Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 21/05/2020
Há 49 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial. Faz entregas e coletas em editoras, distribuidoras, livrarias, gráficas e grandes redes. A área de atuação atualmente engloba São Paulo (Capital), grande São Paulo, Jundiaí, Campinas e todo o estado do Rio de Janeiro.
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei, mas atender a todos os seus clientes com a mesma atenção e respeito!
PublishNews, Redação, 21/05/2020

Ministério da Cidadania e Secretaria Especial da Cultura estuda extinguir a Fundação Casa de Rui Barbosa | © Ronaldo Caldas/Ascom/MinCComo o PublishNews noticiou na última segunda-feira, o Ministério da Cidadania e a Secretaria Especial da Cultura estão elaborando uma proposta que pretende extinguir a Fundação Casa de Rui Barbosa. Segundo apuração feita por Mônica Bergamo, a ideia é transformar a fundação em Museu Casa de Rui Barbosa, que passaria a integrar a estrutura regimental do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Como resposta a esta tentativa, a Associação de Servidores da Fundação Casa de Rui Barbosa publicou uma carta aberta em que repudia a extinção da entidade e está colhendo assinaturas para apoiá-los nesta campanha. Até o fechamento desta edição, mais de 13,4 mil pessoas já tinham assinado a petição on-line. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 21/05/2020

A segunda live do Conexão Metabooks – série resultado da parceria entre a plataforma de metadados e o PublishNews – recebe a sheika Bodour Al Qasimi, vice-presidente da International Publishers Association (IPA) e fundadora da Kalimat Publishing. Quando fundou a editora em 2007, a missão de Bodour era produzir livros infantis árabes de alta qualidade. Hoje, o Kalimat Group é uma companhia que abriga cinco selos e mais de 400 livros publicados. Além da editora, a sheika de Sharjah comanda muitas outras ações e é também fundadora da Emirates Publishers Association, que tem como missão, integrar o setor editorial dos Emirados Árabes Unidos ao contexto global. Através de sua organização, a Kalimat Foundation for Children's Empowerment, Bodour lidera diversas iniciativas de diversidade em seu setor; e, em 2019, criou a PublisHer, uma plataforma que pretende criar uma comunidade solidária de mulheres líderes no mercado editorial para criar maior diversidade de gênero e igualdade de oportunidades no setor editorial internacional. A sua trajetória a credenciou como uma autoridade no mercado editorial internacional, liderando iniciativas de diversidade no setor e promovendo centros regionais de publicações pelo mundo. Na live que vai ao ar logo mais, às 14h, Bodour conversa com Ricardo Costa, CEO do Metabooks Brasil, sobre o tema "Atravessar fronteiras: um mercado a cada momento mais global". O "encontro" será transmitido pela página do PublishNews no Facebook.

PublishNews, Talita Facchini, 21/05/2020

"Não é uma verdade quando se diz que quem compra não sabe vender e quem sabe vender não sabe comprar. No livro não, as coisas estão relacionadas, por isso que eu gosto muito do termo ‘mercador de livros’”. Com essa fala de Gerson Ramos, diretor comercial da Planeta, começa o sexto episódio especial do PublishNews Entrevista, programa da PublishNewsTV que tem criado um arquivo da memória do mercado editorial brasileiro. Nele, André Argolo reuniu trechos que refletem o duro trabalho de vender livros, de fazê-los chegar aos leitores e garantir que toda a cadeia de produção seja remunerada da forma mais justa possível. Os processos que envolvem a cadeia do livro, as dificuldades encontradas no meio do caminho, os bastidores dessa saga e as histórias pessoais de cada "mercador de livro" estão reunidos no episódio que conta com a participação de João Scortecci, Judith de Almeida (Autêntica), Daniel Lameira (Antofágica), Taty Leite (Vá Ler um Livro), Lu Magalhães (Primavera Editorial / PublishNews), Ricardo Costa (Metabooks), Daniela Kfuri (HarperCollins) e André Peres (APL Consultoria). Clique no Leia Mais para assistir ao programa.

PublishNews, Redação, 21/05/2020

© Jana GlattA Fundação SM -- criadora do Prêmio Barco a Vapor, que estimula a criação literária nacional -- decidiu colocar à disposição, gratuitamente, todos os livros que já ganharam o Prêmio. “Com essa ação, esperamos contribuir para a abertura de novos sentidos, propiciando às crianças e jovens um sopro de imaginação e poesia nesse momento de necessário recolhimento”, explica o comunicado publicado no site do prêmio. Ao todo são 15 obras, entre elas, O fabuloso professor Fritz e a menina das pétalas amarelas, A vaca presepeira e O cometa é um sol que não deu certo. Para acessar a página onde os livros estão, clique aqui.

PublishNews, Redação, 21/05/2020

Um dos fundadores da MTV Brasil e apresentador do canal nos anos 1990, Luiz Thunderbird conta sua trajetória com muita franqueza na autobiografia Contos de Thunder (Globo Livros, 392 pp, R$ 49,90). A obra mostra desde a infância do músico, passando pelo estouro na TV, pela carreira musical e pelo envolvimento com as drogas. Com histórias dos bastidores da música e da MTV Brasil, o livro é escrito com a colaboração dos jornalistas Mauro Beting e Leandro Iamin. Luiz Thunderbird conta em detalhes os altos e baixos da fama, como o começo da carreira na MTV Brasil, canal que ajudou a inaugurar, a mudança para a TV Globo e a saída da emissora. A luta contra o vício também é mostrada no livro. "Queria era tocar com minha banda, fazer meus programas, usar minhas drogas, ir a shows, conhecer pessoas bacanas, cuidar da minha vida. Nesse último quesito, as coisas não iam tão bem. As drogas estavam começando a pesar bastante. Não falo só de orçamento, apesar de isso também ter sido um fator que me prejudicou", revela Thunder na obra.

PublishNews, Redação, 21/05/2020

“Muita coisa aconteceu a Renato Russo depois que ele morreu”, afirma Arthur Dapieve no novo prefácio do perfil artístico-biográfico, Renato Russo: O trovador solitário (Agir, 192 pp, R$ 44,90) que chega agora à 10ª edição. De grandes exposições a um leilão de itens do artista, passando pelo relançamento do primeiro álbum da Legião Urbana, com um CD de bônus, e ainda pela adaptação para cinema da canção Faroeste caboclo e pelo lançamento de uma cinebiografia, são inúmeras as homenagens prestadas a esse grande nome da música. Tudo isso se soma a uma constante renovação de fãs ardorosos que terão com a obra, a história do ídolo e de sua trajetória pessoal e artística. A nova edição da obra conta com um novo projeto gráfico produzido por Sérgio Campante. O lançamento acontece logo mais, às 19h, pelas redes sociais da Livraria da Travessa, no Instagram e Facebook.

PublishNews, Redação, 21/05/2020

Décimo terceiro volume da Coleção Artes do Livro, o livro William Morris: Sobre as artes do livro (Ateliê Editorial, 288 pp, R$ 160), com edição e introdução de Gustavo Piqueira, apresenta o início de produção editorial e tipográfica de Morris e permeia a história do livro na Inglaterra. Este estudo editorial do Velho Continente e de Morris tem como marco inicial o movimento de private press (“impressão caseira”, um hobby familiar na Inglaterra da segunda metade do século XIX) e a biografia da Kelmscott Press, tendo Morris como uma das principais figuras. Para Morris, todos os componentes de uma obra (a escolha do texto e da fonte tipográfica, a composição dos tipos, o papel, a tinta, a “decoração” e a encadernação) deveriam ser planejados e executados manualmente com o máximo de cuidado e excelência para, juntos, produzirem o “livro ideal”. A obra publicada pela Ateliê Editorial é uma homenagem a esse precursor da arte dos livros contemporâneos e que atraiu admiradores e influenciadores.

PublishNews, Redação, 21/05/2020

Rousseau – Escritos sobre a política e as artes (Ubu, 656 pp, R$ 119) reúne as cinco principais obras de Jean-Jacques Rousseau: Discurso sobre as ciências e as artes, Discurso sobre a origem e os fundamentos das desigualdade entre os homens, Ensaio sobre a origem das línguas, Carta a D'Alembert sobre os espetáculos teatrais e Do contrato social ou Princípios do direito político. Estes textos compõem o que se pode chamar de um mosaico político-literário. Neles se delineiam as principais teorias políticas de Rousseau, formuladas de tal maneira que se entrelaçam entre o ato da elaboração conceitual e a necessidade da escrita – com todas as suas seduções e perigos. Pois, para Rousseau, a filosofia política, longe de ser uma disciplina acadêmica à parte, é, em boa medida, indissociável de uma teoria da linguagem e da expressão artística, sem as quais nenhuma reflexão sobre o presente poderia ser levada a sério. A obra foi organizada por Pedro Paulo Pimenta, com apresentação de Franklin Mattos.

“O leitor é um mistério.”
Milton Hatoum
Escritor brasileiro
1.
Ouse ser diferente
2.
Todo santo dia
3.
Mais esperto que o diabo
4.
Viver, a que se destina?
5.
Box Harry Potter
6.
A sutil arte de ligar o foda-se
7.
Felicidade
8.
Pai rico, pai pobre - Edição de 20 anos
9.
Do mil ao milhão
10.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
 
 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.