Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 07/07/2021
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei
Há mais de 50 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Catavento atua no mercado de distribuição de livros para todo o país.
PublishNews, Redação, 07/07/2021

Um dos setores mais dinâmicos da indústria editorial, o de livros educacionais, passa por uma tremenda transformação. Para debater e acompanhar esse momento e desvendar tendências de futuro para esse segmento, o PublishNews se associou à Posigraf para criar o EdTech Meeting, que chega, logo mais às 15h, a sua segunda edição. Desta vez, a gamificação estará no centro das discussões. Qual o potencial dela para o setor editorial? A gamificação é uma ferramenta poderosa na aprendizagem ou só estimula a competição entre colegas? Como isso vem sendo tratado no ensino básico e nas universidades? Tudo isso será objeto do debate que reunirá Davi Oliveira Lemes, professor do Mestrado Profissional em Desenvolvimento de Jogos Digitais da PUC-SP; Pasi Loman, diretor da agência literária Vikings of Brazil e da plataforma de gamificação Seppo Brasil, e o professor João Pires, assistente de coordenação de tecnologia educacional da Escola da Vila e autor de materiais didáticos. A condução da conversa fica por conta de Gabriela Dias, editora especialista em conteúdos multiplataforma e colunista do PublishNews. Para participar do EdTech Meeting e receber um lembrete sobre o evento, é necessário se inscrever clicando aqui.

PublishNews, Redação, 07/07/2021

Cliente na frente da gato sem rabo, nova livraria de SP | © Leonardo NetoO Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feira (07) os resultados da sua Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) relativos a maio. Frente a abril, o volume de vendas do varejo nacional cresceu 1,4%. É a segunda alta consecutiva, após subir 4,9% em abril. Ao comparar com maio de 2020, um dos piores meses da pandemia para o comércio, o crescimento é de 16%. No acumulado do ano, o crescimento é de 6,8% e nos últimos 12 meses, o comércio varejista apresenta variação positiva de 5,4%. Os resultados positivos impactaram sete dos oito segmentos analisados pela PMC, inclusive o de Livros, jornais, revistas e papelaria que apresentou crescimento de 1,4% na passagem de abril para maio, segunda taxa positiva consecutiva, após 14 meses de resultados negativos. Quando confrontados com os números de maio de 2020, o crescimento do setor é de 59,4%. No acumulado do ano, no entanto, o segmento de Livros, jornais, revistas e papelaria apresenta variação negativa de 27,3%. Aqui vale ressaltar que esse índice era de -33,9% no mês passado, o que pode sinalizar diminuição do ritmo de queda. Nos últimos doze meses, a queda soma 31,1% em maio. Na análise do IBGE, o comportamento desta atividade vem sendo influenciado pela contínua substituição dos produtos impressos pelo meio eletrônico e redução de lojas físicas. Clique no Leia Mais para conferir a íntegra desta nota.

PublishNews, Leonardo Neto, 07/07/2021

Na última quinta-feira (30), a Livraria Cultura encerrou as atividades da sua loja no Salvador Shopping. Aberta em 2010, era a única unidade da rede da família Herz em território baiano. “Ano passado, havíamos assinado com o grupo JCPM [administrador do centro comercial] um contrato para mudança da loja atual para uma nova loja de 700 metros. Porém, avaliando o cenário para os próximos meses, a rentabilidade prevista até o fim deste ano, e com o prolongamento da crise sanitária, resolvemos devolver o novo espaço e rescindir o acordo”, explicou Sérgio Herz, CEO da empresa. Ainda de acordo com ele, a Cultura tem adotado uma postura muito conservadora em relação a abertura de novos pontos de venda. “Nosso foco continua na rentabilidade da empresa e na introdução de novos serviços com o objetivo de nos adequarmos as novas demandas do consumidor. A nova realidade trás desafios importantes para o modelo de lojas físicas e principalmente para as livrarias que tinham parte importante de suas receitas provenientes de atividades sócios-culturais”, completou prometendo retornar à praça de Salvador no momento adequado. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 07/07/2021

O Radar de Licitações, seção fixa do PublishNews+, traz essa semana, um edital visando a contratação parcelada de serviços de projeto gráfico editorial e publicação de livros e catálogos. Os serviços incluem a produção, diagramação e impressão de livros e outros artigos. A licitação é composta por 78 lotes, cada um deles relacionado a uma etapa da produção editorial. O valor para o serviço de elaboração de projeto editorial e gráfico, por exemplo, é de R$ 5.038. O de revisão ortográfica, gramatical e normalização de acordo com a ABNT é de 22,58 por cada uma das 1.300 laudas. Para a impressão de um dos itens, o valor é de R$ 113.562,50. O pregão acontece no dia 13 de julho. O segundo edital é para a compra de materiais de tecnologia educacional contendo livros paradidáticos com projetos integradores nos formatos impresso e virtual, com acesso à plataforma digital, para uso pedagógico na implementação do ensino remoto. A disputa está marcada para o dia 17 de julho. A seção, exclusiva para os assinantes do PN+, é alimentada pelo Radar de Licitações, consultoria de Natália Vieira que, além de buscar novas licitações, presta um serviço de apoio aos editores e distribuidores interessados em vender para governos, nas mais diversas esferas de poder. Para acessar o Radar dessa semana, clique aqui.

PublishNews, Redação, 07/07/2021

A revista Quatro Cinco Um está à procura de um assistente comercial. São requisitos ter superior em curso ou completo, conhecimento do Pacote Office e experiência na área comercial. Conhecimento do sistema Winbooks é considerado um diferencial. O contratado irá apoiar os departamentos comercial e financeiro e áreas internas da empresa; esclarecer dúvidas e acompanhar o pós-venda e/ou etapas de consignação de produtos. Por hora, o trabalho é remoto. A empresa é sediada em São Paulo e quando for possível, retornará para o modo presencial. A contratação é em caráter PJ e os interessados devem enviar currículos para o e-mail contato@arevistadoslivros.com.br.

PublishNews, Redação, 07/07/2021

Felipe Lindoso dedicou boa parte de sua vida aos livros. Jornalista, tradutor, editor e colunista do PublishNews, foi sócio da editora Marco Zero – criada junto com Maria José e o Márcio Souza e que apresentou aos brasileiros a obra de Margaret Atwood –, diretor da Câmara Brasileira do Livro (CBL) e consultor do Centro Regional para o Livro na América Latina e Caribe (Cerlalc). Essas e outras importantes memórias dos seus 40 anos no mercado editorial estão reunidas na obra Entre livros (Zazie, 140 pp), parte da coleção Pequena biblioteca de ensaios, iniciativa da professora Laura Erber. Na obra, Lindoso fala sobre a sua atuação como editor, sobre o livro e a leitura no Brasil, seus momentos na CBL, o envolvimento na participação do Brasil como convidado de honra da Feira do Livro de Frankfurt de 1994 e ainda sobre suas preocupações quanto as questões relacionadas às políticas do livro no país. O livro estará disponível gratuitamente no site da Zazie.

PublishNews, Redação, 07/07/2021

As histórias do goiano José J. Veiga (1915-1999) intercalam beleza e absurdo, inocência e brutalidade. Com humor afiado e contundente, o autor de A hora dos ruminantes construiu uma obra capaz de misturar a violência do cotidiano com o lirismo da fantasia. Contos reunidos (Companhia das Letras, 534 pp, R$ 79,90) coloca, pela primeira vez, toda a produção de contos do escritor em um único volume. Estão aqui as narrativas breves de Os cavalinhos da Platiplanto (1959), A estranha máquina extraviada (1967) e Objetos turbulentos (1997), além de uma farta seção de textos esparsos — publicados em jornais, revistas e coletâneas entre 1941 e 1989 —, posfácio inédito da escritora Socorro Acioli e uma alentada cronologia do autor.

PublishNews, Redação, 07/07/2021

Cacos (Microlux / Penalux, 124 pp, R$ 40), novo livro do escritor, jornalista e compositor Carlos Castelo, reúne 101 minicontos cheios de humor e com uma grande variedade de personagens, enredos, contextos e situações. Mas uma variedade a conta-gotas: as histórias são sempre muito curtas, algumas delas se condensando em apenas duas ou três linhas. Segundo ele, o título da obra “é uma analogia ao que são os microcontos presentes na obra: pequenos pedaços irônicos e absurdos da realidade”, explica. São pequenos textos que se adequam perfeitamente às idiossincrasias do leitor contemporâneo e ao absurdo de seu cotidiano. Cacos tem a orelha assinada pelo escritor e humorista Gregório Duvivier, e prefácio do também escritor José Eduardo Degrazia.

“Cada livro cruza-se comigo para me ajudar em alguma coisa.”
Djaimilia Pereira de Almeida
Escritora angolana em coluna publicada na Quatro Cinco Um
1.
Mais esperto que o diabo
2.
Escravidão -Vol 2
3.
Do mil ao milhão
4.
O poder da autorresponsabilidade
5.
Torto arado
6.
A garota do lago
7.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
8.
A seleção
9.
Box Jogos vorazes - Edição 10 anos
10.
Os segredos da mente milionária
 
PublishNews, Redação, 07/07/2021

Enquanto os gigantes dançam (Quelônio, 64 pp, R$ 40), livro de estreia de Paulo Vicente Cruz, traz 24 contos curtos, que flertam com outros gêneros, como a crônica, o ensaio e o perfil. Um menino negro chora num canto do pátio; um “homem sujo” é atacado por uma horda de gente de bem em um “bairro limpo”; gigantes pisoteiam seres minúsculos enquanto dançam despreocupados; mulheres negras celebram e cuidam, lutam e inspiram. A escrita cortante de Paulo evidencia os temas urgentes de um certo país: racismo, violência, hipocrisia das elites, papéis sociais subestimados. Alguns textos também assumem um tom apocalíptico. Escritos antes da eclosão da pandemia global, prenunciam e expandem a situação de desigualdade e calamidade instalada. A orelha da obra é assinada por Bruno Zeni e o texto de quarta capa é de Daniela Kopsch.

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.