Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 26/01/2021
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei
Um agregador digital como a Bookwire, com tecnologia de ponta, informações ágeis e um painel de controle completo é fundamental para o sucesso de sua editora e de seus e-books. E agora toda esta tecnologia está disponível no Brasil.
PublishNews, Redação, 26/01/2021

A Coluna do Estadão noticiou que Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil) retirou do seu site uma lista em que a agente literária Lúcia Riff indicava "seis autoras para não perder de vista". Como se sabe, a Apex é parceira da Câmara Brasileira do Livro (CBL) no Brazilian Publishers, projeto setorial de fomento da exportação de conteúdos editoriais brasileiros. Na lista, estavam nomes como o da jornalista Patrícia Campos Mello (A máquina de ódio – Companhia das Letras) e da cientista política Ilona Szabó (A defesa do espaço cívico - Objetiva). As duas são apontadas como desafetos de Jair Bolsonaro por seus seguidores. À coluna, a agência informou que retirou o material do ar para averiguar seu conteúdo. Até o fechamento desta edição, a matéria não tinha voltado ao ar. Ainda em conversa com a coluna, Lucia Riff disse ter sido convidada pelo Brazilian Publishers para indicar os autores que pudessem suscitar interesse em editoras internacionais. Clique no Leia Mais e confira os outros livros indicados pela agente literária.

PublishNews, Redação, 26/01/2021

Pela quinta vez seguida, a Saraiva propôs aos seus credores a suspensão da assembleia que definirá o futuro da empresa que está em recuperação judicial desde novembro de 2018. Com a pandemia, a varejista foi à Justiça pedir uma mudança no seu plano de recuperação judicial original. O que está em jogo agora é a aprovação ou não desse novo plano. A maioria - 78,54% do total de créditos - aprovou a suspensão. Uma nova assembleia está agendada para o dia 26 de fevereiro, às 14h.

PublishNews, Redação, 26/01/2021

Segundo livreiros ouvidos pela coluna Capital, d’O Globo, o temor neste início de 2021 é com o vota às aulas. Segundo executivos do setor, a expectativa é que a venda de livros escolares despenquem até 30% em janeiro e fevereiro, na comparação com o desempenho pré-pandemia. Com a continuidade das aulas on-line, os donos de livrarias têm notado que muitos pais não têm comprado os livros exigidos pelas escolas, ou pelo menos adiando a compra até que haja uma data firme de retorno para as aulas presenciais. A tendência é observada sobretudo no segmento de livros voltados para o ensino fundamental. O jornal A Crítica, de Manaus, informou a morte do escritor indígena amazonense Ely Macuxi, vítima da covid-19. De acordo com o Jornal do Commercio, do Recife, foi a covid-19 também que ceifou a vida do livreiro Tarcisio Pereira, fundador da Livros 7, que por mais de 30 anos funcionou no centro da capital pernambucana. A livraria tinha fechado suas portas em 2000. Atualmente, Tarcisio ocupava o cargo de superintendente de marketing da Cepe Editora. Nos EUA, cerca de 500 autores e profissionais da indústria editorial já assinaram um manifesto em que pedem para que editoras norte-americanas não publiquem livros de membros da administração Trump, noticiou o Publishers Weekly. A carta aberta foi elaborada pelo autor Barry Lyga e já foi subscrita por nomes como Celeste Ng e Chuck Wendig. Clique no Leia Mais e confira outros destaques dos jornais no fim de semana.

PublishNews, Redação, 26/01/2021

A editora paulistana Morro Branco está à procura de assistente de marketing. Pede que o candidato tenha experiência em marketing digital e produção de conteúdo; redação própria, habilidade para pesquisar, escrever, resumir e trabalhar textos em diferentes estilos de linguagem; conhecimentos de Adobe Photoshop e Indesign; domínio de funcionalidades e recursos das principais redes sociais e interesse por leitura e livros. Inglês em nível intermediário e conhecimento em ferramentas como Adwords e Analytics são diferenciais. O selecionado ficará responsável pelo planejamento e criação de conteúdo para as redes sociais da editora, pela criação de e-mails marketing, de artes para redes sociais, site e ações de marketing, além da compilação de dados e relatórios semanais e mensais, relacionamento com blogueiros e influenciadores e assistência na produção das ações de comunicação e marketing dos lançamentos. Interessados têm até o dia 31 de janeiro para se candidatar pelo e-mail contato@editoramorrobranco.com.br.

PublishNews, Redação, 26/01/2021

Julia Quinn é destaque da programação da Semana Amazon de Literatura | © Rex RystedtAo longo de 10 dias, entre 29 de janeiro e 7 de fevereiro, a Amazon quer celebrar a "literatura brasileira e a riqueza do cenário independente no país". Por isso, realizará uma série de encontros virtuais gratuitos que vão debater temas como A importância dos prêmios literários na construção da carreira do autor, financiamento coletivo, literatura feminista e representatividade. Nomes como Claudia Raia, Vitor di Castro e Julia Quinn fazem parte da programação. Será também durante a Semana Amazon de Literatura que a Amazon anunciará a obra vencedora da quinta edição do seu Prêmio Kindle de Literatura. Os finalistas são: Coisa-ruim, de Dani Mussi; Embaixo das unhas, de Vitor Camargo de Melo; Infância no além, de Fernando A. Almeida Soares; Noturno em Punta del Diabo, de Tailor Diniz e O pássaro secreto, de Marília Arnaud. O livro ganhador terá edição impressa pelo Grupo Editorial Record e ainda uma edição especial pela TAG e o vencedor receberá um prêmio de R$ 20 mil e um contrato de publicação com adiantamento de outros R$ 20 mil, totalizando R$ 40 mil. Para conferir a programação, clique aqui.

PublishNews, Redação, 26/01/2021

Heloisa Buarque de Hollanda abre a programação da Terça Literária da UBE | © Garapa - Coletivo MultimídiaAo longo de 2020, a União Brasileira de Escritores (UBE) realizou uma série de encontros virtuais com seus associados. Em 2021, o projeto voltará, com encontros todas as terças-feiras, sempre às 19h. A primeira mesa vai ao ar logo mais, com Heloisa Buarque de Hollanda. Nomes como Itamar Vieira Jr., Guiomar de Grammont, Jefferson Tenório, Carla Madeira, Cristina Judá, Carla Mulhaus e Cristiane Costa já confirmaram participação no projeto. A proposta é sempre ouvir do autor sobre o desenvolvimento da sua carreira, dificuldades, próximos projetos etc. As entrevistas proporcionam ao espectador não só o conhecimento mais de perto dos autores e sua obra, mas também a oportunidade de extrair conceitos e ideias e apreender processos que podem ser aplicáveis pelo autor iniciante. A mesa de Heloisa Buarque de Hollanda será transmitida pelo YouTube e pelo Zoom.

PublishNews, Redação, 26/01/2021

Mais do que uma história sobre a saudade e a amizade, Um belo dia... (Editora do Brasil, 40 pp, R$ 43,40) trata da importância de saber que há sempre alguém que nos quer bem e, de alguma forma, deseja fazer parte de nossa felicidade. Com texto de Guilherme Semionato – vencedor do 16º Prêmio Barco a Vapor – e ilustrações de Veridiana Scarpelli, o livro conta a história de uma aventura mágica vivida por dois amigos, um gato e um personagem inusitado e cheio de energia – o Sol, que não mede esforços para colaborar com o reencontro desses dois amigos. A obra faz parte da coleção Mil e uma histórias.

PublishNews, Redação, 26/01/2021

Burundi - De espelhos, alturas e girafas (Catapulta, 32 pp, R$ 44,90), de Pablo Bernasconi, parece mais um jogo. Na história, a Girafa está angustiada porque não sabe como é. Nunca se olhou no espelho, nem sequer sabe o que é um espelho. Mas sabe muito de frutas, de vento e de nuvens. Brincar com as palavras e ilustrações influencia no imaginário infantil e é uma maneira lúdica de ensinar as crianças sobre algo. De espelhos, alturas e girafas faz parte da coleção Burundi, composta por dois livros que apresentam diversas temáticas na mesma narrativa. A descrição de animais e a construção de diálogos são algumas delas. O encontro entre pássaros, coelhos e outros animais rende trocadilhos lúdicos que ajudam os pequenos a compreender conceitos de altura, tamanho, beleza, entre outros. De cachorros falsos e leões verdadeiros é a outra obra da coleção.

“Eu deixaria de ser escritor tranquilamente para ser apenas leitor, se pudesse.”
Ruy Castro
Escritor brasileiro em edição do 'Um escritor na biblioteca'
1.
Mais esperto que o diabo
2.
O duque e eu
3.
Pai rico, pai pobre - Edição de 20 anos
4.
Do mil ao milhão
5.
A sutil arte de ligar o foda-se
6.
Mulheres que correm com os lobos (capa dura)
7.
O visconde que me amava
8.
A revolução dos bichos
9.
O poder da autorresponsabilidade
10.
Atitude positiva diária
 
PublishNews, Redação, 26/01/2021

A partir da pergunta “O que seria das pessoas umas sem as outras?”, Todas as pessoas contam (Companhia das Letrinhas, 64 pp, R$ 44,90 – Trad.: Kristin Lie Garrudo), da autora norueguesa Kristin Roskifte, brinca com cenas em que a história de cada personagem impacta na dos demais. Uma pessoa deitada, olhando para as estrelas, duas pessoas conversando em uma floresta, três pessoas em um pódio, quatro pessoas tocando em uma banda… A partir de algumas pistas oferecidas pelo texto, o couting book, ou livro de contar, ensina as crianças a enxergarem as histórias que existem por trás de cada cena – alguém está roubando o supermercado, alguém se apaixonou na biblioteca, alguém vai descobrir que virou pai. No final do livro, a autora propõe uma espécie de jogo, fazendo perguntas sobre cada cena, e convidando o leitor a voltar ao início e brincar de detetive em cada página.

PublishNews, Redação, 26/01/2021

Em A África que você fala (Globinho, 32 pp, R$ 48 – Ilustração: Mauricio Negro), o autor Claudio Fragata passeia de forma divertida por palavras que pegamos emprestadas de idiomas como quimbundo, iorubá, jeje e banto. Podemos até não perceber, mas utilizamos muitas palavras africanas no dia a dia, como cafuné, samba, quiabo, dendê e quitanda. Assim como em O tupi que você fala, o novo livro mostra às crianças que nosso português traz influências de outras culturas e aguça a curiosidade dos pequenos a descobrir a origem das palavras. Fragata é jornalista e escritor e já publicou vários livros voltados para as crianças.

 
©2001-2021 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Henrique Schaumann, 1108 A, CEP 05413-011 Pinheiros, São Paulo -SP
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.