Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 21/05/2021
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
Um agregador digital como a Bookwire, com tecnologia de ponta, informações ágeis e um painel de controle completo é fundamental para o sucesso de sua editora e de seus e-books. E agora toda esta tecnologia está disponível no Brasil.
PublishNews+, Redação, 21/05/2021

Monumento aos descobrimentos | © Tedd Santana / WikicommonsEm sétimo artigo da sua série Notícias d’Além Mar, Jaime Mendes faz um verdadeiro relatório setorial, apresentando oportunidades que Portugal tem a oferecer para as editoras brasileiras. O paper apresenta uma série de informações comparando Portugal, inclusive, com outros países da União Europeia, para no fim, apresentar as oportunidades por segmento (livros de interesse geral e CTP). Os principais pontos de venda, os segmentos editoriais com mais oportunidades, a valorização da educação no país e ainda a questão da logística são abordados no relatório escrito especialmente para o PublishNews+. Clique aqui para acessar o artigo e aqui para saber como ser um assinante do PN+.

PublishNews, Leonardo Neto, 21/05/2021

Beto Colombo conquistou a posição de número 1 da Lista dos Mais Vendidos com livro sobre a sua experiência no Caminho de Santiago de Compostela | Reprodução do site do autorNos anos 1980, quando tinha 21 anos de idade, Beto Colombo resolveu se demitir do emprego e fundar a sua própria empresa, a Anjo Química, uma indústria de tintas e solventes. Em 2006, ele resolveu percorrer o emblemático Caminho de Santiago de Compostela. Foi transformador. Na volta, escreveu, com o jornalista Mhanoel Mendes, o livro Muito além do Caminho de Santiago. Depois disso, ele voltou à Espanha para percorrer a jornada de autoconhecimento outras sete vezes; passou a se dedicar a estudar questões menos mundanas que as tintas e solventes e se formou “filósofo clínico”, como se apresenta hoje. Nas caminhadas anteriores, ele escutou diversas histórias sobre um peregrino que ajudava as pessoas que cruzavam seu caminho; um ser iluminado com o dom de ouvir. Na oitava vez que foi a Santiago, encontrou essa verdadeira lenda e, a partir dessa experiência, ele escreveu Todo caminho é sagrado (Gente), que alcançou, na semana de estreia, a primeiríssima posição do Ranking Geral, com 3.528 cópias vendidas. O livro deixou Mais esperto que o diabo (Citadel), de Napoleon Hill, em segundo, com 1.716, e o queridinho dos leitores brasileiros, Torto arado (Todavia), de Itamar Vieira Jr., em terceiro, com 1.356. Clique no Leia Mais e confira outros destaques da lista dessa semana.

PublishNews, Redação, 21/05/2021

Ilustração do livro 'Jana and the Valley Village', de Mohammed Al Hamwi | © DivulgaçãoNa última quarta-feira (19), foi aberta oficialmente a 12ª edição da Feira de Leitura Infantil de Sharjah, nos Emirados Árabes. Na cerimônia de abertura, foram entregues os prêmios Livro Infantil de Sharjah e da Exposição de Ilustrações de Livros Infantis de Sharjah. O primeiro prêmio é dividido em quatro categorias. Em Livro Infantil em Árabe (4 a 12 anos), o vencedor foi Jana and the Valley Village, de Mohammed Al Hamwi, publicado pela editora turca Roya. Na categoria Livro Jovem Adulto Árabe (13 a 17 anos), o ganhador foi Shiamila, de Rania Badda, publicado pela Nahdet Publishing Group, do Egito. A categoria Livro Infantil em Inglês foi para The little ghaf tree, da autora emirati Hanadi Al Fahim. A última categoria é a de Livro para Deficientes Visuais que foi para a Academia de Ciências Policiais de Sharjah. A Feira de Leitura Infantil abriga também uma exposição de ilustrações, que tem caráter competitivo. A artista eslovena Andreja Biklar conquistou o primeiro lugar. A italiana Alicia Bravo ficou em segundo e o terceiro lugar foi para a mexicana Esmeralda Ríos. As artistas Kyoung-Mi Ahn (Coreia), Inja Dagel (Lituânia) e Claudia Legnazzi (Argentina) receberam prêmios honorários por seus trabalhos. O Festival acontece de modo presencial até o próximo dia 29. Os Emirados Árabes, que tem população de 9,7 milhões de pessoas, já aplicou 11,8 milhões de doses, sendo que 39,3% da sua população já está totalmente imunizada, de acordo com dados do Our World in Data.

PublishNews, Redação, 21/05/2021

A Bienal Mineira do Livro que era pra ter acontecido em 2020 foi postergada para 2021, mas só acontecerá presencialmente em 2022, entre os dias 13 e 22 de maio. Realizada pela Câmara Mineira do Livro e pelo Grupo Asas, a Bienal marcará presença ainda nesse ano, apesar da suspensão. Uma edição virtual acontecerá de 20 a 29 de agosto. Além disso, o projeto Bienal na Sua Casa, que contou com 13 edições desde abril de 2020 impactando até aqui 800 mil pessoas, deverá se repetir por mais 12 vezes até o evento presencial em 2022. O projeto alcançou a marca de R$ 432 mil em compras dos expositores da Bienal, o que permitiu a entrega gratuita, e em casa, de 12.315 livros a milhares de pessoas de 336 cidades de todos os estados brasileiros, além do Distrito Federal. Em 2022, quando voltar a ser presencial, a Bienal acontecerá novamente no estacionamento do BH Shopping (BR 356, n.º 3.049 - Bairro Belvedere - Belo Horizonte).

PublishNews, Redação, 21/05/2021

A TAG – Experiências Literárias abriu uma vaga na sua equipe de Produto. Responsável por desenvolver os itens que compõem as caixinhas mensais enviadas pelo clube de assinaturas de livros, o time de produto é composto por quatro verticais - Editorial, Design, Experiência e Retenção e a vaga aberta pela empresa é justamente para a área Editorial. O contratado irá coordenar o processo de desenvolvimento das revistas da TAG Curadoria e TAG Inéditos; ajudará a definir as pautas que serão trabalhadas nas revistas, contratando colaboradores para as edições, gerenciando as entregas e editando os textos; escreverá os textos e participará das definições das pautas de comunicação da empresa. É necessário ter graduação nas áreas de Jornalismo ou Letras, capacidade de gerenciar projetos, ter inglês intermediário ou avançado e experiência com edição e desenvolvimento de textos. É considerado diferencial o conhecimento sobre o mercado editorial, leitura de mais idiomas e acompanhar podcasts e revistas de literatura. Os interessados devem se cadastrar clicando aqui.

PublishNews, Redação, 21/05/2021

Com personagens cativantes e uma estética inovadora, o drama sul-coreano It’s Okay to Not Be Okay (Tudo bem não ser normal) conquistou uma legião de fãs ao redor do mundo e movimentou as redes sociais brasileiras a cada novo episódio lançado pela Netflix. Na produção, uma escritora de livros infantis bastante peculiar, um enfermeiro que trabalha em um hospital psiquiátrico e seu irmão mais velho, com transtorno do espectro autista, precisarão enfrentar seus traumas e medos para conseguir vivenciar o amor e criar laços. Poéticas, impactantes e com belas ilustrações, as obras da personagem Ko Moon-Young são os fios condutores da trama. A mão e o Tamboril (Intrínseca, 28 pp, R$ 49,90 – Trad.: Jae Hyung Woo) faz parte dessa coleção. O livro conta a história de uma mãe que amava demais a filha. Todo esse amor desmedido fez com que a menina crescesse cercada de mimos, completamente dependente e incapaz de agir por conta própria. Quando a mãe envelhece e precisa de ajuda, a criança não pode lhe oferecer nada. Desapontada, a mulher toma uma drástica atitude. Também fazem parte da coleção It’s Okay to Not Be Okay as obras O menino que se alimentava de pesadelos, Criança zumbi, O cão alegre e Em busca da feição real.

PublishNews, Redação, 21/05/2021

Se há um denominador comum entre todos os seres humanos, é que, em algum momento, teremos contato com o luto. As perdas - reais e simbólicas - são parte inevitável da vida desde a infância. Pela literatura, a relação com temas como este, frequentemente reprimidos socialmente, pode ganhar perspectivas saudáveis, já que ela oferece para o leitor novos pontos de vista, sensibilidade e poesia para tocar no que é doloroso. A obra Os livros de Maliq (Pequena Zahar, 32 pp, R$ 49,90 – Trad.: Isabella Marcatti), de autoria da escritora italiana Paola Predicatori e da ilustradora Anna Forlati, é narrada em tom de fábula e acompanha a jornada do menino Maliq, que perde a mãe e, logo em seguida, também o pai. Então, de uma criança alegre que vive brincando na rua, o menino passa a introspectivo e reservado - uma metáfora da autora para o tempo de elaboração do luto. O mais novo de 20 irmãos e agora órfão, ele recebe como herança um presente no qual ninguém via valor: livros velhos e empoeirados. É com eles que Maliq vai construir sua casa, entre histórias de todos os tamanhos e gêneros, encontrando lugar para seus silêncios e suas dores, até que possa se reerguer para seguir em frente.

PublishNews, Redação, 21/05/2021

Era uma vez um urso marrom que vivia feliz numa densa floresta. Assim começa esta história, que seria como tantas outras não fosse um pequeno detalhe: o urso resolve interromper a narrativa, protestando: “Você tem ideia de quantas histórias já foram escritas sobre nós”? Cansado de tanto trabalho, ele se recusa a fazer parte de mais esse livro. Mas quem poderá substituir o fofo, feroz, peludo e querido urso? Um elefante? Uma aranha? Um peixe-pescador? Será que isso vai dar certo? Irreverente e bem-humorado, Mais um livro sobre ursos (Brinque-Book. 36 pp, R$ 44,90 – Trad.: Gilda de Aquino) é uma divertida conversa entre narrador e personagem, com diversas referências aos contos clássicos. Quem ilustra a obra de Laura Bunting é seu marido, Philip Bunting, autor e ilustrador.

“Metadados são o alicerce de uma livraria.”
Alexandre Martins Fontes
Dono da Livraria Martins Fontes Paulista
1.
Todo caminho é sagrado
2.
Mais esperto que o diabo
3.
Torto arado
4.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
5.
O milagre da manhã
6.
Teto para dois
7.
A garota do lago
8.
Antiestresse para todos
9.
Corte de espinhos e rosas
10.
A coragem de ser imperfeito
 
PublishNws, Redação, 21/05/2021

O medo pode estar relacionado apenas ao que não é conhecido – especialmente na infância. Em Do outro lado (Catapulta, 38 pp, R$ 79,90) a temática é apresentada às crianças de maneira lúdica e colorida. A narrativa apresenta a perspectiva do pequeno Léo, personagem que tenta entender o que há atrás de uma porta ao espiar pelo buraco da fechadura. Além de trazer a temática dos receios infantis, a obra também trabalha o assunto da perspectiva – algo ou uma situação pode ser de um jeito ou de outro a depender de como se vê. A obra em capa dura, escrita por Ivanke e Mey, ainda reforça a preocupação em trazer temáticas relevantes no linguajar infantil.

PublishNews, Estevão Ribeiro, 21/05/2021

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.