Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 30/10/2020
Há 49 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial. Faz entregas e coletas em editoras, distribuidoras, livrarias, gráficas e grandes redes. A área de atuação atualmente engloba São Paulo (Capital), grande São Paulo, Jundiaí, Campinas e todo o estado do Rio de Janeiro.
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei, mas atender a todos os seus clientes com a mesma atenção e respeito!
PublishNews, Redação, 30/10/2020

Senador major Olímpio (PSL-SP) recebeu o calhamaço virtual com mais de 52 mil páginas reunindo mais de um milhão de assinaturas de pessoas contrárias à tributação do livro | © Reprodução Site Change.orgOs organizadores do abaixo-assinado contra a incidência da Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS) sobre o livro aproveitaram o Dia Nacional do Livro para entregar à Comissão Mista da Reforma Tributária no Congresso a petição que reuniu mais de um milhão de assinaturas de cidadãos contrários à tributação do livro. Em julho, o governo entregou ao congresso uma proposta de reforma tributária em que prevê a criação da CBS, alíquota de 12% que incidiria em diversas operações envolvendo bens e serviços. O livro não foi listado entre as isenções, contrariando o entendimento da Constituição de 1988, que garante a imunidade tributária ao livro, e a decisão de 2004 que desonerou o livro das contribuições de PIS e Cofins. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Leonardo Neto, 30/10/2020

Novo de Nélida Piñon estreia na Lista dos Mais Vendidos do PN | © DivulgaçãoUm dia chegarei a Sagres (Record) é, por si só, um acontecimento literário. É o primeiro romance inédito da imortal Nélida Piñon desde Vozes do deserto, de 2004. Os 16 anos sem novidades deixaram o público de Nélida sedento e o resultado se vê na Lista dos Mais Vendidos do PublishNews dessa semana. Um dia chegarei a Sagres estreia ocupando a posição de número 14 da Lista de Ficção, com 202 unidades vendidas. A autora oferece aos leitores um épico, ambientado no país de Camões, no século XIX. A trama é protagonizada e narrada por Mateus, jovem aldeão, filho de uma meretriz que o abandonou logo depois do parto. A partir das incríveis histórias contadas pelo avô Vicente, que o criou, Mateus se deixa tomar pela ideia-fixa de conhecer Sagres. Depois da morte de Vicente e de alguns estimados animais de sua roça, sem mais ninguém, Mateus deixa a vila no Norte do país rumo a Sagres, numa saga solitária. Indo de Sagres para Havana, outro destaque em Ficção é O homem que amava os cachorros (Boitempo), do cubano Leonardo Padura. O livro estreou na lista em 2014, quando o PublishNews registrou a venda de 8.677 exemplares e se manteve em 2015, com mais 3.340. O retorno agora é uma nova edição que alcançou o segundo lugar da categoria e a posição de número 13 do Ranking Geral. Por falar no Ranking Geral, ele é liderado por Decida vencer (Gente), de Eduardo Volpato, com 1.942. O segundo lugar ficou com Mais esperto que o diabo (CDG), de Napoleon Hill, com 1.498, e o terceiro com A sutil arte de ligar o f*da-se (Intrínseca), de Mark Mason, com 1.421. Clique no Leia Mais e confira outros destaques da Lista dessa semana.

PublishNews, Redação, 30/10/2020

Regina Porter e Jeferson Tenório | © Liz Lazarus / Carlos MacedoA escritora norte-americana Regina Porter e o brasileiro Jeferson Tenório são os novos nomes confirmados da 18ª edição da Flip (3 a 6/12), que esse ano terá uma edição virtual. Eles estarão juntos em uma mesa debatendo questões como família, racismo e desigualdade, temas que são pano de fundo dos romances de ambos. Os Viajantes, primeiro romance de Porter a ser lançado em novembro pela Companhia das Letras, traz a história de duas famílias, uma branca e outra negra, da década de 1950 aos dias de hoje, em uma série de breves episódios, vozes e fotografias. Já o último romance Jeferson Tenório, O avesso da pele, lançado em agosto também pela Companhia das Letras, conta a história de Pedro, que, após o assassinato do pai em uma abordagem policial desastrosa, sai em busca de resgatar o passado da família. A programação da Flip será composta por mesas transmitidas ao vivo, em plataforma própria e nos canais da Festa.

PublishNews, Redação, 30/10/2020

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) lança nesta sexta (30) a plataforma que abrigará a primeira edição da Bienal Virtual do Livro. Marcada para acontecer entre os dias 7 e 13 de dezembro, o evento on-line reunirá leitores, escritores, parceiros, editores, distribuidores e livrarias em encontros “com as portas abertas para o mundo”. Na nova plataforma será possível assistir palestras, comprar livros e realizar negócios. Por enquanto, o público já pode se cadastrar para conhecer os expositores da 1ª Bienal Virtual do Livro. Até o momento, 80 expositores estão confirmados no evento. Para coordenar a programação cultural do espaço Arena Virtual, a CBL convidou Diana Passy, criadora da Flipop e Jovem Talento de 2018. Diana será responsável por receber as indicações de autores dos expositores do evento e, com base nessas indicações, organizará uma programação diversificada para o evento.

PublishNews, Redação, 30/10/2020

© Site da feiraSob o slogan "Janelas abertas para a Praça", a 66ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre começa nesta sexta (30), com todas as suas atividades realizadas de forma gratuita e com transmissão on-line. Às 18h30, a Câmara Rio-Grandense do Livro abre o evento com um breve pronunciamento seguido da fala do patrono desta edição, o escritor Jeferson Tenório. E às 19h30, Isabel Allende estreia a programação. No sábado (31) a Feira traz Rosa Montero falando das Sintonias da vida e da Morte, às 15h, e às 18h é a vez de Conceição Evaristo conversar com Jeferson Tenório e Natalia Borges Polesso. No dia 1º, às 18h, Amara Moira, Eliana Alves Cruz e Vitor Necchi conversam sobre diferenças na mesa Sob os olhares do Mundo. Em seguida, às 19h30, a monja Coen e Norberto Peixoto trazem o bate-papo Um universo de semelhanças, indiferença e tolerâncias. A programação segue ininterrupta até o dia 15 de novembro, incluindo nomes como Afonso Cruz, Ariana Harwicz, James Green, Javier Moro e Mariana Enriquez, Rosa Montero, Dráuzio Varella, Fabrício Carpinejar, José Falero, Lya Luft, Martha Medeiros, Claudia Laitano, Paulo Scott, entre muitos outros. A transmissão ao vivo, assim como toda a Feira, pode ser acompanhada no site do evento.

PublishNews, Redação, 30/10/2020

Escrito em 1940, após uma das 23 vezes que Pagu sai da prisão, Autobiografia precoce (Companhia das Letras, 144 pp, R$ 59,90) fala sobre a militância política, os filhos, os relacionamentos e várias outras camadas da vida de uma das mulheres mais emblemáticas do Brasil. O texto mostra Pagu sem subterfúgios, de forma sincera e corajosa. Do lado pessoal, ela relata sua iniciação sexual precoce e o conturbado casamento com Oswald de Andrade; da vida pública, ela conta sobre a militância no Partido Comunista e o desencanto com o regime soviético. Patrícia Galvão quase sempre foi vista pela lente masculina: seja por seus relacionamentos ou por como sua arte se comparava à de homens da época. Em Autobiografia precoce, não existem intermediários: temos acesso a uma Pagu que escreve sobre si. Um livro essencial para se compreender uma das personagens mais intrigantes da história brasileira.

PublishNews, Redação, 30/10/2020

Promessa de pai (Intrínseca, 256 pp, R$ 39,90 – Trad.: Alexandre Raposo, Bruno Casotti, Jaime Biaggio) chega às livrarias brasileiras às vésperas da eleição presidencial norte-americana. O autor, Joe Biden, candidato democrata, representa um contraponto ao conservadorismo de Donald Trump, com quem trava uma disputa acirrada. Nesta obra, além de contar um drama familiar em um contundente relato do que aconteceu em 2015, Biden, conta também bastidores desse que foi seu último ano como vice-presidente no governo Barack Obama. Em 2014, na já tradicional viagem para celebrar o Dia de Ação de Graças que Joe Biden e sua esposa, Jill, costumavam fazer para desfrutar de momentos descontraídos com a família, veio a notícia: Beau, filho mais velho do casal, foi diagnosticado com um tumor maligno no cérebro, e sua sobrevivência já não era mais uma certeza. "Me prometa, papai. Me dê sua palavra que, não importa o que acontecer, você vai ficar bem”, foi o apelo do filho. Joe Biden lhe deu sua palavra. A narrativa em primeira pessoa tem início justamente na mesma data de confraternização, quinze meses após o início da luta do primogênito de Biden. Promessa de pai narra os acontecimentos do ano que viria a ser até então o mais importante e desafiador de sua vida.

PublishNews, Redação, 30/10/2020

O legado de J. A. Gaiarsa (Ágora, 168 pp, R$ 59,70) celebra os 100 anos de nascimento de José Angelo Gaiarsa (1920-2020). Organizado por Fernanda Carlos Borges, reúne textos que contam a trajetória de Gaiarsa como o psicoterapeuta que cultivava um lugar para o cuidado e para a liberdade mesmo nos tempos de ditadura. E assim se manteve posicionado como crítico contundente dos costumes autoritários até o final da sua vida. Gaiarsa criou uma teoria própria sobre a relação entre corpo e consciência, implicada na análise do comportamento humano. Marcou gerações com sua postura de acolhimento aos que o procuravam e críticas aos hipócritas. O livro traz testemunhos e experiências, na forma de entrevistas e textos autorais, de pessoas cujo destino foi marcado por ele. Uma performance traduzida nos relatos de André Gaiarsa, Daisy Souza, Dárcio Valente Rodrigues, Fábio Landa, Fernanda Carlos Borges, Monja Coen, Nadeesh Gaiarsa, Pedro Prado, Regina Favre e Regina Navarro Lins.

“A palavra é meu domínio sobre o mundo.”
Clarice Lispector
Escritora brasileira (1920-1977)
1.
Decida vencer
2.
Mais esperto que o diabo
3.
A sutil arte de ligar o foda-se
4.
Do mil ao milhão
5.
Box Harry Potter
6.
Sol da meia-noite
7.
Acredite, a vida sem dor é possível
8.
Batismo de fogo
9.
O poder da autorresponsabilidade
Quem pensa enriquece: o legado
 
PublishNews, Redação, 30/10/2020

Jarvis Jay Masters é um homem negro que nasceu numa família pobre e teve uma infância cercada de negligência e violência. Foi recolhido a uma instituição para menores infratores aos 12 anos, preso numa penitenciária aos 19 e condenado à morte aos 23. Hoje aos 58, está há mais tempo confinado a uma cela do que caminhando livremente pelas ruas. Mas, em determinado momento, partiu em busca da liberdade: após começar a se corresponder com o mestre budista Chagdud Tulku Rinpoche, assumiu um compromisso permanente com a não violência e com a paz. No livro Encontrando a liberdade (LeYa, 192 pp, R$ 39,90), Jarvis conta a sua trajetória – uma história permeada por uma visão de esperança e uma possibilidade de liberdade mesmo nos tempos mais sombrios. Na obra, ele prega que ‘a liberdade está onde você está’ e apresenta sua capacidade de confrontar a si mesmo e de saber que, por mais difícil, quase impossível que possa parecer, há sempre escolhas a serem feitas.

PublishNews, Estevão Ribeiro, 30/10/2020
 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.