Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 25/09/2018
Aldeia dos Livros oferece serviços que vão desde a revisão de textos em geral; tradução do inglês e espanhol; copydesk; pareceres; contatos com editoras; eventos nacionais e internacionais; criação de capas de livros, branding e coaching criativo para autores.
HiDesign Estúdio é um estúdio editorial focado em design. Entre os trabalhos oferecidos pelo estúdio estão: capas, projetos gráficos, diagramação e ilustração para projetos de editoras e autores independentes.
A Beluga Editorial presta diversos serviços de produção do livro, incluindo revisão, copidesque, diagramação, capa e projeto gráfico. Atendemos tanto editoras quanto autores.
PublishNews, Redação, 25/09/2018

Os jurados do Prêmio Rio de Literatura elegeram esta semana os vencedores da terceira edição da premiação. Em Prosa de Ficção, o vencedor foi Silviano Santiago (na foto ao lado) com a obra Machado (Companhia das Letras); em Ensaio, venceu Paulo Cesar da Costa Gomes, autor de Quadros geográficos (Bertrand); e em Poesia, O martelo (Garupa), obra de Adelaide Ivánova foi a escolhida. Os vencedores das três categorias receberão prêmio no valor de R$ 100 mil. Na categoria Novo Autor Fluminense, o escolhido foi Guiado Arosa, com a obra O complexo melancólico. O autor receberá R$ 10 mil e terá o livro produzido, publicado e distribuído ao mercado com mil exemplares de sua obra. Nesta edição, o prêmio também concedeu uma menção honrosa na categoria Novo Autor Fluminense cuja vencedora foi Annalu Braga com o livro Olhos de vidro, que terá 500 exemplares publicados. Em 2018, o Prêmio Rio de Literatura recebeu 464 inscrições de autores de todo o Brasil e teve o júri comporto por Antonio Secchin, Gabriel Chalita, Davi Barbosa, Heloísa Buarque de Hollanda e Renato Cordeiro Gomes.

PublishNews, Redação, 25/09/2018

Os sindicatos dos Empregados em Editoras de Livros (SEEL) e Nacional dos Editores de Livros (SNEL) estão em mesa para discutirem a campanha salarial 2018 / 2019. A primeira reunião aconteceu no último dia 17 quando os empregadores receberam a proposta dos empregados que pedem reposição integral da inflação nos últimos 12 meses mais aumento real de 2%, além de piso salarial de R$ 1,4 mil; Vale-Refeição no valor mínimo de R$ 30 por dia e cesta básica no valor de R$ 150. O sindicato dos empregadores informou ao PublishNews que os termos da convenção coletiva estão sendo discutidos e que, por enquanto, não há uma posição definitiva sobre os pleitos dos trabalhadores. Nesta quarta-feira (26), acontece a segunda rodada de negociações entre os dois sindicatos.

PublishNews, Henrique Rodrigues, 25/09/2018

Quando eu era criança, ficava um pouco assustado quando os adultos me viam estudando e diziam: “olhaí, esse é o futuro do país”. Era algo pesado demais para a nossa galerinha, cuja maior preocupação era tirar uma nota decente e passar de ano. Ao entrar na adolescência, imaginava que essas mesmas pessoas haviam recebido comentários similares quando mais jovens, e questionava por que, tendo crescido, eles jogavam a responsabilidade para os próximos da fila. Hoje entendo que é o ciclo natural da esperança. Por esses dias aprendi muito com jovens, que têm cada vez mais a nos ensinar, em vários aspectos. Não é de hoje que essa chamada geração Z, ou millennials vêm quebrando várias expectativas sobre seu comportamento e visão de mundo. Especificamente na área dos livros, lembro-me bem de quando, lá por 1997, quando estava na faculdade e os adventos digitais começavam a se popularizar, surgia o alerta apocalíptico: “essa tal internet vai acabar com os livros”. E quem nascia naquela época se tornou o grupo que hoje vai às bienais com malas, cria seus próprios canais de discussão sobre livros, torna-se booktuber e lê mais que outras faixas etárias aqueles mesmos volumes impressos e pesados da qual os jovens das gerações anteriores tinham horror. Clique no Leia Mais e tenha acesso à íntegra deste artigo.

PublishNews, Redação, 25/09/2018

A HarperCollins Publishers, em parceria com a Warner Bros. Consumer Products, anunciou esta semana um projeto mundial de publicação de livros voltados para o público adulto baseados no filme Animais fantásticos: os crimes de Grindelwald, cujo lançamento mundial está previsto para 16 de novembro. O filme transporta o público para o universo mágico da Paris de 1920 e Eddie Redmayne volta ao papel de protagonista como Newt Scamander, o magizoólogo do universo da magia. Com um roteiro escrito por J.K. Rowling, o filme fornece farto material para a criação de outras obras voltadas ao público adulto. Sendo assim, os novos títulos da HarperCollins vão focar no filme e seus bastidores com quatro obras: Notícias extraordinárias: as histórias por trás da magia; Os arquivos da magia; ­­Luzes, câmera, magia!; ­­e A arte de Animais fantásticos: os crimes de Grindelwald. Os títulos começam a ser lançados em novembro, para coincidir com o lançamento do filme.

PublishNews, Redação, 25/09/2018

Encerram nesta quinta (27) as inscrições para a terceira edição do Prêmio IPL - Retratos da Leitura. Realizado pelo Instituto Pró-Livro, o prêmio tem como objetivo coroar os melhores projetos que valorizam e difundem o incentivo à leitura. As inscrições e o cadastro de projetos devem ser realizadas na Plataforma Pró-Livro e antes da inscrição é importante verificar se o projeto atende ao regulamento da terceira edição. Como no ano anterior, serão escolhidos projetos em quatro categorias: Empresas da cadeia produtiva do livro; Organizações Sociais; Mídias; e Bibliotecas públicas e comunitárias. Uma equipe de especialistas fará uma seleção prévia dos finalistas e uma comissão de jurados elegerá três vencedores para cada uma das categorias. A entrega da terceira edição do prêmio ocorrerá em dezembro. O regulamento pode ser lido aqui e o tutorial sobre como se inscrever aqui.

PublishNews, Redação, 25/09/2018

Guimarães Rosa | © EdiouroO Centro Cultural Casa Arca (Av. Sabiá, 743, Moema – São Paulo / SP) recebe a partir deste mês, duas novas edições do Laboratório de Leitura (LabLei), vivência de leitura compartilhada de clássicos da literatura universal. O primeiro ciclo de leitura irá analisar a obra Orgulho e Preconceito, de Jane Austen. Serão cinco encontros que acontecerão às quartas-feiras, entre 26 de setembro e 24 de outubro, das 15h30 às 17h. Já o ciclo de Grande Sertão: Veredas, obra de Guimarães Rosa, irá ocorrer às quintas, das 20h às 21h30, entre 27 de setembro e 6 de dezembro, em nove semanas. A coordenação de ambos os laboratórios ficará a cargo do historiador, pesquisador, palestrante e escritor Dante Gallian. O investimento para participação no ciclo de Orgulho e Preconceito é de R$ 750. Já para participar dos nove encontros de Grande Sertão: Veredas, o valor é de R$ 1.350.

PublishNews, Redação, 25/09/2018

O jornalista e escritor Tom Farias é o próximo convidado da série Autografias do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc (Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – São Paulo / SP), que acontece no dia 28, às 19h30. Na ocasião, ele falará sobre o livro Carolina: uma biografia (Malê), que aborda a trajetória de vida da escritora mineira Carolina Maria de Jesus (1914-1977). Da infância pobre, na cidade de Sacramento, em Minas Gerais, passando pelas cidades em que Carolina peregrinou na juventude em busca de trabalho e de diagnóstico e cura para uma doença nas pernas, até sua chegada a São Paulo onde se instalou na favela do Canindé. Farias borda não somente sua relação com os filhos e o momento de ascensão, devido ao sucesso editorial do livro Quarto de despejo, mas também, o declínio em razão do desinteresse do mercado editorial e dos leitores em relação às suas publicações posteriores, o que, acrescido da sua personalidade forte e das barreiras sociais e discriminatórias brasileiras, levou a escritora retornar a mesma condição de pobreza em que viveu boa parte da sua vida. O encontro é gratuito e as inscrições podem ser feitas clicando aqui.

PublishNews, Redação, 25/09/2018

A Biblioteca Pública do Paraná (Rua Cândido Lopes, 133 – Curitiba / PR), em parceria com a Fatum Educação e a Cia Zoom, recebe nesta semana atrações do VI Encontro Internacional de Contadores de Histórias. O evento, que acontece de 27 a 29 de setembro, reúne artistas de vários países sul-americanos, como Alejandro Ayala (Argentina), Ana Gabriela Balletta (Bolívia) e Gonzalo Paiva (Peru), além dos brasileiros Cleber Fabiano e Elizabeth Fontes. Durante os encontros, serão discutidos temas relacionados à arte de contar histórias por meio de bate-papos, palestras, uma oficina e uma exposição. A abertura acontece no dia 27, às 19h, no auditório, e contará com a presença do diretor da BPP, Rogério Pereira, e do fundador da Fatum Educação, Cleber Fabiano. Além dos bate-papos sobre contação de histórias, os convidados internacionais ministram uma oficina sobre o mesmo tema. Haverá também venda de livros que falam sobre os temas abordados durante os três dias de encontro. Para participar das atividades é necessário se inscrever pelos telefones (41) 4141-2018 ou (41) 9.9711-0577. A programação completa você confere aqui

“O escritor brasileiro tem que ouvir o Brasil.”
Jorge Amado
Escritor brasileiro (1912-2001)
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
3.
O milagre da manhã
4.
Seja foda!
5.
O poder da autorresponsabilidade
6.
Para todos os garotos que já amei
7.
Me poupe!
8.
21 lições para o século 21
9.
Poesia que transforma
10.
Sapiens
 
PublishNews, Redação, 25/09/2018

Em O novo Iluminismo (Companhia das Letras, 664 pp, R$ 84,90), o cientista cognitivo Steven Pinker incita o leitor a rechaçar manchetes alarmistas e profecias apocalípticas, que surgem nos dias atuais e influenciam nossa visão de mundo. Com 75 gráficos, ele demostra que a vida, a saúde, a prosperidade, a segurança, a paz, o conhecimento e a felicidade estão em ascensão, não apenas no Ocidente, mas em todo o mundo. Para Pinker, esse progresso é uma herança do Iluminismo. Nadando contra as correntes da natureza humana exploradas por demagogos, o projeto iluminista é atacado por religiosos, políticos e intelectuais pessimistas que insistem que a civilização ocidental passa por um inexorável processo de declínio. Mas basta olhar os dados: eles indicam que, com o avanço do conhecimento, as pessoas estão de fato vivendo mais e melhor. Sem negar que nossos tempos são atribulados, Steven Pinker não hesita em apontar o caminho para as soluções: reforçar o ideal iluminista de usar a razão e a ciência para resolver problemas.

PublishNews, Redação, 25/09/2018

“Neste livro não só se lê, se conversa e se escreve sobre o ofício de professor, mas também se mostra o professor (que sou) em seu exercício [...]”. É com essa apresentação que Jorge Larrosa inicia Esperando não se sabe o quê (Autêntica, 528 pp, R$ 96,50). O objetivo da obra é falar com todo tipo de professor, e, para além disso, com os mais diferentes leitores, principalmente com aqueles que gostam de escutar as pessoas discorrendo sobre o que fazem e pensando sobre isso. No decorrer do livro, Larrosa dialoga com outros professores, discutindo o ser professor como ofício milenar, que muda de acordo com as épocas e as funções às quais se atribui, mas sempre muito similar no que se refere à materialidade concreta de seu trabalho e aos gestos básicos que o constituem. O livro é dedicado a todos os professores e professoras de escolas e universidades públicas que, como o próprio autor menciona, correm contra o vento e a maré e continuam fazendo bem o seu trabalho – sendo professores – e levantando diques para que o mundo não se desfaça.

PublishNews, Redação, 25/09/2018

Os dados do Sistema de Avaliação do Ensino Básico (Saeb) mostram, por exemplo, que apenas 4% de alunos do Ensino Médio têm conhecimento adequado das disciplinas de português e matemática. Estes resultados reforçam a existência de uma grave crise de aprendizagem, como revela o autor Daniel Barros em País mal-educado (Civilização Brasileira, 308 pp, R$ 49,90). No texto, ele faz uma investigação das raízes da baixa qualidade do ensino no Brasil, incluindo uma análise do último século e o cruzamento de pesquisas de ponta, políticas públicas de sucesso e entrevistas com especialistas. O objetivo de Daniel é desfazer alguns dos mitos e responder ao que considera a questão central de qualquer sistema educacional: as crianças e adolescentes estão aprendendo? O livro mostra ainda que existe esperança: há diversos estados como Pernambuco, Ceará, Goiás e municípios como Sobral (CE), Rio de Janeiro (RJ) e Seabra (BA) que avançaram bastante e se tornaram exemplos para o restante do país.

PublishNews, Redação, 25/09/2018

Na sombra, nosso lado a ser mais bem desenvolvido. Simples assim. Em A luz e a sombra dos 12 signos – Histórias e interpretações que ajudam a compreender a força dos astros (Principium, 256 pp, R$ 29,90), Claudia Lisboa usa sua bagagem de anos dedicados ao profundo estudo da Astrologia para mostrar ao leitor os caminhos para entender os signos e como tirar o melhor de cada um deles. Ao longo do livro, Claudia vai etiquetando os personagens à sua volta com histórias reais e de depoimentos de familiares e amigos e ajuda o leitor a construir seu próprio universo analógico, identificando e decifrando seu próprio elenco de relacionamentos. A luz e a sombra dos 12 signos é um guia para quem deseja aprender mais sobre si mesmo e para lidar melhor com pessoas do seu convívio.

PublishNews, Redação, 25/09/2018

O que faz com que algumas pessoas sejam fortes para lidar com dificuldades e situações extremamente exigentes, enquanto outras rapidamente sucumbem e se entregam em circunstâncias semelhantes? De onde vem essa capacidade especial de resistir a situações de conflito, pressão, dramas pessoais, sofrimento e infortúnio de diversos tipos? Qual é a força misteriosa que nos permite sair de uma situação deprimente e voltar a ter uma vida plena? Em Resiliência (Vozes, 280 pp, R$ 34,90) Christina Berndt retrata como essa imensa força surge em algumas pessoas, e descreve o que neurobiólogos, geneticistas e psicólogos descobriram sobre a origem dessa resistência. Para todos aqueles que utilizam essa força, perder, por vezes, também é uma possibilidade de crescimento. Embora os fundamentos da resiliência sejam normalmente estabelecidos durante a primeira infância, este livro mostra que, com as estratégias adequadas, é possível desenvolver essas capacidades mesmo em adultos.

 
©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.