Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 11/10/2019
A Transporte Executivo Luiz Henrique Pinho oferece serviço de transporte para autores e colaboradores no Rio de Janeiro. Já atende editoras como Sextante e Intrínseca.
Tradutor Editorial (ING-PT), especialista em textos de não-ficção, sobretudo em temas ligados à aeronáutica, história militar, humanidades e ciências sociais. Trabalha para diversas editoras como tradutor e copidesque.
Com mais de 25 anos de experiência, a Claro e Ponto Assessoria em Produção de Textos oferece serviço de revisão e preparação para diversos gêneros textuais. Também trabalhamos com redação e edição de textos publicitários e jornalísticos.
PublishNews, Redação, 11/10/2019

Fernandona mais 'ona' nessa semana | © Leila FugiiEntre os colegas da classe teatral, Fernanda Montenegro é comumente chamada de Fernandona. Não só para diferenciar a grande dama do teatro brasileiro de sua filha, a “Fernandinha” Torres, mas também pela sua envergadura artística. Pois bem, Fernandona voltou ainda mais “ona” nessa semana. Seu livro de memórias, Prólogo, ato, epílogo (Companhia das Letras), escrito em parceria com a amiga Marta Góes, alcançou a terceira posição da Ranking Geral dessa semana. Foram 3.382 exemplares vendidos. Ela ficou atrás só de A sutil arte de ligar o foda-se (Intrínseca), que lidera a lista com 4.959 cópias vendidas, e Escravidão (Globo Livros), com 3.681. A lista veio com poucas novidades nessa semana. Uma delas, foi o barulhento livro Nada menos que tudo (Planeta), do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. Foram 715 cópias na semana de estreia, o que colocou o título em 10º lugar da Lista de Não Ficção. Pouco, diante do estardalhaço midiático. Clique no Leia Mais para conferir outros destaques da lista dessa semana.

PublishNews, Fernanda Grabauska*, 11/10/2019

Em tempos de insegurança no mercado, qualquer novo empreendimento é cercado de certa desconfiança quando entra em cena. Presentes há tempo considerável, mas certamente jovens em relação ao negócio que integram, clubes de assinatura têm encontrado seu espaço não tanto entre as editoras, mas ao lado delas. Se, cinco anos atrás, o modelo de clubes de assinatura era encarado com cinismo, o movimento agora é o inverso: as caixinhas de livro se tornaram um mercado milionário e as empresas que as enviam, parceiras desejáveis. Os contingentes de leitura atendidas por clubes como TAG e Leiturinha cresceram e vicejam, muito a despeito dos pífios números de leitura no Brasil. Mas o que os clubes de livros têm a oferecer para as editoras? O aporte financeiro é uma das vantagens óbvias – sem o risco que se corre com consignação, a renda de cada projeto tem data certa para entrar. O lucro não é tudo, entretanto. Diria que clubes de livros atuam também como scouts com um índice de 100% de sucesso: apresentam novos títulos às editoras enquanto já garantem uma edição inteira, muitas vezes superando os 20 mil exemplares, esgotada na pré-venda. O sucesso de tal edição, depois disso, pode se transformar em argumento de venda para o comercial. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra deste artigo.

PublishNews, Redação, 11/10/2019

A Prefeitura de Belo Horizonte publicou esta semana no Diário Oficial do Município, os editais do Concurso Nacional de Literatura Prêmio Cidade de Belo Horizonte 2019 e do Concurso Nacional de Literatura João de Barro - Literatura para Crianças e Jovens 2019. Os dois fazem parte dos mais tradicionais prêmios literários do país e visam valorizar e fomentar a produção literária nacional com obras inéditas. “A retomada e o fortalecimento dos nossos prêmios literários são mais do que um compromisso dessa administração, são um gesto de confiança e de incentivo à capacidade das artes, da cultura e, em especial, da literatura", explicou Juca Ferreira, secretário municipal de Cultura. Nessa edição, o Prêmio Cidade de Belo Horizonte contempla obras nas categorias dramaturgia e romance. A obra vencedora em cada categoria receberá um prêmio de R$ 25 mil. Já o Prêmio João de Barro contempla obras nas categorias texto literário e livro ilustrado, com projeto gráfico completo, voltadas para jovens e crianças. A obra vencedora em cada categoria também receberá um prêmio no valor de R$ 25 mil. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 4 de novembro. Este ano, estrangeiros residentes no país também poderão participar dos concursos. As obras inscritas devem ser inéditas e escritas em língua portuguesa. Para mais informações é só mandar e-mail para premiocbh@pbh.gov.br ou joaodebarro@pbh.gov.br.

PublishNews, Redação, 11/10/2019

Paulo Freire será homenageado em evento no interior de SP | Acervo Instituto Paulo FreireEntre os dias 25 e 27 de outubro, a Biblioteca Municipal Dr. Fernando Costa (Praça Jornalista Leonardo Gomes, 01 – Centro), em São José do Rio Preto, no interior paulista, recebe a primeira edição do Festival Ações Literárias, que homenageia o educador Paulo Freire. Na programação gratuita, estão 12 atividades, entre palestras, bate-papos, exposição, lançamento e feira de livros. Entre os nomes confirmados estão nomes como Carlos Rodrigues Brandão, Marcelino Freire, Walmir Orlandeli e Harlen Félix. O Festival Ações Literárias é uma realização da casa de criar – escritório de arte, por meio do Prêmio Nelson Seixas/ProAC Municípios. A iniciativa tem apoio institucional do Instituto Paulo Freire (IPF) e conta com a parceria da Prefeitura Municipal de São José Rio Preto, por meio da Secretaria Municipal de Cultura. Mais informações e inscrições clique aqui.

PublishNews, Redação, 11/10/2019

Quando Ziraldo comemorou 85 anos, em outubro de 2017, o cartunista Edra resolveu surpreender seu amigo, reunindo 85 caricaturistas para homenagear o mestre. A obra Ao mestre com carinho, publicada pela Melhoramentos, reúne um registro ilustrado por caricaturas de talentosos cartunistas, escolhidos a dedo, intercaladas com páginas que revelam fatos da vida e obra de Ziraldo. Quase dois anos depois, a obra ganhou, na categoria Homenagem, o 31º Troféu HQMIX, e virou exposição na Casa Melhoramentos que fica em cartaz até 31 de outubro. A exposição fica aberta de segunda a sexta, das 9h às 18h e a entrada é franca.

PublishNews, Redação, 11/10/2019

A partir deste domingo (13), o Moinho da Cascata (rua Henrique Riboldi, 31), prédio histórico de Caxias do Sul que abriga o Instituto de Leitura Quindim, recebe a exposição Elichat 7 anos: a beleza está nas ruas, do ilustrador Lucas Leite. A mostra celebra os sete anos da personagem Elichat, uma menina-gata criada pelo artista fluminense radicado em Caxias. A exposição, que tem curadoria de Silvana Boone e Júlia Pellizzari, reúne os desenhos originais, os cadernos que deram origem à personagem, as fotos e elementos guardados que, como se fosse um álbum de memórias, contam como Elichat nasceu e como viveu seus primeiros sete anos. Para Volnei Canônica, presidente do Instituto e colunista do PublishNews, a exposição é uma reafirmação de que a arte e a infância são espaços de Democracia, Liberdade e, por que não, de subversão. “A exposição tem um significado todo especial para o Instituto Quindim. Somos defensores da criança como um ser pensante, criador e crítico. Essa é a essência também da Elichat. Além disso o traço do artista Lucas Leite traz movimento, contraste, jogo de luz e sombra, dialoga com o urbano e as galerias de arte, dialoga com a narrativa visual muito usada no objeto livro”, comentou.

PublishNews, Redação, 11/10/2019

Sophie era uma menina diferente de todas as outras do orfanato Santa Maria: amava os livros e nada no mundo era capaz de fazê-la trocar uma boa história por outra atividade. Inventou encontros secretos, burlando as regras do orfanato, para dar vida à magia das histórias e desfrutar, junto com as amigas, o gostinho doce da leitura. Mas o que ninguém esperava aconteceu e Sophie foi adotada pela mulher mais rica da cidade. Longe das amigas, ela se entrega à sua nova vida e acaba descobrindo um lugar encantado na mansão da Sra. Anne. O jardim é rodeado de mistérios e poderia lhe render momentos de pura diversão, não fosse a proibição da própria Sra. Anne. Porém, antes de pensar em burlar esta regra também, Sophie percebe que o lugar oferece mais perigos do que ela imaginava e possui segredos que a sua nova família daria a vida para proteger. O misterioso jardim da Sra. Anne (Ler Editorial, 160 pp, R$ 35,90), livro de Lucas de Sousa, desafia o leitor a descobrir junto com a personagem, os segredos do seu novo lar.

PublishNews, Redação, 11/10/2019

Dois jovens, a escola, o esporte, as angústias da adolescência. Seria um enredo bastante normal se os protagonistas não tivessem outra coisa em comum: problemas de saúde mental. Esse é o principal tema abordado por Severino Rodrigues na obra 10 mil voltas ao meu mundo (Editora do Brasil, 136 pp, R$ 54,20). Júlia é uma exímia nadadora. Puxou o pai, o campeão brasileiro Juliano Varejão, que além de ser o maior incentivador da menina, é também seu treinador, o que o leva a tomar uma postura rígida no cotidiano da garota. Já Gustavo faz parte do time de basquete da escola, o Quinteto Fantástico. Apesar do talento para os esportes dos dois jovens, eles precisam aprender a lidar com suas emoções. Júlia tem Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) e Gustavo sofre de Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC). Eles se aproximam durante um Clube de Leitura e descobrem seus distúrbios. O livro leva o leitor a pensar sobre a adolescência, as descobertas do mundo e de si mesmos, e a complexidade dos conflitos e aventuras de cada dia.

“Foi a leitura que me levou a ser o que sou hoje.”
José Xavier Cortez
Editor brasileiro
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Escravidão
3.
Prólogo, ato, epílogo
4.
Ninguém é f#dido por acaso
5.
Luccas Neto em "Os aventureiros"
6.
Esteja, viva, permaneça 100% presente
7.
Mais esperto que o diabo
8.
O milagre da manhã
9.
Do mil ao milhão
10.
F*deu geral
 
PublishNews, Estevão Ribeiro, 11/10/2019

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.