Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 14/08/2019
A BOOKPartners é uma distribuidora completa: atende toda a cadeia do livro e seus devidos processos. Em sua estrutura reúne cerca de 220 colaboradores, dois centros de distribuição, e-commerce e marcas voltadas a segmentos específicos de leitores.
Primavera Assessoria oferece serviço de revisão de textos em português, preparação de originais para editoras e autores, padronizações e outros serviços editoriais.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial. Faz entregas e coletas em editoras, distribuidoras, livrarias, gráficas e grandes redes. A área de atuação atualmente engloba São Paulo (Capital), grande São Paulo, Jundiaí, Campinas e todo o estado do Rio de Janeiro.
PublishNews, Redação, 14/08/2019

Biblioteca Mário de Andrade | Sylvia Masini / DivulgaçãoO Diário Oficial da Cidade de São Paulo trouxe, na sua edição desta terça-feira (13), um decreto em que o prefeito Bruno Covas altera a decisão do seu predecessor – o hoje governador João Doria – de tirar a prerrogativa de eleição para a escolha de representantes do Conselho do Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca (PMLLLB). Em 2017, Dória havia decretado que tal escolha seria via indicação da Secretaria Municipal de Cultura. Com a mudança, os conselheiros serão eleitos, neste primeiro pleito, por meio de uma comissão eleitoral composta por representantes das secretarias de Cultura e de Educação do município. Depois, as eleições ocorrerão com antecedência mínima de 60 dias do término do mandato dos representantes eleitos, conforme regimento que será elaborado pela Comissão Eleitoral. O novo decreto amplia de sete para oito o número de conselheiros da sociedade civil e altera as competências do Conselho, que passa a fiscalizar a utilização dos recursos do orçamento necessário à implementação do Plano. Antes, o Conselho não tinha essa função fiscalizatória. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 14/08/2019

Está no ar o novo episódio da PublishNewsTV, que nessa semana recebeu Gita Guinsburg, que assumiu a tradicional editora Perspectiva desde a morte de Jacó Guinsburg, morto em outubro do ano passado. Na conversa que teve com André Argolo (que está com blog novo no ar), Gita falou da sua infância (os pais vieram da Polônia no fim da década de 1920 e aqui se estabeleceram), de como conheceu Jacó que foi seu companheiro por 60 anos, e dos planos que está traçando para a Perspectiva. A editora, aliás, está renovando a sua tradicionalíssima coleção Estudos, que recebe novo projeto gráfico. Gita falou ainda da fundação da Perspectiva; comentou que encontra poesia na matemática e ainda da falta que Jacó ainda faz na família. A nossa redação deu seus bordejos nessa semana. Luciana Souza foi visitar a exposição Olá, Mauricio, em cartaz no Espaço Cultural da Fiesp, em São Paulo, e Leonardo Neto esteve em Poços de Caldas para conhecer a operação do Leiturinha, clube que conta com pequenos assinantes. Subindo num teleférico, ele entrevistou Cynthia Spaggiari, curadora do clube. Maju Alves criou para si um desafio. Ela gastará todos os seus tempos livres, durante 30 dias, lendo (e escutando) livros. Vamos ver quantos títulos ela consegue devorar nesse período. Clique no Leia Mais e assista ao programa.

PublishNews, Redação, 14/08/2019

Carolina Rocha, gerente editorial da Gente; Diego de Oxóssi, editor da Arole Cultural; Raquel Menezes, editora da Oficina Raquel e presidente da Liga Brasileira de Editoras (Libre); Talita Camargo, sócia da 2Books e gestora da Livraria do Comendador, e Tatiany Leite, booktuber e influenciadora digital, estão com o coração na mão. É que, em poucos dias, um deles será o vencedor do Prêmio Especial do Jovens Talentos e ganhará uma viagem para a Feira do Livro de Frankfurt com todas as despesas de passagens e hospedagem custeadas pela organização do prêmio, além de ajuda de custo no valor de 500 euros e entradas para o Business Club, a área VIP da feira. O Prêmio é realizado pelo PublishNews com patrocínio do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e apoio da Feira do Livro de Frankfurt e o que ele busca é dar reconhecimento a profissionais que tenham feito contribuições notáveis para a indústria do livro no Brasil, de forma democrática, tentando abraçar todos os elos da cadeia do livro, não só a área editorial, mas também as áreas de produção, marketing, comercial, divulgação, administrativa etc. O anúncio do ganhador acontecerá no dia 30 de agosto, às 16h, no Café Literário da Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro (30/08 a 08/09).

PublishNews, Redação, 14/08/2019

Muitas pessoas já passaram pelo mercado editorial, algumas ficaram por pouco tempo e outras fizeram história. Foi pensando nisso que Leonardo Neto, editor do PublishNews, se uniu à editora Oficina Raquel e ao Catarse para perfilar 100 nomes de editores que mudaram o rumo do mercado livreiro no país. A obra terá em suas páginas nomes como José Olympio e os irmãos Pereira, Monteiro Lobato, Alfredo Weiszflog, Paulo Rocco, Lilia Schwarcz, Charles Cosac e Jiro Takahashi, além de um bônus com o perfil de 10 jovens editores que ainda podem deixar sua marca no mercado editorial. Henderson Fürst, do Grupo GEN e Larissa Caldin, da Primavera Editorial, são alguns deles. Vista como uma contribuição para a memória do mercado editorial brasileiro, 100 nomes da edição no Brasil ainda está na fase de captação de recursos e dentre as recompensas disponíveis há uma dedicada aos atores da cadeia do livro - livrarias, entidades, prestadores de serviço, eventos, cursos e empresas em geral -, para que estes possam se incluir na obra memorialística. Ao apoiar a categoria, a empresa terá um texto de apresentação de sua atividade escrito pelo Leo e publicado em uma página especial do livro. Com publicação prevista para dezembro, o livro circulará no mercado e em grupos em torno do mercado e será indispensável para quem quer conhecer mais sobre as pessoas que fizeram parte da história do mercado editorial. Para apoiar o projeto é só clicar aqui.

PublishNews, Redação, 14/08/2019

Pegando carona na campanha da Feira do Livro de Frankfurt deste ano (16 a 20/10), #CreateYourRevolution, que celebra o poder da Cultura e a sua capacidade de resolver desafios globais, o evento terá pela quarta vez o dia de palestras Um livro é um filme é um jogo, que fará parte do Focus: Film programme. A ideia é reunir especialistas do mundo editorial com produtores de audiovisuais, de jogos e das novas mídias digitais para um dia inteiro de oficinas e palestras que focarão nas adaptações de materiais literários para a tela. O destaque do evento vai para o pitching dedicado aos Livros sobre Revolução e Livros revolucionários adequados para adaptações – baseado no tema da campanha da feira –. Até o dia 3 de setembro, editores, agências e autores podem inscrever seus livros “revolucionários”, adequados para adaptação à tela. Oito títulos serão selecionados para o evento que acontece no dia 18 de outubro, no Hall 4.1, dentro da programação do The Arts+. Eles terão a oportunidade de apresentar seus projetos para produtores cinematográficos, editoras e agentes literários e descobrir se seus livros têm mesmo potencial para se tornar um revolucionário sucesso cinematográfico.

PublishNews, Redação, 14/08/2019

O Sempre um Papo, projeto idealizado por Afonso Borges, se adiantou e já liberou sua programação praticamente inteira até o final do ano. Para começar, logo mais, às 19h30, para celebrar os 180 anos de Machado de Assis, o projeto reunirá no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc (Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – São Paulo / SP), Marco Lucchesi e José Miguel Wisnik que conversarão com Afonso Borges sobre o Bruxo do Cosme Velho. O encontro tem entrada gratuita. No dia 20, Adriana Lima e Luiz Ruffato lançam seus mais recentes livros e participam de um bate-papo no Sesc 24 de Maio (Rua 24 de Maio, 109 - São Paulo / SP). Os próximos encontros, que já têm confirmados nomes como Lilia Schwarcz, Denise Fraga, José Murilo de Carvalho, Mario Sergio Cortella, Monja Coen, Conceição Evaristo e João Cândido Portinari, a programação você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 13/08/2019

A Livraria Pulsional, ligada à Editora Escuta, abriu uma vaga para auxiliar de vendas para atuar, principalmente, com vendas de livros da área de psicanálise, psicologia e filosofia. As responsabilidades do cargo incluem o atendimento e venda ao público; realização de pedidos e compras nos distribuidores e editoras; recebimento e conferência de livros comprados; pesquisa, contratação e realização de feiras e eventos, dentro e fora de São Paulo; e organização dos livros no site da Livraria Pulsional. É necessário ter experiência com gestão de estoque, compras e vendas em livrarias, flexibilidade de horários e disponibilidade para viagens curtas. Os interessados devem enviar currículos com pretensão salarial para o e-mail selecao@editoraescuta.com.br.

PublishNews, Redação, 14/08/2019

Ciborgue aparece e se manifesta na cultura contemporânea de variadas formas: no cinema – em RoboCop ou O Exterminador do Futuro – ou nos mangás. Ciborgue se encarna em atletas envolvidos e expostos a doping, nas próteses médicas e nas fantasias da “humanidade ampliada, estendida” e até imortal. Mas ciborgue é também – e acima de tudo – uma entidade filosófica. Esse híbrido de organismo e máquina de fato perturba dicotomias fundamentais de nosso pensamento. A partir de uma leitura pessoal das obras de Georges Canguilhem e de Donna Haraway, Thierry Hoquet explora em Filosofia Ciborgue (Perspectiva, 376 pp, R$ 74,90 – Trad.: Márcio Honório de Godoy) o enigma dessa figura: será o ciborgue um instrumento capaz de nos conduzir a uma humanidade livre de dualismos? Ou será que, pelo contrário, marca a nossa servidão a um sistema técnico de controle e de opressão? Pensar o ciborgue filosoficamente significa meditar a respeito das relações entre a máquina e o organismo e sobre a possibilidade de combiná-los. Trata-se também de pensar a diferença de sexos ligada à natureza e à técnica e, talvez, abrir caminho a um outro modo de articular o masculino e o feminino. No episódio da PublishNewsTV dessa semana, Gita Guinsburg, publisher da Perspectiva, comenta de uma forma muito interessante sobre esse livro que foi editado por ela. Vale assistir.

“O romance, fora os experimentais, ‘é mais fácil’ do que o conto. Para ler e para escrever.”
Luiz Antonio de Assis Brasil
Escritor brasileiro
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Do mil ao milhão
3.
Mais esperto que o diabo
4.
O milagre da manhã
5.
Seja foda!
6.
Como fazer amigos e influenciar pessoas
7.
F*deu geral
8.
Buda dançando numa boate
9.
A garota do lago
10.
O poder da autorresponsabilidade
 
PublishNews, Redação, 14/08/2019

A partir de um olhar ora político, ora histórico, ora psicanalítico, ora artístico, mas sempre contextualizado sobre o simbólico dos corpos sem alma, os textos reunidos por Rodrigo Gonsalves e Diego Penha em Ensaios sobre mortos-vivos (Aller, 240 pp, R$ 48), elaborados por um seleto grupo de pensadores da contemporaneidade, decompõem o conceito de decomposição para revelar o que há de comportamento zumbi nas relações humanas (ou desumanas) e nos alertar: cuidado, pois eles estão em todo lugar. Ao ouvir falar sobre zumbis, seria natural pensar neles como os que povoam os cenários de filmes como A noite dos mortos-vivos ou da série The walking dead, criaturas macabras, em estado de putrefação, que partem de suas tumbas em busca de carne humana. Mas a descrição também cabe na dimensão da labuta repetitiva do operário, no semblante da executiva durante a reunião de uma multinacional diante da pressão por resultados. É sobre esse tipo de vida-meio-morte, desprovida dos humores e fluidos que a aproximam do que há de mais fundamental em sua humanidade, que os autores reunidos neste livro propõem reflexão.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.