Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 29/03/2018
A psi7 Printing Solutions & Internet 7 S.A. é uma empresa de tecnologia na gestão de conteúdos que ajuda as empresas, sejam editoras ou indústrias, a propagar o seu conteúdo nos formatos impresso, áudio, dados ou eletrônico.
Revisora, copidesque e produtora editorial há mais de dez anos com experiência em todas as etapas da produção editorial.
Com mais de 20 anos de experiência na diagramação de livros, Julio Fado oferece um trabalho profissional, de qualidade e rápido. Além da diagramação de livros para impressão, ele também diagrama livros em formato digital.
PublishNews, Redação, 29/03/2018

Pela primeira vez, serão comprados livros de literatura dentro do âmbito do PNLD | © Eduardo AignerO Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) publicou, finalmente, o edital que determina as regras para a compra de livros do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD) de 2020. Havia uma grande expectativa com relação a esse edital já que ele apresenta a grande novidade que é a inclusão da compra de livros de literatura no âmbito do PNLD. O edital é referente à compra de livros – didáticos e de literatura – para os anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano). Poderão ser comprados livros de literatura tanto em língua portuguesa quanto em língua inglesa. O edital prevê, conforme o FNDE já havia anunciado em audiências públicas, formatos fixos (205 mm x 275 mm; 270 mm x 270 mm ou 135 mm x 205 mm) e qualidade do papel (cuchê fosco com gramatura entre 76,8 e 83,2 gr/m²) para os livros de literatura. Essas especificações, segundo o órgão, servem para padronizar as obras, o que facilita na negociação e no transporte dos livros. Nas duas audiências públicas, Rossieli disse que haveria um "edital transitório" para a compra de livros de literatura para a Educação Infantil, os anos iniciais do Ensino Fundamental e para o Ensino Médio. No entanto, até agora esse edital não foi publicado. Clique no Leia Mais para ter acesso a detalhes do edital.

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Foi pautado, na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor o Projeto de Lei 106/2017 que propõe mudanças na Lei de Diretrizes e Bases da Educação para vedar o apelo ao consumo nos estabelecimentos de ensino brasileiro. Os debates acontecem no próximo dia 4. Na prática, a proposta, se aprovada, vai impedir todo e qualquer tipo de comércio dentro de escolas públicas ou privadas no Brasil, inclusive ações de divulgação e feiras de livros. A relatoria do projeto nessa comissão está com o senador Cristovam Buarque que apresentou parecer favorável à lei. 

PublishNews, Redação, 29/03/2018

© Kraw PenasA Biblioteca Pública do Paraná (Rua Cândido Lopes, 133 – Curitiba / PR) inaugurou esta semana, a segunda etapa da modernização de sua sede. O projeto que cursou R$ 2,5 milhões foi viabilizado pela Renaut, parceira da instituição. “Estamos construindo um novo significado para a palavra 'biblioteca', que não é só um espaço de silêncio e de estudo. A biblioteca é um espaço de vida”, frisou o diretor da BPP, Rogério Pereira. O projeto, feito pelo arquiteto Manoel Coelho, inclui a revitalização das salas destinadas à Literatura, Periódicos, Multimeios e Infantil que receberam novo mobiliário, iluminação e pintura. Além disso, os funcionários ganharam uma nova cantina e os banheiros foram reformados. A terceira etapa da revitalização contará com R$ 1,8 milhão da Renaut e outros R$ 2 milhões do orçamento da própria BPP.

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas | © Rossmaly BorgesAbrindo o calendário nacional de festivais do gênero no Brasil, o Flipoços (28/04 a 6/05) ampliou sua programação e contará com o reforço da Casa Philos durante alguns dias do evento. A casa que leva o mesmo nome da revista literária foi pensada para incluir todos os públicos e proporcionar debates. “Dentre os destaques da Casa Philos teremos atividades de masterclass de escrita criativa, crítica literária e artes visuais, de modo que todo o material produzido pelos visitantes e participantes da nossa programação será publicado em um caderno especial da revista em homenagem ao evento”, destacou Jorge Pereira, editor da revista. Segundo a curadora do festival literário, Gisele Corrêa Ferreira, a oportunidade em trazer esse novo formato de “casa” amplia as possibilidades do Festival e oferece uma programação paralela de alto nível para um público mais específico. As atividades da Casa acontecerão entre os dias 3 e 6 de maio, na Sala Cassino, no segundo piso do Museu Histórico de Poços de Caldas, ao lado do espaço Cultural da Urca.

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Realizado pela Fundação Editora da Unesp e pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PROPG), o Programa de Edição de Textos de Docentes da Unesp irá receber originais de autoria individual ou coletiva até o dia 15 de maio. O programa, que já publicou vários títulos, dos quais dois já receberam o Prêmio Jabuti, tem como meta editar até dez livros nas três áreas do conhecimento: humanas, biológicas e exatas. A divulgação dos títulos selecionados será feita no dia 10 de outubro e o edital completo, a Ficha de Inscrição e a Ficha de Cadastro para download, estão disponíveis no site da Editora

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Na próxima quinta (5), a LabPub, escola de cursos voltados para a área editorial, realiza mais uma masterclass. Dessa vez o tema será Domínio Público: o caso ‘O Pequeno Príncipe’, que abordará os aspectos da lei analisando um caso real. A sócia-diretora da Trevisan e professora na LabPub do curso Direitos Autorais e Administração de Contratos, Sintia Mattar, irá apresentar os aspectos envolvidos, as soluções encontradas e como a lei foi aplicada nesse caso específico. Além disso, os participantes poderão interagir durante a aula, esclarecendo questões sobre o tema. A aula é gratuita e acontece das 17h30 às 18h30, no formato a distância com transmissão ao vivo. Para se inscrever é só clicar aqui

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Para quem deseja escrever contos, o Instituto Estação das Letras (Rua Marquês de Abrantes, 177 – Rio de Janeiro / RJ) começa na próxima segunda (2), a Oficina do conto: Concepção e técnica. O curso abordará diversas possibilidades criativas da concepção do conto, por meio da leitura e análise de contos de escritores brasileiros e estrangeiros. O aluno também escreverá seus contos a partir de exercícios propostos em sala, considerando os elementos da narrativa, como estrutura, personagens e narrador, entre outros. A oficina será ministrada pela mestre em estudos de literatura, Claudia Lage, e as aulas acontecem até 25 de junho, sempre às terças-feiras, das 18h45 às 20h45. O investimento pode ser dividido em três vezes de R$ 400.

PublishNews, Redação, 29/03/2018

A partir da próxima quarta (4), o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc (Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – São Paulo / SP) realiza uma Oficina de crônica que seguirá até o dia 25 de abril. Nas aulas, ministradas pela escritora, editora e jornalista, Silvana Salerno, serão apresentados os diversos tipos de crônicas e sua história no Brasil e no mundo, assim como a diferença entre conto e crônica. Os alunos irão ler e analisar diversos cronistas brasileiros, de Joaquim Manuel de Macedo e Machado de Assis aos contemporâneos, assim como observar as particularidades do texto: humor, lirismo, fluência, leveza, sátira, crítica e o elemento surpresa. A partir desta introdução, a oficina se torna essencialmente prática, com atividades de escrita visando a criação, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento das crônicas redigidas. As aulas acontecem sempre às quartas, das 14h às 17h e o investimento é de R$ 60. Informações e inscrições pelo site do Sesc.

“Fui escrevendo, publicando e, quando me dei conta, tinha leitores. Aí vi que já tinha virado escritora.”
Ana Maria Machado
Escritora brasileira
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Combate espiritual
3.
Ainda sou eu
4.
Sapiens
5.
A parte que falta
6.
Outros jeitos de usar a boca
7.
Propósito
8.
O que o Sol faz com as flores
9.
Seja foda!
10.
Crer ou não crer
 
PublishNews, Redação, 29/03/2018

Nas obras de Paulo Coelho não faltam personagens fortes. São homens e mulheres que, para encontrar seu próprio caminho, precisam enfrentar a sociedade e, muitas vezes, eles mesmos. A protagonista de A bruxa de Portobello (Paralela / Companhia das Letras, 320 pp, R$ 34,90), Athena, faz parte desse grupo especial. Para contar sua história, Paulo Coelho recorre ao relato de diversas pessoas que a conheceram e conviveram com ela. Assim, sua vida aos poucos se revela, e o leitor constrói uma personagem forte, decidida a ir atrás da verdadeira história de sua mãe biológica. Como encontramos a coragem para sermos sempre verdadeiros com nós mesmos – mesmo se não temos certeza de quem somos? – é a questão central deste romance com pitadas de amor, paixão, sacrifício e felicidade. Junto com a obra, a Paralela relançou a ficção Na margem do Rio Piedra eu sentei e chorei (222 pp, R$ 29,90) e o livro de contos, Maktub (192 pp, R$ 29,90).

PublishNews, Redação, 29/03/2018

O romance O incêndio (Folhas de Relva, 200 pp, R$ 36), de Alexandre Staut, tem como personagem Antonio, funcionário de uma biblioteca decadente que está prestes a ser desativada. Em seu texto na orelha do livro, Leonardo Tonus explica. “Na obra, o universo dos livros é pretexto para uma viagem literária que coloca em relevo toda a complexidade de nossa banal existência: a camaradagem dos ambientes das salas de aula, nossas frustrações adolescentes, a descoberta da sexualidade e do desejo homoerótico, e, por fim, a paixão pela literatura”. O livro traz dois incêndios. Um real e outro implícito, que diz respeito ao tema da adolescência gay. Entre as cenas da escola, o narrador relembra um tempo perdido em que tenta assimilar o seu desejo pelos colegas em campos de futebol  e em aulas de ciência, e a fuga para os livros.

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Mãe, esposa, escritora e feminista, Jessica Valenti tem muita coisa para contar. Em sua autobiografia Objeto sexual (Cultrix / Pensamento, 232 pp, R$ 37), ela traz um relato sincero sobre momentos dolorosos, traumatizantes, às vezes engraçados e outros até ilegais, que moldaram sua adolescência e a idade adulta e explora o preço que o machismo cobra na vida das mulheres. Na infância e adolescência havia a insegurança de sair sozinha e ser assediada na rua ou no metrô, e na juventude, os namoros abusivos. Na atual vida adulta ela lida com a perseguição e ameaças, direcionadas a ela e até sua família, por ser uma figura pública que levantar a bandeira dos direitos das mulheres. Objeto sexual é um diário pessoal com cenas fortes, sem cortes, narradas de forma honesta.

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Escrever corretamente ainda é um desafio para os brasileiros. Ainda mais porque muita gente imagina que aprender português é uma coisa chata. O livro Não erre mais! (Matrix, 568 pp, R$ 69) voltou com uma nova edição atualizada para mostrar que aprender nossa língua de forma culta nem é tão difícil quando parece e pode até ser divertido com os comentários humorados do autor. Durante a obra, o professor Luiz Antonio Sacconi tira dúvidas e dá explicações sobre acentuação, pontuação, sintaxe e regência do nosso idioma. Luiz ainda explica que 'a norma culta' é “aquela exigida em concursos e provas e redações de todas as universidades brasileiras, e conhece-las é absolutamente necessário para viver, mas é fundamental para conviver”.

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.