Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 29/09/2021
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei
Há mais de 50 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
PublishNews, Talita Facchini, 29/09/2021

Nesta terça-feira (28), em uma coletiva para a imprensa, a Feira do Livro de Frankfurt anunciou as últimas novidades e atualizações sobre o evento deste ano, marcado para acontecer de 20 a 24 de outubro. A 73ª edição da feira contará com mais de 1.500 expositores de 74 países e a participação de cerca de 200 autores que apresentarão suas obras. “O foco da Feira deste ano será na reunião com os colegas e autores de todo o mundo”, disse Juergen Boos, presidente do evento. Boos acrescentou que "naturalmente, pessoas de todo o mundo poderão acompanhar toda a ação ao vivo”. Com um evento presencial, a principal preocupação dos organizadores é garantir a segurança dos visitantes. Assim, as autoridades de saúde de Frankfurt permitiram a entrada de 25 mil pessoas por dia no recinto do evento, sendo obrigatório o uso de máscaras, a apresentação de comprovante de vacinação e/ou exame negativos para covid-19 e o distanciamento de no mínimo 1,5m. Na coletiva, o Canadá, convidado de honra da feira este ano, anunciou a participação presencial de quase 60 autores e ilustradores canadenses. Outros 50 participarão dos eventos digitais, entre eles, Margaret Atwood e Joséphine Bacon que farão uma apresentação virtual na cerimônia de abertura. Além disso, o país aproveitou para apresentar as novidades do seu pavilhão, que buscou refletir o tamanho do país e a diversidade da sua cultura, idiomas e tradições. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 29/09/2021

Marcos da Veiga Pereira é o quarto entrevistado no Sabatina PublishNews | © Divulgação / SNELAcontece logo mais, às 17h, a quarta edição do Sabatina PublishNews. Quem estará no centro da roda dessa semana é Marcos da Veiga Pereira que deixa, no fim do ano, o cargo de presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL). Ele esteve à frente da entidade nos últimos sete anos. Neste período foi protagonista de importantes movimentos da indústria editorial brasileira. Exerceu papel de negociador na crise de Saraiva e Cultura e acompanhou a escalada dos e-commerces. Tem participado de debates sobre a Lei do Preço Fixo e enfrentado uma possível tributação do livro prevista na reforma tributária apresentada pelo governo ao Congresso Nacional. Foi durante a sua gestão que aconteceram importantes marcos da história do livro como a Política Nacional de Leitura e Escrita, o Tratado de Marrakesh e a Lei Brasileira de Inclusão. Além disso esteve à frente da Bienal do Livro Rio quando houve a tentativa de censura por parte do então prefeito Marcelo Crivella. A bancada – composta pela economista Mariana Bueno (Nielsen), pelo editor Haroldo Ceravolo Sereza (Alameda Editorial) e pelo livreiro Bernardo Gurbanov (ANL) – deverá tratar de todos esses assuntos. O programa, comandado por Talita Facchini, vai ao ar ao vivo pelo Facebook e pelo YouTube do PublishNews.

PublishNews+, Redação, 29/09/2021

O Radar de Licitações, seção fixa do PublishNews+, traz essa semana, um edital visando a aquisição de livros didáticos e pedagógicos. Serão comprados 2.082 exemplares com valor estimado de pouco mais de R$ 287 mil. A disputa está marcada para o dia 07 de outubro. Já o segundo edital, tem como objeto a aquisição de 3.651 exemplares de obras nacionais e importadas. O valor estimado é de R$ 743 mil e o pregão acontece no dia 05 de outubro. A seção, exclusiva para os assinantes do PN+, é alimentada pelo Radar de Licitações, consultoria de Natália Vieira que, além de buscar novas licitações, presta um serviço de apoio aos editores e distribuidores interessados em vender para governos, nas mais diversas esferas de poder. Para acessar o Radar dessa semana, clique aqui.

PublishNews, Redação, 29/09/2021

A editora Martins Fontes Selo Martins está à procura de um assistente de divulgação de marketing. Os candidatos devem ter curso superior completo, redação própria e experiência na área. As funções do cargo incluem a divulgação do catálogo da editora e filiais nas redes sociais, disparo de informativos, atualização de site, contato com as escolas para promover livros infantojuvenis, participação em eventos, feiras de livros, etc. Entre os benefícios estão vale transporte e refeição e seguro de vida. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail marcio@emartinsfontes.com.br.

PublishNews, Redação, 29/09/2021

A Boitempo abriu uma vaga para analista de artes. A editora pede que os candidatos tenham experiência mínima de um ano, preferencialmente no mercado editorial ou nas áreas de cultura e política, com desejável formação em Design ou Comunicação Social, domínio de pacote Adobe (especialmente Photoshop e Première) e fluência em inglês. O contratado será responsável pela produção de imagens e vídeos para redes sociais e eventos, bem como de materiais gráficos em geral. A vaga é CLT, com benefícios, para trabalho em período integral, na cidade de São Paulo. Interessados devem enviar currículo até o dia 30 de setembro para o e-mail curriculos@boitempoeditorial.com.br.

PublishNews, Redação, 28/09/2021

A Carochinha, editora especializada em livros infantis, juvenis e projetos educacionais, está com uma vaga aberta para o cargo de assistente financeiro. A editora pede que os candidatos tenham ensino superior em Administração, Gestão Financeira, Economia ou áreas afins; domínio do pacote Office, especialmente do Excel; bom português; proatividade e facilidade para trabalhar em equipe e senso de responsabilidade. Conhecimentos em inglês e no mercado editorial são desejáveis. O contratado irá apoiar o departamento financeiro em tarefas como emissão de boletos, conciliação bancária, lançamento de contas a pagar em sistema, emissão de notas fiscais, cadastramento de fornecedores e cobrança de inadimplentes. Contribuirá também para a organização e manutenção do departamento. No momento a editora trabalha em home office. Posteriormente voltará para a Rua Napoleão Barros, 266, na Vila Clementino. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail vagas@carochinhaeditora.com.br.

PublishNews, Redação, 29/09/2021

A Ler – Salão Carioca do livro anunciou que a sua quarta edição – cancelada no ano passado por conta da pandemia do coronavírus – deverá acontecer em abril de 2022. Mas, antes disso, o festival realiza a terceira edição do Caleidoscópio da Cultura e abre as inscrições para a 2ª edição do Prêmio Rio de Contos. As duas iniciativas são realizadas em parceria com a Funarj. O lançamento acontece nesta quarta-feira (29), na Sala Cecília Meireles (Rua da Lapa, 47 – Rio de Janeiro / RJ), às 19h, com a participação de Martinho da Vila e sua filha Maíra, que farão uma apresentação. O objetivo do Caleidoscópio da Cultura é democratizar o acesso a literatura e a cultura pelo Estado do Rio de Janeiro. A cada edição são promovidas ações multiculturais que percorrem espaços públicos e teatros da Funarj, levando autores e artistas que usam a palavra como forma de expressão. “Na programação, totalmente gratuita, haverá contações de histórias para crianças, jovens e adultos com temática indígena, brincadeiras populares e universo feminino latino-americano, e as apresentações musicais e artísticas contam com diferentes gêneros”, adianta Gisele Lopes, curadora artística do projeto. Já a segunda edição do Prêmio Rio de Contos, abrirá as inscrições de forma totalmente on-line para candidatos de todo o Estado do RJ, a partir de 16 anos de idade, até 12 de novembro. O edital e o link do formulário de inscrição estão disponíveis no site da Ler – Salão Carioca. Serão selecionados 20 textos e o resultado sairá até o dia 23 de dezembro.

PublishNews, Redação, 29/09/2021

A obra Não aguento mais não aguentar mais (HarperCollins, 336 pp, R$ 49,90 – Trad.: Giu Alonso) é para aqueles que sentem que a vida é uma lista de tarefas infinitas, que ficam perdidos por horas no feed do Instagram porque estão cansados demais para ler um livro, para quem está atolado em dívidas, ou ainda para quem sente que está o tempo inteiro trabalhando e tenta transformar qualquer coisa que te traz alegria em algo que gere lucro. Ou seja, para todos aqueles que vivem a cultura do bournout. Analisando a estrutura social na qual os millennials foram criados e da qual fazem parte, a autora Anne Helen Petersen desconstrói os mitos que envolvem essa geração e revela como o burnout afeta todos os aspectos de nossas vidas. Unindo uma abordagem sócio-histórica, entrevistas inéditas e uma análise detalhada, Petersen oferece um olhar esperançoso sobre a vida de uma geração muito difamada.

“Traduzir é, ao mesmo tempo, habitar a língua do estrangeiro e dar hospitalidade a esse estrangeiro no coração de sua própria língua.”
Paul Ricoeur
Filósofo francês (1913-2005)
1.
Desistir? Nem pensar!
2.
Mais esperto que o diabo
3.
Destrave a sua vida e saia do rascunho
4.
Mentirosos
5.
Vermelho, branco e sangue azul
6.
DNA da cocriação
7.
A arte de encantar clientes
8.
Os sete maridos de Evelyn Hugo
9.
Amor & gelato
10.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
 
PublishNews, Redação, 29/09/2021

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o mundo enfrenta uma epidemia de depressão e os números são categóricos. Além de já ser a principal causa de incapacitação no planeta, a depressão se tornará, até 2030, a primeira doença no ranking das principais causas da carga patológica mundial, deixando para trás as doenças cardiovasculares, as consequências de acidentes de trânsito e as doenças cerebrovasculares. E a complexidade desse cenário exige a reunião de múltiplos esforços em diferentes campos do saber para jogar luz sobre a depressão e o conceito de saúde mental, examinando-os como produtos da biopolítica peculiar à ascensão do neoliberalismo, como faz o sociólogo Elton Corbanezi em Saúde mental, depressão e capitalismo (Editora Unesp, 248 pp, R$ 72). Ao longo de três capítulos, Corbanezi transita por autores como Michel Foucault, Nietzsche, Gilles Deleuze, Georges Canguilhem, Robert Castel, ao traçar a “cartografia” que vai da loucura à desrazão clássica, desta à doença mental e, finalmente, da doença à saúde mental.

PublishNews, Redação, 29/09/2021

Somos obcecados pela felicidade. É fácil imaginar que, se ganhássemos na loteria, explodiríamos de tanta alegria. No entanto, para Daniel Gilbert, professor de psicologia na Universidade Harvard, não é bem isso o que acontece. Quando aquilo que tínhamos idealizado finalmente se concretiza, nosso contentamento não dura tanto quanto esperávamos. Apesar da nossa obsessão, nunca seremos tão felizes quanto a imaginação nos promete. Assim como as ilusões de ótica que conseguem enganar nossos cérebros, nossos sonhos de felicidade não passam de miragens. Em Felicidade por acaso (Objetiva, 336 pp, R$ 69,90 – Trad.: Renato Marques), Gilbert revela que nada sai como planejado porque a vida está sempre nos moldando e nos fazendo evoluir. A plasticidade da mente também explica nossa capacidade de encontrar recursos para enfrentar as situações mais difíceis e aproveitar momentos de alegria. Acessível e inteligente, este livro esclarece por que somos tão ruins em prever o que nos trará felicidade, e o que podemos fazer a respeito.

PublishNews, Redação, 29/09/2021

Estamos sempre esperando por algo. Esperando para voltar a trabalhar ou estudar normalmente, para encontrar e confraternizar com nossos familiares e amigos, para viajar, assistir a um show ou a uma partida de futebol. Na obra Saber esperar (Paulinas, 144 pp, R$ 25,50), Fabio Paglieri, fala sobre como encontrar o equilíbrio entre a espera e a impulsividade. O livro aborda ainda as dificuldades em exercer o autocontrole e ser perseverante nas decisões que envolvem objetivos e metas de longo prazo, buscando o equilíbrio e a moderação entre a impulsividade e a procrastinação - dois lados de um fenômeno que se relaciona com a forma como lidamos com o tempo e a nossa capacidade de gerenciá-lo. Outras questões são abordadas na obra, como estudos que mostram que os ocidentais são menos pacientes que os orientais, ou que a cultura e a religião nos tornam seres mais pacientes.

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.