Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 01/08/2019
A BOOKPartners é uma distribuidora completa: atende toda a cadeia do livro e seus devidos processos. Em sua estrutura reúne cerca de 220 colaboradores, dois centros de distribuição, e-commerce e marcas voltadas a segmentos específicos de leitores.
Primavera Assessoria oferece serviço de revisão de textos em português, preparação de originais para editoras e autores, padronizações e outros serviços editoriais.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial. Faz entregas e coletas em editoras, distribuidoras, livrarias, gráficas e grandes redes. A área de atuação atualmente engloba São Paulo (Capital), grande São Paulo, Jundiaí, Campinas e todo o estado do Rio de Janeiro.
PublishNews, Redação, 1º/08/2019

A Rede Leitura e Escrita de Qualidade para Todos (LEQT), cuja missão é contribuir para o desenvolvimento democrático da cultura escrita no Brasil, publicou nesta quarta-feira (31) um manifesto público sobre o decreto presidencial 9.930 que, na semana passada, alterou o Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL), extinguindo o seu Conselho Consultivo formado por voluntários da sociedade civil. No manifesto, a rede alerta que o Conselho Consultivo é o principal elo entre a direção do Plano e a sociedade civil organizada do setor e a sua extinção fere “o histórico de participação social que caracterizou o debate público que culminou com a proposição do PNLL em 2006 e a posterior aprovação da Lei nº 13.696 (Política Nacional de Leitura e Escrita [também conhecida como Lei Castilho]), em 2018”. “Entendemos que a participação social qualifica as políticas públicas, sobretudo em um setor tão complexo, que envolve grande diversidade de atores, diretrizes e ações, e para o qual uma composição plural de olhares contribui para balizar decisões de modo a equilibrar interesses, corrigir possíveis erros e evitar lacunas”, completa o documento assinado por membros da rede como Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), Comunidade Educativa Cedac, Escola de Ciência da Informação da UFMG, Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições (Febab), Fundação Educar DPaschoal, Fundação SM, Fundação Tide Setubal, Instituto Brasil Solidário, Instituto de Leitura Quindim, Instituto Ecofuturo, Instituto Emília, Instituto Pró-Livro (IPL), Itaú Social e SPLeituras. Clique no Leia Mais e leia a íntegra do manifesto.

PublishNews, Redação, 1º/08/2019

Está disponível mais um episódio da Audioteca Paraty 2019, que reúne os áudios das mesas que compuseram a programação da Casa PublishNews durante a Flip. A mesa de hoje, Audiolivros: uma experiência alemã e o que falta pro Brasil viver esse boom? abriu a nossa programação este ano e reuniu os representantes de algumas plataformas brasileiras – André Palme (Storytel), Cris Albuquerque (Ubook), Claudio Gandelman (Auti Books), e Ricardo Camps (Tocalivros) - para falarem sobre suas experiências e planos para desenvolver esse mercado no país. A mesa também trouxe o alemão Eric Bartoletti, business development manager da Bookwire, que apresentou um panorama detalhado do mercado alemão de audiolivros. Para facilitar para os nossos ouvintes, separamos a mesa em dois programas: o primeiro trará os players brasileiros falando sobre o mercado nacional, e o segundo, a apresentação de Eric sobre o mercado alemão que sairá na próxima terça. Clique no Leia Mais para ouvir o programa.

PublishNews, Redação, 1º/08/2019

A obra Circe, escrita por Madeline Miller (na foto ao lado) e um dos primeiros livros do selo Planeta Minotauro, vai inspirar uma série produzida pela HBO Max. Também vencedora do Prêmio Goodreads na categoria fantasia, o livro reconta uma história clássica sob a perspectiva de uma personagem feminina. Circe: feiticeira, bruxa. Entre o castigo dos deuses e o amor dos homens traz um novo olhar sobre uma das personagens da Odisseia, popularmente conhecida como a "feiticeira que transformava homens em porcos". Narrada em primeira pessoa, a personagem relembra a própria vida desde a infância. Considerada a ninfa mais inexpressiva da família, nem tão bela quanto a mãe, nem tão poderosa quanto o pai - Hélio, o deus Sol – era também desprezada pelos irmãos e foi condenada a viver isolada numa ilha eternamente. Na ilha, domina seus poderes de bruxas e desempenha papéis fundamentais nas histórias de alguns dos personagens mais ilustres da mitologia. Já a série terá oito episódios e está sendo descrita como uma visão moderna do mundo da Mitologia Grega. A equipe envolvida no projeto conta com a dupla Rick Jaffa e Amanda Silver (Jurassic World). Eles serão roteiristas e produtores executivos da série. A previsão de estreia é para o segundo trimestre de 2020.

PublishNews, Redação, 1º/08/2019

A Fundação Dorina Nowill para Cegos, dedicada à inclusão de pessoas com deficiência visual e que produz e distribui livros em braille, falados e digitais de forma gratuita, está contratando um gerente de TI direcionado para área de produção e gráfica. As funções do cargo incluem a gestão da equipe; acompanhar o ambiente de backup interno; ser o responsável pelo levantamento de requisitos de software para desenvolvimento de novas aplicações; acompanhar fornecedores de software quanto à entrega e homologação; e acompanhar a manutenção da plataforma de edição e publicação de livros digitais em formato ePub3 e Daisy. É necessário ter ensino superior nas áreas de Análise de Sistemas, Ciência da Computação, Tecnologia ou Sistemas da Informação e ter inglês fluente. Os currículos devem ser encaminhados para o e-mail currículos@fundacaodorina.org.br.

PublishNews, Redação, 1º/08/2019

A Editora do Brasil, que publica livros para alunos e educadores com o objetivo de aprimorar a experiência com o material didático, abriu uma vaga para assessor pedagógico para atuar no Rio Grande do Norte. É necessário ter superior completo em Pedagogia, Letras, Biologia ou outras áreas voltadas para a educação; experiência anterior com assessoria pedagógica em editoras de livros; e disponibilidade para viagens. O contratado será responsável por dar assistência pedagógica às escolas adotantes, visando a ampliação da carteira de clientes e resultados; auxiliar a equipe de divulgação através de treinamentos em grupo; e assegurar o atendimento e a satisfação do cliente. Os interessados devem enviar o currículo para o e-mail selecao.rh@editoradobrasil.com.br.

PublishNews, Redação, 1º/08/2019

Nesta sexta-feira (2), às 19h a escritora angolana Ana Paula Tavares estará na Biblioteca Mário de Andrade (Rua da Consolação, 94 - São Paulo / SP) para lançar o livro Um rio preso nas mãos (Kapulana, 108 pp, R$44,90). Publicadas originalmente de forma esparsa no jornal Rede Angola, as 38 crônicas que compõem o livro viajam por diferentes assuntos e narrativas, deslizando entre a autobiografia e o ficcional, a oralidade e a escrita, o passado e o presente, além de abordar temas sobre Angola em uma magistral linguagem poética e incisiva. Ana Paula também participará de um bate-papo sobre o livro com a mediação de Larissa Lisboa. No dia 5, também às 19h, ela estará na Universidade de São Paulo (USP - Av. Prof. Luciano Gualberto, 403 - Edifício Prof. Antonio Candido, Sala 266) para participar de uma roda de conversa que contará com a participação das professoras Rita Chaves (FFLCH-USP) e Leila Leite Hernandez (CEA-USP).

PublishNews, Redação, 1º/08/2019

A TAG – Experiências Literárias colocou à venda no seu e-commerce, a sua primeira edição exclusiva: uma versão de alta qualidade gráfica e com design próprio do livro Ensaio sobre a cegueira, do escritor português José Saramago (Companhia das Letras). Os associados da TAG participaram da escolha do título através do aplicativo de interação social do clube, e tiveram preferência de compra durante o mês de junho. Ensaio sobre a cegueira esteve entre os cinco clássicos mais indicados. Em 2018, o e-commerce foi responsável por 7% do faturamento do clube de livros.

PublishNews, Redação, 1º/08/2019

Reunindo duas narrativas que apresentam instantes extremos dos caminhos da existência humana, Manuelzão e Miguilim (Global, 224 pp, R$ 39) configura-se em um edifício de alta densidade literária, construído com a engenhosidade ímpar de João Guimarães Rosa. Em Campo Geral, os leitores experimentam o mundo pelos olhos do menino Miguilim que, em seu cotidiano vivido no seio de uma família sertaneja, consegue, graças à sua curiosidade e inocência, enxergar - e espalhar - beleza nos lugares e situações que vivencia. Em Uma estória de amor, a prosa rosiana conduz o leitor às reflexões que brotam do coração sofrido do vaqueiro Manuelzão por ocasião da festa que marca a inauguração de uma capela que ele constrói em memória de sua mãe. Na cabeceira de sua vida, Manuelzão sente ter chegado o momento de apropriar-se de sua história. Esta nova edição traz, ao fim do livro, um texto da escritora Henriqueta Lisboa, no qual ela empreende uma análise precisa e delicada sobre os escritos de Guimarães Rosa, mais especificamente sobre a novela Campo Geral.

“O livro é a estocagem de saber mais barata”
Pedro Paulo de Sena Madureira
Editor brasileiro
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
O milagre da manhã
3.
Do mil ao milhão
4.
Mais esperto que o diabo
5.
O poder da autorresponsabilidade
6.
F*deu geral
7.
A garota do lago
8.
Seja foda!
9.
Brincando com Luccas Neto
10.
Os segredos da mente milionária
 
PublishNews, Redação, 1º/08/2019

Numa esquina da Kiev de setembro de 1941, a babuchka, que talvez se chamasse Esther, pergunta em iídiche a soldados alemães o caminho para Babi Yar, onde, dois dias depois, mais de 33 mil judeus seriam mortos. Essa história, porém, começa muito antes e é narrada de um ponto de vista singular: o de uma ex-cidadã soviética nascida na Ucrânia no início da década de 1970 que escolhe Berlim como refúgio e ponto de partida, e adota o alemão, aprendido aos 26 anos, como instrumento de resgate de uma fragmentada história familiar. É dessa Berlim, hoje pacífica, que parte a jornada da narradora em busca da própria história, entrecruzada a todo instante por eventos cruciais do século XX. Talvez Esther (Companhia das Letras, 240 pp, R$ 64,90 – Trad.: Sergio Tellaroli), livro da ucraniana Katja Petrowskaja, reconstitui a fragmentada trajetória de sua família a partir de uma perspectiva inusitada.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.