Um conto de fadas contemporâneo
PublishNews, Redação, 23/10/2018
No livro, depois que sua avó morre, Elsa recebe a missão de entregar uma série de cartas à todas as pessoas que a avó já magoou

Uma história sobre vida e morte, família e amizade, realidade e fantasia, e sobre o direito de ser diferente, narrado sob o ponto de vista de uma precoce menininha de sete anos. Esse é o ponto de partida do livro Minha avó pede desculpas (Fábrica 231, 384 pp, R$ 69,90 – Trad.: Paulo Chagas de Souza), o segundo de Fredrik Backman, autor do best-seller internacional Um homem chamado Ove, adaptado para o cinema com Tom Hanks no papel principal. Nesse livro, a protagonista é Elsa: dona de uma maturidade e inteligência acima da média, a pequena fã de Harry Potter adora corrigir a gramática de todos a sua volta. A única amiga de Elsa é a sua excêntrica avó de 77 anos, capaz de assaltar um jardim zoológico porque a neta está triste, fumar em lugares proibidos, andar nua na varanda e pregar valentes sustos nos seus vizinhos. Quando a avó morre e deixa uma série de cartas pedindo desculpas a todas as pessoas com quem já errou, tem início a maior aventura da vida de Elsa.

[23/10/2018 06:00:00]