Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 28/09/2021
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei
Há mais de 50 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
PublishNews, Redação, 28/09/2021

Troféu do Prêmio Jabuti será entregue em cerimônia virtual a se realizar no dia 25 de novembro | © DivulgaçãoNesta segunda-feira (27), a Câmara Brasileira do Livro (CBL) anunciou que a lista dos 10 finalistas do Prêmio Jabuti será divulgada no dia 09 de novembro. No dia 16 do mesmo mês, sai uma nova peneira, com os cinco finalistas. Os vencedores em cada uma das 20 categorias será conhecido no dia 25 de novembro, em cerimônia on-line. A Câmara registrou a inscrição de 3.422 inscrições, crescimento de 31% em relação ao número de inscritos no ano passado. Os vencedores em cada uma das categorias receberão a estatueta e o prêmio no valor de R$ 5 mil. Para a categoria Livro do Ano, o prêmio é de R$ 100 mil, além do Jabuti dourado. Ignacio de Loyola Brandão, dono de cinco Jabutis, será o autor homenageado desta edição.

PublishNews, Redação, 28/09/2021

Fusca que se tornou um dos símbolos da livraria paulista foi furtado em uma funilaria na Zona Leste de São PauloFusca na cor bege com placa CAO 5563 e marcas de funilaria. Mais do que um carro, o Fusca bege da Livraria Simples se tornou um símbolo. É com ele que a livraria do bairro paulistano da Bela Vista faz boa parte de suas entregas. Em entrevista ao PN, em 2019, Beto Ribeiro (ou Beto Livreiro) contou que foi nele que a livraria se materializou no bairro central de São Paulo. Isso porque a mudança da Mooca, onde a livraria nasceu, para a Bela Vista foi feita no carrinho. O Fusca precisou fazer uma parada para manutenção em uma funilaria na Vila Guilhermina Esperança, na Zona Leste da capital. E na tarde desta segunda-feira (27), o carro foi furtado. A Simples fez um apelo nas suas redes sociais para ajudar a encontrar o carro. Quem tiver informações pode escrever pelas redes sociais da livraria (@livraria_simples no Instagram).

PublishNews, Redação, 28/09/2021

A editora e livraria Paulus abriu uma outra vaga para vendedor externo, dessa vez para atuar no Espírito Santo e parte de Minas Gerais. O contratado irá cuidar do atendimento externo de venda dos clientes de atacado: livrarias, paróquias, espaços alternativos de venda de livro. Os benefícios incluem plano de saúde, vale refeição, caro para trabalho e cartão corporativo para despesas de viagem. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail selecao.rh@paulus.com.br.

PublishNews, Redação, 28/09/2021

A Editora 106 está à procura de um assistente mídia e marketing júnior para trabalhar em tempo integral na sede da empresa. Os requisitos incluem experiência em mídias sociais (Instagram, YouTube, Facebook, Twitter, TikTok etc.), fundamentos de marketing, bom texto, proatividade, criatividade e gosto por livros. A pessoa selecionada vai cuidar das ações e campanhas dos selos 106 e Aller, além de outras iniciativas na promoção dos títulos da editora. Currículos devem ser enviados para contato@editora106.com.br usando no assunto 106 - Vaga Assistente MM.

PublishNews, Redação, 28/09/2021

Logo mais, às 17h, a Associação Brasileira dos Autores de Livros Didáticos (Abrale) realiza o primeiro encontro do seminário Livro didático digital: cenários e desafios para os autores. O evento focará nos aspectos tecnológicos, técnicos e/ou operacionais demandados pelas especificidades do livro didático digital, sobretudo aqueles que impactam a concepção dos materiais. Na primeira mesa, intitulada Livro digital: O futuro chegou? Gabriela Dias, editora especialista em conteúdos multiplataforma e colunista do PublishNews, e Pedro Milliet, membro do grupo de especialistas do Accessible Books e do Consórcio Daisy falam sobre os aspectos técnicos, pedagógicos e sobre o conceito de livro digital. No dia 30, serão discutidas as normas e modelos dos livros digitais, e no dia 06 de outubro, o último encontro terá como tema as mudanças do PNLD digital. O seminário é gratuito para os associados da Abrale, para não associados, o investimento é de R$ 100. Para se inscrever basta mandar um e-mail para abrale@gmail.com. O encontro será realizado pelo canal da associação no YouTube, de modo privado.

PublishNews, Redação, 28/09/2021

Começa nesta terça-feira (28) e segue até 1º de outubro, a 19ª Feira do Livro da Editora UFPR e a 40ª Semana Literária & Feira do Livro Sesc que vem com o tema Literatura: porque outro mundo é possível. Os dois eventos acontecem simultaneamente de forma virtual, com acesso gratuito. Nesta edição, participam 48 editoras entre universitárias e comerciais que, de acordo com os organizadores, devem ofertar desconto de no mínimo de 20% nos livros. Bazar do Tempo, Fiocruz, Vozes, Grupo Autêntica, Todavia, Edusp, Senac SP, Oficia Raquel, Aller, 106, Unesp, UFMS e Editora 34 são só algumas das casas editoriais que participam da Feira. Para comprar os livros, basta acessar o site do evento onde há um espaço exclusivo destinado aos expositores. Clicando na logo da editora ou livraria, o visitante será direcionado para a loja virtual, onde poderá encontrar livros com desconto. Sobre a programação da Semana Literária Sesc, durante quatro dias, serão realizadas palestras e bate-papos com grandes nomes da literatura nacional e autores de best-sellers, como Martha Medeiros, Sidarta Ribeiro, Luiz Alberto Oliveira, Itamar Vieira Junior, Rita Kohl, dentre outros. Nesta terça, às 17h acontece uma live com os vencedores do Prêmio Sesc de Literatura, e às 19h, um bate-papo com Martha Medeiros, mediado por Luis Pellanda. A programação completa você confere clicando aqui.

PublishNews, Redação, 28/09/2021

A partir desta quarta-feira (29), o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc SP inicia um ciclo de encontros que analisará os cruzamentos entre literatura, linguagem, artes visuais e questões de gênero. Com curadoria de Tania Rivitti, os encontros acontecerão até 20 de outubro, sempre às quartas, às 18h. O objetivo é abrir caminhos para olhares multidisciplinares que entrecruzam assuntos atuais. O ciclo abre nesta quarta discutindo as semelhanças e diferenças entre linguagem e roteiro com Antonio Prata. No dia 06 de outubro, Amara Moira falará sobre literatura pela perspectiva trans; no dia 13, o assunto será a linguagem dos museus e decolonialidade com a curadora e pesquisadora Amanda Carneiro e por fim, no dia 20 de outubro, o último encontro falará sobre as possibilidades narrativas de arte contemporânea com o artista visual e professor Daniel Jablonski. As inscrições podem ser feitas clicando aqui.

PublishNews, Redação, 28/09/2021

Era uma vez um menino que, em vez de brincar, fazia coisas que deixavam todos tristes. Ele se sentia invisível, mas era mais do que visível, para o sol, para as flores, caracóis, abelhas, entre outros animais e brinquedos, que ele magoava e maltratava. Então, em uma certa noite, algo mudou. Com muita poesia, José Mauro de Vasconcelos – autor de O meu pé de laranja lima – traz em O menino invisível (Melhoramentos, 32 pp, R$ 49 - Ilustração: Luciana Grether Carvalho), temas como cuidado com o meio ambiente e a importância do respeito ao próximo, inclusive aos animais e pequenos seres. Também mostra a força das relações humanas e sugere que, para ser feliz, é preciso primeiro decidir dar o primeiro passo para alcançar a tal da felicidade.

“Esse é o papel da leitura: entender mais a nossa sociedade, o nosso tempo, a nossa subjetividade, a nossa vida interior.”
Milton Hatoum
Escritor brasileiro, na Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto (FIL)
1.
Desistir? Nem pensar!
2.
Mais esperto que o diabo
3.
Destrave a sua vida e saia do rascunho
4.
Mentirosos
5.
Vermelho, branco e sangue azul
6.
DNA da cocriação
7.
A arte de encantar clientes
8.
Os sete maridos de Evelyn Hugo
9.
Amor & gelato
10.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
 
PublishNews, Redação, 28/09/2021

Barco de histórias (Companhia das Letrinhas, 48 pp, R$ 44,90 – Trad.: Ligia Azevedo), da autora canadense Kyo Maclear e da ilustradora iraniana Rashin Kheiriyeh, é uma narrativa sobre a situação de refúgio, contada pelos olhos de duas crianças. A partir de um texto poético, de metáforas sutis e de uma narrativa visual lúdica, o leitor acompanha a jornada de duas crianças e do grupo de refugiados desde a saída da sua terra natal, incluindo as dificuldades que enfrentam durante o percurso, o acampamento que montam para descansar e a expectativa que dá o tom de cada passo, combinada à esperança de um futuro melhor. O livro parte do questionamento de o que significa o "aqui". Essa metáfora se estende para ressignificar lugares, sentimentos e experiências que as crianças encontram ao longo do caminho. Assim, "aqui" pode ser uma xícara de chá quentinha, logo transformada pela imaginação infantil em um abraço ou num lar. Ou o cobertor pode se transformar em vela para um barco-xícara, por onde as crianças podem viajar em segurança, sempre usando a imaginação.

PublishNews, Redação, 28/09/2021

A história de Víe (Aletria, 68 pp, R$ 52) fala sobre uma menina que vivia numa concha, até que, num certo dia, descobriu o mar ao seu redor e precisou aprender a nadar. A obra do filósofo e psicoterapeuta Roberto Patrus revisita o universo da primeira infância, fala da relação com a maternidade e dos processos do amadurecimento infantil que envolve, principalmente, a relação entre as crianças e as mães. Tudo isso com uma linguagem poética e belas ilustrações feitas em aquarela por Luísa Simão. Segundo a editora da Aletria, Rosana Mont’Alverne, A história de Víe também estimula o leitor a falar sobre um tema ainda pouco discutido abertamente, que é justamente a passagem vivenciada pelas crianças do ventre materno ao mundo. “Nós não costumamos falar sobre todos os aprendizados, sensações e angústias que há nessa fase. Esse livro vem para nos lembrar como foi todo esse trajeto”, comenta ela.

PublishNews, Redação, 28/09/2021

Vovó surrealista (Mireveja, 64 pp, R$ 20), do escritor e dramaturgo Carlos Canhameiro, conta a história de uma avó que adorava os livros. Ou melhor, que adorava inventar histórias para os livros que carregava pra lá e pra cá. E que, mesmo sem nunca ter aprendido a ler, sabia estimular a imaginação e o interesse pela leitura em seus dois netos − e em qualquer pessoa que encontrasse pelo caminho. Dessa forma, o autor fala aos leitores sobre a importância dos livros e de como eles podem servir de estímulo para o surgimento de muitas outras histórias. Além disso, toca em temas como a velhice, o analfabetismo, a morte e os laços que se formam durante a infância. Vovó surrealista tem ilustrações de Cacá Medeiros e projeto gráfico de Luciana Facchini.

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.