Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 01/10/2020
A BOOKPartners é uma distribuidora completa: atende toda a cadeia do livro e seus devidos processos. Em sua estrutura reúne cerca de 220 colaboradores, dois centros de distribuição, e-commerce e marcas voltadas a segmentos específicos de leitores.
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei, mas atender a todos os seus clientes com a mesma atenção e respeito!
Foco nas publicações com base teórica e abordagem interdisciplinar e voltada para as questões das áreas das ciências humanas, tecnológicas e ambientais
PublishNews, Redação, 30/09/2020

Quino | © Secretaria de Cultura de la Presidencia de la Nacion / Wiki CommonsO cartunista argentino Quino, famoso por criar a personagem Mafalda, faleceu nesta quarta-feira (30), aos 88 anos. Joaquín Salvador Lavado desenvolveu as histórias de Mafalda entre 1964 e 1973, sempre abordando temas polêmicos e atuais como direitos humanos, política e aquecimento global. Até hoje, as aventuras da personagem e seus amigos – Susanita, Manolito, Filipe e outros – são publicadas em todo mundo. A notícia de sua morte foi confirmada pelo editor argentino Daniel Divinsky, no Twitter. “Quino morreu. Todas as pessoas boas do país e do mundo ficarão de luto por ele", escreveu. Em 2012, Divinsky foi uma das primeiras pessoas a passar pelas lentes da PublishNewsTV, na ocasião, ele contou como era editar Quino e sua Mafalda. Para assistir à entrevista é só clicar aqui.

PublishNews, Redação, 1º/10/2020

O Frankfurter Buchmesse Film Awards, que seleciona trabalhos audiovisuais (filmes, séries ou produções para a TV) baseados em obras literárias, anunciou os finalistas da sua terceira edição. Este ano, na categoria Melhor adaptação literária internacional concorrem Antigone (Sophie Deraspe); First Cow (Kelly Reichardt), Estou pensando em acabar com tudo (Charlie Kaufman), inspirado no romance de Iain Reid e publicado por aqui pela Fábrica 231; Shirley (Josephine Decker) e Nada ortodoxa (foto ao lado / Maria Schrader), inspirado na obra de Deborah Feldman e publicado pela Intrínseca. No ano passado, o livro A vida invisível de Eurídice Gusmão, escrito por Martha Batalha, que serviu de base para o roteiro de A vida invisível, filme de Karim Aïnouz, foi finalista nesta categoria. A cerimônia de premiação do Frankfurter Buchmesse Film Awards será realizada como parte da abertura da B3 Bienal da Imagem em Movimento, no dia 9 de outubro.

PublishNews, Talita Facchini, 1º/10/2020

Jornalista, professor universitário e editor, Marcelo Di Renzo é, além disso, vice-presidente da Associação Brasileira das Editoras Universitárias (ABEU) e coordenador da Editora Universitária Leopoldianum. Com anos de história colecionando experiências em diversas áreas, Di Renzo é o entrevistado desta semana do PublishNews Entrevista, programa da PublishNewsTV que quer compor um arquivo da memória editorial brasileira. Há muitos anos Di Renzo transita entre o mundo virtual e físico. Nos anos 1980, passou pelo curso de computação, o que lhe garantiu, mais tarde, a oportunidade de trabalhar na Abril Cultural e em 1982, iniciou seu trabalho como editor de videotexto, espécie de avô da atual internet. Depois desse trabalho, Marcelo começou a atuar como professor na Universidade Católica de Santos (Unisantos) e em 2003, foi chamado para assumir a editora universitária Leopoldianum. Assim descobriu a Abeu. "Comecei a participar das reuniões da Abeu, a frequentar os encontros e a ter uma ideia do que era esse cenário da edição universitária no Brasil. Eu não tinha ideia do tamanho desse segmento”, conta. A partir desse contato, começou também a participar mais ativamente desse meio, a construir relações com outras entidades, como CBL e SNEL, a participar de feiras literárias e, em paralelo, a organizar a Leopoldianum. O jornalista, professor e editor falou também sobre a sua preocupação com as editoras de universidades federais, diante das sucessivas ameaças e interferências do atual governo sobre as instituições, traçou um mapa das editoras universitárias no Brasil, fez uma análise sobre o mercado e falou sobre a importância das Bienais e feiras literárias na disseminação dos livros universitários. Clique no Leia Mais para assistir o programa.

PublishNews, Redação, 1º/10/2020

Personagem Radical Chic, de Miguel Paiva, é a homenageada da 32ª edição do Troféu HQMix. Escultura foi feita pelo artista Wilson Iguti | © DivulgaçãoA 32ª edição do Troféu HQMix, o Oscar dos quadrinhos, anunciou que este ano, sua cerimônia acontecerá no dia 12 de dezembro, em formato on-line, nas redes sociais do Sesc. Mantendo a tradição do troféu homenageando um personagem brasileiro das HQs, nesta edição, a escolhida foi Radical Chic, personagem criada pelo cartunista Miguel Paiva, que era publicada na revista Domingo, suplemento do Jornal do Brasil. Em 1993, estreou como série live action na TV Globo, com a atriz Andreia Beltrão a interpretando. A escultura da personagem foi executada pelo artista Wilson Iguti. Em sua 32ª edição, o Troféu HQMix teve 1.162 itens inscritos, em 32 categorias. Os vencedores sairão da votação nacional, no mês de outubro, pelos profissionais dos quadrinhos, entre editores e autores. Na categoria Editora do Ano, concorrem: Avec, Comix Zone, Devir, JBC, Jupati/Marsupial, Marca de Fantasia, Mino, Nemo, Pipoca & Nanquim, Todavia, Panini, DarkSide, Veneta, Draco e Zarabatana. A lista completa dos indicados você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 1º/10/2020

A Casa Educação inicia na próxima quinta (8), às 19h, o curso Podcasts, audiolivros e livros digitais. Ministrado por Fabio Uehara, designer, fotógrafo, criador da Rádio Companhia e apresentador de podcasts, o curso tem como objetivo central oferecer aos profissionais das áreas editorial, comunicação e outras correlacionadas as informações necessárias para compreender como estão estruturados os novos negócios editoriais dos livros digitais, audiolivros e podcasts e como esses produtos e serviços são produzidos. No formato de curso rápido, com 20h de duração, o curso seguirá até o dia 10 de novembro envolvendo os alunos em uma discussão sobre o quanto é fundamental aos editores e demais profissionais do mercado editorial, comunicação e da educação, nos dias de hoje, conhecer os novos suportes editoriais digitais, de modo a se atualizar, aproveitar novas oportunidades de negócios e até mesmo migrar para o universo digital. Para mais informações sobre o curso e como se inscrever, clique aqui.

PublishNews, Redação, 1º/10/2020

Pedro Bandeira e Leo Cunha | © Fernando RabeloA Associação dos Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil (Aeilij), abriu inscrições para o seu segundo curso, desta vez com o tema Poesia para a infância: encanto e ritmo. Os professores convidados serão os escritores Pedro Bandeira e Leo Cunha. Com o público-alvo formado por escritores, ilustradores, bibliotecários, docentes, estudantes e demais interessados em literatura, o curso terá como produto final uma coletânea em e-book, com a produção dos participantes e publicação pelo selo Edições AEILIJ. A coordenação é de Flávia Côrtes e Severino Rodrigues. As aulas ocorrerão de 16 a 27 de novembro, às segundas e quartas-feiras, das 19h às 21h, com o evento de encerramento/sarau na sexta-feira (27), das 19h às 20h. As inscrições podem ser feitas até 15 de novembro, clicando aqui. Associados da Aeilij terão 50% de desconto na taxa de inscrição.

PublishNews, Redação, 1º/10/2020

Ter uma autoestima elevada não tem nada a ver com ser arrogante e egoísta. Quem apresenta esse tipo de postura tem, na verdade, a autoestima soterrada. Autoestima também não tem nada a ver com a posição financeiro-social, com o gênero, com o tipo físico… Mas com o que a autoestima está relacionada? Como ela é formada? E o que fazer para ter a autoestima alta? E mais ainda, o que é preciso fazer e deixar de fazer para que a autoestima de quem você ama e quer bem também seja elevada? O que a psicologia e a neurociência falam sobre isso? Em Autoestima como hábito (Paidós / Planeta, 256 pp, R$ 49,90), a psicóloga Gislene Isquierdo apresenta caminhos para uma vida emocional saudável, pautada na psicologia e na neurociência. Como a autoestima é formada e porque é tão importante, o que está por trás dos comportamentos de uma pessoa, o que destrói e o que impulsiona a autoestima, como ela influencia tantos os relacionamentos e técnicas da psicologia para te ajudar a viver a sua melhor versão.

PublishNews, Redação, 1º/10/2020

Existe uma forma simples e eficaz de transformar as situações conflituosas ou carregadas de agressividade em atos de gentileza? Sim. Essa é a resposta de Rosana Braga, escritora, pesquisadora e especialista em relacionamento e comunicação. Na obra Gestos de gentileza (Buzz, 160 pp, R$ 39,90), Rosana criou um guia para situações em que a gentileza pode ser a solução de conflitos e o start para uma vida com mais bem-estar. “A ideia é preparar o leitor para que, diante de uma crise, uma discussão ou uma dificuldade de comunicação, consiga encontrar em si meios muito mais criativos, construtivos e positivos de lidar com a situação e com as pessoas envolvidas.", explica a autora. Gestos de gentileza é um convite à prática diária da gentileza, para se refletir sobre o modo como tem se relacionado consigo mesmo, com as pessoas e com o mundo.

“As livrarias são espaços de contato humano, olhar, comunicação, democracia.”
Jorge Carrión
Escritor catalão
1.
Seja rico
2.
Batismo de fogo
3.
As muralhas vão cair
4.
Desperte a sua vitória
5.
Box Harry Potter
6.
Decida vencer
7.
A sutil arte de ligar o foda-se
8.
Mais esperto que o diabo
9.
Sol da meia-noite
10.
Do mil ao milhão
 
PublishNews, Redação, 1º/10/2020

Em vida é curta, que seja ótima! (BestSeller, 224 pp, R$ 39,90), o leitor aprende a lidar com dificuldades, estresse e conflitos enfrentados no dia a dia e também a perceber e valorizar o que é realmente importante e gratificante na vida. Através dos princípios estabelecidos pelo autor Dale Carnegie, os quais foram ampliados por seus sucessores e aplicados por milhões de seguidores, o leitor será capaz de reprogramar seu mindset, além de ser capaz de planejar a maneira de agir de acordo com a variedade de situações que encontra na vida e aprenderá também como diagnosticar seus pontos fortes e fracos, aprimorando os primeiros e superando os segundos. Além disso o leitor aprenderá a equilibrar as principais áreas da vida: pessoal, familiar, profissional, atividades sociais; minimizar o estresse e a preocupação; como desenvolver um estilo de vida que priorize a saúde; se tornar uma pessoa mais carismática; lidar com pessoas difíceis e a controlar suas emoções.

PublishNews, Redação, 1º/10/2020

A obra O hábito da conquista (Belas Letras, 288 pp, R$ 59,90 – Trad.: Paula Diniz), do professor Bernard Roth, ajuda o leitor a controlar suas próprias intenções e a criar hábitos para tornar a sua vida melhor, porque segundo ele, “a conquista é como um músculo que você aprende a exercitá-lo para atingir seus objetivos”. Na obra, Roth apresenta histórias sobre diversas experiências humanas, ensina o leitor a enxergar por outro ângulo e ressignificar os problemas e explora as ideias do design thinking, geralmente utilizado para buscar inovação dentro das empresas, para ensinar como aplicá-lo na transformação pessoal e no empoderamento. Além das histórias, o livro também traz exercícios para o leitor atingir seus objetivos.

PublishNews, Redação, 1º/10/2020

Em 1995, durante uma apresentação no Estádio do Morumbi em São Paulo, o multiatleta, campeão sul-americano de defesa pessoal e campeão sul-americano de saltos ornamentais, Roger Chedid, estava acompanhado de quatro grandes lutadores de kempô havaiano e de seu coreógrafo. Na ocasião, um dos lutadores, fazendo um movimento de luta, escorregou no gramado molhado e caiu sobre a cabeça de Roger. Com dores no pescoço, ele foi levado para o departamento médico do clube, mas como elas cederam, fez pouco caso do acidente e não foi para o hospital. Continuou lutando. Mas, seu pescoço estava quebrado e Roger só descobriu 17 anos depois, quando durante uma consulta médica, ele recebeu a notícia de que não tinha outra opção a não ser fazer uma cirurgia longa e delicada na qual poderia ficar parcialmente curado, tetraplégico ou morrer. Em Meus últimos 45 dias (Trilha Educacional, 102 pp, R$ 32), Roger não só conta toda essa história, mas também relata as reflexões que fez nestes 45 dias que antecederam a cirurgia, os quais poderiam ter sido os últimos da sua vida. O lançamento da obra acontece na próxima semana, de 5 a 10 de outubro, com uma série de seis lives.

 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.