Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 09/07/2020
Editora focada em publicações Jurídicas e Literárias, Prestação de Serviços para Produção Editorial e Gráfica, como foco na Divulgação, Distribuição e visibilidade para o autor em todo o mercado editorial nacional
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei, mas atender a todos os seus clientes com a mesma atenção e respeito!
O Estúdio Sopros oferece suporte editorial para editoras e autores
PublishNews, Leonardo Neto, 09/07/2020

Na manhã desta quinta-feira (09), a Câmara Brasileira do Livro (CBL), o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e a Nielsen Book se reuniram em uma transmissão ao vivo para apresentar os resultados da série histórica da Pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro, realizada desde 2006 (antes pela Fipe e agora pela Nielsen) | © Unsplash / Paul ShaferNa manhã desta quinta-feira (09), a Câmara Brasileira do Livro (CBL), o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e a Nielsen Book se reuniram em uma transmissão ao vivo para apresentar os resultados da série histórica da Pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro, realizada desde 2006 (antes pela Fipe e agora pela Nielsen). Para o estudo, o instituto de pesquisa traz as cifras dos anos anteriores a preço de 31 de dezembro de 2019, levando em conta o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado pelo IBGE. Desta forma, se torna possível a comparação real entre os valores apurados ao longo da história da pesquisa. O que se vê é que, neste período de 14 anos, o setor editorial brasileiro encolheu 20%. Os números apurados em 2019 (o setor editorial faturou 10,7% a mais do que em 2018) frearam um pouco a queda da série histórica. Pelos resultados apresentados em 2019, o setor acumulava queda de 25% nos últimos 13 anos. Clique no Leia Mais e confira os destaques da pesquisa.

PublishNews, Leonardo Neto, 09/07/2020

No poema Boitempo, Carlos Drummond de Andrade faz um resgate da sua infância rural. Fazendo uma analogia, quando Ivana Jinkings decide fundar a sua editora, em 1995, e dá a ela o nome de Boitempo, ela também resgatava o seu passado. Nascida em Belém do Pará, filha de Raimundo Jinkings, Ivana “praticamente nasceu” em uma livraria. Três anos depois do seu nascimento de fato, seu pai, um líder comunista perseguido pela ditadura, perde o emprego e cria uma pequena livraria – inicialmente instalada na casa onde a família morava. Anos antes, o pai também tinha empreendido uma pequena editora e dado a ela o nome de Boitempo. Era um disfarce, dando um nome poético a uma editora que publicava livros perseguidos: publicou Mao Tsé-Tung, por exemplo. Ivana, que nesta semana está no PublishNews Entrevista – programa que quer resgatar a memória editorial brasileira – reconhece que ao decidir pelo nome quis mais homenagear o pai do que o próprio poeta. Há 25 anos, quando fundou a Boitempo, Ivana tinha em mente a publicação de livros raros, inéditos em português ou cujas edições brasileiras estavam esgotadas. Foi assim com os primeiros livros: Napoleão, de Stendhal, e Carta ao pintor moço, correspondência inédita de Mário de Andrade ao pintor Enrico Bianco. O PublishNews Entrevista é um oferecimento do #coisadelivreiro, consultoria em marketing e inteligência de negócios para o mercado editorial. Além de estar disponível no canal do PublishNews no YouTube, este episódio está disponível em áudio também pelas plataformas digitais: Spotify, iTunes, Google Podcasts e Overcast. Clique no Leia Mais para assistir ao programa.

PublishNews, Redação, 09/07/2020

Nesta quinta-feira (09), às 15h, a Metabooks realiza a quinta live do projeto Conexão Metabooks – série resultado da parceria entre a plataforma de metadados e o PublishNews. Desta vez, os convidados serão Luíz Gaspar, da Nielsen Book Latam e Iberia, e Rüdiger Wischenbart, da Content and Consulting e BookMap, organização sem fins lucrativos que reúne estatísticas sobre o mercado editorial de todo o mundo. No bate-papo, mediado por Marcelo Gioia, diretor da Bookwire Brasil, eles irão falar sobre Os números do mercado editorial: antes, durante e pós-pandemia. Muita coisa mudou nos últimos meses e os números, com certeza são outros. O livro digital, por exemplo, reportou um crescimento de mais de 50% nos primeiros meses da quarentena, segundo adiantou o próprio Gioia em entrevista ao PublishNews. A live será transmitida pela página do PN no Facebook.

PublishNews, Redação, 09/07/2020

A Darkside, editora de livros de terror, ficção científica e fantasia lançou o 1º Prêmio Machado DarkSide de Literatura, Quadrinhos e Outras Narrativas. A premiação tem como objetivo selecionar textos e projetos originais e inéditos para revelar ao leitor histórias únicas. “Em um momento tão delicado do nosso país, a Arte precisa ganhar o seu protagonismo e ser uma ferramenta de luta e acolhimento. O prêmio é uma forma de mostrar que, mesmo no silêncio e no distanciamento desta quarentena, estamos juntos, prontos para ouvir e sonhar com cada mente que busca o conhecimento, o novo olhar e a transformação”, explica a editora no edital do prêmio. A DarkSide irá premiar os vencedores em cinco categorias: Romance/Contos, Quadrinhos, Não Ficção, Outras Narrativas e Desenvolvimento de Projeto. Cada um ganhará um contrato de edição no valor de R$ 20 mil e primeiro colocado das cinco categorias levará também um troféu especial. Os interessados podem se inscrever até 29 de setembro e o resultado será divulgado no dia 13 de novembro. Os influenciadores literários também podem registrar suas inscrições no site oficial do prêmio. A Comissão Avaliadora da editora irá selecionar os 30 perfis inscritos mais atuantes e abrirá para votação popular para que o público possa escolher seus favoritos. Os cinco mais votados também ganharão um troféu. O regulamento completo você encontra clicando aqui.

PublishNews, Redação, 09/07/2020

A Revista Serrote, do Instituto Moreira Salles, abriu as inscrições para a terceira edição do Concurso de Ensaísmo serrote. Os ensaios, assinados com pseudônimos devem ser enviados pelo formulário no site da revista, em formato PDF até o dia 1º de setembro. Os autores também devem ser inéditos em livro ou ter, no máximo, uma obra publicada. O concurso irá selecionar três textos inéditos que serão publicados na edição da serrote de novembro. O colocado receberá o valor de R$ 10 mil, o segundo, R$ 7 mil, e o terceiro, R$ 4 mil.

PublishNews, Redação, 09/07/2020

A Biblioteca Parque Villa-Lobos realiza de 14 a 16 de julho a oficina on-line Poesia para encher a laje, com o rapper, poeta e arte-educador Renan Inquérito. Em três encontros, Renan vai mostrar aos participantes as bases da poesia concreta e seus principais autores. O artista irá apresentar também poemas visuais de sua autoria, que exploram as relações entre o concretismo presente na literatura e a concretude existente no rap, originária das ruas e do cotidiano da periferia. As aulas acontecem das 19h às 21h e para se inscrever é só preencher o formulário no site da biblioteca e aguardar confirmação por e-mail.

PublishNews, Redação, 09/07/2020

Rita é uma garota esperta, cheia de imaginação e que sonha em um dia ser uma grande astronauta. Ela até está escrevendo um manual com tudo o que aprende sobre o espaço, capacetes e aeronaves. Pela janela do abrigo para menores em que mora, Rita viu a queima de fogos do ano-novo, e pediu para a estrela mais brilhante, que sua vida mudasse completamente. Após o pedido, uma luz “espantatosa” riscou o céu, trazendo para Rita TiDx10, um amigo de outro planeta, além de muitas aventuras e transformações. Em Rita e o manual para ser astronauta (Melhoramentos, 80 pp, R$ 62 – Ilustração: Lila Cruz), livro de Vinicius Campos, o leitor poderá conhecer as aventuras de Rita e TiDx10 na busca por carinho, viagens para o espaço e pessoas que os amam de verdade.

PublishNews, Redação, 09/07/2020

Visionário, do mesmo modo que revolucionou a imaginação de seus leitores, Monteiro Lobato deu novos contornos à forma de ler livros no Brasil. Assim também é Coleção Monteiro Lobato lançada pela Sesi-SP Editora em e-book e que traz oito títulos do escritor. Com novo projeto gráfico assinado pela designer Raquel Matsushita, os livros também contam com lustrações feitas por grandes artistas como os brasileiros Psonha e Eloar Guazzelli e outros de Portugal e da Argentina. Quanto aos textos, a editora optou por mantê-los no formato original de Lobato. Os primeiros títulos lançados são: Aventuras de Hans Staden (96 pp, R$ 28), O poço do Visconde (199 pp, R$ 28), A reforma da natureza, Reinações de Narizinho (vol.1 e vol.2, R$ 32), Viagem ao céu (145 pp, R$ 28), O saci e Dom Quixote das crianças.

“Ler não isola do mundo. Ler introduz no mundo de forma diferente. O mais íntimo pode alcançar neste ato o mais universal.”
Michèle Petit
Antropóloga francesa
1.
DNA da cocriação
2.
Decida vencer
3.
Mais esperto que o diabo
4.
Box Harry Potter
5.
Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente
6.
Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente: Onde dorme o amor
7.
O fim em doses homeopáticas
8.
Pequeno manual antirracista
9.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
10.
A sutil arte de ligar o foda-se
 
PublishNews, Redação, 09/07/2020

Que tal dançar no baile do Castelo Catetinho e ouvir um chorinho junto com o rei Cerradão e com a rainha Primavera? Ou talvez passear no parque da capital do Brasil, bem no coração do Cerrado. Esse é o convite que o livro Brasília e o sonho encantado (Edebê, 40 pp, R$ 29,90 – Ilustração: Gustavo Ramos), publicado para celebrar os 60 anos da cidade desenhada por Niemeyer, faz ao leitor. O autor Alexandre Parente conta que sua inspiração para a criação do livro foi seu amor por Brasília. “Escrevi com a alma cada palavra desta história, de forma lúdica e didática, com o propósito de plantar nos corações sementes encantadas de admiração por esta linda e amada cidade”, explica. Assim, o livro conta a história de Brasília de forma inspiradora.

PublishNews, Redação, 09/07/2020

A África contada para crianças (Martin Claret, 120 pp, R$ 44,90 – Ilustração: Lila Cruz) traz diversas histórias africanas recontadas de forma divertida e simples. A obra de Avani Souza Silva convida o leitor a uma viagem pelas histórias contadas nos países africanos onde também se fala português: Angola, Moçambique, Guiné- Bissau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. No livro -- um tributo à África, à língua portuguesa e aos contadores de histórias -- tem todo tipo de história, costumes e aventuras. Atravessadas por adivinhas, músicas, descrições de gastronomia, vestimentas e tantos outros elementos que formam a cultura de um país, as histórias do livro são contadas com bom-humor e de maneira leve.

 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.