Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 16/06/2020
Há 49 anos servindo a cultura e educação, é uma das maiores distribuidoras de livros para o ensino de idiomas, técnicos e científicos.
A Transpo Express é uma transportadora que já atua há 10 anos focada completamente no segmento editorial
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei
PublishNews, Redação, 16/06/2020

Auditores apontam que a situação econômico-financeira da Saraiva vem se deteriorando | © Humberto Sousa / DivulgaçãoA Saraiva divulgou, na tarde desta segunda-feira (15), os resultados referentes ao primeiro trimestre de 2020. No período, a empresa registrou receita bruta de R$ 141,3 milhões, 33,6% menor do que a apurada em igual período de 2019. A queda da receita bruta nas lojas físicas foi de 24,6% na mesma base de comparação, enquanto que no e-commerce a diminuição foi de 48%. No período, o EBITDA (Lucros antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização) ficou negativo em R$ 26,9 milhões, apresentando um ganho de R$ 20,2 milhões em relação ao primeiro trimestre de 2019. O prejuízo líquido no período foi de R$ 41,3 milhões. Mas, o que chamou a atenção foi o parecer da Grant Thornton Auditores Independentes, contratada pela Saraiva para revisar as informações contábeis intermediárias individuais e consolidadas da empresa. A auditoria preferiu não expressar uma opinião. “Não nos foi possível obter evidência apropriada e suficiente para fundamentar nossa conclusão sobre as informações contábeis intermediárias individuais e consolidadas”, diz o relatório. Clique no Leia Mais e confira a íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 16/06/2020

A Editora Planeta abriu uma vaga para coordenador de conteúdo. É necessário ter graduação em Jornalismo ou Comunicação Social, inglês avançado ou fluente, espanhol intermediário, Pacote Office básico e experiência com o mercado editorial. Além disso, a editora procura alguém com bom repertório cultural e que seja leitor de livros. O contratado criará conteúdo para as redes sociais, fará serviços de assessoria de imprensa – produção de release, disparo, follow-up – ajudará no desenvolvimento das estratégias de marketing e acompanhará os eventos da editora. Os interessados devem enviar currículos para selecao@grupoplanetabrasil.com.br até 21 de junho.

PublishNews, Redação, 16/06/2020

A Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo, que engloba a Casa das Rosas, Mário de Andrade e Guilherme de Almeida, celebra nesta terça (16) o 33º Bloomsday. O evento, que ocorre anualmente, é uma homenagem ao escritor irlandês, James Joyce. A data de sua realização, 16 de junho, é o dia em que transcorre a ação do romance mais famoso do autor, Ulysses. Nele, o personagem central, Leopold Bloom, perambula por Dublin, em 1904. A celebração ocorre em diversas cidades do mundo, como Dublin, Londres, Nova York e São Paulo, onde foi criado em 1988 pelo poeta Haroldo de Campos, que participou da organização até seu falecimento, em 2003. Neste ano, o tema é Juízo Final, baseado no sexto capítulo de Ulysses, o Hades, no qual o personagem Leopold Bloom reflete sobre a vida e a morte durante o enterro de um amigo. O programa incluirá leituras de trechos do capítulo em vários idiomas, por diversos convidados, além de poesia, música e comentários sobre a história do evento. Por conta da pandemia, a Rede de Museus-Casas Literários irá homenagear o escritor irlandês em um formato diferente. As atividades serão realizadas a distância, pela plataforma Google Meet, das 18h30 às 20h30. Para participar, é só clicar aqui.

PublishNews, Redação, 16/06/2020

A Árvore de Livros realiza nesta terça e quarta (16 e 17) o evento Conversas que transformam, congresso voltado para educadores, totalmente on-line e com participação gratuita. O evento irá debater questões essenciais da educação e da leitura. Entre os convidados estão José Pacheco, idealizador da Escola da Ponte, que debaterá as novas construções sociais de aprendizagem; o pediatra Daniel Becker e a educadora Roberta Bento, do canal SOS Educação, que discutirão formas de apoio a famílias e alunos em tempos de pandemia; além de outros nomes no setor da educação. Também participarão os escritores Ilan Brenman, Jessé Andarilho e Júlio Emílio Braz, em uma conversa mediada pela autora Januária Cristina Alves, sobre como a leitura pode ser uma ferramenta de empoderamento. Nesta terça, o evento acontece das 14h às 18h, e na quarta, das 14h às 20h. Para se inscrever é só clicar aqui.

PublishNews, Redação, 16/06/2020

“De repente, virei professor online. E agora?” Essa é a pergunta que muitos docentes têm se feito nesses tempos de pandemia. A nova regra de isolamento social acelerou os processos de educação disruptiva que ronda o universo educacional há algum tempo e introduziu, de forma abrupta, uma nova realidade na vida dos professores e estudantes de todo o mundo. De uma hora para outra, a casa dos professores se transformou em sala de aula e eles tiveram de lidar com o desafio de ensinar a distância. E ainda que eles estejam se adaptando, as dúvidas ainda são muitas: Como implementar de maneira eficaz as metodologias ativas? Como preparar lições no modelo de sala de aula invertida? Como avaliar os alunos? Como mantê-los motivados e proativos? Para responder essas e outras perguntas, o GEN desenvolveu o congresso virtual De Repente, Professor Online para discutir os desafios dos professores frente às tecnologias e ao novo contexto de ensino-aprendizagem. As palestras, mesas-redondas temáticas e oficinas contarão com mais de 30 nomes de peso de diversas áreas do saber. O congresso acontece de hoje (16), com abertura às 18h, até sexta (19). Para se inscrever e conferir a programação completa, clique aqui.

PublishNews, Redação, 16/06/2020

Em meio à pandemia do novo coronavírus, muitos têm relacionado o atual momento em que vivemos com a obra ficcional Os olhos da escuridão (Citadel, 272 pp, R$ 44,90) escrita em 1981 pelo romancista americano Dean Koontz. Na obra, o autor descreve uma arma biológica viral e altamente letal, que causa graves problemas respiratórios e mata em até 24 horas. Chamado de Wuhan-400, o micro-organismo foi desenvolvido pelo cientista Li Chen em um laboratório secreto nas proximidades de Wuhan, na China. É nesse cenário perturbador que se passa a história de Tina Evans, uma mãe em busca de aceitação pela morte de seu filho, que faleceu em um acampamento de férias, onde todos presentes no local também tiveram o mesmo fim trágico: uma morte misteriosa. Na última noite sonhou com seu filho. Ao acordar, foi até o quarto de Danny e para sua surpresa lá estava uma mensagem. Três palavras perturbadoras rabiscaram no quadro-negro: Não está morto. Assim começa uma obsessão que a levará até as últimas consequências para descobrir a verdade por trás da morte de seu filho.

PublishNews, Redação, 16/06/2020

“Só o colo acalma a saudade.” O primeiro dos aforismos que deu origem ao novo livro de Fabricio Carpinejar, Colo, por favor! (Planeta, 176 pp, R$ 39,90) aponta para o seu mais sincero objetivo: ser um apoio emocional, quase um remédio para a saúde mental de todos nós nestes tempos de pandemia – e em outros tempos também. Escrita no epicentro da crise da covid-19, a obra traz 40 aforismos criados pelo escritor e poeta seguidos de ensaios biográficos que surgiram de suas observações e busca por sentido em meio ao caos. Colo, por favor! trata da pandemia sob o ângulo dos impactos emocionais causados pela reclusão, e trata de temas como solidão e gentileza, medo e esperança, sentido de vida e falta de sentido também. Escreve sobre seu tema preferido, os relacionamentos, sejam eles entre casais, pais e filhos, amigos e consigo mesmo.

PublishNews, Redação, 16/06/2020

A pandemia da covid-19 trouxe consequências inéditas para a economia global. Em meio a queda histórica do PIB mundial, o debate econômico foi chacoalhado como em poucas ocasiões. Temas e questionamentos ao modo como o sistema capitalista tem sido administrado, presentes no debate desde a crise financeira global de 2008-9, ganharam concretude trágica. No Brasil, a pandemia se abateu sobre uma economia que mal havia se recuperado da recessão de 2015-16. Medidas fiscais substantivas foram adotadas. Mas a resposta à crise não exige apenas relaxar regras orçamentárias, e sim repensar o próprio papel do Estado para superar carências históricas que a pandemia tornou cristalinas. É o que faz este livro. À luz do contexto brasileiro, Curto-circuito: O vírus e a volta do Estado (Todavia, 144 pp, R$ 34,90), apresenta cinco funções do Estado que a pandemia ajudou a revelar. A doutora em economia Laura Carvalho mergulha em cada face do problema não apenas para refletir sobre a pandemia, mas também para iluminar conceitos decisivos do pensamento econômico. A obra faz parte da Coleção 2020, que foi criada e produzida durante a pandemia de covid-19 e reúne autores e autoras que se dedicaram a refletir e a provocar o pensamento em livros breves, atuais e contundentes.

“Leitura, antes de mais nada é estímulo, é exemplo.”
Ruth Rocha
Escritora brasileira
1.
Desperte a sua vitória
2.
Box Harry Potter
3.
Mais esperto que o diabo
4.
Do mil ao milhão
5.
Pequeno manual antirracista
6.
O milagre da manhã
7.
A sutil arte de ligar o foda-se
8.
Os segredos da mente milionária
9.
Pai rico, pai pobre - Edição de 20 anos
10.
1984
 
PublishNews, Redação, 16/06/2020

Em tempos de pandemias que afetam a vida de todos em nível global, Contágio Social (Storytel / Editora Veneta, 90min) escrito pelo coletivo comunista chinês Chuang, traz um levantamento acurado sobre o início de uma tragédia ainda em curso, o coronavírus, através de uma análise baseada em dados econômicos, nos mais recentes estudos das pandemias, numa visão acurada do capitalismo de hoje e no conhecimento em primeira mão das complexidades da China atual. A obra é um pequeno ensaio sobre o impacto do coronavírus na sociedade chinesa e aborda também questões essenciais dentro do espectro socioeconômico e de saúde como o comunismo, marxismo, vírus, gripe, peste, crise econômica, recessão, desemprego, autoritarismo e fascismo entre outros. O coletivo Chuang é formado por pensadores, ativistas anônimos, alguns dentro da China, outros exilados.

 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.