Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 22/06/2018
A psi7 Printing Solutions & Internet 7 S.A. é uma empresa de tecnologia na gestão de conteúdos que ajuda as empresas, sejam editoras ou indústrias, a propagar o seu conteúdo nos formatos impresso, áudio, dados ou eletrônico.
Revisora, copidesque e produtora editorial há mais de dez anos com experiência em todas as etapas da produção editorial.
Com mais de 20 anos de experiência na diagramação de livros, Julio Fado oferece um trabalho profissional, de qualidade e rápido. Além da diagramação de livros para impressão, ele também diagrama livros em formato digital.
PublishNews, Leonardo Neto, 22/06/2018

Quem olhar só para o topo da Lista dos Mais Vendidos do PublishNews das últimas semanas vai perceber uma certa estabilidade. Nas últimas semanas, a configuração do pódio mudou muito pouco. Das sete semanas, uma única fugiu da sequência: As aventuras na Netoland com Luccas Neto (Pixel Ediouro) em primeiro lugar; A sutil arte de ligar o foda-se (Intrínseca) em segundo e O milagre da manhã (BestSeller / Record) em terceiro. Isso permanece nessa semana. Apesar dessa pasmaceira no pódio, a Lista, que apresenta crescimento de 1% nos números gerais de venda na comparação com a semana passada, veio recheada de novidades. Foram oito no total. O destaque vai para Atenção: o maior ativo do mundo (Gente), que teve 4.577 exemplares vendidos na semana e abocanhou a primeira posição da lista de Negócios e a quarta da Lista Geral. Nada mal para uma estreia. Quem debutou nessa semana também foi Rita Lee e o seu FavoRita (Globo Livros). Foram 541 cópias vendidas, número suficiente para garantir a 11ª posição da Lista de Não Ficção. Em Infantojuvenil, de novo, merece destaque a Ciranda Cultural, que colocou mais três livros na lista e já ocupa a terceira posição do Ranking Geral das Editoras de 2018. Isso é importante de se observar porque a Ciranda, que se fez no ramo do porta a porta e de eventos e feiras, tem conquistado seu lugar ao sol das livrarias nos últimos dois anos. A redação do PublishNews foi olhar. Em 2016, tinha apenas um livro na lista. Em 2017, subiu para quatro títulos e agora está empatada com Grupo Companhia das Letras e Gente na terceira posição, com 28. Isso é o que pode se chamar de escalada. Clique no Leia Mais e confira outros destaques da lista.

PublishNews, Redação, 22/06/2018

Nas últimas semanas, os assinantes do PublishNews acompanharam uma grande polêmica envolvendo o Prêmio Jabuti 2018. Críticas ao novo formato do prêmio feitas por Volnei Canônica em sua coluna reverberaram no meio literário e a polêmica culminou no pedido de demissão de Luiz Armando Bagolin, até então curador do Jabuti. No começo dessa semana, a CBL chamou para a mesa de discussões a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) e a Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil (AEILIJ) e dessa reunião saiu um acordo em que as três entidades se comprometem a realizar um documento de cooperação com o objetivo de aprimorar o regulamento no que diz respeito às categorias Infantil, Juvenil e Ilustração. Mas isso só terá efeito na edição de 2019 do prêmio. No início dessa semana, a CBL já tinha comunicado aos criadores da literatura infantil e juvenil que acatava as sugestões apresentadas, mas que qualquer mudança para esta edição de 2018 era inviável. “Após cuidadosa análise junto aos conselheiros, auditores externos contratados e ao departamento jurídico da CBL, avaliamos a possibilidade de implementar as modificações sugeridas ainda este ano, o que se mostrou tecnicamente inviável”, comunicou a Câmara. Paralelo a essa discussão, a Cátedra Unesco de Leitura da Puc Rio também se pronunciou a respeito das polêmicas em uma carta aberta que pode ser conferida na íntegra clicando aqui

PublishNews, Andre Palme, 22/06/2018

Ontem o Instagram fez dois anúncios muito importantes: o primeiro, mega relevante, mas que não é assunto desse artigo é a marca de um bilhão de usuários; já o segundo é uma nova plataforma de vídeo, chamada IGTV. Rapidamente explicando o que é o IGTV - Instagram TV. Até então o Instagram não permitia vídeos superiores a um minuto na plataforma, o que não o tornava a plataforma principal de vídeo para a maioria dos creators e que, consequentemente, tornava o YouTube a ferramenta natural para criadores de conteúdo que tem o vídeo como seu principal formato. Pois bem, agora você (sim, qualquer usuário) pode subir vídeos de até 1 hora para contas verificadas e 10 minutos para o restante dos usuários, direto no Instagram, que aparecerão para seus seguidores/amigos. Foi lançado também um App isolado, chamado de IGTV, mas se você não quiser baixá-lo, pode acessar direto pelo seu Instagram. Mas aí você pensa: valeu cara, obrigado por me atualizar sobre essa nova ferramenta. Mas o que isso tem a ver com livros? Clique no Leia Mais e veja algumas lições que o Instagram pode dar aos editores de livros.

PublishNews, Redação, 22/06/2018

Na semana que vem, de 29 de junho a 1º de julho acontece a 2ª edição da FLIPOP - Festival de Literatura Pop. Criado pela Editora Seguinte, selo jovem do Grupo Companhia das Letras, o evento também contará com a participação de outras nove editoras: D'Plácido, Duplo Sentido, Hoo, Globo Alt, Planeta do Brasil, Morro Branco, Plataforma 21, Qualis e Todavia. A Flipop 2018 é um festival literário voltado para os jovens leitores e contará com 38 convidados divididos em mais de 28 mesas de bate-papos e atividades. Além das mesas, haverá encontro de fandom, dicas de escrita, distribuição de brindes exclusivos, conversas sobre Wattpad, fantasia, representatividade e muito mais. O evento acontece no Centro de Convenções Frei Caneca, localizado no 4º andar do Shopping Frei Caneca (Rua Frei Caneca, 569 - São Paulo /SP) e a abertura acontece às 12h30 do dia 29, seguido pelos primeiros bate-papos: Do Wattpad para as prateleiras, com a participação de Bruna Fontes, Mary C. Muller e Mel Geve e a mesa As várias vozes do Brasil, com a participação de Jarid Arraes, Roberta Spindler e Socorro Acioli. Os ingressos e a programação completa estão disponíveis no site do evento.

PublishNews, Redação, 22/06/2018

© Felipe CavalcanteO autor e ilustrador Roger Mello e Felipe Cavalcante lançam neste sábado (23), às 15h, nas Livraria NoveSete (Rua França Pinto, 97 – São Paulo / SP), o livro Clarice (Global, 124 pp, R$ 59,90). Na obra, Roger apresenta por meio da ficção as observações de duas crianças que vivenciaram a ditadura militar. O autor entrega no olhar curioso da menina Clarice os questionamentos de diferentes gerações sobre o exercício de poder do adulto, sobre os medos, as contradições, as fugas e a opressão. Além de autografar a obra, autor e ilustrador irão participar de um bate-papo com os leitores sobre o processo criativo e a importância da obra para a atual conjuntura política. A entrada é gratuita.

PublishNews, Redação, 22/06/2018

A PanaPaná Livraria Infantil (Rua Leandro Dupret, 396 – São Paulo / SP) recebe neste sábado (23) a autora Jaqueline Conte, de Curitiba, para uma manhã de atividades poéticas a partir de seu livro de poemas Na casa amarela do vovô, Joaninja come jujubas. A obra traz 28 poemas para crianças, com uma proposta diferente e interativa. As crianças são convidadas a fazer sua própria versão dos poemas, em forma de imagem, na página ao lado de cada texto. Com orelha assinada pelo editor Jiro Takahashi, o livro está em sua terceira edição. O evento gratuito começa às 10h e termina às 12h.

PublishNews, Redação, 22/06/2018

A Biblioteca Pública do Paraná (Rua Cândido Lopes, 133 – Curitiba / PR) está com inscrições abertas para mais uma edição do curso de recuperação de livros infantis organizado pela Associação dos Amigos da Biblioteca Pública do Paraná (AABIPAR). Ministrado por Bety de Luna, especialista em conservação de bens culturais móveis, o curso ensina técnicas para recuperação de livros em caderno único com capa flexível e capa dura com lombo danificado. As aulas acontecem nos dias 30 de junho e 7 de julho, das 9h às 18h. Os valores da taxa de inscrição são de R$ 250 para associados à AABIPAR e R$ 300 para não associados e podem ser parcelados em até três vezes no cartão. Para participar é necessário se inscrever, até hoje, pelo e-mail amigosdabppr@gmail.com.

PublishNews, Redação, 22/06/2018

Josie Jardim | © Redes SociaisEsta semana, a revista Análise Executivos Jurídicos e Financeiros divulgou os nomes dos advogados mais admirados no mundo corporativo e a escolhida foi Josie Jardim, diretora jurídica da Amazon. A votação contou com a participação de quase 600 diretores jurídicos da maioria das capitais brasileiras, e cada um deles apontou três nomes dentre duas mil empresas citadas na última edição da Análise: Maiores Empresas do Brasil. Segundo a Universa Uol, Josie criou em 2009 o Jurídico de Saias, um portal que hoje reúne mais de 1,4 mil advogadas que atuam em departamentos jurídicos de empresas, associações e entidades sem fins lucrativos. O objetivo é fortalecer o protagonismo e desenvolver novas lideranças femininas no meio jurídico brasileiro. Neste ano, Josie divide o pódio da pesquisa com Elias Marques de Medeiros Neto, diretor jurídico do Grupo Cosan, mas dos 44 nomes que aparecem no ranking, apenas 17 são mulheres.

“O livro não está aí para padronizar coisas e sim, para, através da ficção, ou dos ensaios, expandir pensamentos e pontos de vista”
Roger Mello
Escritor e ilustrador brasileiro
1.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
2.
A sutil arte de ligar o foda-se
3.
O milagre da manhã
4.
Atenção : o maior ativo do mundo
5.
Combate espiritual
6.
Felipe Neto - A vida por trás das câmeras
7.
Seja foda!
8.
O poder da autorresponsabilidade
9.
Me poupe!
10.
Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente
 
PublishNews, Redação, 22/06/2018

Quem tem medo do feminismo negro? (Companhia das Letras, 152 pp, R$ 29,90) reúne um longo ensaio autobiográfico inédito e uma seleção de artigos publicados por Djamila Ribeiro no blog da revista CartaCapital, entre 2014 e 2017. No texto de abertura, a filósofa e militante recupera memórias de seus anos de infância e adolescência para discutir o que chama de “silenciamento”, processo de apagamento da personalidade por que passou e que é um dos muitos resultados perniciosos da discriminação. Foi apenas no final da adolescência, ao trabalhar na Casa de Cultura da Mulher Negra, que Djamila entrou em contato com autoras que a fizeram ter orgulho de suas raízes e não mais querer se manter invisível. Desde então, o diálogo com autoras como Chimamanda Ngozi Adichie, bell hooks, Sueli Carneiro, Alice Walker, Toni Morrison e Conceição Evaristo é uma constante. Muitos textos reagem a situações do cotidiano — o aumento da intolerância às religiões de matriz africana; os ataques a celebridades como Maju ou Serena Williams – a partir das quais Djamila destrincha conceitos como empoderamento feminino ou interseccionalidade. Ela também aborda temas como os limites da mobilização nas redes sociais, as políticas de cotas raciais e as origens do feminismo negro nos Estados Unidos e no Brasil.

PublishNews, Redação, 22/06/2018

Friedrich Engels, no discurso fúnebre em homenagem a Marx, em 17 de março de 1883, proclamou: “Seu nome viverá através dos séculos, e com ele a sua obra!” Desbravar um mundo novo no século XXI (Anita Garibaldi/Fundação Maurício Grabois, 520 pp, R$ 50) demonstra que, transcorridos dois séculos do nascimento de Marx, o vaticínio de Engels se confirma incontestavelmente. Nesta obra, 28 autores(as) – de diferentes gerações, de áreas distintas das ciências, cada qual com seu repertório e talento – ofereceram artigos que, no seu conjunto, evidenciam a atualidade e a vitalidade das múltiplas faces da teoria revolucionária de Marx. O livro se insere, e contribui na consecução de grandes tarefas que desafiam o movimento transformador e revolucionário na contemporaneidade: Desenvolver e enriquecer o marxismo, metódica e criativamente utilizá-lo para desvendar a complexidade do capitalismo contemporâneo e fortalecer os processos nacionais de conquista e construção do socialismo.

PublishNews, Redação, 22/06/2018

O livro A filosofia de Merlí (Faro Editorial, 320 pp, R$ 44,90) é uma obra interativa da série com centenas de questões para o fazer o leitor pensar, nas palavras dos autores, Hector Lozano e Rebecca Beltrán: “Este livro não vai mudar a sua vida. Este livro não contém verdades absolutas… nem grandes mentiras. Mas ele fará você abrir os olhos e o libertará de preconceitos (se ainda tiver algum). Este livro fará que você se farte, se revolte e que repense muitas das suas certezas”. Merlí é um professor fora dos padrões, que com seu jeito controverso e verdadeiro conseguiu despertar em seus alunos a paixão pela filosofia. E neste livro interativo o mesmo vai acontecer com o leitor. Merlí ensina a lidar com nossas experiências, reconhecê-las, e torná-las positivas. Não existe certo ou errado, existe a sua experiência com o pensamento e o questionamento, e este livro vai te guiar nessa viagem de conhecimento.  A obra abre cada capítulo dedicado a um filósofo, de Sócrates, Platão e Epicuro, a Focault, Nietszche, Kant e muitos outros.

PublishNews, Redação, 22/06/2018

O que reúne a morte de um pai sob um céu sem estrelas, um jardim da infância, as fragrâncias de um champanhe de 1921, o porco-espinho dos ciganos, a concha de um molusco, a enguia do Mar dos Sargaços, um verme parasita, o vinho biodinâmico, a poesia dos povos sem escrita, uma máscara africana, feijões saltadores, acácias que se comunicam entre si, um filósofo zoófilo, vegetarianos exploradores de galinhas, porcos industrialmente criados, um pároco ateu, um materialista morto de indigestão por patê de faisão, uma pintura parietal, um alinhamento de pedras, uma festa indígena do sol, uma igreja católica, anjos e cometas, os buracos negros, a música repetitiva, entre outros fragmentos de uma Breve enciclopédia do mundo? O Cosmos (Martins Fontes – Selo Martins, 528 pp, R$ 89. Esta obra, que Michel Onfray afirma ser "seu primeiro livro", propõe uma filosofia pessoal da natureza. Contemplar o mundo, compreender seus mistérios e as lições que ele oferece, resgatar as intuições fundadoras do tempo, da vida e da natureza tal é a ambição de Cosmos, que reata o ideal pagão de uma sabedoria humana em harmonia com o mundo.

PublishNews, Redação, 22/06/2018

Pouco comentado e publicado no cenário brasileiro, o pensamento de Henri Maldiney trata de aspectos filosóficos e históricos do universo da arte, levantando questões próprias do campo da estética e da história da arte. Em Fenomenologia e arte (Edusp, 304 pp, R$ 64), uma espécie de apresentação da passagem do pensador francês pelo Brasil e de introdução ao seu pensamento, Nelson Aguilar reúne conferências, entrevistas, texto de catálogo e ciclo de palestras proferidas por Maldiney em 1989 no programa de Pós-Graduação de História da Arte do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp. Em função do ineditismo da publicação no Brasil, o livro traz ainda uma introdução do filósofo francês Jean-Louis Chrétien, responsável pela apresentação da reedição das obras completas de Henri Maldiney publicadas pelas Éditions du Cerf, na qual procura dimensionar para o leitor a importância teórica de Maldiney para as artes.

PublishNews, Estevão Ribeiro, 22/06/2018

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.