Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 28/11/2018
A psi7 Printing Solutions & Internet 7 S.A. é uma empresa de tecnologia na gestão de conteúdos que ajuda as empresas, sejam editoras ou indústrias, a propagar o seu conteúdo nos formatos impresso, áudio, dados ou eletrônico.
Revisora, copidesque e produtora editorial há mais de dez anos com experiência em todas as etapas da produção editorial.
Com mais de 20 anos de experiência na diagramação de livros, Julio Fado oferece um trabalho profissional, de qualidade e rápido. Além da diagramação de livros para impressão, ele também diagrama livros em formato digital.
PublishNews, Redação, 27/11/2018

O juiz Paulo Furtado de Oliveira Filho, da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo, acatou o pedido de recuperação judicial (RJ) da Saraiva e nomeou a Lucon Advogados como administradora judicial da empresa. A dívida informada à Justiça é de R$ 674.698.227,29. Entre os maiores credores, considerando apenas as editoras, estão a Moderna (R$ 19.775.399,71), Editora Schwarcz / Companhia das Letras (R$ 18.638.315,67), Record (R$ 18.241.167,49) Saraiva Educação (R$ 18.019.617,60), GEN (R$ 15.615.151,12), Intrínseca (R$ 13.258.421,97) GMT / Sextante (R$ 9.026.372,67), Panini (R$ 8.355.502,96), Planeta (R$ 8.315.369,83), Grupo A (R$ 7.393.546,70) e Rocco (R$ 7.003.081,76). A Saraiva terá 60 dias úteis para apresentar seu plano de recuperação judicial que deverá conter discrição pormenorizada dos meios de recuperação a ser empregados e seu resumo, demonstração de sua viabilidade econômica e laudo econômico-financeiro e de avaliação de seus bens e ativos. Durante o período de RJ, ficam suspensos todas as ações ou execuções contra a empresa e a Saraiva terá que apresentar relatórios mensais à Justiça demonstrando o cumprimento do plano estabelecido. O primeiro relatório deverá ser apresentado nos próximos 15 dias.

PublishNews, Redação, 28/11/2018

A Amazon enviou e-mail a editores para lembrá-los de algumas vantagens que a varejista oferece a seus parceiros comerciais. O e-mail assinado por Mario Meirelles e Ricardo Garrido diz que a varejista está “ciente dos desafios que muitas editoras estão passando” e que, por isso, enumera uma série de vantagens com as quais revela o seu “compromisso com o crescimento do negócio de livros no Brasil”. Entre as ações está o adiantamento de recebíveis com taxas mais baixas do que as de mercado; a possibilidade de aquisição de volumes que justifiquem o lançamento a reimpressão de títulos e a compra de parte de inventário que tenha sido devolvido pelo mercado. Clique no Leia Mais para ler a íntegra do comunicado.

PublishNews, Redação, 28/11/2018

A crise das duas maiores redes de livrarias do país acendeu uma luz de alerta em todo o mercado editorial. Como manter esse mercado vivo e o leitor interessado? Nesta quarta, Luiz Schwarcz, CEO da Companhia das Letras, escreveu uma carta aberta para pedir que editores, livreiros, autores e todos os envolvidos nesse mercado procurem soluções criativas e idealistas neste momento. “Cartas, zaps, e-mails, posts nas mídias sociais e vídeos, feitos de coração aberto, nos quais a sinceridade prevaleça, buscando apoiar os parceiros do livro, com especial atenção a seus protagonistas mais frágeis, são mais que bem-vindos: são necessários. O que precisamos agora, entre outras coisas, é de cartas de amor aos livros”, escreveu, acrescentando ainda a importância de não se esquecer das livrarias menores. “Aos que, como eu, têm no afeto aos livros sua razão de viver, peço que espalhem mensagens; que espalhem o desejo de comprar livros neste final de ano, livros dos seus autores preferidos, de novos escritores que queiram descobrir, livros comprados em livrarias que sobrevivem heroicamente à crise, cumprindo com seus compromissos, e também nas livrarias que estão em dificuldades, mas que precisam de nossa ajuda para se reerguer”. À frente de uma das maiores editoras do Brasil, Schwarcz apela em nome também das pequenas empresas do ramo ao dizer: "Divulguem livros com especialíssima atenção ao editor pequeno que precisa da venda imediata para continuar existindo, pensem no editor humanista que defende a diversidade, não só entre raças, gêneros, credos e ideais, mas também a diversidade entre os livros de ambição comercial discreta e os de ambição de venda mais ampla". No mesmo dia em que Schwarcz publicou seu pedido, Marcos da Veiga Pereira, presidente do SNEL, lançou a campanha #DesafioDasLivrarias nas redes sociais. A proposta é simples: ir à uma livraria, comprar um livro, desafiar seus amigos a fazer a mesma coisa e postar nas redes sociais.

PublishNews, Redação, 28/11/2018

A Associação Brasileira de Editores de Livros Escolares (Abrelivros) comunicou essa semana mudanças na sua diretoria. Guilherme Luz, eleito presidente da entidade em janeiro passado, deixa o cargo. No seu lugar, assume José Ângelo Xavier de Oliveira (Moderna). A medida foi tomada depois do desligamento de Luz da Somos, informou a entidade. Representando o grupo hoje pertencente à Kroton, Mario Ghio Jr., que está de volta à empresa, ficou com o cargo de primeiro vice-presidente, antes ocupado por José Ângelo. Mudança também no conselho fiscal, com a entrada de Maria Cristina Rodrigues Swiatovski (Opet), que passa a ocupar a cadeira antes ocupada pela LeYa, que saiu da entidade. Clique no Leia Mais para confirmar como ficou a nova direção da Abrelivros.

PublishNews, Redação, 28/11/2018

Os Programas de Apoio à Tradução (PAP) do governo francês, em 28 anos de trabalho, já contribuíram para a publicação de mais de 20 mil títulos de autores franceses e francófonos em mais de 75 países. Esses programas beneficiam também as editoras estrangeiras que desejam abrir seus catálogos à autores francófonos. O Escritório do Livro do Instituto Francês no Brasil administra alguns desses Programas de Apoio à Publicação (PAP) e o PAP-CESSÃO - apoio à cessão de direitos de obras francesas no Brasil através do Institut Français de Paris – recebe dossiês até 16 de dezembro por correio ou e-mail. As editoras podem apresentar até cinco títulos e cada um deles deve ter um dossiê. Os resultados serão comunicados a partir de fevereiro. Mais informações para o envio dos documentos é só clicar aqui

PublishNews, Redação, 28/11/2018

A Martins Fontes – Selo Martins abriu uma vaga para livreiro. A empresa pede que os candidatos tenham experiência como livreiro, no atendimento aos clientes da livraria e vendas on-line (e-commerce), administração do acervo, organização da loja, caixa, contatos com livrarias e editoras. O cargo oferece benefícios como seguro saúde, vale transporte e vale refeição e o horário de trabalho é de segunda a sexta das 9h às 18h e aos sábados, das 10h às 14h. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail marcio@emartinsfontes.com.br até 21 de dezembro.

PublishNews, Redação, 28/11/2018

Biblioteca Alceu Amoroso Lima | © Redes SociaisAté esta sexta (30), a Secretaria Municipal de Cultura realiza a Festa Literária Biblioteca Viva, quando cinco bibliotecas de São Paulo irão receber encontros com autores e contações de histórias. Representando a nova safra de escritores contemporâneos, S. Miller, pseudônimo de Ivânia Coelho Aziz, autora de Indomável coração (Astral Cultural), estará na Biblioteca Narbal Fontes (Av. Cons. Moreira de Barros, 170 - Santana), hoje às 15h. Amanhã, as filhas do navegador Amyr Klink, as irmãs Laura, Tamara e Marininha Klink participam do encontro na Biblioteca Belmonte (Rua Paulo Eiró, 525 - Santo Amaro). Após mais de sete viagens feitas de barco ao Polo Sul, o trio publicou o livro infantil Férias na Antártica (Grão). O encerramento, na Biblioteca Affonso Taunay (Rua Taquari, 549 - Mooca), fica por conta de João Carlos Marinho, autor de O gênio do crime (Global), clássico da literatura infantojuvenil, já traduzido para o espanhol e adaptado para o cinema. Além dos encontros com os escritores, haverá contação de histórias a partir de livros expostos no trenzinho, um dos novos mobiliários do Biblioteca Viva. Além da programação cultural, a Biblioteca Alceu Amoroso Lima (Rua Henrique Schaumann, 777 - Pinheiros) receberá uma exposição que retrata as melhorias realizadas nas 36 bibliotecas, desde o início do programa, em 2017, e que propõe uma nova forma de se viver os espaços das bibliotecas. Para conferir a programação completa é só clicar aqui.

PublishNews, Redação, 28/11/2018

A Kapulana selecionou o vencedor do concurso Seja Nosso Autor, que visa a ampliação do seu catálogo para publicação de autores brasileiros. A obra escolhida foi Ilha, de Marcelo Jucá. O livro retrata, de maneira sensível, a vida de Dado, garoto que vive em um lixão. Com suas descobertas e brincadeiras, Dado tenta entender a vida na “ilha” e imaginar o mundo que fica fora dela. Para onde vão as pessoas que conseguem ir embora, mas nunca retornam? Um livro delicado sobre questões sociais difíceis para serem enfrentadas por uma criança, como fome, pobreza e trabalho infantil. É uma obra infantil, ilustrada, que remete adultos e crianças a fazerem reflexões sobre a realidade e atende tanto ao leitor já alfabetizado, que pode fazer uma leitura independente, ao mediador de leitura. Publicação está prevista para julho de 2019.

“O que precisamos agora, entre outras coisas, é de cartas de amor aos livros.”
Luiz Schwarcz
CEO do Grupo Companhia das Letras
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Descubra o seu destino
3.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
4.
Aprendizados
5.
O milagre da manhã
6.
Seja foda!
7.
O poder da ação
8.
Me poupe!
9.
Combate espiritual
10.
Crença Inabalável
 
PublishNews, Redação, 28/11/2018

A Ball, fabricante de latas para bebidas, inaugura nesta quarta-feira (28), uma biblioteca comunitária na Associação dos Catadores do Aterro Metropolitano de Jardim Gramacho (ACAMJG), em Duque de Caxias. A iniciativa faz parte do projeto Cantos de Leitura, que tem como objetivo proporcionar o contato de catadores de material reciclável e de toda a comunidade com a literatura. A biblioteca será instalada na sede da própria cooperativa, localizada em um local que ficou conhecido pelo “lixão de Gramacho”, que chegou a ser considerado o maior aterro sanitário da América Latina e que foi desativado há seis anos. No espaço, terão mesas e cadeiras de leitura, ambientação lúdica, brinquedos educativos e já começará a funcionar com cerca de 1.200 livros, com títulos da literatura brasileira e universal sob o pilar da diversidade e inclusão com edições em braile e audiobooks. Além de Duque de Caxias, outras bibliotecas já foram inauguradas em outras cooperativas: Reciclázaro (SP), Aliança (AM), Cooperfênix (DF), Pró-Recife (PE), Agentes Ecológicos de Canabrava (SAA), Reciclando Pela Vida (POA) e CooperRei (RJ). A comunidade de Campo Belo, em Nova Iguaçu (RJ), e a Cooperativa de Catadores de Material Reciclável Três Rios (Cotrecol), também ganharam uma nova biblioteca neste mês. A ação é realizada pela Rede Educare e patrocinada pela Ball Embalagens por meio da Lei Rouanet, de Incentivo à Cultura.

PublishNews, Redação, 28/11/2018

Caça ao judeu (Martins Fontes – Selo Martins, 460 pp, R$ 69) narra as aventuras do jornalista Tuvia Tenenbom, que circulou por Israel e pela Autoridade Palestina durante sete meses – em alguns momentos, com grave risco para a própria vida –, em busca das verdades não contadas da Terra Santa atual. Dos intelectuais auto-execradores de Tel Aviv aos executivos da OLP de Ramallah, interessados em se autopromover, dos judeus ultraortodoxos de Jerusalém, envoltos em trajes pretos, aos radiantes ativistas estrangeiros dos direitos humanos em Nablus, Tenenbom trava contato com os habitantes locais, passando a conhecê-los e desarmando a todos, enquanto divide o pão e se mistura com toda e qualquer pessoa. Alternadamente tocante, enfurecedor e de fazer rir, este livro expõe às claras a intensidade de uma terra turbulenta, pessoa por pessoa, cidade por cidade e refeição por refeição.

PublishNews, Redação, 28/11/2018

Em O livro completo da meditação (Companhia Editora Nacional, 272 pp, R$ 44,90 – Trad.: Henrique Monteiro), o leitor encontrará uma grande variedade de meditações ativas para lhe dar a oportunidade de realmente relaxar e liberar a tensão. Osho inclui diversas práticas baseadas no corpo ou relativas aos movimentos corporais, muitas vezes incorporando até a dança e mostra que, em vez de lutar contra sua mente, vale começar pelo seu corpo. Quando o corpo muda, a mente também mudará, ensina o autor. Com capítulos sobre o que é meditação, seus benefícios, sugestões aos meditadores, obstáculos, perguntas frequentes e os diversos tipos de meditações possíveis, o livro também é uma coletânea do que Osho compartilha em suas inúmeras palestras sobre o processo de iniciar e aprofundar a meditação.

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.