Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 24/01/2020
A Fino Verbo é uma empresa de revisão, redação e preparação de textos para diversos segmentos, ou seja, se tem texto, nós podemos ajudar.
A BOOKPartners é uma distribuidora completa: atende toda a cadeia do livro e seus devidos processos. Em sua estrutura reúne cerca de 220 colaboradores, dois centros de distribuição, e-commerce e marcas voltadas a segmentos específicos de leitores.
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei, mas atender a todos os seus clientes com a mesma atenção e respeito!
PublishNews, Redação, 24/01/2020

Martha Ribas e Leticia Bosisio no canteiro de obras da Janela | ©Mônica Ramalho / DivulgaçãoO Rio de Janeiro se prepara para mais uma livraria de rua. É que está em fase de construção a Livraria da Janela, uma iniciativa da editora Martha Ribas e da psicóloga Bosisio. Ocupando uma área de 80 m², a nova livraria será aberta na Rua Maria Angélica, no Jardim Botânico. Com dois andares e um mezanino, a livraria terá ainda um cantinho de leitura e espaço para a realização de eventos. Estão previstos lançamentos, cursos, bate-papos, noites temáticas, clube do livro e toda uma gama de atividades ao redor dos livros. Martha Ribas - que fundou a Casa da Palavra, participou da criação da Primavera dos Livros, fundou a Libre e foi diretora do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) - indica que a curadoria irá priorizar títulos de literatura nacional e estrangeira, ciências humanas e políticas, psicanálise, arte, infantojuvenil. Mas a ideia central é construir um catálogo colaborativo, ouvindo e atendendo nossa comunidade. Com um conceito multiuso, a Janela servirá cafés especiais, vinhos e um cardápio sortido de sanduíches, bolos e pães. “Temos visto fora do Rio muitas livrarias pequenas, híbridas, de rua surgindo. É um movimento natural, diante do fechamento das grandes marcas do varejo. As pessoas buscam, hoje, a experiência de estar entre livros, de conversar sobre eles. E querem fazer isso enquanto apreciam um café, uma taça de vinho, experimentando novos sabores”, aposta Leticia. Clique no Leia Mais e tenha acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 24/01/2020

Livro de Thaís Oyama relata bastidores do governo Bolsonaro | © Reprodução / Roda Viva - TV CulturaEm uma recente transmissão ao vivo pelo seu perfil no Facebook, o presidente Jair Bolsonaro atacou Thaís Oyama, a autora de Tormenta (Companhia das Letras), que narra os bastidores dos primeiros meses do governo Bolsonaro. “A nossa imprensa tem medo da verdade. Deturpam o tempo todo. Mentem descaradamente. Trabalham contra a democracia, como o livro dessa japonesa, que eu não sei o que faz no Brasil”, disse o mandatário ignorando que, na verdade, Thaís não é japonesa e sim brasileira. A repercussão disso foi imediata e ajudou o livro da jornalista a vir parar na Lista dos Mais Vendidos do PublishNews. Tormenta estreou na lista nessa semana ocupando a posição de número 13 da Lista de Não Ficção, com 423 cópias vendidas. É um começo tímido para um livro que esteve nas manchetes e na boca do povo. Há que se acompanhar nas próximas semanas. Outro livro que estreou na lista foi Empresas feitas para vencer (Alta Books). O livro de Jim Collins ocupa a posição de número 19 da Lista de Negócios, com 408 cópias vendidas. Na comparação com a semana passada, essa apresentou aumento de 12% nos números gerais de vendas. O aumento foi sentido em todas as categorias: Não Ficção (26%), Infantojuvenil (15%), Ficção (13%), Negócios (12%) e Autoajuda (3%). Clique no Leia Mais e confira outros destaques da lista dessa semana.

PublishNews, Redação, 24/01/2020

No fim do ano passado, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) emitiu um parecer em que aprovou, sem restrições, a compra da Estante Virtual pelo Magazine Luiza. Em nota enviada ao PublishNews, a empresa confirmou que está em "processo de venda, devendo ser concluída ainda no primeiro trimestre de 2020". Paralelo a isso, a Estante Virtual fechou contrato com a Metabooks para o fornecimento de metadados para a plataforma. “A ideia é facilitar a vida dos livreiros e garantir a qualidade dos metadados”, disse Ricardo Costa, CEO da Metabooks no Brasil. Com a medida, a Estante Virtual espera enriquecer a sua base de dados, visando a melhoria da experiência da compra dos seus usuários. A promessa é que, quando a parceria já estiver em operação, livreiros que vendem no ambiente da Estante Virtual puxarão automaticamente as informações disponíveis no catálogo da Metabooks, bastando pra isso informar o ISBN.

PublishNews, Redação, 24/01/2020

Júri é composto por Valérie Cussaguet (França), Enrico Fornaroli (Itália), Lorenzo Mattotti (Itália), Cathy Olmedillas (Reino Unido) e Machiko Wakatsuki (Japão).Pela primeira vez em anos, a tradicional mostra de ilustradores da Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha não terá um único profissional representando o Brasil. De acordo com a organização do evento marcado para acontecer entre os dias 30 de março e 2 de abril, 2.574 ilustradores de 66 países apresentaram seus trabalhos que foram examinados por um júri composto por editores, artistas e acadêmicos da França, Itália, Reino Unido e Japão. Desses foram selecionados 76 artistas de 24 países. Todos esses trabalhos farão parte de um catálogo distribuído em todo o mundo nas versões em italiano, inglês, japonês, chinês e coreano. Clique aqui para conferir a lista completa de selecionados.

PublishNews, Redação, 24/01/2020

Livraria são lugares de encontro e de leitura. Mas por que não, de escrita também? Pensando nisso, o escritor Reginaldo Pujol Filho vai conduzir o workshop A livraria é o texto, que acontece nos dias 28 e 30 de janeiro e 4 de fevereiro, na Livraria Taverna (Rua Fernando Machado, 370 – Porto Alegre / RS). Com aula expositiva e uma inusitada prática de criação literária que usa o espaço da livraria como motor para a escrita, o objetivo desta dinâmica é que cada participante descubra novas possibilidades para escrever e produza um conto breve ao final dos encontros. Os encontros acontecem sempre das 19h30 às 21h45 e a matrícula custa R$ 290 à vista ou R$ 310 no cartão de crédito. Para mais informações e inscrições, clique aqui.

PublishNews, Redação, 24/01/2020

Leilah Assumpção é um ícone para a dramaturgia no Brasil. Ela é autora de peças como Fala baixo senão eu grito, sua estreia no ramo que já lhe garantiu um Prêmio Molière, e Intimidade indecente, estrelado em sua primeira versão por Irene Ravache em 2001 e ainda em cartaz (agora em Portugal, com Vera Holtz e Marcos Caruso). Pela sua atuação, enfrentou a ditadura Antes disso, foi manequim do costureiro Dener e atleta campeã de saltos ornamentais em trampolim. Todas as suas histórias estão registrados em Leilah Assumpção – Memórias sinceras (Sá Editora, 204 pp, R$ 49,90). O volume, que conta com aparatos de colegas como Maria Adelaide Amaral, Marcos Caruso e Renata Pallottini, ganhou um caderno de imagens e ainda é ilustrado por fotografias de Vania Toledo.

PublishNews, Redação, 24/01/2020

O clássico feminista Mulherzinhas (Penguin, 592 pp, R$ 59,90), de Louisa May Alcott (1832 - 1888), ganhou novo fôlego com o filme Adoráveis mulheres, de Greta Gerwig. No romance, está a história das quatro irmãs March e de sua mãe, Marmeee. Juntas, elas enfrentam, com diligência e honra, as privações da Guerra Civil Americana. O livro se tornou um sucesso instantâneo em 1868. Como está em domínio público, a obra tem ganhado diversas edições. Esta da Penguin traz prefácios de Elaine Showalter e Patti Smith, para quem a leitura de Mulherzinhas foi “algo extraordinário”. “Eu me reconheci, como num espelho, naquela menina comprida e teimosa que disputava corridas, rasgava as saias subindo nas árvores, falava gírias e denunciava as afetações sociais. Uma menina que podia ser encontrada encostada num enorme carvalho com um livro, ou em sua escrivaninha no sótão, debruçada sobre um manuscrito”, disse em referência à irmã Josephine March, “uma menina americana do século XIX que teimava em ser moderna”.

PublishNews, Estevão Ribeiro, 24/01/2020
“Lendo, descobri que eu gostava de histórias que falam da vida.”
Domingos Pellegrini
Escritor brasileiro
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Do mil ao milhão
3.
Mais esperto que o diabo
4.
O milagre da manhã
5.
Escravidão
6.
Seja foda!
7.
A garota do lago
8.
Como fazer amigos e influenciar pessoas
9.
Mindset
10.
Os segredos da mente milionária
 
 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.