Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 29/03/2018
Gráfica digital para pequenas tiragens e POD (Print On demand). Pronta para atender às necessidades de prazos curtos, possui estrutura de impressão digital e logística com qualidade e preços.
A Bookmarks é uma empresa que oferece soluções editoriais para autores e editoras. Desenvolve projetos gráficos de capas de livros, artes para brindes, marcadores, criamos e desenvolve sites e faz diagramação de livros impressos e digitais.
Capista de livros. Há mais de 20 anos desenvolve trabalhos gráficos para os mais variados setores. Só paga se for usar a capa.
PublishNews, Redação, 29/03/2018

Pela primeira vez, serão comprados livros de literatura dentro do âmbito do PNLD | © Eduardo AignerO Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) publicou, finalmente, o edital que determina as regras para a compra de livros do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD) de 2020. Havia uma grande expectativa com relação a esse edital já que ele apresenta a grande novidade que é a inclusão da compra de livros de literatura no âmbito do PNLD. O edital é referente à compra de livros – didáticos e de literatura – para os anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano). Poderão ser comprados livros de literatura tanto em língua portuguesa quanto em língua inglesa. O edital prevê, conforme o FNDE já havia anunciado em audiências públicas, formatos fixos (205 mm x 275 mm; 270 mm x 270 mm ou 135 mm x 205 mm) e qualidade do papel (cuchê fosco com gramatura entre 76,8 e 83,2 gr/m²) para os livros de literatura. Essas especificações, segundo o órgão, servem para padronizar as obras, o que facilita na negociação e no transporte dos livros. Nas duas audiências públicas, Rossieli disse que haveria um "edital transitório" para a compra de livros de literatura para a Educação Infantil, os anos iniciais do Ensino Fundamental e para o Ensino Médio. No entanto, até agora esse edital não foi publicado. Clique no Leia Mais para ter acesso a detalhes do edital.

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Foi pautado, na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor o Projeto de Lei 106/2017 que propõe mudanças na Lei de Diretrizes e Bases da Educação para vedar o apelo ao consumo nos estabelecimentos de ensino brasileiro. Os debates acontecem no próximo dia 4. Na prática, a proposta, se aprovada, vai impedir todo e qualquer tipo de comércio dentro de escolas públicas ou privadas no Brasil, inclusive ações de divulgação e feiras de livros. A relatoria do projeto nessa comissão está com o senador Cristovam Buarque que apresentou parecer favorável à lei. 

PublishNews, Redação, 29/03/2018

© Kraw PenasA Biblioteca Pública do Paraná (Rua Cândido Lopes, 133 – Curitiba / PR) inaugurou esta semana, a segunda etapa da modernização de sua sede. O projeto que cursou R$ 2,5 milhões foi viabilizado pela Renaut, parceira da instituição. “Estamos construindo um novo significado para a palavra 'biblioteca', que não é só um espaço de silêncio e de estudo. A biblioteca é um espaço de vida”, frisou o diretor da BPP, Rogério Pereira. O projeto, feito pelo arquiteto Manoel Coelho, inclui a revitalização das salas destinadas à Literatura, Periódicos, Multimeios e Infantil que receberam novo mobiliário, iluminação e pintura. Além disso, os funcionários ganharam uma nova cantina e os banheiros foram reformados. A terceira etapa da revitalização contará com R$ 1,8 milhão da Renaut e outros R$ 2 milhões do orçamento da própria BPP.

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas | © Rossmaly BorgesAbrindo o calendário nacional de festivais do gênero no Brasil, o Flipoços (28/04 a 6/05) ampliou sua programação e contará com o reforço da Casa Philos durante alguns dias do evento. A casa que leva o mesmo nome da revista literária foi pensada para incluir todos os públicos e proporcionar debates. “Dentre os destaques da Casa Philos teremos atividades de masterclass de escrita criativa, crítica literária e artes visuais, de modo que todo o material produzido pelos visitantes e participantes da nossa programação será publicado em um caderno especial da revista em homenagem ao evento”, destacou Jorge Pereira, editor da revista. Segundo a curadora do festival literário, Gisele Corrêa Ferreira, a oportunidade em trazer esse novo formato de “casa” amplia as possibilidades do Festival e oferece uma programação paralela de alto nível para um público mais específico. As atividades da Casa acontecerão entre os dias 3 e 6 de maio, na Sala Cassino, no segundo piso do Museu Histórico de Poços de Caldas, ao lado do espaço Cultural da Urca.

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Realizado pela Fundação Editora da Unesp e pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PROPG), o Programa de Edição de Textos de Docentes da Unesp irá receber originais de autoria individual ou coletiva até o dia 15 de maio. O programa, que já publicou vários títulos, dos quais dois já receberam o Prêmio Jabuti, tem como meta editar até dez livros nas três áreas do conhecimento: humanas, biológicas e exatas. A divulgação dos títulos selecionados será feita no dia 10 de outubro e o edital completo, a Ficha de Inscrição e a Ficha de Cadastro para download, estão disponíveis no site da Editora

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Na próxima quinta (5), a LabPub, escola de cursos voltados para a área editorial, realiza mais uma masterclass. Dessa vez o tema será Domínio Público: o caso ‘O Pequeno Príncipe’, que abordará os aspectos da lei analisando um caso real. A sócia-diretora da Trevisan e professora na LabPub do curso Direitos Autorais e Administração de Contratos, Sintia Mattar, irá apresentar os aspectos envolvidos, as soluções encontradas e como a lei foi aplicada nesse caso específico. Além disso, os participantes poderão interagir durante a aula, esclarecendo questões sobre o tema. A aula é gratuita e acontece das 17h30 às 18h30, no formato a distância com transmissão ao vivo. Para se inscrever é só clicar aqui

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Para quem deseja escrever contos, o Instituto Estação das Letras (Rua Marquês de Abrantes, 177 – Rio de Janeiro / RJ) começa na próxima segunda (2), a Oficina do conto: Concepção e técnica. O curso abordará diversas possibilidades criativas da concepção do conto, por meio da leitura e análise de contos de escritores brasileiros e estrangeiros. O aluno também escreverá seus contos a partir de exercícios propostos em sala, considerando os elementos da narrativa, como estrutura, personagens e narrador, entre outros. A oficina será ministrada pela mestre em estudos de literatura, Claudia Lage, e as aulas acontecem até 25 de junho, sempre às terças-feiras, das 18h45 às 20h45. O investimento pode ser dividido em três vezes de R$ 400.

PublishNews, Redação, 29/03/2018

A partir da próxima quarta (4), o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc (Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – São Paulo / SP) realiza uma Oficina de crônica que seguirá até o dia 25 de abril. Nas aulas, ministradas pela escritora, editora e jornalista, Silvana Salerno, serão apresentados os diversos tipos de crônicas e sua história no Brasil e no mundo, assim como a diferença entre conto e crônica. Os alunos irão ler e analisar diversos cronistas brasileiros, de Joaquim Manuel de Macedo e Machado de Assis aos contemporâneos, assim como observar as particularidades do texto: humor, lirismo, fluência, leveza, sátira, crítica e o elemento surpresa. A partir desta introdução, a oficina se torna essencialmente prática, com atividades de escrita visando a criação, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento das crônicas redigidas. As aulas acontecem sempre às quartas, das 14h às 17h e o investimento é de R$ 60. Informações e inscrições pelo site do Sesc.

“Fui escrevendo, publicando e, quando me dei conta, tinha leitores. Aí vi que já tinha virado escritora.”
Ana Maria Machado
Escritora brasileira
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Combate espiritual
3.
Ainda sou eu
4.
Sapiens
5.
A parte que falta
6.
Outros jeitos de usar a boca
7.
Propósito
8.
O que o Sol faz com as flores
9.
Seja foda!
10.
Crer ou não crer
 
PublishNews, Redação, 29/03/2018

Nas obras de Paulo Coelho não faltam personagens fortes. São homens e mulheres que, para encontrar seu próprio caminho, precisam enfrentar a sociedade e, muitas vezes, eles mesmos. A protagonista de A bruxa de Portobello (Paralela / Companhia das Letras, 320 pp, R$ 34,90), Athena, faz parte desse grupo especial. Para contar sua história, Paulo Coelho recorre ao relato de diversas pessoas que a conheceram e conviveram com ela. Assim, sua vida aos poucos se revela, e o leitor constrói uma personagem forte, decidida a ir atrás da verdadeira história de sua mãe biológica. Como encontramos a coragem para sermos sempre verdadeiros com nós mesmos – mesmo se não temos certeza de quem somos? – é a questão central deste romance com pitadas de amor, paixão, sacrifício e felicidade. Junto com a obra, a Paralela relançou a ficção Na margem do Rio Piedra eu sentei e chorei (222 pp, R$ 29,90) e o livro de contos, Maktub (192 pp, R$ 29,90).

PublishNews, Redação, 29/03/2018

O romance O incêndio (Folhas de Relva, 200 pp, R$ 36), de Alexandre Staut, tem como personagem Antonio, funcionário de uma biblioteca decadente que está prestes a ser desativada. Em seu texto na orelha do livro, Leonardo Tonus explica. “Na obra, o universo dos livros é pretexto para uma viagem literária que coloca em relevo toda a complexidade de nossa banal existência: a camaradagem dos ambientes das salas de aula, nossas frustrações adolescentes, a descoberta da sexualidade e do desejo homoerótico, e, por fim, a paixão pela literatura”. O livro traz dois incêndios. Um real e outro implícito, que diz respeito ao tema da adolescência gay. Entre as cenas da escola, o narrador relembra um tempo perdido em que tenta assimilar o seu desejo pelos colegas em campos de futebol  e em aulas de ciência, e a fuga para os livros.

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Mãe, esposa, escritora e feminista, Jessica Valenti tem muita coisa para contar. Em sua autobiografia Objeto sexual (Cultrix / Pensamento, 232 pp, R$ 37), ela traz um relato sincero sobre momentos dolorosos, traumatizantes, às vezes engraçados e outros até ilegais, que moldaram sua adolescência e a idade adulta e explora o preço que o machismo cobra na vida das mulheres. Na infância e adolescência havia a insegurança de sair sozinha e ser assediada na rua ou no metrô, e na juventude, os namoros abusivos. Na atual vida adulta ela lida com a perseguição e ameaças, direcionadas a ela e até sua família, por ser uma figura pública que levantar a bandeira dos direitos das mulheres. Objeto sexual é um diário pessoal com cenas fortes, sem cortes, narradas de forma honesta.

PublishNews, Redação, 29/03/2018

Escrever corretamente ainda é um desafio para os brasileiros. Ainda mais porque muita gente imagina que aprender português é uma coisa chata. O livro Não erre mais! (Matrix, 568 pp, R$ 69) voltou com uma nova edição atualizada para mostrar que aprender nossa língua de forma culta nem é tão difícil quando parece e pode até ser divertido com os comentários humorados do autor. Durante a obra, o professor Luiz Antonio Sacconi tira dúvidas e dá explicações sobre acentuação, pontuação, sintaxe e regência do nosso idioma. Luiz ainda explica que 'a norma culta' é “aquela exigida em concursos e provas e redações de todas as universidades brasileiras, e conhece-las é absolutamente necessário para viver, mas é fundamental para conviver”.

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.