Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 14/11/2018
A psi7 Printing Solutions & Internet 7 S.A. é uma empresa de tecnologia na gestão de conteúdos que ajuda as empresas, sejam editoras ou indústrias, a propagar o seu conteúdo nos formatos impresso, áudio, dados ou eletrônico.
Revisora, copidesque e produtora editorial há mais de dez anos com experiência em todas as etapas da produção editorial.
Com mais de 20 anos de experiência na diagramação de livros, Julio Fado oferece um trabalho profissional, de qualidade e rápido. Além da diagramação de livros para impressão, ele também diagrama livros em formato digital.
PublishNews, Redação, 14/11/2018

Pesquisa Mensal de Comércio aponta queda na categoria Livros, Jornais, Revistas e Papelaria | © Telma KoboriO Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou nesta terça-feira (13) a sua Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) que aponta estabilidade nos números gerais desse segmento da economia no mês de setembro, em comparação com igual período de 2017. A categoria Livros, Jornais, Revistas e Papelaria, no entanto, apresentou recuo de 16,5% nas vendas frente a setembro de 2017. Segundo análise do órgão, o comportamento desta atividade vem sendo “influenciado pela contínua substituição dos produtos impressos pelo meio eletrônico e pelo fechamento de lojas físicas”. A PMC aponta ainda que essa categoria permanece no campo negativo desde março de 2014 e que entrou em um movimento de ladeira abaixo desde abril de 2018. Clique no Leia Mais e confira outros detalhes da pesquisa.

PublishNews, Redação, 14/11/2018

A Companhia das Letras sempre foi resistente a fazer vendas diretas ao consumidor. Afora as bienais do Rio e de São Paulo, sempre buscou parceiros – varejistas ou distribuidores – para fazer seus livros chegarem aos leitores. Mas isso tem mudado. Há um mês, abriu uma loja no marketplace da B2W. Inicialmente, eram apenas 80 títulos, mas, a partir desta quarta-feira (14), todo o seu catálogo estará disponível por lá. A empresa diz que as negociações para a entrada no marketplace começaram há dois anos e que, portanto, não teria a ver com a atual crise das livrarias. A Companhia não está sozinha nesse modelo de negócios. Editoras como Rocco, LeYa e Alaúde já operam no marketplace da B2W.

PublishNews, Redação, 14/11/2018

Acontece hoje, às 19h, na Unibes Cultural (Rua Oscar Freire, 2.500 – São Paulo / SP) o sétimo encontro UmLivro com PublishNews. Dessa vez convidamos Mariana Rolier, anunciada como a responsável pelas publicações da recém-chegada Storytel e que teve passagens por importantes casas como HarperCollins, Rocco e LeYa para contar como funciona a aquisição de direitos para a publicação de obras. Os bastidores das feiras internacionais, como são feitas as negociações e como funciona exatamente o trabalho dos publishers de aquisição estão entre os temas que serão discutidos no encontro. Mariana participou da aquisição de best-sellers como Marley & eu e A menina que não sabia ler e provavelmente vai ter muito o que compartilhar. Fruto da parceria com a UmLivro, plataforma que oferece diversas soluções de impressão por demanda e logística para as editoras, o evento é gratuito, mas é necessário se inscrever clicando aqui.

PublishNews, Marcio Coelho, 14/11/2018

Marcio Coelho, em primeiro plano, em uma de suas muitas selfies da noite de premiação do Jabuti 2018 Foi numa reunião com Vera Esaú, amiga de longa data, que surgiu o convite para a 60ª cerimônia do Prêmio Jabuti. Achei ótimo, mas não me animei muito no início, porque sei que as edições do evento tendem a ser longas. “Este ano será diferente, Marcio, mais dinâmico”, disse-me Vera, entre um café e uma ajeitada nos óculos. Tá bom, vou. Entramos no auditório e já começamos a ver os rostos amigos, os rostos conhecidos e o rosto desafeto. Balança positiva, seguimos entrando e, literalmente, esbarrando nas pessoas. Estava cheio. Oi. Olha lá o Francis. Sim. Gil, e aí, como vai? Ah, acabei de ver o Léo. Ao terceiro sinal subimos para a plateia. Ih, alá o Serginho Groisman. Nossa, ele está de tênis e terno. Adoro. Thiago de Melo visceral. Seguimos com a cerimônia que, de maneira emocionante, culminou com o livro do ano conquistado por Mailson Furtado Viana, com seu À cidade. Chorei. Coquetel, uma taça de espumante. Foto com Beto, meu aluno querido. Duas. Três. Canapés. Oi!!! Selfies. Quatro. Cinco. Que legal que foi a cerimônia, né? Legal estar aqui. Olha lá o Marcionilo. Seis. E aí, gostou? Selfies. Sete. Vamos ao Riviera depois daqui? Vamos. Muitos amigos, muita gente boa. O desafeto ainda estava lá, mas foi embora sozinho. Oito. Enfim. Depois de um tempo fora – em Porto alegre, pra ser mais exato – voltar a ver as pessoas queridas foi avassalador. O grande vencedor da noite foi eu. Que noite! Que premiação! Que felicidade por você, Mailson! Que noite! Ganhei, Jabuti! Obrigado. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra dessa coluna.

PublishNews, Redação, 14/11/2018

A Editora Aleph fez história na plataforma de financiamento coletivo Catarse e conseguiu financiar o projeto 2001: Uma Odisseia no Espaço – Edição Histórica de 50 anos, que homenageia a obra de Arthur C. Clarke em uma edição exclusiva para apoiadores. A campanha – que termina hoje, às 23h59 – já atingiu 112% da meta que era de R$ 374 mil, tornando-se o maior projeto editorial já financiado na plataforma. “Em um período no qual o mercado editorial passa por uma grave crise estrutural, que prejudica editoras, livrarias e os próprios leitores, ações como a que estamos fazendo no Catarse provam que ainda existem caminhos sustentáveis e criativos para a publicação de grandes obras”, conta Adriano Fromer, diretor editorial da Aleph. O livro virá com uma caixa, projetada pelo ilustrador João Ruas e pelo designer Marcelo Roncatti que trará uma releitura do HAL 9000, o robô sociopata que entrou para a história da cultura pop. Além disso, a caixa será acompanhada por um osso feito à mão, outro elemento simbólico da obra. "O financiamento coletivo para publicações – que já vem transformando a indústria dos EUA – é uma maneira inteligente de viabilizar títulos especiais das editoras e, principalmente, de permitir que os leitores se aproximem e participem da realização dos projetos", afirma Raíssa Pena, diretora de publicações da plataforma. A previsão é que o livro seja entregue em março de 2019 e a Aleph já prepara outros projetos para o Catarse.

PublishNews, Redação, 14/11/2018

O especialista em literatura infantil e juvenil, fundador do Instituto de Leitura Quindim e colunista do PublishNews, Volnei Canônica, junto com o ilustrador Roger Mello colocaram no Catarse o projeto da Biblioteca Quindim, cujo mascote é um rinoceronte inspirado no personagem Quindim criado por Monteiro Lobato. A ideia é entregar uma biblioteca de referência com mais de cinco mil livros premiados para crianças. O espaço também servirá de estudo para muitos professores, promotores de leitura, editores, pais e todos que estão interessados em dar acesso à educação de qualidade nas suas escolas, casas, editoras. Os interessados em colaborar com a construção do novo espaço podem ganhar vários brindes como cartazes, caderno personalizado e cartões postais com ilustrações de Roger Mello. O objetivo é arrecadar R$ 70 mil e faltando 36 dias para o fim da campanha, o projeto já alcançou 18% da meta.

PublishNews, Redação, 14/11/2018

O novo espaço cultural da editora Melhoramentos, a Casa melhoramentos (Rua Tito, 479 – São Paulo / SP), estará funcionando neste feriado e o público poderá conferir a exposição Os planetas de Ziraldo. Com curadoria de Daniela Thomas, filha do cartunista, e Adriana Lins, produtora e fotógrafa, a exposição tem como ponto de partida o fascínio de Ziraldo pelo universo. Seu encantamento resultou, ao longo dos anos, em várias obras editadas pela Melhoramentos, como a recente coleção Os meninos dos planetas e ainda FlictsO planeta lilás e O pequeno planeta perdido, que acabaram por inspirar a exposição que segue até 22 de dezembro. Daniela conta que a curiosidade do pai pelo tema começou quando ela ainda era pequena, no final dos anos 1960, junto com as primeiras explorações espaciais. Foi nesta época que surgiu a ideia do livro Flicts e que fala sobre a cor da Lua. A obra ganha destaque na mostra com uma história curiosa. Quando o astronauta Neil Armstrong esteve no Rio de Janeiro, Ziraldo providenciou uma versão do livro traduzida para o inglês. Armstrong, após ler o livro, confirmou: “The Moon is Flicts”. O bilhete original estará na exposição, assim como os rascunhos de Ziraldo. 

PublishNews, Redação, 14/11/2018

Uma história pelo meio (Positivo, 56 pp, R$ 43,90- Ilustração: Raquel Matsushita) foi publicado pela primeira vez em 1982 e já começa pelo meio, afinal, como lembra a autora, Elvira Vigna, ninguém sabe como as coisas começaram. Na obra, ela dá início a uma história que se desdobra em três, interligadas entre si, nas quais os personagens se entrelaçam de maneira livre. O livro começa e termina com páginas em branco, que também aparecem no meio da leitura e instigam o leitor a criar sua própria história, dando um novo começo ou até um novo fim para a narrativa. O texto provocativo de Elvira transita entre o real e o imaginário e a costura de histórias atenta o leitor para questões da natureza, como o comércio ilegal de aves e como isso afeta não apenas o meio ambiente, mas toda uma cadeia alimentar, que traz consequências para diversas outras áreas. De acordo com a editora, o livro é indicado para ser intermediado por um adulto a crianças em processo de alfabetização.

“Se pais e avós encontrassem tempo e espaço para lerem para suas crianças, possibilidades ilimitadas podem se desdobrar.”
Stephen Michael King
Escritor e ilustrador australiano
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
3.
O milagre da manhã
4.
Crença Inabalável
5.
Seja foda!
6.
Me poupe!
7.
O poder da ação
8.
Poesia que transforma
9.
O poder da autorresponsabilidade
10.
Felipe Neto - A vida por trás das câmeras
 
PublishNews, Redação, 14/11/2018

Agora pode chover (Melhoramentos, 32 pp, R$ 51 – Ilustração: Anna Cunha), de Celso Sisto, conta em prosa poética, a história de amor e afeto entre uma neta e seu avô, que transcende a vida. A obra propõe ao leitor uma reflexão: é possível conversar com alguém que a gente ama, mas que já foi embora? Embora para sempre? De mudança definitiva para as estrelas? Ao pegar uma libélula, Tatiana se lembra do avô Orlando, não com tristeza. Só com saudade. Tinha ficado combinado entre eles: “Quando você sentir a minha falta, olhe para o céu. Com certeza eu estarei voando perto de você”. O autor leva então, o leitor a descobrir junto com Tatiana, uma palavra mágica que derruba todas as fronteiras.

PublishNews, Redação, 14/11/2018

Catarina mudou de escola no começo do ano. Um belo dia, os colegas da escola antiga receberam uma carta dela contando suas impressões sobre o novo colégio. Animados – e cheios de saudade – todos resolveram responder. Mas um furo na bolsa do carteiro mudou o rumo das correspondências, que foram parar até no sapato da mulher gorila do parque. Os alunos começaram a receber respostas a suas cartas, dos mais diferentes tipos de pessoas: um velho motoqueiro, um surfista, uma chefe de cozinha, uma banda de cães, uma pilota de avião e até de uma rainha, mas a de Gildo não chegava nunca. Será que só ele vai ficar sem? É aí que seus amigos entram em ação, porque bons amigos têm sempre uma maneira especial para nos deixar felizes. A carta do Gildo (Brinque-Book, 32 pp, R$ 44) foi escrito e ilustrado por Silvana Rando.

PublishNews, Redação, 14/11/2018

Todo dezembro é a mesma coisa. Natalino fica ansioso pela chegada do Papai Noel, mas sua mãe adverte: nem adianta esperar que ele não vai conseguir deixar os presentes. A família tem muitos cachorros, como o Bom Velhinho iria sem ganhar uma mordida? Quando diz isso, a mãe de Natalino fica com os olhos muito tristes. Neste Natal, porém, o irmão mais velho do menino decidiu prender todos os cachorros nas árvores do quintal. Será que agora o Papai Noel vai conseguir chegar? Mas como sua mãe vai conseguir servir a ceia para ele, se não há quase nada na despensa? Escrito por Eliandro Rocha, Natalino (Escrita Fina, 48 pp, R$ 29,90 – Ilustração: Alexandre Rampazo) subverte as típicas histórias de provação do Natal para criar uma narrativa que também tem como ponto de partida a pobreza e o luto, mas que evolui a um otimismo nada pueril.

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.