Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 10/05/2018
A psi7 Printing Solutions & Internet 7 S.A. é uma empresa de tecnologia na gestão de conteúdos que ajuda as empresas, sejam editoras ou indústrias, a propagar o seu conteúdo nos formatos impresso, áudio, dados ou eletrônico.
Revisora, copidesque e produtora editorial há mais de dez anos com experiência em todas as etapas da produção editorial.
Com mais de 20 anos de experiência na diagramação de livros, Julio Fado oferece um trabalho profissional, de qualidade e rápido. Além da diagramação de livros para impressão, ele também diagrama livros em formato digital.
PublishNews, Talita Facchini, 10/05/2018

Que os eventos literários vêm crescendo e se multiplicando nos últimos anos não é novidade, mas para que eles continuem atraindo cada vez mais gente é necessário sempre se reinventar e buscar novas maneiras de se manter atual e criativo. Foi esse pensamento que norteou a escolha do conceito e campanha da 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo (3 a 12/08). Com o tema Venha fazer esse download de conhecimento, a campanha criada pela Ogilvy tem como proposta valorizar e destacar o protagonismo do livro levando em conta o turbilhão de estímulos e canais de acesso a conteúdos que a tecnologia hoje propicia. A ideia é mostrar que, apesar dessas mudanças culturais no País, o livro ainda é a fonte de informação mais profunda e confiável sobre qualquer assunto, seja ficção ou realidade. Para Luís Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL), organizadora do evento, a campanha traz a cara mais jovem que o evento precisa. “Ao longo do tempo percebemos que perdemos um pouco do público mais jovem e a linguagem dessa campanha vai de encontro com esse público que queremos trazer. A questão de humanizar esse conceito com as imagens de pessoas como eu e você e mostrar a relação da pessoa com o livro foi a grande sacada da agência que conseguiu entender exatamente o que queríamos passar”, explicou. Clique no Leia Mais para saber outros detalhes da campanha.

PublishNews, Redação, 10/05/2018

Deputada gaúcha Maria do Rosário, relatora da Lei Castilho na CCJ da Câmara dos Deputados acompanhada outras pessoas no gabinete | © DivulgaçãoNa última quarta (9), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou o parecer da Deputada Maria do Rosário sobre o Projeto de Lei da Política Nacional de Leitura e Escrita – PNL, a Lei Castilho, que agora segue para sanção presidencial, se não houver recurso para o Plenário. Para a senadora Fátima Bezerra, autora da proposta, a aprovação é um marco em prol da leitura, da biblioteca e da escrita. “Ela será uma ferramenta de incentivo para expansão das bibliotecas e contribuirá para a construção de uma sociedade mais justa, igualitária e cidadã”, disse. Já a deputada Maria do Rosário, relatora da matéria, disse que a proposta tem o objetivo exclusivo de diminuir as desigualdades no acesso à leitura. A proposta foi uma sugestão do conselho diretivo do Plano Nacional do Livro e Leitura – PNLL, presidido, na época, por José Castilho Marques Neto. “Estou muito feliz por finalmente ter terminado essa fase parlamentar, conversei com muitos amigos já desde que a decisão saiu e há uma satisfação de Norte a Sul quanto ao final dessa empreitada”, contou ao PublishNews. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra dessa nota.

PublishNews, André Palme, 10/05/2018

Hoje é dia de falar de um modelo de vendas que cresce sem parar: as vendas digitais. Quando falo de venda digital, preciso reforçar que estamos falando da venda de produtos físicos e digitais, não somente de e-books ou audiobooks. Por isso, quando comecei a escrever esta série de artigos Marketing Digital e Outras Coisitas Mais, quis deixar bem claro que estamos falando aqui das ferramentas e canais de venda de produtos, através do universo da internet, sejam eles produtos físicos (livros impressos) ou produtos digitais (e-books, audiobooks). Não quero ser repetitivo, nem me colocar aqui como um especialista na operação de e-commerces e marketplaces, por isso, indico a leitura complementar de dois artigos que foram publicados por colunistas e articulistas do PublishNews, que compartilham informações importantes sobre o assunto. O primeiro, um artigo recente do Jaime Mendes, Boi de Piranha 2: o Livro, que fala sobre a estratégia de utilizar o livro como isca de venda nas grandes plataformas de e-commerce; e o segundo, um artigo do Eduardo Cunha sobre o conceito de marketplace, com o título A corrida do Marketplace no Livro. Clique no Leia Mais para conferir na íntegra o sexto artigo da série.

PublishNews, Redação, 10/05/2018

Prestes há completar 21 anos, o Grupo A Página, formado pela distribuidora de livros e rede de livrarias, lançou novo sistema de atendimento on-line e de gerenciamento de estoque para atendimento aos clientes de atacado. Agora, além do pedido virtual é possível acompanhar entregas e emitir boletos e notas através do novo portal. A distribuidora, que conta com centros de distribuição no Paraná e Rio Grande do Sul, também implantará novo sistema de gerenciamento de estoque, visando melhorar a organização, agilidade na entrega e aumento da produtividade. Além disso, o grupo inaugurou no último mês a oitava loja da rede de livrarias em Guarapuava, no Paraná. É a terceira em 2018, depois das unidades de Colombo e Cascavel, no mesmo estado.

PublishNews, Redação, 10/05/2018

© Maria Eduarda de CarvalhoA edição de maio do projeto Segundas Intenções, que a Biblioteca Villa-Lobos (Av. Queiroz Filho, 1205, Alto de Pinheiros - São Paulo / SP) realiza neste sábado (12), das 11h às 13h, recebe o escritor Jacques Fux. Vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura em 2013 com seu primeiro romance, Antiterapias, Fux é doutor e pós-doutor em Literatura. Foi pesquisador visitante na Universidade de Harvard e é autor de Brochadas: confissões sexuais de um jovem escritor, Meshugá: um romance sobre a loucura, vencedor do Prêmio Manaus de Literatura e Nobel e de Literatura e Matemática: Jorge Luis Borges, Georges Perec e o OULIPO, vencedor do Prêmio Capes pela melhor tese do Brasil em Letras/Linguística e finalista do Prêmio APCA. O encontro será mediado pelo jornalista Manuel da Costa Pinto.

PublishNews, Redação, 10/05/2018

A edição de maio do jornal Cândido, editado mensalmente pela Biblioteca Pública do Paraná, traz como destaque um ensaio assinado pelo professor e escritor Luís Bueno sobre a produção de crônicas publicadas na imprensa paranaense. Bueno é o organizador de O tempo visto daqui, obra que será publicada pelo selo Biblioteca Paraná ainda no primeiro semestre de 2018. O livro reúne mais de 80 escritores, de todos os períodos da história do Paraná, e traz um recorte amplo da produção dos cronistas no Estado, com nomes importantes do início século XX (Rodrigo Júnior e Raquel Prado), passando por escritores que militaram intensamente na imprensa do Paraná (Emiliano Perneta, Rocha Pombo) até chegar aos autores contemporâneos (Dalton Trevisan, Roberto Gomes, Domingos Pellegrini). Na sétima entrevista da série “Os editores”, Plínio Martins fala sobre sua trajetória no mercado editorial. Outro destaque da edição 82 é o texto assinado pelo jornalista e escritor Marcio Renato dos Santos, que repercute a obra de Waly Salomão, morto há 15 anos. A edição completa pode ser vista no site do jornal.

PublishNews, Redação, 10/05/2018

Com o tema 40 anos de memória, criatividade e conhecimento, a Feira do Livro do Colégio Miguel de Cervantes (Av. Jorge João Saad, 905, Morumbi - São Paulo / SP) receberá entre 17 e 19 de maio mais de vinte nomes da literatura nacional e internacional e contará com uma programação diversificada, incluindo palestras e exposições. Já confirmaram presença Milton Hatoum, Julián Fuks, Eva Furnari, Ignácio de Loyola Brandão, Maria Valéria Rezende, Fernando Reinach, Rodrigo Lacerda, Susana Ventura, César Obeid, Cecília Petronilho, Bia Vilela, Andrea Viviana Taubman, Camile Carrosine, Caio Riteer, Ilan Brenman, Alexandre de Castro Gomes, Cris Alhadeff, José Roberto Torero, Marcus Aurelius Pimenta, Rogélia Pilar Tisner Doz, Aryane Cararo e Duda Porto Souza. Aberta ao público e com entrada gratuita, o evento terá mais de vinte editoras, que contarão com mais de quatro mil títulos literários e uma programação cultural paralela com a apresentação de exposições, palestras, música e oficinas de arte. A programação completa você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 10/05/2018

© Redes Sociais Instituto Maria Dinorah Neste final de semana, o Instituto Maria Dinorah (Imadin) realiza uma série de atividades para engajar leitores, pesquisadores, educadores e pais. Na sexta-feira (11), os escritores Isadora Dutra e Ítalo Ogliari recebem o público na livraria Padula Livros (Cel. Fernando Machado, 997, Centro Histórico - Porto Alegre / RS) para um bate-papo sobre os temas do conto contemporâneo, das 19h às 21h. Isadora Dutra autografa a coletânea de contos Campo Minado (Editora Imadin, 2016) em seguida, no mesmo local. No sábado (12), também na Padula Livros, as escritoras e doutoras em Teoria da Literatura Gláucia de Souza e Patrícia Pitta apresentam o evento “Famílias Leitoras: qual livro escolher? E por quê? Uma conversa sobre a validade da literatura infantil”. Às 15h30, Gláucia falará sobre a validade da poesia dirigida à criança e em seguida Patrícia irá abordar a narrativa como ordenação do caos. Às 16h30, acontece a sessão de autógrafos de Mistério em Bruxelas (Imadin), de Tiago Severo Garcia. Paralelamente, no mesmo local, acontece a Oficininha Da Boca Pra Fora, momento lúdico com jogos de expressão verbal, e Contação de Histórias com a atriz Valquíria Cardoso. Todos os eventos têm entrada gratuita.

“Como são as férias para uma escritora não sei. Só sei desta escritora, que não tem férias desde que saiu da redação.”
Marina Colasanti
Escritora brasileira
1.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
2.
A sutil arte de ligar o foda-se
3.
O milagre da manhã
4.
Felipe Neto - A vida por trás das câmeras
5.
Seja foda!
6.
Ainda sou eu
7.
Metanoia
8.
O poder da ação
9.
Jesus - O homem mais amado da história
10.
Sapiens
 
PublishNews, Redação, 10/05/2018

Maria Ribeiro | © Mídia NinjaA atriz Maria Ribeiro lança logo mais, às 19h, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2.073 - Consolação, São Paulo) seu livro Tudo o que eu sempre quis dizer, mas só consegui escrevendo (Planeta, 304 pp, R$ 44,90). Na obra, por meio de cartas e mensagens, Maria escreve a amigos, amores, ex-amores, desafetos, desconhecidos e familiares. Dentre os destinatários, encontram-se nomes como Paulo Betti, Caio Blat, Steve Jobs, Winona Ryder, Lais Bodansky, Gregório Duviver, Fernanda Lima e Mallu Magalhães, criadora da capa do título. No campo político, a autora endereça opiniões ao prefeito João Dória sobre a importância do grafite em São Paulo, fala a respeito das acusações contra o ex-presidente Lula, critica a postura do deputado Jair Bolsonaro e dá um recado a Marcelo Crivella. O feminismo também marca grande parte dos textos da atriz.

PublishNews, Redação, 10/05/2018

Com a mesma genialidade com que escreveu seus romances mais famosos, 1Q84 ou Crônica do Pássaro de Corda, por exemplo, Haruki Murakami usa a coletânea de contos O elefante desaparece (Alfaguara / Companhia das Letras, 304 pp, R$ 49,90 – Trad.: Lica Hashimoto) para tomar o senso de normalidade de assalto. Um homem vê seu elefante favorito desaparecer, dois recém-casados sofrem de uma fome avassaladora que os faz roubar uma lanchonete no meio da noite, e uma jovem mulher descobre que a forma de se livrar de um pequeno monstrinho verde pode estar ligada a seus próprios pensamentos: esses são apenas alguns dos contos que integram essa seleção de dezessete histórias. Por vezes assustador, por vezes hilário, O elefante desaparece é mais uma prova da habilidade que Murakami tem de ultrapassar as fronteiras da realidade — e de voltar carregando um tesouro.

PublishNews, Redação, 10/05/2018

Estreia da escritora britânica Alice Oseman na literatura Young Adult, Um ano solitário (Rocco, 384 pp, R$ 49,90 – Trad.: Carolina Caires Coelho) acompanha a transformação de Tori Spring de uma adolescente apática em alguém que precisa deixar sua zona de conforto para trás. Tirando o blog onde escreve sobre seu pessimismo crônico e o irmão Charlie, que tentou o suicídio, Tori se mantém indiferente ao resto do universo. Quando um site misterioso chamado Solitaire começa a pregar peças em sua escola, Tori não parece muito interessada, mesmo que Michael Holden, o garoto novo esquisito, tente convencê-la a investigar o esquema. Tori está tão presa em sua própria cabeça, tão convencida de que o mundo é horrível, que não consegue perceber os esforços que Michael e um antigo amigo de infância, Lucas, fazem para se aproximar dela. Mas quando as brincadeiras do Solitaire ficam sérias demais e pessoas começam a se machucar, Tori é obrigada a sair da sua zona de conforto para descobrir o que o site tem a ver com a vida dela.

PublishNews, Redação, 10/05/2018

O box Mestres da Aventura (Nova Fronteira, 1152 pp, R$ 129,90) reúne três histórias fantásticas que marcaram a literatura mundial. A ilha do tesouro, de Robert Louis Stevenson, conta a história de Jim Hawkins, um garoto que conhece o marujo Billy Bones, um velho lobo do mar. Do encontro inusitado resulta uma expedição cheia de riscos e aventuras rumo a uma ilha que esconde um tesouro de valor incalculável. Robinson Crusoé é a obra-prima de Daniel Defoe. Nele, o jovem protagonista abandona sua pacata rotina na Inglaterra para se tornar marinheiro. O personagem termina em uma ilha remota, onde vai permanecer por quase 28 anos, refletindo sobre o sentido da vida. Fechando o box, o clássico de Jonathan Swift, Viagens de Gulliver. O livro narra as aventuras do cirurgião Lemuel Gulliver, que encontra terras de nomes exóticos, onde conhece homens pequeninos e gigantes, cavalos inteligentes, humanos bárbaros e mais uma variedade de personagens curiosos. 

PublishNews, Redação, 10/05/2018

Premiado autor chinês, Yan Lianke consegue como poucos traduzir as sutilezas e idiossincrasias de seu país. Mas seu estilo satírico habitualmente lhe coloca em situações não muito agradáveis com o governo chinês. Em Os beijos de Lênin (Record, 490 pp, R$ 69,90 – Trad.: Alessandra Bonrruquer), - romance que lhe rendeu o prêmio Lao She, um dos mais prestigiosos do país, mas que também causou sua demissão - Lianke expõe com ironia e humor negro a brutalidade e a corrupção por trás dos dois regimes – seja o comunismo ou o capitalismo. A história começa quando uma nevasca surpreende os moradores de Avivada em pleno verão. A tragédia acaba com as plantações de trigo da população, e o perigo da fome no inverno fica mais próximo. Assim, o novo chefe do condado acaba tendo que ir até lá para oferecer seu apoio. E dá uma ideia para resolver o problema: comprar da Rússia o corpo embalsamado de Lênin, construir um magnífico mausoléu e, assim, atrair turistas e dinheiro para a vila. Mas quando a empreitada se mostra bem sucedida e o dinheiro começa de fato a entrar, os moradores terão que lidar com o lucro pela primeira vez na vida. E isso não vai ser nada fácil.

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.