Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 14/09/2021
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei
Há mais de 50 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
PublishNews, Leonardo Neto, 14/09/2021

Saraiva apresenta novo plano de recuperação judicial | © Humberto Sousa - DivulgaçãoComo o PublishNews antecipou no fim de agosto, a Saraiva não conseguiu compradores para parte de sua operação. A empresa esperava levantar pelo menos R$ 90 milhões com a venda do e-commerce ou R$ 113,5 milhões com a venda de lojas físicas. Era com esse dinheiro que a Saraiva pretendia saldar parte de suas dívidas e ainda gerar caixa para seguir suas atividades. Fonte interna ouvida pelo PN disse que um grande e-commerce brasileiro chegou a manifestar interesse pela loja virtual da varejista, mas a negociação não seguiu adiante. Não houve interessados na compra do conjunto de lojas físicas da rede de livrarias. Diante desse novo cenário, a varejista submeteu à Justiça um novo aditivo ao seu plano de recuperação judicial. Clique no Leia Mais e saiba qual a nova proposta da companhia.

PublishNews, Redação, 14/09/2021

Capa do manifesto do grupo que reuniu 11 editoras pela construção de comunidades antirracista e uma escola afirmativa | ReproduçãoEm dezembro de 2020, um grupo de 11 editoras liderado pela Companhia das Letras lançou o projeto Escola Antirracista: construindo comunidades afirmativas. O objetivo era propor ações dedicadas ao tema do racismo e do antirracismo e incluía um ciclo de debates virtuais a ser realizado até o fim desse ano. A iniciativa teve a adesão das editoras Aziza, Boitempo, Oralituras, Perspectiva, Grupo Autêntica, Malê, Mazza, Nandyala Livraria e Editora, Pallas e Quilombhoje Literatura. No entanto, uma reunião realizada nesta segunda-feira (13) colocou um ponto final no coletivo. A decisão veio depois da grande polêmica envolvendo o Grupo Companhia das Letras e o livro Abecê da liberdade, de José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta, com ilustrações de Edu Oliveira. Lançado originalmente em 2015 pelo selo Alfaguara, incorporado ao Grupo Companhia das Letras no mesmo ano, o livro conta a história da infância do abolicionista Luiz Gama. No livro, os criadores apresentam uma cena em que crianças negras pulam corda com correntes e brincam de escravos de Jó dentro do porão de um navio que trazia escravizados da África para o Brasil. A editora Malê e Nandyala foram as primeiras a deixarem o grupo, ainda na manhã dessa segunda-feira. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 14/09/2021

A editora e livraria Paulus abriu uma vaga para vendedor externo para atuar com grandes redes e novos mercados na região sudeste. É preciso ter curso superior, experiência com vendas externas no mercado livreiro, capacidade de negociação e argumentação e conhecimento no uso de novas tecnologias. Já os benefícios incluem prêmio por meta, plano de saúde, seguro de vida, plano odontológico, carro para trabalho, cartão corporativo para despesas e vale refeição. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail assessoria.difusao@paulus.com.br até 22 de setembro.

PublishNews, Redação, 14/09/2021

A Fundação Dorina Nowill para Cegos, dedicada à inclusão de pessoas com deficiência visual e que produz e distribui livros em braille, falados e digitais de forma gratuita, está à procura de um analista comercial. É preciso ter formação superior em administração, Marketing ou áreas correlatas e ter atuado no setor de vendas em atendimento direto ao cliente, preferencialmente no segmento gráfico ou editorial. Conhecimento em sistema Salesforce será considerado um diferencial. A Fundação busca um profissional que vai atuar na gestão de carteira de clientes - recorrentes e na prospecção de novos; realizará atendimento ao cliente por telefone, e-mail e presencial, bem como, as rotinas pertinentes à área, tais como: elaboração, envio e apresentação de proposta e follow-up das propostas enviadas. Irá ainda acompanhar entregas, checar controle de pagamento e, realizar o pós-venda. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail curriculos@fundacaodorina.org.br até o dia 24 de setembro. Mais informações estão no link correspondente.

PublishNews, Redação, 14/09/2021

A editora Girassol, focada na produção de obras infantis, abriu uma vaga para analista de produção de conteúdo. O contratado irá atuar na área de marketing da editora, apoiando no planejamento de estratégias de comunicação e produzindo conteúdo para os canais on e off-line onde a editora atua. Além disso, será o responsável pela criação de conteúdo para redes sociais, mandará briefings para o designer, planejará estratégias de comunicação e desenvolverá textos de divulgação e de materiais promocionais e textos para alimentar o e-commerce. São requisitos: curso superior em Comunicação Social, Jornalismo ou similar; experiência com Inbound Marketing e ferramentas de automação de marketing; conhecimento em SEO, domínio do pacote Office e conhecimento básico em WordPress. São considerados diferenciais a experiência anterior no varejo, familiaridade com o mercado infantil e inglês avançado. Os interessados devem enviar o currículo para o e-mail adrienne@girassolbrasil.com.br, informando pretensão salarial com o assunto Produtor de Conteúdo.

PublishNews, Redação, 14/09/2021

As editoras Alaúde e Tordesilhas abriram uma vaga de estágio para o departamento de marketing. O contratado dará suporte ao departamento de marketing e comunicação das editoras, auxiliando com redes sociais, assessoria de imprensa, produção de materiais para divulgação dos livros on-line e off-line e relacionamento com influenciadores. As editoras pedem que os candidatos tenham domínio das ferramentas do pacote Office, excelente escrita e criatividade e inglês intermediário ou avançado. É preciso também ter formação em Comunicação Social, Publicidade e Propaganda, Marketing, Jornalismo, Relações Públicas ou áreas correlatas. A contratação inclui vale refeição e vale transporte, e a equipe está em home office por ora, com retorno ao escritório após a completa vacinação de todos. Os interessados devem enviar currículos para editoraalaude@gmail.com, aos cuidados de Bárbara Bressanin.

PublishNews, Redação, 13/09/2021

Orquestrada por negros escravizados, libertos, trabalhadores pobres e alguns membros das elites brancas liberais, a Revolta dos Búzios teve seu estopim no dia 12 de agosto de 1798. Salvador amanheceu com 12 boletins afixados em locais públicos e de grande circulação de pessoas, convocando o povo à revolução. As armas não chegaram a ser disparadas, os canhões não fizeram tremer os muros da cidade da Bahia, mas os planos, esses sim, fizeram tremer as autoridades coloniais que não tardaram a perseguir e reprimir a conspiração. Esconjuro! – a corda e o cordel na Revolta dos alfaiates (Pallas, 88 pp, R$ 41), de Luís Pimentel, mostra através de ficção inspirada em fatos históricos, como teriam sido os acontecimentos em torno da Conjuração Baiana. Na obra, Gregório, também conhecido como Berimbau do Bonfim, recebe a incumbência de levar às famílias do Recôncavo a notícia do enforcamento de quatro mártires da Conjuração Baiana, que pipocou em 1798: Manuel Faustino dos Santos Lira, João de Deus Nascimento, Luís Gonzaga das Virgens e Lucas Dantas, líderes do movimento que repudiava a escravidão, aspirava separar a Bahia de Portugal e queria atender às reivindicações do povo. A inspiração veio da Revolução Francesa: escravos e negros forros, frades e soldados, profissionais liberais e artesãos de toda a sorte lutaram por liberdade, igualdade e fraternidade. Esconjuro! tem prefácio de Chico Alencar e ilustrações de Daniel Viana.

PublishNews, Redação, 14/09/2021

Três narrativas distintas, que se passam em diferentes capitais da Europa Oriental, compõem o novo livro do escritor Gonçalo M. Tavares, Bucareste‑Budapeste: Budapeste‑Bucareste (Oficina Raquel, 108 pp, R$ 52). Em uma das histórias, o leitor acompanha a saga de dois irmãos para desmembrar e atravessar uma volumosa estátua de Bucareste para Budapeste, via fronteira terrestre – e eles marcham separadamente: um a levar o corpo da obra; o outro, a cabeça. A ideia é não deixar às vistas dos guardas fronteiriços a identidade do retratado, já que isto poderia trazer sérias complicações aos dois sujeitos, que tentam levar uma obra de grande valia para um milionário. Enquanto isso, na direção contrária, está Miklos, que vai buscar a mãe morta em Budapeste, na tentativa de trazê-la a Bucareste e ali enterrá-la. Miklos percorre uma travessia particular, primeiro em busca da casa da mãe e, depois, na lida com o corpo em decomposição. Na narrativa seguinte, o leitor conhece “Vujik, o vampiro”, um habitante de Belgrado que tem por hábito devorar fotografias. Por meio dessa prática, Vujik busca apreender as imagens, os lugares e os conteúdos do mundo. Por fim, há a história de Martha, nascida e criada em Berlim, a constantemente comentar sobre a presença excessiva de estrangeiros, a cor, os idiomas e o cheiro que possuem, criando um constante ambiente de tensão, racismo e xenofobia.

“O poema demanda várias leituras, ele tem várias camadas e, via de regra, estão ali codificadas.”
Luci Collin
Poeta brasileira em entrevista ao Jornal Cândido
1.
Batman/Fortnite Vol. 03
2.
Batman/Fortnite Vol. 01
3.
Mentirosos
4.
Vermelho, branco e sangue azul
5.
Torto arado
6.
Amor & gelato
7.
Mais esperto que o diabo
8.
De porta em porta
9.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
10.
Os sete maridos de Evelyn Hugo
 
PublishNews, Redação, 14/09/2021

Escrita por Maria Dolores a obra A lua no terreiro (Penalux, 132 pp, R$ 44), é uma história sobre escolhas, perdas, impotência, aceitação e, sobretudo, amor. Na trama, Beatriz, recém-divorciada e workaholic, abandona a carreira bem-sucedida de executiva em uma grande empresa e se muda com os dois filhos para um sítio no interior, a fim de fugir da pandemia da covid-19. Lá, conhece dois homens octogenários e um segredo guardado por 72 anos. No dia a dia no campo, a protagonista empreende uma jornada de descobertas e repensa toda a sua vida. O que, afinal, é mais importante? Ao descobrir novos aspectos de sua vida, valores como a cumplicidade e a amizade começam a ganhar espaço no seu dia a dia. Maria Dolores é também autora de Travessia - a vida de Milton Nascimento e Mãe de dois.

PublishNews, Redação, 14/09/2021

Escrito em meados do século XIV, O Decamerão rompeu com os valores medievais e, inserindo as ambiguidades da condição humana no centro da criação artística, abriu caminho para o Renascimento. O livro As dez melhores histórias do Decamerão (Nova Fronteira, 120 pp, R$ 24,90), com organização e apresentação do poeta Marco Lucchesi, reúne dez das melhores histórias da obra de Giovanni Boccaccio, todas elas ambientadas em meio à Grande Peste de 1341 — que, num diálogo com os novos tempos pandêmicos, fazem um apelo em defesa da arte e da vida. O livro faz parte da coleção Biblioteca Diamante reúne textos breves, antologias e segmentos selecionados de grandes obras de autores clássicos em edições de bolso. O projeto gráfico leva a assinatura do designer Rafael Nobre.

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.