Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 23/08/2018
Somos uma agência com experiência no mercado editorial e especializada em assessoria de imprensa e na produção de eventos destinados à conexão entre profissionais de diversas áreas.
Um agregador digital como a Bookwire, com tecnologia de ponta, informações ágeis e um painel de controle completo é fundamental para o sucesso de sua editora e de seus e-books. E agora toda esta tecnologia está disponível no Brasil.
Adaptamos seu valioso conteúdo para o universo digital com tecnologia de nível mundial. Na Hondana, o seu conteúdo é tratado da maneira que merece.
PublishNews, Leonardo Neto, 23/08/2018

Simulação de aplicação do letreiro da Leitura em loja da Bukz na rodoviária do Novo Rio | © DivulgaçãoO momento é de crise, mas, justamente por isso, Marcus Teles, diretor da rede mineira Leitura de livrarias, não quer tirar o pé do acelerador (e nem do chão). Ele fez as contas e decidiu que chega até o fim de 2018 com 70 lojas. Quatro delas já têm endereço certo. É que a Leitura assume, já a partir de setembro, duas das três lojas da Bukz, rede de livrarias instaladas em rodoviárias: a do Tietê, em São Paulo, e a do Novo Rio, na capital fluminense. A terceira loja da Bukz, a da Barra Funda, também em São Paulo, deve ter o letreiro da Leitura na sua fachada só em 2019. A Leitura, que já abriu uma loja no Galeão ganhou uma licitação e ficou também com uma área de Congonhas que antes era ocupada pela Laselva, falida em março passado. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 23/08/2018

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) está com inscrições abertas para a participação no estande coletivo do Brasil na Feira do Livro de Frankfurt 2018 (10 a 14/10). O estande, organizado pelo Projeto Brazilian Publishers, parceria da CBL com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), oferecerá toda a infraestrutura de atendimento, recados e serviço de internet, permitindo aos editores que se dediquem a fazer suas reuniões de negócios. As empresas apoiadas pelo BP na modalidade Full têm direito a um módulo gratuito, já as da modalidade Light têm um desconto exclusivo na aquisição do módulo, desde que todas levem, obrigatoriamente, um representante para a Feira, e as credenciais deverão ser compradas pelos próprios editores. O prazo de inscrições vai até 14 de setembro e para mais informações é só mandar e-mail para giulia@cbl.org.br.

PublishNews, Redação, 23/08/2018

O Museu Eufrásio Barbosa (Av. Doutor Joaquim Nabuco s/n), de Olinda (PE), foi construído entre os séculos XVII e XVIII para ser a Casa da Alfândega de Pernambuco. Depois disso foi uma fábrica de doces e, por fim, se tornou um centro cultural. Em 2014 fechou as portas para uma reforma e acaba de ser reinaugurado. Lá, no espaço, foi inaugurada uma livraria de 100 m² que vai abrigar a produção da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe). O projeto arquitetônico foi concebido para destacar a estrutura antiga do mercado em contraste com uma pegada mais moderna. O espaço faz parte da nova proposta da Cepe, que além de livraria se destinará também à promoção de eventos como oficinas e lançamentos literários.

PublishNews, Redação, 23/08/2018

Em uma iniciativa inédita, a Blooks Livraria e o Literaria, projeto de curadoria literária, lançam no fim do mês, uma série de palestras voltadas para o público de não leitores que sonha em se aproximar da literatura, pessoas que nunca sacaram o barato da literatura mas que, por algum motivo, se constrangem com isso ou intuem que há um tesouro nos livros que elas não acessam. O projeto Sociedade Secreta dos Não Leitores começa com seis palestras ministradas por especialistas sobre gêneros literário e os desafios que os leitores encontram, mas pretende também constituir uma sociedade secreta (afinal, ninguém precisa saber que você ainda não é um leitor), onde os participantes possam relatar abertamente as dificuldades que encontram (como achar chato ler), ter acesso a eventos lúdicos e estimulantes e descontos para, finalmente, decolar na literatura. A programação começa no dia 30 de agosto, com a palestra Poesia é chato mesmo ou tem algo de errado comigo?, com Fred Barbosa, e a próxima acontece no dia 13 com o tema Para que ler o livro, se eu posso assistir uma série ou filme?. Os encontros acontecem na Blooks do Shopping Frei Caneca (Rua Frei Caneca, 569 – São Paulo / SP) e o investimento para cada um é de R$ 120. Programação completa você encontra aqui.

PublishNews, Redação, 23/08/2018

O Instituto Estação das Letras (Rua Marquês de Abrantes, 177 – Rio de Janeiro / RJ) realiza no dia 1º de setembro, das 9h às 18h, o Ciclo Profissão: Escritor, com curadoria da editora Michelle Strzoda. A ideia é interagir com profissionais do mercado do livro, conversar sob o ponto de vista de autores, agentes literários, editores e jornalistas, e conhecer a dinâmica de empreender na escrita porque não basta ter uma história na cabeça e colocá-la no papel, é preciso entender como funciona o mercado de livros para fazer valer a elaboração de uma obra literária e trabalhar em um ou mais projetos editoriais. Os workshops, debates e conversas do ciclo refletem e estimulam ações ligadas à formação e profissionalização de escritores, destrincha as etapas da cadeia editorial – da concepção do projeto ao livro nas mãos do leitor, passando pela gestão, produção, empreendedorismo, viabilização e inovação – do início ao fim do processo. As inscrições estão abertas pelo e-mail iel@estacaodasletras.com.br ou pelo telefone (21) 3237-3947 e o investimento pode ser dividido em 2x de R$ 290.

PublishNews, Redação, 23/08/2018

Casa Guilherme de Almeida | © Elias GomesQuem gosta de literatura e de jogos de vídeo game não pode perder a palestra que a Casa Guilherme de Almeida (Rua Cardoso de Almeida, 1943 – São Paulo / SP) realiza nesta sexta (24), das 19h às 21h. O foco do encontro Literagames: da letra ao joystick, que será ministrado pelo game designer Luiz Carneiro, é a transposição de um texto literário para o jogo, como aconteceu com o jogo Alice Madness Returns, livremente baseado nos clássicos de Lewis Carroll. Carneiro é professor de semiótica, roteirização, novas mídias e games em graduações, pós-graduações e MBAs. Atua como game designer nas áreas de treinamentos corporativos e acadêmicos. A atividade faz parte do Ciclo Especial de Palestras sobre Tradução Intersemiótica, coordenada pelo Núcleo Cinematographos e pelo Centro de Estudos de Tradução Literária do museu. A série de palestras aborda adaptações de obras literárias para outros meios, como o cinema e os games.

PublishNews, Redação, 23/08/2018

O Sesc RJ realiza de 24 de agosto a 2 de setembro mais uma edição do projeto Palavra Líquida, evento literário que apresenta diferentes manifestações artísticas e suas interfaces com as letras. Em sua 4ª edição, o projeto acontece na unidade da Tijuca (Rua Barão de Mesquita, 539 – Rio de Janeiro / RJ) tendo como tema O Universo dos Quadrinhos. Além de bate-papos com grandes nomes dos quadrinhos brasileiro e mundial, haverá cursos, oficinas, exposições, espetáculos de teatro e música, exibição de filmes, entre outras atividades relacionadas com o tema. Entre os nomes internacionais confirmados para os bate-papos literários estão os ilustradores angolanos Tche Gourgel e Olímpio de Souza, criadores do Luanda International Cartoon Festival, e Nelson Dona, diretor do Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora, Portugal. Vencedor do Prêmio Eisner 2018 (o Oscar dos quadrinhos), o paulista Marcelo D’Salete está entre os brasileiros participantes, assim como Marcello Quintanilha, que recentemente teve seus quadrinhos adaptados para o cinema, no filme Tungstênio. Toda a programação é gratuita e está disponível clicando aqui.

PublishNews, Redação, 23/08/2018

A edição de agosto do jornal Cândido, editado mensalmente pela Biblioteca Pública do Paraná, tem como destaque um especial sobre a nova geração de escritores argentinos. O país, que perdeu recentemente um de seus autores mais brilhantes, Ricardo Piglia, morto em 2017, vê a literatura local andar a passos largos, com muitos de seus ficcionistas sendo traduzidos em diversas partes do mundo, inclusive no Brasil. É o caso de Selva Almada e Santanta Schweblin, cujas obras o escritor Carlos Henrique Schroeder destaca no ensaio que escreveu para a edição. Pedro Mairal, Miguel Vitagliano, Ricardo Zelarayán e Marcelo Birmajer são alguns dos nomes que merecem ser conhecidos no Brasil, segundo Schroeder. Ampliando a discussão sobre a nova literatura argentina, Ronaldo Bressane entrevista Daniel Link, um dos mais provocativos autores e acadêmicos argentinos e outro destaque da edição é a entrevista da série Os Editores, com Ivan Pinheiro Machado, fundador da editora gaúcha L&PM. Na conversa com o editor do Cândido, Luiz Rebinski, ele relembra os primeiros passos da empresa até chegar ao atual catálogo, com mais de 3 mil títulos. A ilustração da capa é assinada pelo artista Índio San.

“Livros são libertadores, são parte importantíssima de nossa memória externa, fora de nosso corpo biológico”
Nelson de Oliveira
Escritor brasileiro
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
3.
O milagre da manhã
4.
O poder da autorresponsabilidade
5.
Poesia que transforma
6.
Seja foda!
7.
Felipe Neto - A vida por trás das câmeras
8.
Combate espiritual
9.
Me poupe!
10.
Pai de menina
 
PublishNews, Redação, 23/08/2018

Leah odeia demonstrações públicas de afeto. Odeia clichês adolescentes. Odeia quem odeia Harry Potter. Odeia o novo namorado da mãe. Odeia pessoas fofas e felizes. Ela odeia muitas coisas e não tem o menor problema em expor suas opiniões. Mas, ultimamente, ela tem se sentido estranha, como se algo em sua vida estivesse fora de sintonia. No último ano do colégio, em poucas semanas vai ter que se despedir dos amigos, da mãe, da banda em que toca bateria, de tudo que conhece. E, para completar, seus amigos não fazem ideia de que ela pode estar apaixonada por alguém que até então odiava, uma garota que não sai de sua cabeça. Em Leah fora de sintonia (Intrínseca, 320 pp, R$ 34,90 - Trad.: Ana Rodrigues), de Becky Albertalli, sequência do sucesso Com amor, Simon, o leitor mergulha na vida e nas dúvidas da melhor amiga de Simon Spier. Em um livro só dela, mas com participações mais do que especiais dos personagens do primeiro livro, vamos acompanhar Leah em sua luta para se encontrar e saber com quem dividir suas verdades e seus sentimentos mais profundos. 

PublishNews, Redação, 23/08/2018

Escrito em forma de diário, Confissões de uma garota desastrada (Rocco, 320 pp, R$ 44,90 - Trad.: Sofia Soter), de Emma Chastain, relata um ano na vida de Chloe Snow e sua chegada ao ensino médio. Estão lá os típicos dilemas de uma adolescente às voltas com o amadurecimento, as amizades e os amores. Para Chloe, a vida dela é um verdadeiro desastre: ela nunca beijou uma outra pessoa, está apaixonada pelo veterano mais desejado da escola e sua melhor amiga não tem mais nada a ver com ela. Para completar, sua mãe se mudou para o México de repente, deixando a menina sozinha com o pai. Quando as aulas começam, Chloe resolve participar do teste para o coral da escola. Não que ela queira muito, mas os veteranos mais bonitos estão lá, inclusive Mac. Subitamente, isso se torna uma questão muito importante, ainda mais quando a mãe resolve ficar mais do que os prometidos quatro meses no México e o pai parece ter que trabalhar tarde quase todos os dias. Divertido, sensível e emocionante, o livro é uma espécie de Diário de Brigitte Jones para jovens, capaz de arrancar lágrimas e gargalhadas a cada página.

PublishNews, Redação, 23/08/2018

Jennifer E. Smith volta às prateleiras com uma história sobre primeiro amor e perdas. Em Sorte grande (Galera / Record, 384 pp, R$ 44,90 - Trad.: Alda Lima), a protagonista Alice não acredita muito na sorte: quando criança, seus pais morreram com treze meses de diferença, nos dias 13 de julho e 13 de agosto. Ela foi morar com os tios, e seu primo Leo logo virou melhor amigo. Junto com Teddy, eles formam um trio inseparável desde crianças. Mas a questão é que, há pouco mais de três anos, Alice está completamente apaixonada por Teddy. No aniversário de 18 anos do menino, Alice decide dar um presente, quase como piada: um bilhete de loteria. Os números contam a história deles: há quantos anos se conhecem, datas de aniversários, endereços e o famigerado 13.  Mas a sorte desta vez se vira a favor deles, e Teddy ganha uma bolada de US$ 150 milhões. No auge das comemorações, no entanto, um beijo ameaça mudar toda a dinâmica de amizade da dupla. Além disso, com tanto dinheiro em jogo, os personagens entram numa espiral de realizações de sonhos, loucuras e também muitas dores de cabeça.

PublishNews, Redação, 23/08/2018

Carter é mais habilidoso do que imagina, mas ele não acredita em mágica de verdade. Quando os pais do garoto desaparecem, seu tio Velhaco o obriga a viver de trapaças nas ruas – até que Carter resolve escapar. Ao fugir, porém, ele jamais esperava encontrar amigos e magia numa cidadezinha pacata da Nova Inglaterra. Mas, como num passe de mágica, tudo muda assim que o ambicioso B. B. Bosso e sua trupe de palhaços ladrões chega tocando o terror no lugar. Depois de um fatídico encontro com Dante Vernon, o provedor local de truques de mágica, Carter encontra outros cinco jovens ilusionistas. Com trabalho em equipe e muita magia, eles farão de tudo para livrar a cidade das garras de Bosso. Os seis arteiros mágicos descobrirão, juntos, a amizade, a aventura e a autoconfiança nesta nova série que vai além de qualquer truque. Os arteiros mágicos (Plataforma 21 / V&R, 260 pp, R$ 39,90 - Trad.: Guilherme Miranda) é o primeiro livro da série escrita por Neil Patrick Harris.

PublishNews, Redação, 23/08/2018

Cecília acabou de completar 18 anos e sua vida está longe de entrar nos trilhos. Depois de perder seu primeiro emprego e de ter uma briga terrível com a mãe, a garota decide ir passar uns tempos na casa da melhor amiga, Iasmin. Lá, se aproxima de Bernardo, o irmão mais velho da amiga, e logo os dois começam um relacionamento. Apesar de estar encantado por Cecília, Bernardo esconde seus próprios traumas e ressentimentos, e terá de descobrir se finalmente está pronto para se comprometer. Cecília, por sua vez, precisará lidar com uma série de inseguranças em relação ao corpo — e com a instabilidade de sua própria mente. Céu sem estrelas (Seguinte / Companhia das Letras, 360 pp, R$ 39,90), de Iris Figueiredo fala sobre encontrar sua força mesmo quando não há esperanças.

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.