Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 31/01/2019
Aldeia dos Livros oferece serviços que vão desde a revisão de textos em geral; tradução do inglês e espanhol; copydesk; pareceres; contatos com editoras; eventos nacionais e internacionais; criação de capas de livros, branding e coaching criativo para autores.
HiDesign Estúdio é um estúdio editorial focado em design. Entre os trabalhos oferecidos pelo estúdio estão: capas, projetos gráficos, diagramação e ilustração para projetos de editoras e autores independentes.
A Beluga Editorial presta diversos serviços de produção do livro, incluindo revisão, copidesque, diagramação, capa e projeto gráfico. Atendemos tanto editoras quanto autores.
PublishNews, Redação, 31/01/2019

Edição passada da feira e-cêntrica | © Layza Vasconcelos / DivulgaçãoA partir da próxima segunda-feira (04), Goiânia será palco da ação Leitura & Resistência, que contará com uma extensa programação de oficinas, debates, feira e uma intervenção urbana, intitulada #PovoQueLê, que levará para o ponto mais central da cidade uma vigília de 24 horas de leitura. A iniciativa é da NegaLilu Editora e da Casa da Cultura Digital. Tudo começou em 2016, com o Mapa de Publicações Independentes, que hoje reúne o perfil de 86 pequenas editoras, seis coletivos e 284 autores independentes das cinco regiões do país. Do mapa, nasceu a feira e-cêntrica, que acontece, em 2019, debaixo do guarda-chuva da Leitura & Resistência. Nesse ano, estarão reunidas no Centro Cultural Cora Coralina (Rua 3, s/n, Centro) 76 expositores de Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Nas bancas, além de livros, estarão zines, periódicos culturais e artes gráficas. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 31/01/2019

Começa na quinta-feira da próxima semana o Festival Internacional de Cinema de Berlim, o Berlinale. Como acontece desde 2006, a Feira do Livro de Frankfurt realizará, dentro da programação do festival, um pitching em que detentores de diretos autorais de obras literárias terão a oportunidade de apresentar seus trabalhos a produtores de filmes. É uma vitrine mundial para obras literárias que têm fôlego para cinema. Para a edição de 2019, o Books at Berlinale recebeu 160 inscrições de 30 países. Desse universo, foram selecionados 12 títulos que vieram da Alemanha, França, Reino Unido, Itália, Holanda, Noruega, Suíça, Espanha, Coreia do Sul, Síria e Turquia. Entre os títulos selecionados se destaca o livro Dance or die, do sírio Ahmad Joudeh. O livro conta a história real do autor que sustentou seu sonho de dançar, apesar da guerra no seu país e das ameaças de extremistas. “Estou especialmente feliz por esse livro estar entre os selecionados”, disse Juergen Boos, diretor geral da Feira de Frankfurt. “É importante que as histórias comoventes de nosso tempo sejam contadas de maneiras diferentes para que elas alcancem um grande público”, completou. A seleção conta ainda com Keep saying their names, de Simon Stranger, da Noruega, país homenageado de Frankfurt nesse ano, e Rightful blood, de Francesca Melandri, eleito pela revista Spiegel o “romance internacional do ano”. O pitching acontece no próximo dia 11. Clique no Leia Mais para conferir a lista dos títulos selecionados.

PublishNews, Redação, 31/01/2019

Um menino de 11 anos que se vê obrigado a lidar com sentimentos desconhecidos e sem saber ainda o que é o amor. Em síntese, esta é a proposta do livro A coisa brutamontes (Editora Companhia Editora de Pernambuco, 44 pp, R$ 40), de Renata Penzani, com ilustrações de Renato Alarcão, que será lançado na Livraria NoveSete (Rua França Pinto, 97, Vila Mariana – São Paulo / SP), neste sábado (02), a partir das 15h. Além de contar com a presença da autora, que conversará com o público e autografará a obra, o evento de lançamento terá ainda um encontro com a participação da escritora e educadora Marcia Leite (editora da Pulo do Gato), de Daniela Padilha (editora da Jujuba) e da ilustradora e mestre em crítica literária Aline Abreu, com mediação da jornalista especializada em literatura para a infância, Cristiane Rogerio. O bate-papo terá como tema Os pode-não-podes na literatura infantojuvenil: os temas tabus nos livros para crianças, com a proposta de conversar sobre assuntos frequentemente ignorados pelos adultos, como morte, melancolia e solidão, e como isso afeta as crianças.

PublishNews, Redação, 31/01/2019

Jornalista Cristina Serra, autora do livro 'Tragédia em Mariana', confirma participação no Flipoços | © Luis Paulo FerrazMenos de dois meses após o lançamento do livro Tragédia em Mariana (Record), a jornalista Cristina Serra se vê diante da triste possibilidade de continuar contando as histórias das vítimas de tragédias como a que na última sexta-feira (25) acometeu Brumadinho (MG). Enquanto assimila o acontecimento, ela anuncia a presença na 14ª edição do Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, o Flipoços, que neste ano ocorre entre os dias 27 de abril e 05 de maio e tem como tema Literatura sem fronteiras, com entrada gratuita. A jornalista, que desde 2015, após cobrir como repórter de TV a tragédia em Mariana (MG), ouve histórias de vítimas e apura o que levou a barragem a se romper, destaca que Brumadinho já era uma “tragédia anunciada”. Para ela, falar do tema no Flipoços é fundamental. “Essa é uma pauta urgente da sociedade brasileira, no momento em que governos estaduais e o governo federal recém-empossados, falam no desmonte da legislação ambiental brasileira. Para o Estado de Minas Gerais esse debate é ainda mais crucial. Como o Flipoços acontece em Minas, tenho certeza que será um palco importante para reverberar esse assunto e levá-lo a todo tipo de público leitor que participa da feira”, declarou.

PublishNews, Redação, 31/01/2019

Encontro no Instituto de Leitura Quindim vai evidenciar o processo de criação do ilustrador André Neves | © Redes Sociais do ilustradorO ilustrador André Neves estará no Instituto de Leitura Quindim (Rua Luiz Covolan, 2820 – Bairro Santa Catarina, Caxias do Sul / RS) neste sábado (02) para inaugurar a programação do Grupo de Estudos e Pesquisas (GEP) do instituto inaugurado no fim do ano passado. O GEP terá dois encontros mensais, sempre no primeiro e no terceiro sábado de cada mês. Nesse encontro, Neves que é professor convidado da Escola de Ilustração para Infância de Sarmede (Itália) vai falar sobre o seu processo de criação, da ideia à concepção, e trabalhará com o grupo um livro que ainda está sendo finalizado. O encontro acontece das 9h às 12h e tem uma taxa de inscrição no valor de R$ 50. Ainda em fevereiro, acontece, no dia 16, um encontro com a professora e contadora de histórias Adriana Camêlo Lucena. O tema será o lugar da criança quando contamos uma história. Mais informações pelo e-mailinstitutodeleituraquindim@gmail.com.

PublishNews, Redação, 31/01/2019

Logo mais, a partir das 18h, a jornalista Josélia Aguiar e o historiador Luiz Antonio Simas estarão na Livraria Leonardo da Vinci (Av. Rio Branco, 185 - Subsolo – Centro - Rio de Janeiro / RJ) para Uma conversa sobre vida e morte em Jorge Amado. A ideia é bater um papo sobre a vida e a morte na obra do escritor baiano biografado por Josélia. Após o debate, a jornalista autografará o livro publicado pela Todavia. A entrada é gratuita.

PublishNews, Redação, 31/01/2019

Big Tech (Ubu, 192 pp, R$ 49,90 – Trad.: Claudio Marcondes), livro do especialista em tecnologia e internet Evgeny Morozov, reúne seus principais artigos e problematiza a lógica do chamado "solucionismo" tecnológico, que enxerga a tecnologia como saída para problemas que instituições e governos falharam em resolver. O livro alerta que a internet e as plataformas digitais baseadas em dados pessoais (Airbnb, Uber, Facebook e Whatsapp, para dar alguns exemplos), diferente do que se costuma acreditar, podem servir de ferramenta contrária à democracia, dependendo da maneira como são usadas. Extremamente atual, abordando os efeitos positivos e negativos do universo automatizado em que vivemos, este é o 6º título da coleção Exit, com os textos essenciais do autor, inédito em português.

PublishNews, Redação, 31/01/2019

Em A arte de ler mentes (BestSeller, 256 pp, R$ 39,90 – Trad.: Daniela Barbosa Henriques), o mentalista sueco Henrik Fexeus ensina o que o leitor precisa saber para influenciar pessoas e ler os sinais conscientes e inconscientes emitidos pelo corpo, pela mente, pela fala e pela personalidade de cada indivíduo, incluindo seus próprios sinais. Com dicas e exercícios práticos e ilustrados por fotos, os leitores aprenderão a diferenciar os trejeitos e vícios de linguagem, os discursos verdadeiros e os falsos e vão saber como decifrar os pensamentos de uma pessoa e convencê-la a seguir suas ideias e opiniões. De forma direta e simples, Henrik Fexeus mostra que a capacidade de ler mentes não é um fenômeno paranormal, mas trata-se simplesmente de compreender todos os aspectos da mensagem que o outro quer transmitir, observando as nuances do interlocutor e acompanhando seus movimentos.

“Não existirá uma política pública séria e eficaz para o Livro, para a Leitura e para a Escrita, sem dedicação à formação de leitores desde a Educação Infantil e também dedicado à qualificação de leitores de todas as idades”
Larissa Mundim
Jornalista, editora e uma das coordenadoras do Leitura & Resistência
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
O milagre da manhã
3.
Me poupe!
4.
Seja foda!
5.
O poder da ação
6.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
7.
Aprendizados
8.
O poder da autorresponsabilidade
9.
Minha história
10.
Prisioneiros da mente
 
 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.