Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 09/12/2019
Há 49 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial. Faz entregas e coletas em editoras, distribuidoras, livrarias, gráficas e grandes redes. A área de atuação atualmente engloba São Paulo (Capital), grande São Paulo, Jundiaí, Campinas e todo o estado do Rio de Janeiro.
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei, mas atender a todos os seus clientes com a mesma atenção e respeito!
PublishNews, Redação, 09/12/2019

Apenas 17% dos municípios brasileiros têm livrarias, aponta IBGEO IBGE divulgou, no fim da semana passada, os resultados de uma pesquisa em que avalia o desempenho da economia do setor cultural brasileiro. Os dados são referentes a 2018. No ano passado, esse ramo ocupava, segundo apontou o estudo, 5,2 milhões de pessoas e movimentou R$ 226 bilhões. O estudo apontou um dado alarmante: as livrarias estão sumindo da paisagem urbana do Brasil. Em 2001, 2.374 municípios brasileiros (42,7% do total) contavam com pelo menos uma livraria. Em 2018, apenas 985 dos 5.570 municípios brasileiros (17,7%) tinham esse tipo de estabelecimento. A pesquisa aponta que tem mais municípios com videolocadoras (lembram-se delas?) do que com livrarias. Segundo o estudo, 23% das cidades brasileiras ainda têm esse tipo de estabelecimento. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 09/12/2019

Sara e Emerson, sócios da Literárius, estiveram no nosso estúdio para falar sobre a sua solução para editoras e livrariasO Podcast do PublishNews chegou a sua 100ª edição e teve brinde para comemorar. Quem participou do tim-tim foi Sara Fernandes Frigério, sócia da Literárius, sistema especialmente desenvolvido para atender o mercado editorial e livreiro. Com soluções customizadas conforme as necessidades de cada cliente, a Literárius já é utilizada por editoras como Cobogó, Metanoia, Paideia e Primavera Editorial. O sistema oferece soluções para gestão de estoques (próprios e consignados), emissão de notas fiscais, controle de acertos de direitos autorais, entre outras. O programa teve a participação especial de Sergio Alves, da Cosmos, que enviou a sua pergunta pelo WhatsApp, o novo canal de participação dos nossos ouvintes. Além da conversa com a Sara, nossa equipe comentou o que foi destaque no noticiário da semana. O Podcast do PublishNews é um oferecimento da Metabooks, a mais completa e moderna plataforma de metadados para o mercado editorial brasileiro, da UmLivro, novo modelo de negócios para o mercado editorial, e da Auti Books, dê ouvidos a sua imaginação, escute Audiobooks. Você também pode ouvir o programa pelo Spotify, iTunes, Google Podcasts e Overcast. Clique no Leia Mais para ouvir o programa.

PublishNews, Redação, 09/12/2019

O Fantástico apresentou ontem (8) uma reportagem sobre diversos livros didáticos novos que estão virando lixo e até papel higiênico em escolas brasileiras. A matéria começou apresentando dados do Pisa, onde o Brasil está estagnado há uma década entre os países com o pior nível de aprendizado na educação básica. Os livros descartados fazem parte do PNLD, que este ano distribuiu 126 milhões de livros para 35 milhões de alunos, mas o problema começa já na distribuição: em muitas escolas do país faltam livros para os alunos e em várias outras eles estão guardados. Segundo Helena Brandolt, coordenadora pedagógica de uma escola em Alegrete (RS), os professores fazem reuniões especiais com a coordenação pedagógica para a escolha dos livros, mas nunca recebem as obras que são escolhidas. Já o Secretário de Educação do Rio Grande do Sul, Faisal Karam, disse que o desperdício acontece porque o MEC não leva em conta a evasão escolar. Auditorias do Tribunal de Contas da União e da Controladoria Geral da União também detectaram encalhes de livros em escolas do Paraná e do Piauí e o MEC garantiu que no próximo ano fará uma campanha para o uso adequado do livro didático. Durante a Comic Com Experience, que terminou neste domingo (8), a Mauricio de Sousa Produções anunciou uma parceria com a Disney para a produção de conteúdos para o lançamento do novo Star Wars e a continuação do filme da Turma da Mônica. Segundo o Estadão, com o título Turma da Mônica: Lições, o segundo filme da MSP começa a ser filmado em janeiro de 2020. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 09/12/2019

Casa das Rosas | © André HoffEscritores com mais de 18 anos que buscam aprimorar as habilidades de criação literária podem aproveitar a edição do Clipe 2020 - Curso Livre de Preparação do Escritor da Casa das Rosas (Av. Paulista 97 – São Paulo / SP). Para se inscrever é necessário preencher o formulário presente no site do museu-casa literário. O formulário pede dados como um breve currículo, descrição do projeto que pretende desenvolver no Clipe e o motivo que a/o fez buscar pelo curso. Além disso, cada candidato pode se inscrever nos dois gêneros (prosa e poesia), anexando uma breve amostra do trabalho que se encaixa em cada um desses segmentos literários. Em seguida, essa ficha deve ser enviada para o e-mail cae@casadasrosas.org.br. Os interessados podem se inscrever até 14 de fevereiro e a seleção será para uma das categorias e será divulgada no dia 21 de fevereiro, no site da Casa das Rosas. As aulas do Clipe Adulto terão início no dia 4 de março, às quartas-feiras, das 19h às 21h, e aos sábados, das 14h às 16h. A formação ocorre durante oito módulos mensais com oito encontros de março a novembro. Já as inscrições para o Clipe Jovem (voltado para estudantes de 14 a 18 anos) terminam no dia 31 de janeiro.

PublishNews, Redação, 09/12/2019

A LabPub, escola 100% EaD com cursos voltados para o mercado editorial, inicia no dia 11 de janeiro o curso Real Job – Capa de Livro. Um dos maiores desafios de quem inicia uma nova carreira de capista ou designer editorial é realizar seu primeiro trabalho. As editoras, pelo excesso de atividades e número reduzido de funcionários, preferem utilizar profissionais experientes e que já tenham um histórico de sucesso. O resultado é um quadro em que há pouca renovação entre profissionais editoriais e poucos caminhos de entrada para gente nova. Com o intuito de resolver esse impasse, a LabPub criou a série de cursos Real Job, que pretende introduzir novos profissionais no mercado editorial, em trabalhos reais, em livros que serão publicados. Em formato de oficina, o aluno irá produzir uma capa encomendada por uma editora, com a supervisão do capista Delfin, proprietário do Studio DelRey de produção editorial e jurado do Prêmio Jabuti 2019. As aulas acontecem nos dias 11, 18 e 25 de janeiro e no dia 1º de fevereiro, das 10h30 às 13h30. Para mais informações é só clicar aqui.

PublishNews, Redação, 09/12/2019

O Sesc Bom Retiro (Al. Nothmannm 185 – São Paulo / SP) realiza nesta quinta (12), às 19h, a segunda edição do projeto Mulher de Palavra, que tem como tema, nesta segunda edição a fantasia, ficção científica e horror no século XXI em encontros mensais, discutindo um livro diferente a cada encontro. Em dezembro, o livro Justiça Ancilar (Aleph), de Ann Leckie, foi o escolhido. A obra da norte-americana, foge de uma ficção científica comum com naves espaciais e impérios intergalácticos, ao inserir uma inteligência artificial para narrar a história. Este último encontro de 2019, vai receber a escritora e ilustradora Aline Valek, que desenvolveu a identidade visual desta segunda edição do projeto do Sesc, e a jornalista Claudia Fusco especialista em ficção científica. A mediação ficará por conta de Ana Rüsche. O encontro é gratuito.

PublishNews, Redação, 09/12/2019

Exposição 'O Mangá Japonês: passado, presente e futuro’ | © DivulgaçãoA Japan House São Paulo (Av. Paulista, 52 – São Paulo / SP) e a Embaixada do Japão no Brasil realizam neste sábado (14), às 11h, a palestra O mangá japonês: passado, presente e futuro. O encontro será ministrado pelo embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada. Conhecido como “Embaixador Otaku” por sua paixão pelo mangá e anime, Yamada analisará em sua palestra algumas das simbologias por trás da arte dos quadrinhos e da animação japonesa. Além disso, abordará o efeito transformador do mangá sobre o Japão e o mundo. O evento acontece paralelamente à exposição Isto é Mangá – A arte de Naoki Urasawa, que apresenta cerca de 600 trabalhos do artista japonês, entre originais e ilustrações, além de obras inéditas no Brasil. A exposição acontece até 05 de janeiro de 2020 no segundo andar da Japan House São Paulo e o encontro deste sábado é gratuito.

PublishNews, Redação, 09/12/2019

Perto do coração selvagem (Rocco, 208 pp, R$ 29,90) foi a estreia literária de Clarice Lispector, quando a autora tinha apenas 22 anos de idade, e causou grande impacto, suscitando artigos elogiosos de críticos e escritores. Esse foi um ano fundamental na vida de Clarice, além de publicar o primeiro livro, ela obteve a cidadania brasileira, casou-se e diplomou-se em Direito. O posfácio é de Nádia Battella Gotlib. A leitura é caleidoscópica. A protagonista ora tem uma cor, ora outra, conforme o momento ("real" ou onírico). As cores dançam no enredo misturado ao cenário e às sensações da menina-mulher-amante. Joana desfila na vida dos outros personagens, destilando o veneno de víbora, instilado com ironia e respostas cruéis diante dos fatos. A leitura também é lúdica, quando o leitor tenta adivinhar o que a autora preparou páginas adiante e se surpreende com o que presencia. A nova edição traz na capa recortes das telas feitas por Clarice e contém conteúdo extra inédito. As primeiras obras de Clarice a serem reeditadas pela Rocco foram Perto do coração selvagem, O lustre e A cidade sitiada.

“Quando a gente abre um livro é um momento de botar o pé no freio.”
Monica Carvalho
Dona da Livraria da Tarde
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Seja a solução dos seus problemas
3.
Escravidão
4.
A garota do lago
5.
Do mil ao milhão
6.
O poder da autorresponsabilidade
7.
Seja foda!
8.
Essa gente
9.
Luccas Neto em "Os aventureiros"
10.
F*deu geral
 
PublishNews, Redação, 09/12/2019

Quando botou os pés no trem com destino a Roma, Samuel estava certo de que passaria a tarde com o filho Elio e depois seguiria para uma universidade, participar de uma palestra. Mas, durante o trajeto, um telefonema e um encontro inesperado no vagão tiraram seus planos completamente dos trilhos. Com o encontro familiar convenientemente desmarcado, Samuel desembarca na cidade eterna com um novo amor e cheio de planos para novas temporadas em sua casa de veraneio. Este é o ponto de partida de Me encontre (Intrínseca, 272 pp, R$ 49,90 – Trad.: Alessandra Esteche), o novo livro de André Aciman, que retoma a jornada de Elio e Oliver iniciada em Me chame pelo seu nome. Elio é agora um renomado pianista que acaba se mudando para Paris, onde vive um romance com um homem mais velho. Enquanto isso, Oliver leva uma vida comum de pai de família, como professor na Nova Inglaterra, quando decide cruzar novamente o Atlântico, movido pelo gatilho dos primeiros acordes de uma música que o transporta no tempo para os dias de idílio na Itália.

PublishNews, Redação, 09/12/2019

A jornalista Tereza conheceu a atriz Ana em razão de uma entrevista, e a empatia imediata levou as jovens, oriundas de diferentes pontos do país, a dividir uma quitinete em Copacabana, no Rio de Janeiro de fins dos anos 1960. Unidas sob o objetivo comum de concretizarem os próprios sonhos e realizarem suas vidas com autonomia, ambas experimentam uma dura resistência, derivada não só do tradicionalismo como da internalização da repressão a seus projetos e desejos. A chegada da carta de uma tia de Tereza serve de gatilho para uma reavaliação desses percursos. No embate entre a extrovertida e enlouquecida Ana e a introvertida e cansada Tereza, encontram-se os caminhos de duas mulheres em sua luta por amor, reconhecimento e liberdade – uma luta em que a vida individual e a política se mesclam num só movimento afirmativo contra o conservadorismo vigente. O drama de um só ato As moças (Grua, 80 pp, R$ 36) elevou Isabel Camara à condição de figura representativa de um grupo de autores teatrais – a chamada Geração de 1969 –, responsáveis por um significativo retrato de uma juventude que abraça a contracultura e debate questões de liberdade sexual, de gênero e de expressão no contexto ditatorial brasileiro.

 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.