Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 13/09/2018
A psi7 Printing Solutions & Internet 7 S.A. é uma empresa de tecnologia na gestão de conteúdos que ajuda as empresas, sejam editoras ou indústrias, a propagar o seu conteúdo nos formatos impresso, áudio, dados ou eletrônico.
Revisora, copidesque e produtora editorial há mais de dez anos com experiência em todas as etapas da produção editorial.
Com mais de 20 anos de experiência na diagramação de livros, Julio Fado oferece um trabalho profissional, de qualidade e rápido. Além da diagramação de livros para impressão, ele também diagrama livros em formato digital.
PublishNews, Redação, 13/09/2018

Multidão que visitou o Anhembi para conferir a última Bienal do Livro de São Paulo, em agosto passado. Próxima edição, em 2020, terá nova casa | © DivulgaçãoEm uma reunião na manhã desta quinta-feira foram anunciados o local e a data de realização da 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. O evento, que integra o calendário oficial da cidade de São Paulo, vai ocupar três dos cinco pavilhões do Expo Center Norte e acontecerá entre os dias 30 de outubro e 8 de novembro. Segundo a Câmara Brasileira do Livro (CBL), realizadora da Bienal, o objetivo é melhorar a experiência de visitantes e expositores, com uma infraestrutura mais moderna e repaginada, além de promover interação ainda maior de público, autores e editoras. Pesquisa realizada na última edição do evento mostrou que 38% dos visitantes estiveram pela primeira vez na Bienal e 53% dos que visitaram em 2016 afirmaram que a edição de 2018 foi melhor do que a anterior, já 82% do público saiu satisfeito e 75% tem a intenção de retornar na próxima edição. Entre os expositores, 85% ficaram satisfeitos com a 25ª edição, um crescimento de 6% em relação à 2016. A mesma pesquisa apontou ainda que, na comparação com a edição de 2016, houve aumento de 37% no gasto médio por pessoa durante os dias. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 13/09/2018

Parlamento Europeu aprova reforma da Lei de Direito Autoral no continente | © Diliff / WikicommonsNa última quarta-feira (12), o Parlamento Europeu aprovou uma proposta de reforma da lei dos direitos autorais no continente, em especial a circulação desses conteúdos na internet. O que se quer com isso é garantir que artistas, bem como editores de imprensa e jornalistas, sejam remunerados pelo seu trabalho quando este é utilizado por plataformas de partilha, como o YouTube e o Facebook, ou agregadores de notícias, como o Google Notícias. Pela decisão, gigantes da tecnologia como estes citados acima deverão compartilhar parte do seu faturamento com criadores de conteúdo, como editoras, jornais e revistas. O texto legislativo inclui também salvaguardas para proteger as pequenas plataformas e a liberdade de expressão. Clique no Leia Mais e veja a repercussão dessa decisão do Parlamento Europeu.

PublishNews, Redação, 13/09/2018

Começa nesta sexta (14) e segue até domingo (16), a Festa Literária Internacional da Mantiqueira (Flima), evento apoiado pelo PublishNews e que pretende transformar Santo Antônio do Pinhal, cidade localizada no alto da Serra da Mantiqueira, em um centro de circulação e de debate de livros, ideias e conceitos de sustentabilidade. Com mais de 100 convidados, 14 mesas de debates, e mais de 60 atividades gratuitas, o evento oferece atrações para um público amplo e segmentado com a Flima (adultos), Flimais (adultos na escola), Fliminha (infantil), Flimax (jovens) e Flimambiental (sustentabilidade). A expectativa é que o evento receba 15 mil pessoas. A programação começa com a participação de Milton Hatoum, às 20h, na mesa Romance de Formação e a Formação do Romancista, ao lado do jornalista e crítico literário Manuel da Costa Pinto. O evento contará ainda com mesas sobre literatura e cinema, fake-news, fotografia, jornalismo, racismo, eventos de contação de histórias e oficinas. A programação completa você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 13/09/2018

Terézia Mora | © DivulgaçãoA Casa Guilherme de Almeida (Rua Macapá, 187 – São Paulo / SP) recebe logo mais, às 19h, a escritora húngara radicada na Alemanha, Terézia Mora (foto ao lado) e a escritora e tradutora Simone Homem de Mello para um bate-papo sobre literatura e tradução do livro Todo dia (Nau Editora, 512 pp, R$ 58,40), romance de estreia de Mora. A obra, que recebeu o aporte do Programa de Fomento à Tradução do Goethe-Institut, narra os acontecimentos na vida de Abel Nema, um homem misterioso e fascinante que é um fenômeno linguístico capaz de falar dez línguas com perfeição, mas que não consegue dar conta dos acontecimentos de sua própria vida. Através da sucessão desenfreada de eventos na vida de um indivíduo tão genial quanto perturbado, Todo dia tematiza questões importantes para o entendimento do mundo contemporâneo e, particularmente, da Europa multicultural atual: guerras, migrações, crises econômicas, exclusões e intolerâncias. A conversa com Simone faz parte da programação da 8ª edição do Transfusão – Encontro de Tradutores da Casa Guilherme de Almeida, que abordará a atividade tradutória à luz dos deslocamentos territoriais, linguísticos e culturais. O evento é gratuito e o livro estará com o preço promocional de R$ 50.

PublishNews, Redação, 13/09/2018

Foi lançado ontem no Instituto Moreira Salles o Portal da Crônica Brasileira, que tem como objetivo abrigar o melhor que já se produziu no gênero no país. Começando pelos autores presentes nos acervos do Instituto Moreira Salles, os textos se somam à produção de outros cronistas dispersa em várias instituições. Entre elas, a Fundação Casa de Rui Barbosa, que tem sob a sua tutela, um cronista da estatura de Rui Barbosa, responsável sozinho por mais de 15 mil recortes de jornal em seu arquivo. O portal é editado pelo jornalista e escritor Humberto Werneck e tem curadoria de Elvia Bezerra (IMS) e Rosângela Rangel (Fundação Casa de Rui Barbosa).

PublishNews, Redação, 13/09/2018

A Chambril, linha de papel offset da International Paper, lançou no último mês o seu novo site. O Portal Chambril foi reformulado com o objetivo de levar mais informação aos profissionais da indústria gráfica além de mais facilidade na navegação. Com um novo design, o portal oferece uma série de ferramentas e conteúdos, como: calculadora editorial, quadro de dobras e aproveitamento de papel, artigos técnicos, e ainda dicas de gestão e produtividade para os profissionais, dentre outras informações. “A mudança no site de Chambril reflete o nosso propósito de estar sempre próximo dos clientes e profissionais gráficos e oferecer dicas e informações importantes para aqueles que têm o papel como recurso essencial em seu negócio”, comenta Tayla Monteiro, gerente de Marcas e Produtos da International Paper.

PublishNews, Redação, 13/09/2018

Para estimular o hábito da leitura e, claro, incentivar as vendas, a rede Livrarias Curitiba elaborou a campanha Leve 3 Pague 2 e selecionou diversos títulos de livros para atender aos mais variados perfis de consumidores. Na compra de três obras da promoção, a de menor valor sai de graça. Entre os títulos selecionados destaque para O diário de Anne Frank, de Mirjam Pressler (Record, R$ 49,90), Jesus, o maior psicólogo que já existiu, de Mark W. Baker (Sextante, R$ 29,90), Por que fazemos o que fazemos?, de Mario Sergio Cortella (Planeta, R$ 34,90), Sapiens – Uma Breve História da Humanidade, de Yuval Noah Harari (L&PM, R$ 59,90), A garota que você deixou para trás, de Jojo Moyes (Intrínseca, R$ 39,90), e Zen para distraídos, da monja Coen (Academia, R$ 32,90). A ação vale para as 29 lojas físicas da rede e vai até 31 de outubro ou enquanto durarem os estoques.

PublishNews, Redação, 13/09/2018

Nos dias 15 e 16 de setembro, a Casa Cultural Lago de Histórias (Rua Marechal Cantuária, 18 – Rio de Janeiro / RJ) recebe uma das fundadoras da Cia de Teatro de Laura, Ilana Progrebinschi, para conduzir a Oficina Sonoridades. O objetivo das aulas é abordar a importância da música e de outros objetos durante a contação de histórias e os parâmetros básicos do som (altura, intensidade, timbre e duração), além do papel do som e do silêncio. Os encontros acontecem sempre das 9h às 13h30. Para mais informações é só mandar e-mail para ilanacontadora@gmail.com e o investimento é de R$ 260. No dia 30, Ilana também fará duas sessões de narração. Em O Lago Dourado e outras histórias encantórias, às 11h e 16h, a contadora narra três contos tradicionais de sabedoria e encantamento. Ilana utiliza bonecos, tecidos, chaves gigantes e outros objetos que vão se revelando durante a contação. As histórias são entremeadas por músicas tocadas ao violino, violão e flauta transversa pela contadora e pela musicista Kathiuska Alvarez. A entrada custa R$ 30.

“Todo artista faz sua arte em cima da vida”
Thiago de Mello
Escritor brasileiro
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
3.
Descubra o seu destino
4.
O milagre da manhã
5.
Seja foda!
6.
Me poupe!
7.
O poder da autorresponsabilidade
8.
Crie seu mercado no mundo digital
9.
Sapiens
10.
Poesia que transforma
 
PublishNews, Redação, 13/09/2018

Autor dos best-sellers O caçador de pipas, A cidade do sol e O silêncio das montanhas, Khaled Hosseini lança A memória do mar (Globo Livros, 64 pp, R$ 34,90 – Trad.: Pedro Bial), inspirada na história de Alan Kurdi, o menino refugiado sírio, de três anos de idade, que se afogou no Mar Mediterrâneo quando tentava chegar em segurança na Europa. Numa praia em uma noite estrelada, o pai embala o filho, à espera do amanhecer que trará o barco que os levará a uma nova vida do outro lado do Mediterrâneo. Enquanto isso, ele compartilha com a criança lembranças da Síria de sua infância, um país encantador que foi destruído pela guerra, obrigando não apenas aquela pequena família, mas milhares de outras, a juntar todos os seus pertences e embarcar rumo ao desconhecido. Uma prece de amor e esperança ricamente ilustrada, o livro é um presente do autor para seus milhares de leitores ao redor do mundo.

PublishNews, Redação, 13/09/2018

Foi pensando nas diversas possibilidades de interpretação da obra de Mario Quintana que Segundo olhar (Alfaguara, 144 pp, R$ 44,90) surgiu. A proposta do escritor João Anzanello Carrascoza ao organizar esta antologia foi recuperar sua veia singular — e hoje pouco conhecida —, demonstrando toda a força de Quintana. Daí o título, que parte da ideia de que é quando lançamos um segundo olhar sobre as coisas que conseguimos captá-las em sua plenitude. Conhecido como o poeta da infância e do cotidiano, Quintana teve suas outras facetas negligenciadas ao longo do tempo. Seus poemas percorrem muitos caminhos: são leves, engraçados, mas também são irônicos, intensos. Certa vez, ele declarou que o segredo para uma vida longa residia no interesse pelos outros e pelo mundo, e sua poesia expressa esse entusiasmo. No livro, a disposição dos poemas segue a mesma lógica que orientou Mario Quintana na composição de muitos de seus textos. Organizados sem o suporte de cronologias ou eixos temáticos, os poemas vão se sucedendo em uma espiral, de forma contínua, como numa conversa em que uma ideia puxa outra. 

PublishNews, Redação, 13/09/2018

O amor (correspondido ou não) mexe com nossa alma e nosso corpo. A ansiedade, quando nos toma de assalto, também. Outro ponto em comum: os dois fizeram e continuam fazendo artistas de todos os tipos produzirem criações capazes de gerar reflexão e também de dar sentido ao que, muitas vezes, parecia já não ter. É o caso de @akapoeta, pseudônimo de João Doederlein, neste seu segundo livro, Coração-Granada (Paralela, 192 pp, R$ 34,90). Nele o jovem escritor fala de paixões e crises de ansiedade e da relação entre ambas, com a mesma delicadeza que transformou a sua obra de estreia, O livro dos ressignificados, em um best-seller com mais de 60 mil exemplares vendidos. Nesse novo livro, ele combina novos ressignificados com poemas curtos e longos, voltando a encantar o leitor com sua escrita acessível e, ao mesmo tempo, impactante.

PublishNews, Redação, 13/09/2018

Em Garrafas ao mar (Penalux, 164 pp, R$ 36), a mineira Adriane Garcia constrói pedidos de socorro através de versos e lançados à revelia, ainda que, obter respostas, em si, não pareça ser o objetivo: Garcia confia à poesia, em seu poder, a missão de guardar as memórias e desesperos de uma sociedade perdida. Seus poemas são de versos curtos, livres, de linguagem coloquial, porém, nem de longe simples. A autora defende que, com o livro, quer dar ao leitor a oportunidade de demonizar as próprias questões e, dessa forma, igualmente escrever em suas próprias garrafas e jogá-las ao mar – sem a espera limitadora de uma resposta concreta. O volume conta com prefácio do escritor Alberto Bresciani.

PublishNews, Redação, 13/09/2018

Cordas ao vento (Consultor Editorial, 112 pp, R$ 39) é o livro de estreia de Karin Fonseca Kestering no campo da poesia. A obra percorre diversas formas estéticas dentro do gênero para apresentar em comum, como o título sugere, a sonoridade – são poemas que pedem para serem declamados ou talvez musicados. Trazendo temas românticos, mas também do dia a dia, a autora convida a desbravar campos diversos, dos poemas gauchescos às quadrinhas infantis, passando pelo soneto clássico e os chamados versos brancos, que se libertam das amarras da rima a partir do século XVIII. “O meu objetivo é mostrar a versatilidade da poesia e do meu trabalho enquanto escritora”, explica a autora.

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.