Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 27/01/2020
A Futura Editoração é especializada em Diagramação e design editorial
Projeto gráfico e diagramação de livros, revistas e boletins
Capitu Já Leu é uma empresa que oferece serviços de revisão e preparação textual para obras literárias e acadêmicas.
PublishNews, Redação, 27/01/2020

No fim de 2018, o mercado editorial esperava viver uma hecatombe. As duas principais redes de varejo de livros, Saraiva e Cultura, tinham acabado de pedir recuperação judicial e o mercado se preparava para um ano novo amargo e indigesto. Dois mil e dezenove veio. Todo mundo precisou se movimentar e se reinventar. Quem acompanhou de perto a evolução do varejo durante todo o ano foi Ismael Borges, o convidado do Podcast do PublishNews nesta semana. Ele é gestor da ferramenta Bookscan, da Nielsen, que acompanha o desempenho das vendas de livros em livrarias, supermercados e lojas de autoatendimento. De acordo com o instituto de pesquisa, em 2019, foram vendidos 41.544.162 exemplares o que redundou num faturamento de R$ 1.747.925.833,53. Isso representa queda de 6,35% no volume e de 6,21% em valor. O Podcast do PublishNews é um oferecimento da Metabooks, a mais completa e moderna plataforma de metadados para o mercado editorial brasileiro, da UmLivro, novo modelo de negócios para o mercado editorial: mais livros e mais vendas, e da Auti Books, dê ouvidos a sua imaginação, escute Audiobooks. Você também pode ouvir o programa pelo Spotify, iTunes, Google Podcasts, Overcast e YouTube. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 27/01/2020

Já está no ar a Pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro (ano base 2019). Coordenado pela Câmara Brasileira do Livro e pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), o estudo será realizado a partir de 2020 pela Nielsen e apresenta os principais dados do mercado editorial referentes ao ano passado. A Nielsen enviará um link exclusivo para cada editora. Basta clicar para abrir e começar o preenchimento. Cabe destacar que o questionário não precisa ser respondido de uma única vez, os dados já inseridos são salvos automaticamente e o usuário pode retomar de onde parou. O prazo para o envio das respostas encerra-se em 14 de fevereiro. Qualquer dúvida, enviar e-mail para producao.vendas@nielsen.com ou ligar para o telefone (11) 4613-7997.

PublishNews, Redação, 27/01/2020

A Cobogó, editora com sede no Rio de Janeiro, está selecionando dois profissionais para seu departamento de Comunicação — um Gerente e um Assistente. Os candidatos precisam ter prática e conhecimentos em planos de comunicação, produção de conteúdos como sinopses e releases, assessoria de imprensa, produção de eventos, marketing digital, redes sociais e e-commerce. Conhecimentos de InDesign, Photoshop e Inglês fluente serão bons diferenciais. Currículos para comercial@cobogo.com.br até 31/1.

PublishNews, Redação, 27/01/2020

Na última semana, o presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que autoriza o Ministério da Educação (MEC) a produzir material didático. Segundo a CBN, especialistas da área acreditam que a norma causa preocupação porque pode abrir uma brecha para impor às escolas livros produzidos pelo próprio governo. Com esse decreto o modelo existente do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) pode ser modificado, já que com a mudança, o MEC poderá produzir conteúdo didático próprio, sem a necessidade de processos de licitação. A preocupação é que o governo imponha conteúdos no material didático que chega às escolas, como por exemplo uma revisão histórica da ditadura militar. A Folha deu destaque para a crise das duas grandes redes de livrarias, Saraiva e Cultura. Segundo o jornal, as duas varejistas continuam acumulando prejuízos, a despeito das duras medidas que adotaram para tentar sobreviver à crise que atinge o mercado editorial brasileiro nos últimos anos. Juntas, as duas redes já fecharam 54 lojas — 38% do total — desde 2017 e demitiram 2.451 funcionários — 47,8%. Com a crise das duas livrarias, outras redes conseguiram crescer e aparecer diante deste cenário. É o caso da Livraria Leitura que será a maior rede de livrarias do país até março. Com 72 pontos físicos atualmente, a empresa mineira inaugura uma nova livraria no shopping Ibirapuera, em São Paulo, nesta semana, quando a rede irá se igualar em número de estabelecimentos com a Saraiva. Em março, abre outra em Juiz de Fora, em Minas Gerais. Em abril, mais uma no shopping Santana Parque, também na capital paulista. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 27/01/2020

A Martins Fontes Selo Martins procura um auxiliar de vendas para atuar em São Paulo. O candidato deve ter experiência prévia com vendas de livros para livrarias, distribuidoras, digitação de pedidos, consignações, atendimento telefônico. A empresa oferece contrato CLT e ainda benefícios (seguro saúde, vale transporte e vale refeição). Enviar currículos para marcio@emartinsfontes.com.br.

PublishNews, Redação, 27/01/2020

Termina na próxima quinta-feira (30) o prazo para que editoras reservem um espaço no 18º Salão de Negócios da Associação Brasileira de Difusão do Livro (ABDL). O encontro, que acontece entre os dias 10 e 14 de fevereiro, em Bento Gonçalves (RS), reunirá editores, distribuidores, varejistas, feirantes, gráficos e vendedores do porta-a-porta. Interessados podem obter mais informações sobre a participação pelo e-mail abdl@abdl.com.br ou ligar para (11) 3337-7933 ou (11) 95848 2098 (WhatsApp).

PublishNews, Redação, 27/01/2020

Liudmila Petruchévskaia nasceu no Hotel Metropol, na mesma rua do Kremlin, sede do governo russo, em uma família de intelectuais bolcheviques que perderam grande parte de seu status social depois de 1917. Em A menininha do Hotel Metropol (Companhia das Letras, 312 pp, R$ 69,90 – Trad.: Cecília Rosas), a autora narra sua infância extremamente difícil: a constante falta de comida e aquecimento, os períodos passados na rua e as adversidades crescentes enfrentadas pela família. À medida que ela desvenda sua criação itinerante, vemos, tanto em sua notável falta de autopiedade quanto nas fotografias ao longo do texto, seu instinto feroz e sua habilidade em dar voz a uma nação de sobreviventes. Um livro que fornece um vislumbre do dia a dia do regime comunista russo.

PublishNews, Redação, 27/01/2020

No mundo inteiro existem mulheres que realizaram grandes feitos e mudaram diversas pessoas com suas ações e ideias. O livro Mulheres Incríveis (Ciranda Cultural, 48 pp, R$ 29,90) reúne algumas dessas mulheres que inspiraram e ainda inspiram o mundo. Ada era uma mente brilhante que adorava números. Serena começou a competir aos três anos de idade. Amélia amava uma boa aventura, por isso se tornou piloto. Joana dizia ouvir a voz de um ano. Anita era um exemplo de bravura e determinação. Marta driblou não só as adversárias, mas também o preconceito. Os nomes, assim como as referências são de mulheres reais: Ada Lovelace, Serena Williams, Amélia Earhart, Joana D’Arc, Anita Garibaldi e Marta Vieira da Silva. A obra pretende estimular o público infantil a transformar o mundo a partir das histórias dessas personagens femininas e inclui o jogo Quem sou eu? para testar os conhecimentos das crianças após a leitura.

“O que me atraiu na literatura foram coisas que não aprendi na escola.”
Lourenço Mutarelli
Escritor brasileiro
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Do mil ao milhão
3.
Mais esperto que o diabo
4.
O milagre da manhã
5.
Escravidão
6.
Seja foda!
7.
A garota do lago
8.
Como fazer amigos e influenciar pessoas
9.
Mindset
10.
Os segredos da mente milionária
 
 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.