkas, já que o público só começou a chegar a partir das 10h30. A Mariana Warth chegou um pouco mais tarde, após terminar os ajustes no design do arquivo da apresentação que seria realizada às 14h no Business Club. Depois que ela chegou, aliviadas pelo trabalho já estar finalizado, fomos juntas participar da apresentação de nossas recém-conhecidas Ruta Briede e Alise Nigale, respectivamente ilustradora e editora da Letônia, que contaram à plateia os desafios encontrados na longa produção do livro infantil A rainha das gaivotas, premiado em 2017 em seu país de origem. A manhã passou rápido e o almoço precisou ser breve para que pudéssemos ajustar tudo para a apresentação da LIBRE e da Nuvem de Livros aos espectadores que fomos conquistando ao longo desse um dia e meio. Clique no Leia Mais para conferir como foi o segundo dia de Paula e Mariana na Feira Internacional do Livro de Abu Dhabi.

PublishNews, Redação, 27/04/2018

Considerada a primeira grife literária do Brasil, a Poeme-se já fez parceria com a Estante Virtual na Bienal do Rio, já criou uma coleção baseada no livro O meu lugar (Editora Mórula) e já participou por seis anos consecutivos da Flip. Agora, a parceria vai ser com o PublishNews. Junto com a grife de Gledson e Leonardo, o PN criou quatro estampas que fazem todo sentido para quem trabalha no universo do livro e que terão três modelagens: baby look, bata e camiseta. “Todo foco da curadoria que preparamos para a parceria foi direcionado para a relevância dessa rede de profissionais tão talentosos, tão meticulosos que temos na cadeia produtiva da literatura. Importa mesmo é dar visibilidade aos que transpiram todos os dias para fazer do país, uma nação literária", explica Gledson. As peças já estão à venda no site da Poeme-se.

PublishNews, Redação, 27/04/2018

A empresa Elliott Advisors comprou uma participação majoritária da Waterstones, rede de livrarias do Reino Unido. A transação foi anunciada na manhã da última quinta (26) e os termos de acordo, que deve ser concluído em maio, não foram divulgados. James Daunt deverá permanecer como CEO da empresa que ele lidera desde que o russo Alexander Mamut comprou a rede de livrarias por £ 53 milhões em 2011. “Este é um resultado muito feliz para Waterstones. Nossos livreiros podem ficar imensamente orgulhosos de ter provado através de bons e velhos livros, o apelo duradouro e o valor de livrarias reais. Entramos na nova direção olhando para o futuro com grande otimismo para o próximo capítulo no desenvolvimento de Waterstones”, disse Daunt em comunicado oficial.

PublishNews, Redação, 27/04/2018

Ignácio de Loyola Brandão | © Johan Visbeek / José Trajano | © Fábio Sétimo Neste sábado, às 11h, a Biblioteca de São Paulo (Av. Cruzeiro do Sul, 2.630 - São Paulo / SP) recebe o escritor Ignácio de Loyola Brandão para um bate papo, dentro da programação do projeto Segundas Intenções. O autor vai contar suas experiências como jornalista, escritor e autor de mais de duas mil crônicas, as memórias de infância e as experiências vividas. Já o Sempre um Papo, no mesmo dia e horário, recebe no Hub Minas Digital – Arena Edifício Rainha da Sucata (Praça da Liberdade - Belo Horizonte / MG) o escritor José Trajano para o debate e o lançamento do livro Os Beneditinos (Alfaguara, 152 pp, R$ 34,90 / E-book: R$ 23,90). Bem-humorada e melancólica, a obra mergulha nas memórias de um Rio de Janeiro romântico, com as glórias do passado e as perdas do presente. O narrador da trama perdeu o emprego de jornalista, vive só, no bairro da Mooca, e tem de cuidar da saúde, que não anda boa, mas uma descoberta pode mudar seu destino. Os dois eventos são gratuitos.

“O livro é riqueza permanente à sua disposição”
Bernardinho
técnico de vôlei
1.
Felipe Neto - A vida por trás das câmeras
2.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
3.
A sutil arte de ligar o foda-se
4.
O milagre da manhã
5.
Desperte seu poder
6.
Combate espiritual
7.
Metanoia
8.
Jesus - O homem mais amado da história
9.
Seja foda!
10.
Box - O essencial da psicologia
 
PublishNews, Redação, 27/04/2018

A revista Via Atlântica, vinculada ao Programa Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa, do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas (FFLCH/ USP), está recebendo artigos que colaborem com a discussão sobre o caráter híbrido da crônica, charge, conto, romance e congêneres, produzidos a partir do século XIX. A 34ª edição da revista trará o dossiê temático Literatura e Jornalismo: suportes e fronteiras, que falará sobre o assunto. Além dos textos submetidos ao dossiê, a Via Atlântica receberá artigos sobre temática livre e resenhas, dentro do escopo temático da revista até o dia 30 de abril.

PublishNews, Redação, 27/04/2018

Em 1964, Stanley Kubrick e Arthur C. Clarke se juntaram para, nas palavras do diretor, “fazer o primeiro filme de ficção científica que não seja considerado lixo”. Quatro anos depois, 2001: Uma odisseia no espaço seria lançado. Se hoje o filme é reconhecido como uma obra-prima, a crítica da época desmereceu o lançamento como um tedioso exercício de estilo. No livro 2001: Uma odisseia no espaço (Todavia, 496 pp., R$ 84,90 – Trad.: Álvaro Hattnher e Cláudio Carina), o fotógrafo e escritor Michael Benson reconta a história da criação do filme, de sua gênese ao lançamento em 1968. Benson entrevistou longamente Clarke, bem como Christiane, viúva de Kubrick, e Doug Trumbull, o criador dos pioneiros efeitos-especiais de 2001. O resultado é um misto de making of, ensaio e análise de um dos mais formidáveis filmes já feitos.

PublishNews, Redação, 27/04/2018

Sonhos elétricos (Aleph, 256 pp, R$ 44,90 – Trad.: Daniel Lühmann) reúne dez contos de Philip K. Dick que inspiraram a série Electric Dreams, da Amazon Prime. Philip K. Dick é um dos nomes mais importantes da ficção científica e um dos autores com mais textos adaptados para o cinema. Suas obras inspiraram filmes como Blade Runner, Minority Report, O Vingador do futuro, Agentes do destino, O pagamento, entre outros. Seguindo o que a literatura de Dick tem de melhor, os contos apresentam cenários familiares, mas ao mesmo tempo estranhamente distorcidos, e têm o poder de questionar a realidade e tirar o leitor de sua zona de conforto. Cada uma das histórias é capaz de desafiar crenças e conhecimentos, além de causar profundas inquietações, a exemplo do que há de mais característico na obra do autor.

PublishNews, Estevão Ribeiro, 27/04/2018

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.