Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 07/11/2019
A Transporte Executivo Luiz Henrique Pinho oferece serviço de transporte para autores e colaboradores no Rio de Janeiro. Já atende editoras como Sextante e Intrínseca.
Tradutor Editorial (ING-PT), especialista em textos de não-ficção, sobretudo em temas ligados à aeronáutica, história militar, humanidades e ciências sociais. Trabalha para diversas editoras como tradutor e copidesque.
Com mais de 25 anos de experiência, a Claro e Ponto Assessoria em Produção de Textos oferece serviço de revisão e preparação para diversos gêneros textuais. Também trabalhamos com redação e edição de textos publicitários e jornalísticos.
PublishNews, Leonardo Neto, 07/11/2019

Leitoras são a maioria entre os frequentadores tanto da Bienal do Rio (na foto) quanto da Flup | Divulgação / BienalGraças à parceria com o Itaú Cultural, o Instituto Pró-Livro começou a fazer mini-edições da pesquisa Retratos da Leitura para traçar o perfil do leitor-frequentador de eventos literários. Os dois primeiros eventos mapeados pela nova iniciativa foram a Bienal Internacional do Livro Rio, realizada entre 30 de agosto e 8 de setembro, e a Festa Literária das Periferias (Flup), que aconteceu entre os dias 16 e 20 de outubro. A ideia é comparar esses resultados com a Pesquisa Retratos da Leitura que terá nova edição no ano que vem. O PublishNews teve acesso, em primeira mão, a esses resultados e compartilha agora com seus assinantes algumas conclusões a que a pesquisa chegou. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 07/11/2019

O editor Felipe Brandão é o entrevistado dessa semana na PublishNewsTV | André ArgoloEle foi pastor-mirim, livreiro, marketeiro, o cara que já “esqueceu” milhões de livros pelo Brasil e hoje é o editor à frente do Outro Planeta, um dos selos de maior faturamento da Planeta que reúne autores que já tenham uma fanbase. Estamos falando de Felipe Brandão, o entrevistado dessa semana da PublishNewsTV. Na conversa que teve com André Argolo, Felipe teve a oportunidade de falar da sua infância em Pindamonhangaba, no interior paulista; do seu início no livro e da carreira que construiu ao longo dos últimos oito anos na Planeta. Ele falou também do seu projeto Esqueça um Livro, que criou em 2013, com o objetivo de fazer seus próprios livros circularem. Na entrevista, ele fez reflexões importantes sobre a sua profissão. Falou sobre o preconceito que muitos colegas têm a respeito de livros altamente comerciais. “Para mim não importa o livro, o importante é o leitor querer ler o livro”, disse. Na edição mais curta do programa, nossa repórter Talita Facchini resgatou matérias dos nossos arquivos escritas em um remoto novembro; Leonardo Neto, nosso editor, conta as suas impressões da Feira do Livro de Sharjah e Luciana Melo selecionou uma série de livros que traz o empoderamento feminino como tema. Clique no Leia Mais para assistir ao programa.

PublishNews, Redação, 07/11/2019

O ator, apresentador, diretor e escritor Lázaro Ramos anunciou na tarde de ontem (6) em suas redes sociais que será o mestre de cerimônias do 61º Prêmio Jabuti, marcado para 28 de novembro, no Auditório do Ibirapuera Oscar Niemeyer, em São Paulo. No evento, será conhecido o grande vencedor de 2019, que receberá o prêmio de Livro do Ano, os vencedores de cada uma das 19 categorias e será prestada uma homenagem à Personalidade Literária: a escritora mineira Conceição Evaristo. Concorrem ao Livro do Ano todas as categorias dos Eixos Literatura (Conto, Crônica, Infantil, Juvenil, HQ, Poesia e Romance) e Ensaios (Biografia, Documentário e Reportagem; Humanidades; Ciências; Artes e Economia Criativa). Cada um dos autores e editoras vencedoras recebem a estatueta do Prêmio Jabuti. O vencedor de cada uma das 19 categorias levará para casa R$ 5 mil e o vencedor do Livro do Ano, R$ 100 mil. A lista completa com os cinco finalistas de cada uma das 19 categorias você encontra clicando aqui.

PublishNews, Raquel Menezes*, 07/11/2019

De 30 de outubro a 3 de novembro, Belém foi palco da ParáLer, a mais nova festa literária do Norte do País. Quem esteve lá foi Raquel Menezes, presidente da Liga Brasileira de Escritores e editora da Oficina Raquel. A pedido do PublishNews, ela enumerou, em cinco tópicos, as suas impressões sobre o evento da capital paraense. Ela fala de algumas discussões que chamaram a sua atenção e destacou a importância que o festival deu às tradições, música, cultura e culinária locais. No fim, ela conclui: "Vida longa à ParáLer, que seja um exemplo para o resto do Brasil, de como eventos precisam ser mais do que efemérides, mas um planejamento de desenvolvimento do setor e da educação". Clique no Leia Mais e tenha acesso às reflexões de Raquel.

PublishNews, Redação, 07/11/2019

O Diário Oficinal da União publicado na manhã desta quinta-feira (7), anunciou a transferência da Secretaria Especial de Cultura do Ministério da Cidadania para o Ministério do Turismo, comandada Marcelo Álvaro Antônio. A Secretaria de Cultura foi criada para substituir o Ministério da Cultura (MinC), que foi extinto no início do ano. Com o decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, passam a ser de responsabilidade do Ministério do Turismo a política nacional de cultura; a proteção do patrimônio histórico, artístico e cultural; a regulação dos direitos autorais; o desenvolvimento e implementação de políticas e ações de acessibilidade cultural; e a formulação e implementação de políticas, programas e ações para o desenvolvimento do setor museal. Além disso, caberá ao Ministério do Turismo dar assistência ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária para a preservação da identidade cultural de comunidades quilombolas. Segundo O Globo, Marcos Soares, filho do pastor R.R. Soares é o mais cotado para assumir pasta de Cultura do governo. O ex-deputado federal deve substituir Ricardo Braga, que foi exonerado do cargo na tarde de ontem (6) e que já substituía Henrique Pires, que deixou o posto em agosto, depois que o Ministério da Cidadania suspendeu um edital com séries sobre temas LGBT – o que ele chamou de censura.

PublishNews, 07/11/2019

Entre hoje (07) e amanhã (08), acontece, na Escola de Comunicação da UFRJ, o evento IX Editor em Ação 2019, que reunirá editores, agentes literários e a Liga Brasileira de Editores (Libre) para, juntos, debaterem o tema Bibliodiversidade: a arte das pequenas e médias editoras. Na manhã desta quinta-feira, o evento reuniu os editores Raquel Menezes (Oficina Raquel e presidente da Libre), José Luiz Prado (Artescrita) e Isabel Diegues (Cobogó) e a agente literária Camila Werner. Amanhã, será a vez de os editores Bruno Dorigatti (DarkSide), Luiz André Alzer (Máquina de Livros), Ilson Pellegrinelli (Valentina) e Cristina Warth (Pallas) ocuparem o palco. O encontro gratuito acontece das 9h ao meio dia, no Auditório da Decania do CFCH, no campus Praia Vermelha (Av. Pasteur, 250 – Urca, Rio de Janeiro / RJ). Para mais informações, clique aqui.

PublishNews, Redação, 07/11/2019

A cerimônia de abertura e a premiação dos ganhadores da 13ª Bienal Brasileira de Design Gráfico está marcada para o dia 30 de novembro, desta vez em Curitiba, no Museu Oscar Niemeyer (Rua Mal. Hermes, 999 - Centro Cívico). Dentre as mais de 50 categorias do prêmio, o livro tem seu espaço. Dentro da categoria Impressos Editoriais, na subcategoria Projeto Gráfico de Livro de Ficção e Não-Ficção, a Carambaia é finalista com cinco obras e Lote 42 e Editora Olhares aparecem com três livros cada. Em Projeto Gráfico de Livro Infantil ou Infantojuvenil, os finalistas são os livros Agora (Sesi-SP), de Ilan Brenman; Clarice (Global), de Roger Mello; Clube do livro para leitores extraordinários (Instituto Mojo) e Muito esquisito (Pulo do Gato), de Alexandre Brito. Já na subcategoria Capas de Livros, a Record aparece com sete livros finalistas, a Companhia das Letras com seis, Nova Fronteira com três e HarperCollins, também com três, sendo que dois deles foram produzidos em parceria com a Tag – Experiências Literárias. Para conferir a lista completa dos finalistas é só clicar aqui. A exposição dos projetos premiados com o Troféu Destaque se inicia no dia 30 de novembro e segue até 16 de dezembro.

PublishNews, Redação, 07/11/2019

A Companhia das Letras abriu uma vaga para assistente de novos negócios. A editora procura uma pessoa que se identifique com a área de vendas, tenha boa comunicação e facilidade com cálculos, para atuar na geração de novos negócios. As principais atribuições do cargo incluem a prospecção de empresas através de buscas ativas, negociação de parcerias, acompanhamento pós-venda, atendimento ao cliente, participação em eventos e suporte à área. É desejável ter ensino superior em Administração, Marketing, Publicidade ou Negócios; inglês avançado; e prática no uso do Pacote Office com nível avançado em Excel. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail curriculo@companhiadasletras.com.br.

“De vez em quando Deus me tira a poesia. Olho pedra, vejo pedra mesmo.”
Adélia Prado
Escritora brasileira
1.
DNA milionário
2.
A sutil arte de ligar o foda-se
3.
O milagre da manhã
4.
Escravidão
5.
Seja foda!
6.
Do mil ao milhão
7.
Mais esperto que o diabo
8.
Prólogo, ato, epílogo
9.
A garota do lago
10.
O poder da autorresponsabilidade
 
PublishNews, Redação, 07/11/2019

Otto é um menino que ganha um presente inusitado, que não é um carrinho, nem uma bola nem uma bicicleta... é uma tina de madeira. Isso já é o suficiente para que ele a transforme com sua imaginação naquilo que ele desejar: um barco, poço, chapéu, ou até um pedaço de mar. Otto e a tina (Ateliê da Escrita, 32 pp, R$ 42 – Ilustração: Isabel Galvanese), escrito por Cristina Mira, marca o lançamento do Projeto Multilinguagens, da Ed5, e que conjuga em um único suporte diferentes recursos integrados: texto digital com sincronização de áudio e descrições, vídeo em língua de sinais (Libras) e impressão em braille, associados ao texto e às imagens da obra. As tecnologias e os canais de comunicação da contemporaneidade exigem que o leitor saiba lidar com hipertextos digitais e que explorem outros recursos multimodais, sem perder a tônica de o livro permanecer um objeto lúdico.

PublishNews, Redação, 07/11/2019

Ah... nisso eu não tinha pensado (Peirópolis, 38 pp, R$ 58 – Ilustração: Bruna de Assis Brasil; Trad.: Regina Machado), de autoria do escritor francês Ludovic Souliman, é um conto que explora de forma sensível e inteligente a solidariedade e a fraternidade como elementos essenciais para a transformação das pessoas e das sociedades. Uma cidade imensa, barulhenta, repleta de construções com milhões de pessoas fechadas em si mesmas e preocupadas com suas vidas é o cenário escolhido por Souliman para ambientar a história de vidas que são mudadas pela amizade, proteção, ajuda mútua e o nascimento de uma família adotiva. O que poderia reunir um velho homenzinho, um grilo sem teto, uma boneca de pano, uma menina órfã, um gigante medroso e uma casa abandonada? Ludovic Souliman conta a resposta em sua obra.

PublishNews, Redação, 07/11/2019

A Intrínseca lançou a Coleção Jovens Pensadores, que reúne o estilo de Andrea Beaty e as ilustrações de David Roberts para contar histórias de crianças corajosas que começam a descobrir suas aptidões e a desbravar o mundo. Em edição de luxo, com formato especial, capa dura e ilustrações coloridas, os livros são escritos em versos e rimas, tornando a leitura mais prazerosa e dinâmica. Em Paulo Roberto, arquiteto (32 pp, R$ 49,90 – Trad.: Bruna Beber), por exemplo, o leitor conhece um menino ousado e criativo, com talento para elaborar as construções mais inusitadas. Uma história que mostra que a perseverança, a paixão, a criatividade e o questionamento são fundamentais em qualquer profissão. Ainda fazem parte da coleção Ada Batista, cientista; Rita Bandeira, engenheira e Sofia Pimenta, futura presidenta.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.