Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 23/01/2020
A Fino Verbo é uma empresa de revisão, redação e preparação de textos para diversos segmentos, ou seja, se tem texto, nós podemos ajudar.
A BOOKPartners é uma distribuidora completa: atende toda a cadeia do livro e seus devidos processos. Em sua estrutura reúne cerca de 220 colaboradores, dois centros de distribuição, e-commerce e marcas voltadas a segmentos específicos de leitores.
A área de Soluções em Acessibilidade é uma divisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos criada para oferecer o mais amplo portfólio de produtos e serviços acessíveis a empresas que desejam não apenas se adequar à lei, mas atender a todos os seus clientes com a mesma atenção e respeito!
PublishNews, Redação, 23/01/2020

ISBN passa a ter casa nova a partir do início de fevereiro | © Cris Vieira / Divulgação Livraria do ComendadorUma verdadeira operação de guerra foi montada para que a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Metabooks conseguissem encontrar uma solução para um grande problema que atormentou os editores nas últimas semanas. Desde que as fundações Biblioteca Nacional e Miguel de Cervantes anunciaram que antecipariam o fim das operações de emissão do ISBN, a entidade e a empresa de origem alemã, colocaram na rua um plano emergencial para evitar que os editores ficassem um mês sem conseguir emitir o número identificador de livros. A previsão inicial era que a CBL e a Metabooks só assumissem o serviço no início de março, mas agora, passarão a oferecer o serviço a partir do início de fevereiro, cobrindo a janela que seria deixada pela BN/Miguel de Cervantes. No entanto, será necessário a realização de um novo cadastro, que será gratuito. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra desta nota.

PublishNews, Redação, 23/01/2020

Quando a Saraiva resolveu, em assembleia, dar ao seu Conselho de Administração poderes para emitir bônus de subscrição para aumento do seu capital, autorizou o colegiado a colocar no mercado até 25,1 milhões de ações. Com isso esperava-se um aumento de capital de até R$ 36,4 milhões. O prazo encerrou-se no dia 30 de dezembro e, na primeira rodada de negociações, a companhia conseguiu apurar R$ 11,3 milhões, com a subscrição de 7,8 milhões de ações, conforme o PublishNews noticiou na época. As sobras foram postas novamente na mesa de negociações e os interessados arremataram mais 4,8 milhões de ações – 1,6 milhões de ações ordinárias e 3,2 milhões preferenciais – o que resultou em um aporte extra de R$ 7 milhões. No total, nas duas rodadas, foram subscritas 12,6 milhões de ações a apurados R$ 18 milhões. Isso representa 50,33% do autorizado pelo Conselho. As ações não subscritas serão canceladas.

PublishNews, Redação, 23/01/2020

A carioca Raquel Menezes está nas lentes do PublishNews Entrevista dessa semana Raquel Menezes acaba de deixar a presidência da Liba Brasileira das Editoras (Libre), entidade que congrega as editoras independentes no Brasil. Ela é a convidada dessa semana do PublishNews Entrevista, programa da PublishNewsTV que se presta a formar um arquivo da memória do mercado editorial brasileiro. Na conversa que teve com André Argolo, ela faz reflexões sobre a importância da “sopa de letrinhas” formada pelas diversas entidades do livro e de como vê um “mercado mais saudável”. Ela relembra o início da sua carreira, quando ainda era estudante de Letras e aspirante a editora e de como chegou à indústria, montando a sua própria editora – a Oficina Raquel. O PublishNews Entrevista é um oferecimento do #coisadelivreiro, consultoria em marketing e inteligência de negócios para o mercado editorial. Clique no Leia Mais para ouvir ou assistir ao programa.

PublishNews, Redação, 23/01/2020

Capa da primeira edição do livro Úrsula publicado em 1859 por Maria Firmina dos ReisConsiderada a primeira romancista brasileira, a maranhense e abolicionista Maria Firmina dos Reis (1822 - 1917) estará disponível para leitores norte-americanos. É que a Tagus Press, selo da Editora da Universidade de Massachusetts prepara uma edição em inglês de Ursula, publicado originalmente em 1859 pela Typographia do Progresso, de São Luis (MA), sob o pseudônimo "Uma Maranhense". O livro foi traduzido por Cristina Ferreira Pinto Bailey e editado por Peggy Sharpe. A previsão é que o livro saia ainda em 2020. A Tagus publica nomes como Jorge Amado, Rubem Fonseca, Cristovão Tezza, J.P.Cuenca e Luiz Ruffato.

PublishNews, Redação, 23/01/2020

A editora Aleph abriu uma vaga de estágio na área de Comunicação. Será dada preferência a estudantes dos cursos de Jornalismo, Publicidade, Letras ou Relações Públicas. As principais funções do estagiário serão auxiliar na produção de conteúdo e manutenção das redes sociais, na criação de textos para divulgação dos lançamentos e campanhas da editora e na organização de eventos. Para ocupar a vaga é fundamental ter boa redação, ser organizado, proativo e heavy user de redes sociais. Os interessados devem enviar currículos (com informações sobre o período em que estuda) para nathalia@editoraaleph.com.br até o dia 07/02/2020.

PublishNews, Redação, 23/01/2020

Desde a publicação do primeiro livro de Agatha Christie, em 1920, a sua obra já foi traduzida para 27 língua e seus livros são distribuídos em mais de 100 países. Só a L&PM tem 90 títulos em diversos formatos. Para celebrar os 100 anos de histórias da "Dama do Crime", a editora gaúcha resolveu convocar seus leitores para participarem de um desafio global: o #ReadChristie2020, que no Brasil ganhou a tradução #LeiaAgathaChristie2020. Para participar, basta baixar o cartão postal e escolher 12 histórias de Agatha Christie para descobrir (ou redescobrir) este ano. Para cada mês, é proposto um tema. Em janeiro o tema é “Uma história que mudou a vida de Christie” e sugestões de leitura são Assassinato no Expresso do Oriente, E não sobrou nenhum e O assassinato na casa do pastor. Para mais informações acesse a página do desafio.

PublishNews, 23/01/2020

Na primeira metade da década de 1940, o mundo viveu o inferno da II Guerra Mundial. Cerca de 25 mil soldados brasileiros foram enviados à Itália para combater o nazifascismo. Nessa leva, foi o jovem Eliseu de Oliveira, que tinha 22 anos em 1944 quando partiu para a Europa. Em solo italiano, foi capturado pelos alemães e levado a um campo de concentração. Marcas dessa experiência o acompanhou até a sua morte em 2012. Sua história é recontada na graphic novel O Elísio: uma jornada ao inferno (Avec, 96 pp, R$ 49,90), a primeira história em quadrinhos roteirizada e ilustrada pelo paulistano Renato Dalmaso.

PublishNews, 23/01/2020

Apesar da falta de experiência para atuar no front, o Brasil foi o único país da América do Sul a enviar contingentes para as duas grandes guerras mundiais. Por isso mesmo, os historiadores Mary Del Priore e Carlos Daróz resolveram reunir ensaios de especialistas em história militar que contemplam, sob diferentes ângulos, a participação do país nos dois eventos mundiais. O resultado pode ser conferido no livro A história do Brasil nas duas guerras mundiais (Editora Unesp, 262 pp, R$ 82). A obra quer preencher lacuna ainda sentida na bibliografia relativa à temática, contemplando ângulos raramente explorados do envolvimento brasileiro nas duas guerras, como a geopolítica, a economia, a espionagem, o desenvolvimento de instituições militares e o próprio cotidiano dos soldados no calor da batalha.

“Acredito que existe um tipo de livro que você precisa em determinada época. Essa obra exige uma adequação, um momento e uma hora exata para a leitura.”
Joca Terron
Escritor brasileiro
1.
A sutil arte de ligar o foda-se
2.
Como fazer amigos e influenciar pessoas
3.
Do mil ao milhão
4.
Seja foda!
5.
O milagre da manhã
6.
Felicidade
7.
Mais esperto que o diabo
8.
O poder da autorresponsabilidade
9.
Escravidão
10.
Como fazer amigos e Influenciar pessoas - Edição comemorativa 80 anos
 
 
©2001-2020 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.