Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 23/11/2021
Há mais de 50 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial
PublishNews, Redação, 22/11/2021

Lino Arruda segura o seu Coelho de Prata do Prêmio MixLiterário 2021 | Redes sociais do autorForam anunciados, neste domingo (21), os vencedores do Prêmio MixBrasil. Na categoria Literatura, o ganhador foi a graphic novel Monstrans, de Lino Arruda. O livro teve edição do autor e apoio do programa Rumos, do Itaú Cultural. Neca + 20 poemetos travessos (O Sexo da Palavra), de Amara Moira, ganhou menção honrosa e Último dia do amor, de Brunow Camman, levou o Prêmio Caio Fernando Abreu de Literatura. O livro inédito ganhará edição pela Reformatório. Fizeram parte do júri Cecília Floresta, Alexandre Staut e Thati Machado. O prêmio concedido pelo Festival Mix Brasil busca dar reconhecimento a obras de ficção que tematizam vivências e questões específicas da comunidade LGBTQIA+.

PublishNews, Redação, 23/11/2021

A editora Morro Branco está com três vagas abertas. A primeira delas é para o cargo de assistente editorial. É preciso ter formação em Letras ou Editoração, inglês avançado e experiência em editoras, revisão de texto e conhecer as etapas de produção editorial. As funções do cargo incluem contratar freelancers; controlar cronograma de produção das obras; revisar capas, miolos e paratextos; revisar e-books e dar apoio ao marketing e ao comercial. A segunda vaga é para estágio no editorial. É preciso ser estudante de Letras ou Editoração a partir do 3º ano, ter inglês avançado e dominar o pacote Office e Adobe Acrobat. O contratado fará a solicitação de ISBN, além de bater emenda, fazer checklists em capas e miolos e atualizar planilhas de controle. Já a terceira vaga é para coordenador financeiro que atuará nas atividades de contas a pagar e receber, crédito e cobrança, tesouraria. As funções do cargo também incluem o acompanhamento do fluxo de caixa, elaboração de relatórios financeiros e manter contato com clientes. É preciso ter formação superior em Administração, Economia, Ciências Contábeis; domínio do pacote Office, inglês e facilidade em trabalha em equipe. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail contato@editoramorrobranco.com.br indicando no assunto o nome do cargo desejado. As informações completas de cada vaga estão nos links correspondentes.

PublishNews, Redação, 23/11/2021

Está marcada para o dia 11 de dezembro a eleição do Conselho do Plano Municipal do Livro, da Leitura, da Literatura e da Biblioteca da cidade de São Paulo (PMLLLB/SP). No fim da semana passada, o Diário Oficial do Estado de São Paulo trouxe a lista dos candidatos e candidatas ao cargo: Amanda Ribeiro Panciera, Bruna Burkert, Cassia Maria Rita Vianna Bittens, Cláudio Marcio Silvestre Gonzalez, Daniel Bilenky Mora Fuentes, Fabiana Marchetti, Fernanda de Lima Passamai Perez, Letticia de Paula Diez Rey, Lion Santiago Tosta, Lizandra Magon de Almeida, Maria Cristina Palhares, Maria do Céu Diel de Oliveira, Michaella Pivetti, Nélida Capela, Simão Félix Zygband, Sophia Castellano, Ueliton dos Santos Alves, Valeria Copelli Cassiolato e Vanderlei Aparecido Orso. Por falar no PMLLLB/SP, a Escola do Parlamento da Câmara Municipal de São Paulo realiza, no próximo dia 8, o lançamento virtual do livro Política Pública de Leitura e Participação Social: o Processo de construção do PMLLLB de São Paulo, de Ricardo Queiroz. Além do autor, o lançamento contará com a participação de Aline Torres, secretária municipal da Cultura, José Castilho Marques Neto, ex-secretário-executivo do Plano Nacional do Livro e da Leitura; do professor Marco Antonio de Almeida, da ECA/USP), e do vereador Antonio Mordomo Donato (PT/SP). Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 23/11/2021

Nessa semana de Black Friday, o Núcleo de Estratégias e Políticas Editoriais (Nespe) está oferecendo até 50% de desconto nos seus cursos livres, até o dia 28 de novembro. Fazem parte da promoção os cursos de Design editorial, Direitos autorais e contratos, Editando textos de ficção, Gestão de processos editoriais, InDesign completo, Literatura infantil e juvenil, Produção de e-books, Revisão e preparação de textos, Roteiro audiovisual e Tipografia: escolha a fonte certa. Todos os cursos livres começam em março e para conferir mais detalhes, é só clicar aqui.

PublishNews, Redação, 22/11/2021

À procura da própria coisa (Rocco, 752 pp, R$ 119,90), de autoria da professora Teresa Monteiro, é fruto de mais de 30 anos de pesquisa sobre a vida e a obra de Clarice Lispector e traz material inédito: entrevistas, novas informações sobre a escritora e um caderno de fotos que nunca vieram à público. Entre os destaques da nova biografia, está um raríssimo registro audiovisual. Teresa encontrou no Arquivo Nacional a primeira entrevista de Clarice para a TVE (TV Educativa do Rio de Janeiro, atual TV Brasil). Se antes o público conhecia apenas as imagens da entrevista dada à Júlio Lerner na TV Cultura, agora tem acesso à gravação feita com Araken Távora para o programa Os Mágicos, em dezembro de 1976. Outros dois documentos presentes na obra merecem destaque. O capítulo Clarice Lispector fichada pela Polícia Política: 1950 e 1973 transcreve relatórios policiais que atestam como a escritora era acompanhada por governos antidemocráticos desse período. Os dossiês pertencem ao governo Dutra e ao governo militar, respectivamente. A nova biografia contém também uma edição revisada e aumentada de Eu sou uma pergunta, publicada pela Rocco em 1999. Com mais de 700 páginas, o livro foi estruturado em quatro partes pensando em facilitar a leitura. A primeira parte traz um itinerário rápido sobre a vida de Clarice. Teresa também adicionou um diário de bordo, na terceira parte, com os bastidores que revelam o processo de construção da biografia Eu sou uma pergunta, além da importância do trabalho dos pesquisadores e dos arquivos públicos.

PublishNews, Redação, 23/11/2021

Composto por ensaios de alguns dos principais nomes da crítica literária atual, Um século de Clarice Lispector (Fósforo, 416 pp, R$ 99,90) é, além de uma homenagem à autora em seu centenário, uma contribuição aos estudos claricianos contemporâneos e um retrato da diversidade de formas de adentrar os enigmas de uma escritora conhecida por entender que o desconhecido é tão importante quanto aquilo que se sabe. Dividido em cinco partes que procuram contemplar diferentes aspectos da obra de Lispector, o volume é também um desdobramento do “Colóquio Internacional: Cem Anos de Clarice Lispector”, que aconteceu no fim de 2020, organizado pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo. Seus 24 ensaios mostram ao leitor que o universo clariciano continua surpreendendo, ao proporcionar mil e um pontos de vista críticos. Organizado por Yudith Rosenbaum e Cleusa Rios P. Passos, o livro contém textos de nomes como Noemi Jaffe, Eliane Fittipaldi, Michel Riaudel, Nádia Battella Gotlib, Alexande Nodari, Belinda Mandelbaum, Ricardo Iannace e Veronica Stigger.

PublishNews, Redação, 23/11/2021

Mais do que homenagear Clarice no ano de seu centenário, o objetivo de Quanto ao futuro, Clarice (Bazar do Tempo, 424 pp, R$ 72) é apresentar uma série de leituras capazes de oferecer novas interpretações e perspectivas sobre a obra da autora que legou verdadeiros clássicos da literatura brasileira, como A paixão segundo G.H., A hora da estrela e Perto do coração selvagem, uma produção permeada de visões filosóficas, arrebatamento e múltiplos sentidos. Organizado pelo professor Júlio Diniz, o livro reúne artigos de pesquisadoras e pesquisadores que de diferentes formas se relacionam com o legado clariciano. Seja como professoras e professores em universidades; seja ao se dedicarem a publicações sobre vida e obra da escritora; seja no contato com sua memória preservada em acervos; seja na atividade de tradução de seus livros.

PublishNews, Redação, 22/11/2021

Constelação Clarice (Instituto Moreira Salles, 384 pp, R$ 174,50) apresenta um diálogo entre a produção literária de Clarice Lispector, realizada entre os anos 1940 e 1970, e obras criadas por artistas visuais mulheres no mesmo período. Espelhando a estrutura da exposição realizada pelo Instituto Moreira Salles, com curadoria de Eucanaã Ferraz e Veronica Stigger, este catálogo é dividido em nove núcleos suscitados por linhas de força da escrita clariciana, aos quais se somam dois conjuntos: “Antes de mais nada, pinto pintura”, que reúne quadros pintados pela própria Clarice; e “O apartamento me reflete”, que agrupa retratos da escritora — fotografias, desenhos e pinturas. Os núcleos e os conjuntos são acompanhados de ensaios inéditos — escritos especialmente para esta publicação —, assinados por especialistas da obra de Clarice Lispector. Ao colocar trabalhos de artes visuais sob o signo da autora, os curadores ergueram uma constelação na qual foram reunidas obras de orientações estéticas muito diferentes, por vezes até antitéticas, raramente, ou nunca, aproximadas. A obra apresenta ensaios de Alexandre Nodari, Evandro Nascimento, José Miguel Wisnik, Nádia Battella Gotlib, Vilma Arêas, Yudith Rosenbaum, entre outros.

“O poema de verdade é aquele que se justifica.”
Eucanaã Ferraz
Poeta brasileiro
1.
Sucesso é o resultado de times apaixonados
2.
Mindset milionário
3.
O poder da autorresponsabilidade
4.
Mais esperto que o diabo
5.
Tudo é possível
6.
Os sete maridos de Evelyn Hugo
7.
Amor & gelato
8.
Só vai
9.
Mil beijos de garoto
10.
Cristão rico
 
 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.