Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 08/01/2020
A Futura Editoração é especializada em Diagramação e design editorial
Projeto gráfico e diagramação de livros, revistas e boletins
Capitu Já Leu é uma empresa que oferece serviços de revisão e preparação textual para obras literárias e acadêmicas.
PublishNews, Redação, 08/01/2020

Por 15 anos o Instituto Fundação de Pesquisas Econômicas (Fipe) foi o responsável pela apuração da Pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro, um dos principais balizadores estatísticos da indústria nacional de livros. A partir desse ano, o estudo passará para as mãos da Nielsen, instituto de pesquisa de origem inglesa que já monitora o varejo de livros no Brasil desde 2013 e que já realiza levantamentos semelhantes no Reino Unido, Nova Zelândia e Índia. A Câmara Brasileira do Livro (CBL) e o Sindicato Nacional de Editores de Livros (SNEL), entidades responsáveis pelo estudo, garantem que as editoras não sentirão diferenças na nova gestão da apuração dos dados. A Nielsen deverá seguir os mesmos critérios de antes e continuará, pelo menos por enquanto, com o mesmo modelo de questionário consolidado ao longo dos últimos anos. O questionário passará a ser aplicado a partir do próximo dia 15. No entanto, CBL e SNEL informam que o conteúdo digital deverá ganhar mais visibilidade na próxima edição do estudo cujos resultados serão apresentados no fim de abril. A economista Mariana Bueno, que já estava à frente da pesquisa na Fipe, foi absorvida nos quadros da Nielsen e continuará tocando o estudo. Clique no Leia Mais e tenha acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 08/01/2020

Em 28 anos, os Programas de Apoio à Publicação (PAP) do governo francês já contribuíram para a publicação de mais de 20 mil títulos de autores franceses e francófonos em mais de 75 países. Esses programas beneficiam também as editoras estrangeiras que desejam abrir seus catálogos à autores francófonos. Um desses programas é o PAP-Cessão, que dá apoio à cessão de direitos de obras francesas publicadas no exterior por meio do Institut Français de Paris. O Escritório do Livro do Instituto Francês no Brasil recebe inscrições para este programa até o próximo domingo (12). Os resultados serão comunicados a partir de fevereiro. Mais informações para o envio dos documentos é só clicar aqui.

PublishNews, Redação, 08/01/2020

O GEN, grupo editorial especializado em publicações e conteúdos científicos, técnicos e profissionais, abriu uma vaga para analista de e-commerce para atuar no Rio de Janeiro. O contratado será responsável pelas ferramentas e campanhas de marketing, mídias sociais e disparo de e-mail marketing e pelas rotinas administrativas pertinentes ao bom funcionamento do e-commerce. É necessário ter superior completo ou cursando em Marketing ou áreas afins, conhecimento intermediário do Aplicativo Office e de programas de editoração, bom conhecimento em redes sociais e ter boa comunicação oral e escrita. Conhecimento em Magento é um diferencial. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail recrutamento@grupogen.com.br até 14 de janeiro.

PublishNews, Redação, 08/01/2020

Localizada na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, a tradicional lanchonete mineira Xodó se reinventou no final de 2019 e abriu espaço para os livros. A lanchonete – agora sob a direção das sócias Maria Helena, Juliana e Ana Paula – atualizou o seu menu e criou o Xodozinho Literário, um projeto que conta com a participação de editoras mineiras e que vai oferecer livros como brinde nos combos infantis. Para o mês de janeiro, a professora Maria Antonieta Antunes Cunha, que assina a curadoria do projeto, escolheu seis opções de livros, todos publicados pela Aletria: Anabela, Bela e Clarabela, de Walter Moreira Santos e Thiago Laurentino; Chá das dez, de Celso Sisto e Duke; Não sou mais bebê, de Ilan Brenman e Anna Aparício Català; Nos passos de Cascaes: bruxas, lobisomens e outros seres encantados, de Juliana Dalla e Sergio Magno; O maior nabo do mundo, de Celso Sisto e Marcos Garuti, e Quem vai ao mar..., de Marcelo Moreira. "Quem nunca tomou o milkshake de ameixa do Xodó que atire o primeiro canudo. Sim, o Xodó faz parte da memória afetiva de milhares de mineiros e agora reinventa-se sob a batuta de três mulheres formidáveis que acreditam que a fome de livros também merece a atenção delas. É com muita alegria que a Aletria está no Xodozinho Literário", comentou Rosana Mont’Alverne, editora da Aletria e diretora da Liga Brasileira de Editores (Libre). Além dos livros, o Xodozinho Literário terá sessões de contação de histórias, sempre aos domingos, das 10h às 12h.

PublishNews, Redação, 08/01/2020

No dia 15 de janeiro, a Casa das Rosas (Av. Paulista, 37 - São Paulo / SP) dá início ao curso Uma educação Cabralina: poética e contemporaneidade de João Cabral de Melo Neto. Ministrado pelo poeta e crítico literário Leonardo Gandolfi, o curso propõe uma leitura da obra de Cabral, percorrendo seus livros de poemas e alguns de seus textos críticos. Para isso, será apresentada a recepção crítica de sua poesia, o diálogo que manteve com autores brasileiros e portugueses de seu tempo, assim como as relações entre o dito paradigma cabralino e a poesia contemporânea. As aulas acontecerão sempre às quartas, de 15 de janeiro a 19 de fevereiro, sempre às 19h. As inscrições podem ser feitas clicando aqui ou presencialmente na recepção da Casa das Rosas.

PublishNews, Redação, 08/01/2020

A Casa Tombada, lugar de arte, cultura e educação, preparou uma programação especial para o mês de férias. Com início na próxima segunda (13), às 14h, a programação recebe a Carroça de Mamulengos, trupe familiar que chega direto do Cariri (CE), com seus brincantes, atores, músicos e bonequeiros. Nas semanas seguintes, a Casa terá cursos, narrações de histórias, oficinas de voz, escrita, bordados, pintura, criação de livro ilustrado e bate-papos com escritores como Eva Furnari, Odilon Moraes e Mauricio Negro. A programação completa, que segue até 2 de fevereiro, você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 08/01/2020

Primeiro presidente da ditadura instaurada em 1964, Humberto de Alencar Castello Branco é um personagem-chave da história do Brasil contemporâneo. Seu curto mandato ainda hoje enseja reavaliações e revisionismos. Exercendo o poder quase absoluto, Castello lançou as bases do regime de força que atormentou o país durante duas décadas. Ora visto como monstruoso e implacável, ora como tolerante e sensato, o estrategista do golpe civil-militar continua a levantar polêmicas, mas, contraditoriamente, sua trajetória tem sido pouco estudada. Em sua primeira grande biografia, agora em nova edição, Lira Neto apresenta em Castello (Companhia das Letras, 464 pp, R$ 79,90) uma visão abrangente e equilibrada sobre o homem, o militar e o político, munido da mais completa documentação já reunida sobre Castello Branco. O autor da trilogia Getúlio investiga em profundidade a vida e as lutas do general franzino que, sem disparar um tiro, derrotou inimigos e aliados na guerra sem quartel pelo poder máximo da República.

PublishNews, Redação, 08/01/2020

Em Viver é tomar partido: memórias (Boitempo, 376 pp, R$ 57), Anita Leocadia Prestes registra as impressões dos episódios que marcaram sua vida, explorando acontecimentos pouco divulgados pelos meios de comunicação, na expectativa de que sejam experiências úteis para as novas gerações. Os 11 capítulos que compõem o livro acompanham o percurso da filha de presos políticos (Luiz Carlos Prestes e Olga Benário Prestes) nascida num campo de concentração da Alemanha nazista, sua libertação, a infância junto da avó, costurado sobre o pano de fundo da história do século XX. A ascensão e a queda do governo Vargas, os diversos fechamentos do PCB, a prisão de seus pais, a execução de sua mãe pelo governo Hitler, golpes e anistias são feitos tecido de uma vida de militância, que nunca hesitou em declarar seu caráter partidário, comunista. No anexo, cartas inéditas, poemas e trechos de jornais contextualizam o relato em meio a fatos. Anita é autora de mais de uma dezena de livros sobre a história do comunismo no Brasil e no mundo.

“Parar de ler livros é parar de pensar.”
Fiódor Dostoiévski
Escritor russo (1821-1881)
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Escravidão
3.
Essa gente
4.
Mais esperto que o diabo
5.
Do mil ao milhão
6.
21 lições para o século 21
7.
Seja foda!
8.
Prólogo, ato, epílogo
9.
Como fazer amigos e influenciar pessoas
10.
Sapiens
 
PublishNews, Redação, 08/01/2020

Em José do Patrocínio, a pena da Abolição (Kapulana, 272 pp, R$ 49,90), Tom Farias apresenta um retrato sensível e detalhado da vida de José do Patrocínio, personagem brasileira de grande relevância histórica, cultural e política. Ao longo da obra o leitor passa a conhecer a vida de José Carlos do Patrocínio, nascido em 9 de outubro de 1853, em Campos dos Goytacazes (RJ) e falecido em 29 de janeiro de 1905, na capital fluminense. Escritor e jornalista negro, destacou-se como ativista político dos movimentos Abolicionista e Republicano no país, que culminaram com a Abolição da Escravatura (1888) e com a Proclamação da República (1889). A obra conta ainda com prefácio de Laurentino Gomes e uma série de fotos da época, de José do Patrocínio e do Rio de Janeiro

PublishNews, Redação, 08/01/2020

Na obra Irmã Dulce (Paulus, 136 pp, R$ 30), a jornalista Karla Maria revela os detalhes escondidos e íntimos de uma história viva e que ainda pulsa no coração do povo baiano. A vida, os passos e os feitos da mais nova santa brasileira são reconstruídos a partir de registros históricos, de um trabalho de apuração e de escuta atenta das testemunhas vivas que conviveram com a freira que dedicou sua vida a amar e servir. Como poucos e à frente de seu tempo, Irmã Dulce denunciou a miséria com seu trabalho silencioso. Articulou suas influências religiosas e políticas na aplicação de iniciativas que se tornaram políticas públicas e que ainda hoje asseguram direitos aos cidadãos. A autora busca envolver os leitores numa viagem de apuração pela Cidade Baixa, em Salvador, e pela história.

 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.