Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 11/07/2019
A BOOKPartners é uma distribuidora completa: atende toda a cadeia do livro e seus devidos processos. Em sua estrutura reúne cerca de 220 colaboradores, dois centros de distribuição, e-commerce e marcas voltadas a segmentos específicos de leitores.
Primavera Assessoria oferece serviço de revisão de textos em português, preparação de originais para editoras e autores, padronizações e outros serviços editoriais.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial. Faz entregas e coletas em editoras, distribuidoras, livrarias, gráficas e grandes redes. A área de atuação atualmente engloba São Paulo (Capital), grande São Paulo, Jundiaí, Campinas e todo o estado do Rio de Janeiro.
PublishNews, Leonardo Neto, 11/07/2019

Raphael Montes lidera Lista Nielsen PublishNews de maio | Victor PratavieiraNo PublishNews, Raphael Montes é frequentemente chamado de “menino prodígio”. Aos 20 anos, publicou seu primeiro livro – Suicidas – um suspense policial que abocanhou o Prêmio Benvirá em 2010. De lá para cá foram sucessos atrás de sucessos. Dias perfeitos (Companhia das Letras), de 2014, teve os direitos de publicação vendidos para 22 territórios e recebeu elogiosos comentários de autores internacionais. Houve até quem o comparasse com os irmãos Coen e com Stephen King. Agora, aos 28 anos, ele lançou Uma mulher no escuro (Companhia das Letras) que estreou em primeiro lugar na categoria Ficção da Lista Nielsen PublishNews, aquela que mostra os livros de autores nacionais mais vendidos em livrarias, supermercados e lojas de autoatendimento em todo o Brasil. Se o ouro da Ficção ficou com Uma mulher no escuro, a prata ficou com O homem mais inteligente da história (Sextante), de Augusto Cury, e o bronze com Senhora do Sol (Sextante), de Pedro Siqueira. Em Não Ficção, o destaque são os livros que trazem seus autores na capa. Dos 20 títulos que aparecem na lista, em 10 estão nessa categoria, incluindo os dois primeiros lugares que ficaram com Brincando com Luccas Neto (Pixel / Ediouro) e Do mil ao milhão (HarperCollins), de Thiago Nigro, respectivamente. Seja foda! (Buzz), de Caio Carneiro (sem foto na capa), ficou em terceiro. Clique no Leia Mais para conferir outros destaques.

PublishNews, Redação, 11/07/2019

Por um erro da organização da Flip, a Casa PublishNews ficou perdida no mapa oficial do evento. Sabendo que é por ele que muita gente se localiza na cidade, a gente resolveu explicar direitinho aqui. A Casa PublishNews fica a uma quadra da Praça da Matriz, entre o canal e a rua da Capela (e não perto do Cais como aparece erroneamente no mapa). E para ficar mais fácil ainda, basta clicar aqui e seguir o caminho. Tendo dito isso, vamos para os destaques da programação de hoje. Às 16h30 acontece a mesa Sesc na formação de leitores, que contará com a participação de Susana Cerveira e Juliana Santos, assistentes da área de literatura e biblioteca do Sesc São Paulo. Na conversa, mediada por André Argolo (PublishNewsTV), as duas falarão sobre as ações que o Sesc realiza para promover a leitura e formar novos leitores, como os projetos da instituição cresceram nos últimos anos e como ela tem feito a diferença promovendo a cultura. Clique no Leia Mais e confira outros destaques da programação de hoje.

PublishNews, Redação, 11/07/2017

Franklin Carvalho, Maria Valéria Rezende e Maurício de Almeida foram os vencedores da última edição do Prêmio SP de Literatura | DivulgaçãoNa sua 12ª edição, o Prêmio São Paulo de Literatura passou por modificações na sua estrutura. Se antes eram reconhecidas obras literárias em três categorias (Melhor Livro de Romance do Ano; Autor Estreante com mais de 40 anos e Autor Estreantes com menos de 40 anos), agora, são só duas: Melhor Romance de Ficção do Ano de 2018 e Melhor Romance de Ficção de Estreia do Ano de 2018. Os ganhadores de cada uma das categorias levarão para casa R$ 200 mil, não alterando o valor total de prêmios concedidos, já que nas edições passadas, os autores estreantes faturavam R$ 100 mil cada. Criado em 2008, o Prêmio São Paulo de Literatura tem como objetivo estimular a produção literária de qualidade, valorizar o setor e favorecer a formação de leitores e escritores, reconhecendo grandes nomes e também novos talentos. As obras devem ser do gênero romance de ficção, escritas originalmente em português e ter sua primeira edição e impressão no Brasil em 2018, além de possuir formato impresso e ISBN. Os candidatos podem inscrever suas obras até 15 de agosto. Os finalistas serão anunciados na primeira quinzena de outubro, e os vencedores serão premiados em novembro. O edital está disponível nos sites do Prêmio e da Cultura do Estado de São Paulo.

PublishNews, Redação, 10/07/2019

Pelo segundo ano consecutivo o Clube de Leitura Quindim participa da curadoria da Casa Libre – Liga Brasileira de Editoras que, neste ano, uniu-se à Casa Santa Rita da Cassia, na Flip (Rua da Lapa, 200). Desde o ano passado, o Clube de Leitura Quindim propõe uma programação com temáticas que envolvem o universo literário infantil, fortalecendo sua missão de formar leitores, colaborando para que as famílias tenham acesso a bons conteúdos e contribuindo na formação de profissionais que atuam com os jovens leitores e no mercado editorial voltado para esse público. Pensando nisso o Quindim montou uma programação com debates sobre temáticas como: o racismo na literatura infantil, os novos modos de pensar a produção do livro infantil, mais coletivo e horizontal, a formação do leitor em família, além dos muros escolares, e a censura sob a qual a literatura infantil é sujeita, principalmente na esfera econômica. Para conversar sobre esses assuntos o Clube Quindim escalou um time de profissionais que são destaques em suas áreas de atuação: Bia Reis, Cátia Luciana Pereira, Carol Delgado, Cidinha da Silva, Dauana Vale, Érika Astronauta Ariente, Lizandra Magon de Almeida, Lu Bento, Paulo Verano, Penélope Martins, Renata Nakano, Rosana Rios e Volnei Canônica, colunista do PublishNews. A programação completa você confere aqui.

O Museu da Língua Portuguesa também estará presente em Paraty e realiza o primeiro slam internacional da Flip nesta sexta (12), às 22h, no Auditório da Praça. A batalha de poesia falada Flip Slam, parte da programação principal do evento, vai reunir poetas de seis países e integra uma série de ações gratuitas que trazem o slam para o centro da programação da 17ª edição da Festa Literária. Também realizado pelo Museu, no sábado (13), às 18h, na Casa Globo (Casa da Cultura de Paraty), o Slam da Língua Portuguesa terá apresentações de artistas brasileiros e microfone aberto para participação do público. Na programação principal, o Museu apresenta, logo mais, às 20h30, no Auditório da Matriz, uma mesa literária com a participação do músico e escritor angolano Kalaf Epalanga e Gaël Faye. Em 2017 e 2018, a instituição realizou exposições, mesas e apresentações artísticas que fizeram parte da programação paralela à Flip, com o objetivo de celebrar o idioma; contribuir para a integração cultural entre países de língua portuguesa e manter a comunicação com o público durante a recuperação de sua sede, atingida por um incêndio em dezembro de 2015.

PublishNews, Redação, 11/07/2019

A Editora Malê também vai participar da programação paralela da Flip com eventos na Casa Poéticas Negras (Rua Marechal Santos Dias, s/n). A programação inclui debates e lançamento de livros de escritoras de diversos segmentos da literatura. A professora e pesquisadora da UFRJ, Giovana Xavier (foto ao lado), lança no sábado (13), às 17, o livro Você pode substituir mulheres negras como objeto de estudo por mulheres negras contando sua própria história, uma coletânea de ensaios curtos sobre feminismo negro, representatividade negra, maternidade e vida acadêmica. O lançamento conta com um bate-papo entre a Giovana Xavier e a escritora Conceição Evaristo. A editora ainda lança os livros da poeta e slammer Letícia Brito, de Miriam Alves e Maria Duda. A programação completa você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 11/07/2019

Edney Silvestre é um dos destaques da programação da Casa Globo em Paraty | Leonardo AversaDurante a Flip, a Casa da Cultura de Paraty (Rua Dona Geralda, 157) foi transformada na Casa Globo. No espaço, o público poderá descobrir novas histórias e novos formatos de leitura e de produção literária em uma programação de debates, painéis, exibições de filmes e saraus de poesia realizada pela Globo, GloboNews, Globosat e Fundação Roberto Marinho. O 9º ciclo Páginas Reveladas faz parte dessa programação e convida seis jovens talentos ainda não conhecidos do público para compartilhar seus processos criativos e inspirações. A atriz Heloísa Perissé comanda uma conversa sobre o processo de criação de textos de humor em diferentes plataformas, e Marcelo Lins comanda um bate-papo sobre o gênero documentário. O processo criativo e os desafios que envolvem a adaptação literária para a TV são temas da mesa Assista a esse livro, com a participação do jornalista Edney Silvestre, autor do livro que inspirou a série Se eu fechar os olhos agora; de Mariana Ximenes, que viveu Adalgisa na série; e do autor e roteirista George Moura. A mediação é de Zeca Camargo. A Casa também recebe no auditório da Casa da Cultura a gravação do programa GloboNews Literatura e lança no sábado às 15h, o Caderno Globo: Narrativas (des)construídas, em suas versões impressa, em podcast e digital. A programação completa você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 11/07/2019

Vencedora do Prêmio São Paulo em 2013, com Desnorteio, seu livro de estreia que saiu pela Patuá e recentemente ganhou edição do autor, Paula Fábrio se lança agora na literatura juvenil com o livro No corredor dos cobogós (SM, 132 pp, R$ 41). Resultado de uma oficina literária que a autora fez com pré-adolescentes, o livro se passa em duas épocas e conta a história de Haidê, em 1982, e de Benjamin, em 2015. Em comum, além da pré-adolescência e das questões relacionadas a maturidade, os dois moraram no mesmo prédio em Santos, cidade localizada no litoral Sul de São Paulo. O livro prima pela descrição da paisagem urbana de Santos – os cobogós que aparecem no título são aqueles bastante comuns nos prédio erguidos em Santos na década de 1950 – e também por questões ambientais, trazendo para a trama as poluição de Cubatão, cidade vizinha que nos anos 1980 era uma das mais poluídas do mundo.

“Agora, outros varejistas estão passando pelo que enfrentamos [com o crescimento da Amazon]. Sobrevivemos a um incêndio que nos obrigou a melhorar drasticamente nossas lojas e elevar nosso jogo”
James Daunt
CEO das redes Waterstones (UK) e Barnes & Noble (EUA)
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
O milagre da manhã
3.
Tamo junto
4.
Seja foda!
5.
A garota do lago
6.
O poder da autorresponsabilidade
7.
Mindset do coração
8.
Mais esperto que o diabo
9.
Do mil ao milhão
10.
F*deu geral
 
PublishNews, Redação, 11/07/2019

No seu novo livro, Amiga ursa – Uma história triste, mas com final feliz (Globinho, 46 pp, R$ 58), Rita Lee encarna a personagem da vovó Ritinha, uma aguerrida defensora dos animais que sai à luta para proteger Marsha, uma ursa russa vítima do tráfico de animais. Por trás da trama, uma história real. Marsha – que mais tarde foi rebatizada de Rowena – foi traficada para o Brasil onde foi maltratada em zoológicos e em circos até ser resgatada e acolhida no Rancho dos Gnomos, uma associação civil sem fins lucrativos do interior de São Paulo que presta o serviço de proteger animais em situação de risco. O livro, que tem partes interativas e ilustrado por Guilherme Francini, aborda assuntos como geografia, biologia e a importância da preservação do meio ambiente de uma maneira leve e divertida. Parte dos recursos obtidos com os direitos autorais será revertido para a ONG.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.