Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 04/10/2021
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei
Há mais de 50 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
PublishNews, Redação, 04/10/2021

A Livraria Leitura anunciou que deverá abrir sete novas unidades ainda em 2021. A meta é encerrar o ano com 94 lojas espalhadas pelas 21 unidades da federação. Dos novos empreendimentos, quatro serão na região Nordeste e três na Sudeste. Há dez anos, em 2011, a rede contava com 29 filiais. Hoje são três vezes mais e a política de expansão segue adiante. Em 2022, quando a livraria completa 55 anos, Marcus Teles promete chegar à marca de 100 lojas. Para saber onde serão as próximas lojas, clique no Leia Mais.

PublishNews+, Redação, 04/10/2021

Livraria Cultura fecha unidade de Fortaleza | © Reprodução das redes sociais da livrariaNa última quinta-feira (30), a Livraria Cultura fechou a sua unidade de Fortaleza. Na avaliação de Sérgio Herz, CEO da empresa, o movimento faz parte da sua “estratégia de perpetuação do negócio”. “Nos últimos meses, percebemos um aumento significativo nos custos de distribuição e logística. Devido a uma piora do cenário (aumento dos preços dos combustíveis, crise energética, câmbio, inflação e crise política – que, provavelmente, se estenderá por todo o ano que vem), tivemos um salto bem considerável nas despesas de abastecimento daquela filial”, disse Herz em comunicado enviado ao PN. Pesou ainda a mudança no comportamento de compra do consumidor, o aumento da participação do comércio eletrônico na compra de livros e a abertura de centros de distribuição de gigantes do varejo na região Nordeste. “Entendemos que não manteríamos a rentabilidade daquela loja no médio e longo prazo”, concluiu o executivo. A matéria completa com todos os detalhes das outras mesas do evento pode ser lida no PublishNews+, a área exclusiva para assinantes do PN. Os artigos estão disponíveis gratuitamente na plataforma e para acessá-los é preciso fazer um cadastro prévio clicando aqui. Com o cadastro feito e logado na plataforma, você poderá ler a matéria clicando aqui.

PublishNews, Redação, 04/10/2021

Em breve, começará a edição de 2021 da Feira do Livro de Frankfurt (20 a 24/10), a primeira presencial desde o início da pandemia. Mas, para a maioria dos editores e agentes brasileiros, o evento acontecerá pela telinha de computadores e celulares pelo segundo ano consecutivo. O Podcast do PublishNews dessa semana quis saber como esses profissionais estão se preparando para a maior e principal feira de negócios do livro no mundo. Para isso, convidou a agente literária Meire Dias (Bookcase) e a gerente de relações internacionais da Câmara Brasileira do Livro (CBL), Fernanda Dantas, que também responde pelo Brazilian Publishers (BP). Na conversa, elas falaram um pouco de como foi a experiência virtual da feira do ano passado e o que esperam da edição de 2021. Também comentaram como andam suas agendas – antes lotadas de compromissos e sobre as estratégias para compensar a presença física. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota e ouça o episódio da semana.

PublishNews, Redação, 04/10/2021

Neste final de semana, a coluna Painel as Letras, comandada por Walter Porto, deu destaque para o debate sobre a lei do preço fixo. O projeto de lei 49/2015, que propõe que lançamentos não possam ser vendidos com desconto superior a 10% durante seu primeiro ano, ainda tramita no Senado e precisa passar pelas comissões de Assuntos Econômicos e Educação antes de seguir para a Câmara. Se antes havia uma forte divergência interna sobre o assunto dentro do mercado editorial, hoje o tema encontra menos oposição, aponta Marcos Pereira, presidente do Sindicato dos Editores de Livros. Muito pelo aumento do peso das vendas virtuais ao longo da pandemia, algo que dificilmente será revertido. Além disso, com as grandes redes de livrarias entrando em recuperação judicial e Paulo Guedes ameaçando taxar livros, mais setores se sensibilizaram em torno da necessidade de atualizar as leis que regem este mercado, diz Haroldo Ceravolo, editor da Alameda e diretor da Liga Brasileira de Editoras, que fez um evento sobre o tema em agosto. O tema também foi discutido na última edição do Sabatina PublishNews, com Marcos da Veiga Pereira. A coluna da Babel, adiantou que o Itaú Social lança nesta segunda (04), o edital do programa Leia Para uma Criança 2022. Ele vai selecionar dois títulos – um que valorize a cultura negra e outro, a indígena. O Estadão noticiou que o Prêmio Nobel de Literatura promete surpresa em 2021. Nomes como Chimamanda Ngozi Adichie, Ko Un, Ngugi wa Thiong'o e Can Xue estão entre os cotados. O prêmio, que deverá ser anunciado nesta quinta-feira (07), em Oslo, na Noruega, poderá privilegiar um autor fora do tradicional mercado literário. A revista PEGN publicou uma matéria sobre a Uiclap, plataforma que permite que escritores publiquem livros de forma independente. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 04/10/2021

Nesta semana, nos dias 6 e 7, das 9h30 às 18h30, a Amazon realiza o Amazon Conecta, evento voltado tanto para empresas interessadas em começar a vender na varejista (no primeiro dia), quanto para vendedores já ativos que buscam aumentar suas vendas durante a época de vendas mais importante do ano (no segundo dia). Com a participação de nomes como Daniel Mazini, presidente da Amazon no Brasil; Cleber Morais, diretor geral da Amazon Web Services; Virginia Pavin, head de produto da loja de vendedores parceiros da Amazon; Ricardo Garrido, diretor da loja de vendedores parceiros e outros convidados, o evento ajudará a entender como administrar melhor os negócios dentro da plataforma, como melhorar a qualidade nas listagens ou envios e realizar anúncios patrocinados. A Amazon conecta é um evento gratuito e clicando aqui você pode se inscrever e conferir a programação completa.

PublishNews, Redação, 04/10/2021

O Diário Oficial da Cidade de São Paulo publicou na última sexta-feira (1º) o edital para o chamamento público de pessoas candidatas a representantes da sociedade civil no Conselho do Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca (PMLLLB) de São Paulo. A efetivação se dará por meio de eleições diretas que selecionarão 16 pessoas (oito titulares e oito suplentes), em cada uma das áreas do Conselho do Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca do Município de São Paulo (CPMLLLB). As eleições serão para representantes de bibliotecas; de bibliotecas comunitárias; de centros de pesquisa, universidades e faculdades; de coletivos culturais relacionados à leitura e literatura; da educação básica; de escritores; do mercado do livro e de pessoas com deficiência. Para se candidatar, a pessoa deve residir em São Paulo e não ocupar cargo ou função pública. As inscrições serão realizadas por meio de um formulário que estará disponível até às 10h do dia 08 de outubro. A lista definitiva dos candidatos será divulgada até 23 de outubro. O edital completo você encontra clicando aqui.

PublishNews, Redação, 04/10/2021

Escrito por Andréa Del Fuego, A pediatra (Companhia das Letras, 160 pp, R$ 54,90), apresenta uma personagem peculiar. Cecília é o oposto do que se imagina de uma pediatra — uma mulher sem espírito maternal, pouco apreço por crianças e zero paciência para os pais e mães que as acompanham. Porém a medicina era um caminho natural para ela, que seguiu os passos do pai. Apesar de sua frieza com os pacientes, ela tem um consultório bem-sucedido, mas aos poucos se vê perdendo lugar para um pediatra humanista, que trabalha com doulas, parteiras e acompanha até partos domiciliares. Mesmo a obstetra cesarista com quem Cecília sempre colaborou agora parece preferi-lo. Ela fará, então, um mergulho investigativo na vida das mulheres que seguem o caminho do parto natural e da medicina alternativa, práticas que despreza profundamente. Em paralelo, vive uma relação com um homem casado, de cujo filho ela acompanhou o nascimento como neonatologista. E é esse menino que irá despertar sentimentos nunca antes experimentados pela pediatra.

PublishNews, Redação, 04/10/2021

A leitora de poesia (Reformatório, 84 pp, R$ 40), novo livro do poeta e escritor Marcos Alexandre Faber, é um romance epistolar que narra a troca de cartas entre um poeta que publica seus livros de forma independente e uma contumaz leitora de poesia, às portas do século 21. Mas não é uma leitora comum. Talvez seja uma das últimas capazes de apreciar com propriedade este que é considerado por muitos o mais elevado gênero literário. Através de um diálogo em que o humor e a elegância chamam atenção, o autor desfia questões e discussões sobre a poesia, o fazer poético e a relação entre escritor e leitor. Curioso a respeito de quem teria comprado dois exemplares de seu livro, sem lhe conhecer pessoalmente, o poeta Afonso pede o contato da compradora ao dono da livraria Guarany e dá início a troca de cartas.

“Traduzir é conviver.”
Guimarães Rosa
Escritor brasileiro (1908-1967)
1.
Quanto vale o seu tempo?
2.
Mentirosos
3.
Mais esperto que o diabo
4.
Vermelho, branco e sangue azul
5.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
6.
Amor & gelato
7.
Os sete maridos de Evelyn Hugo
8.
Minutos de sabedoria
9.
Torto arado
10.
Do mil ao milhão
 
PublishNews, Redação, 04/10/2021

Aos 35 anos, Nora Seed é uma mulher cheia de talentos e poucas conquistas. Arrependida das escolhas que fez no passado, ela vive se perguntando o que poderia ter acontecido caso tivesse vivido de maneira diferente. Após ser demitida e seu gato ser atropelado, Nora vê pouco sentido em sua existência e decide colocar um ponto final em tudo. Porém, quando se vê na Biblioteca da Meia-Noite, Nora ganha uma oportunidade única de viver todas as vidas que poderia ter vivido. Neste lugar entre a vida e a morte, e graças à ajuda de uma velha amiga, Nora pode, finalmente, se mudar para a Austrália, reatar relacionamentos antigos – ou começar outros –, ser uma estrela do rock, uma glaciologista, uma nadadora olímpica... enfim, as opções são infinitas. Mas será que alguma dessas outras vidas é realmente melhor do que a que ela já tem? Em A Biblioteca da Meia-Noite (Bertrand, 308 pp, R$ 44,90 – Trad.: Adriana Fidalgo), livro escrito por Matt Haig, Nora se vê exatamente na situação pela qual todos gostaríamos de poder passar: voltar no tempo e desfazer algo de que nos arrependemos. Diante dessa possibilidade, Nora faz um mergulho interior viajando pelos livros da Biblioteca da Meia-Noite até entender o que é verdadeiramente importante na vida e o que faz, de fato, com que ela valha a pena ser vivida.

PublishNews, Redação, 04/10/2021

No Norte da Argentina, na metade do século passado, argentinos e imigrantes trabalham na terra e com a terra em pleno verão ardente, sob uma aparente calma. É preciso cultivar os grãos, levar o gado para pastar, domar cavalos, cuidar dos porcos e da vida alheia. É quase um hábito, assim como separar feijões, estender a roupa e dividir o mate. Por causa disso, a protagonista de Janeiro (Moinhos, 96 pp, R$ 48 - Trad.: Ellen Maria Vasconcellos), uma adolescente de 16 anos chamada Nefer, anda muito angustiada. Desde o começo da trama, ela vive o terror de: o que será que vão pensar? Nefer foi estuprada e está grávida. Como lidar com uma situação dessas e, ainda por cima, em uma comunidade que não tem e/ou nega acesso à informação, à saúde e a qualquer possibilidade de afeto? Logo chegará o tempo da colheita e, com ela também a barriga prenha, por conta disso, o corpo de Nefer, quase impróprio, só espera mesmo por um milagre. Escrito por Sara Gallardo ainda nos anos 1960 na Argentina, Janeiro se tornou um marco na literatura nacional não só pela subversão da tradição naturalista/realista, mas também por trazer à luz alguns temas fundamentais muito antes de que estes se tornassem pautas urgentes nos tempos de hoje.

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.