Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 15/05/2018
A psi7 Printing Solutions & Internet 7 S.A. é uma empresa de tecnologia na gestão de conteúdos que ajuda as empresas, sejam editoras ou indústrias, a propagar o seu conteúdo nos formatos impresso, áudio, dados ou eletrônico.
Revisora, copidesque e produtora editorial há mais de dez anos com experiência em todas as etapas da produção editorial.
Com mais de 20 anos de experiência na diagramação de livros, Julio Fado oferece um trabalho profissional, de qualidade e rápido. Além da diagramação de livros para impressão, ele também diagrama livros em formato digital.
PublishNews, Talita Facchini, 15/05/2018

Na manhã desta terça, Luís Antonio Torelli, presidente da CBL, Luiz Armando Bagolin, curador do prêmio e integrantes do conselho curador, Pedro Almeida, Jair Marcatti, Mariana Mendes e Tarcila Lucena anunciaram as mudanças da 60ª edição do Premio Jabuti. Dentre as muitas novidades desta edição está a diminuição no número de categorias, que agora serão divididas em quatro eixos; uma nova categoria dedicada a ações de incentivo à leitura; inscrições diferenciadas para os autores independentes; mudança no valor dos prêmios; e a premiação de somente um Livro do Ano. A ideia principal do Prêmio é voltar o foco para o leitor, segundo Bagolin, o objetivo de todas as mudanças é abrir e democratizar o Jabuti. “Queremos que o prêmio volte a ser algo disputado e não que depois de três meses, ninguém mais lembre quem foram os vencedores. Antes muita gente subia ao palco e a cerimônia era cansativa”, contou. Para mudar isso, o Jabuti terá a partir deste ano, 18 categorias que serão dividias em quatro eixos: Literatura (romance, poesia, conto, crônica, infantil e juvenil, tradução e HQ), Ensaio (biografia, humanidades, ciências artes e economia criativa), Livro (projeto gráfico, capa, ilustração e impressão) e Inovação (formação de novos leitores e livro brasileiro publicado no exterior). Segundo Bagolin o prêmio não ficou menor, o que houve foi uma racionalização das categorias. Clique no Leia Mais para saber todas as as mudanças na 60ª edição do Prêmio.

PublishNews, Redação, 15/05/2018

Na semana passada, o jornal Bahia Notícias publicou uma nota afirmando que o único alvo da operação Prato Feito da Polícia Federal, que tem como objetivo desarticular grupos suspeitos de desviar recursos da União, que seriam destinados à educação para municípios de São Paulo, é o empresário Wilson José da Silva Filho, segundo o jornal, dono da distribuidora de livros didáticos da editora Melhoramentos. O Tribunal de Contas de São Paulo indica que a Melhoramentos recebeu mais de R$ 20 milhões entre 2008 e setembro de 2016 por ter firmado contratos em pelo menos 37 prefeituras do Estado. Esta semana, em nota à imprensa, a Editora Melhoramentos esclareceu que “Wilson José da Silva Filho, diferentemente de notícias veiculadas na imprensa, jamais foi dono, sócio, diretor ou procurador da Editora”. O comunicado diz ainda que as empresas BWN, Editora Casa das Letras e WH Comércio e Confecções alegadamente de propriedade de Wilson, não são e jamais foram empresas integrantes do conglomerado da Melhoramentos e que a Editora já forneceu todas as informações e esclarecimentos que pudessem colaborar com as investigações da operação Prato Feito. Por fim, a Melhoramentos ainda ressalta que “está se inteirando dos detalhes da operação, e à disposição para colaborar com as investigações”.

PublishNews, Redação, 15/05/2018

Na noite de ontem a Unibes Cultural (Rua Oscar Freire, 2.500 - São Paulo / SP) recebeu o primeiro encontro UmLivro PubishNews, no qual todo o mês teremos convidados especiais para falar de assuntos relevantes para o mercado editorial e livreiro. Mariana Bueno, coordenadora da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), foi a primeira convidada e explicou melhor aos presentes os resultados do levantamento sobre a Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro, apresentados no começo do mês. Para quem perdeu o evento, as fotos e o vídeo completo do bate-papo estão disponíveis na nossa página no Facebook.

PublishNews, Redação, 15/05/2018

A Editora Novo Século está à procura de um coordenador de marketing. O contratado será responsável por coordenar, elaborar e acompanhar os planos e programas de marketing, por meio do desenvolvimento e promoção dos produtos, participando da criação da política comercial da empresa. Ele ainda irá avaliar os enfoques promocionais, os veículos e canais de propaganda utilizados e realizar pesquisa de mercado e novos projetos em benefício de atuação comercial. A editora pede que os candidatos tenham curso superior nas áreas de Marketing, Comunicação Social, ou Publicidade e Propaganda e experiência na área de marketing e liderança. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail dp@novoséculo.com.br com o assunto 'Vaga- Coordenador de Marketing' até o dia 25 de maio.

PublishNews, Redação, 15/05/2018

Para comemorar seus 20 anos de trajetória, a Editora Sextante, orquestrada pelos irmãos Marcos e Tomás da Veiga Pereira, reúne este mês, alguns dos grandes nomes de seu catálogo em um ciclo de palestras pensado especialmente para os leitores. Na programação, um time de peso: Augusto Cury, Bernardinho, Bruna Lombardi, Cristiane Correa, Daniel Barros, Daiana Garbin, Deltan Dallagnol, Fernando Gabeira, Gustavo Cerbasi, Sophie Deram, Sri Prem Baba e Vladimir Netto. Divididos em diferentes sessões, os bate-papos abordam temas como bem-estar, autoconhecimento, espiritualidade, carreira, finanças e política. Aberto ao público, o evento acontece nos dias 26 e 27 de maio, no Teatro Gazeta (Av. Paulista, 900 – São Paulo / SP), começando com uma palestra com Augusto Cury no dia 26, às 11h. Os ingressos (para cada sessão) custam R$ 20 e toda a bilheteria arrecadada será doada para o Instituto Pró-Livro. A programação completa você confere na página da Sextante

PublishNews, Redação, 15/05/2018

A 33ª edição do programa Epigrafes recebe nesta quarta (16), o secretário da Economia da Cultura do Ministério da Cultura (MinC) e ex-diretor-executivo da Câmara Brasileira do Livro (CBL), Mansur Bassit. Na pauta, a cultura como pilar socioeconômico de desenvolvimento, políticas públicas, o road show do MinC Cultura Gera Futuro, o livro e a Lei Rouanet. A entrevista baseou-se em uma epígrafe do jornalista, ensaísta e filósofo espanhol José Ortega y Gasset, extraída do livro El Libro de Las Misiones: “A cultura é uma necessidade imprescindível de toda uma vida, é uma dimensão constitutiva da existência humana, como as mãos são um atributo do homem”. O programa com Mansur Bassit, vai ao ar a partir das 19h e poderá ser assistido clicando aqui

PublishNews, Redação, 15/05/2018

Nesta quarta (16), às 19h30, o Sesc Pompeia (Rua Clélia, 93 – São Paulo / SP) realiza a terceira mesa projeto Lá na laje: clube do livro sem livro e recebe como convidados o escritor Jessé Andarilho e a poeta Jô Freitas, baiana que vive em São Paulo. Sob o tema Narrativas literárias: preciso mesmo de livro impresso?, os convidados vão contar como a tecnologia os auxilia nos processos de produção de literária. O clube do livro, em formato diferenciado, funciona também como um convite ao público para conhecer a literatura contemporânea, que nem sempre está nos livros, mas acontece, como o próprio clube já trouxe, nos muros das cidades, nos guardanapos, nas cicatrizes e em outros lugares. A mediação será feita pela jornalista Jéssica Balbino, que dividiu a curadoria com as programadoras da unidade.

PublishNews, Redação, 15/05/2018

A primeira edição do ‘Melodia Literária’, projeto dedicado à literatura que o Sesc Consolação passa a ter em sua programação fixa, traz o pianista e compositor José Miguel Wisnik para narrar o conto Um homem célebre, de Machado de Assis. A cada encontro será apresentado uma obra de um autor da literatura brasileira ou estrangeira por um artista convidado que fará a narração e simultaneamente tocará as composições e referências musicais presentes nas obras. Os contos serão narrados na íntegra e têm em comum a música presente seja como pano de fundo, como trilha sonora, ou como narrativa a partir de seus personagens. O evento acontece nesta quinta (17), às 20h, no Teatro Anchieta (Rua Doutor Vila Nova, 245 – São Paulo / SP) e o investimento é de R$ 20. O moço do saxofone, de Lygia Fagundes Telles, é a segunda edição programada com o compositor e saxofonista Maurício Pereira, no mês de junho.

“Costumo dizer ainda que a literatura é o meu brinquedo de adulto”
Luiz Vilela
Escritor brasileiro
1.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
2.
A sutil arte de ligar o foda-se
3.
O milagre da manhã
4.
Combate espiritual
5.
Felipe Neto - A vida por trás das câmeras
6.
Seja foda!
7.
Ainda sou eu
8.
A jornada da liberdade
9.
Metanoia
10.
Jesus - O homem mais amado da história
 
PublishNews, Redação, 15/05/2018

São 7h15 da manhã; um homem, uma mulher e sua filha de cinco anos aguardam o momento de embarcar no ônibus que os levará de volta à pequena cidade litorânea de onde vieram. Esse é o ponto de partida de Outras vidas (Companhia das Letras, 160 pp, R$ 44,90), romance de Rodrigo Lacerda. Com a viagem, o marido espera começar uma vida nova, depois de um período cruel na cidade grande. Funcionário de uma estatal e pressionado por necessidades financeiras, ele quebrou seu código de conduta e agora enfrenta a culpa e a perseguição. Sua mulher, no entanto, criou raízes profissionais e sentimentais na capital, que a fazem questionar o casamento e desconfiar da salvação no passado. Por isso, luta até o último minuto contra a partida.

PublishNews, Redação, 15/05/2018

Quando Gabi e Lívia, duas apaixonadas por livros, se conheceram em uma comunidade sobre literatura em uma extinta rede social, não imaginavam que se tornariam melhores amigas e que criaram um blog de resenhas literárias, o Literalmente Amigas. Desde então, elas são inseparáveis, apesar das personalidades muito diferentes! Gabi é um pouco avoada, desorganizada financeiramente, de riso fácil e vive uma história de conto de fadas com o namorado de longa data. Já Lívia é assertiva, firme e possui planos bem delineados para seu futuro, embora ainda não tenha encontrado o emprego dos sonhos nem um romance arrebatador como o de seus livros favoritos. Juntas, elas enfrentam as dificuldades da juventude, seja na profissão, seja no amor, até tudo começar a mudar quando ambas são selecionadas para a mesma vaga na principal editora do país. A história de Literalmente amigas (Bertrand / Record, 336 pp, R$ 39,90) é contada por Laura Conrado e Marina Carvalho, que se uniram para escrever a história de duas melhores amigas.

PublishNews, Redação, 15/05/2018

Tristan Drake, um ex-oficial das forças especiais britânicas que também atuou no MI-6 nos tempos da Guerra Fria, ocupa hoje a posição de diretor de operações de uma empresa de arqueologia marinha instalada na ilha de Malta. Um dos navios da empresa se envolve num terrível e suspeito acidente. A tripulação, ferida e exilada, precisa urgentemente de socorro. Tristan, diretamente responsável por eles e num beco sem saída, recebe a providencial ajuda de um rico indiano radicado em Londres. Em troca, Tristan insiste em auxiliar o milionário a resgatar o filho Khaled, um jovem e talentoso hacker visto pela última vez em um misterioso vale encravado nas montanhas do Paquistão. Começa a partir daí em Questão de honra (Novo Século / Talentos da Literatura Brasileira, 476 pp., R$ 39,90) uma jornada por lugares exóticos, dos confins da China a uma mina de coltan, um precioso minério, na África, onde a crueldade parece não encontrar limites. O livro de autor Yuri Belov situa o leitor com um outro olhar no conflito dos grupos extremistas no Oriente Médio e África.

PublishNews, Redação, 15/05/2018

O caminho de Abraão (Planeta, 304 pp, 45,90) conta o percurso de Hagar, uma francesa filha de imigrantes argelinos que supera todas as barreiras de sua periferia de Marselha para estudar nas melhores universidades do país. Contratada por uma multinacional, ela é enviada para coordenar investimentos milionários de uma fábrica na Síria, antes da guerra. Mas o confronto iniciado em 2011 leva a mulher a cumprir ordens criminosas de sua direção em Paris. Hagar passa a se confundir com a história de milhares de sírios que, desesperadamente, tentam driblar a morte. Sua fuga e caminho adotado pelo Oriente Médio, porém, repete o que Abraão, o patriarca das três grandes religiões monoteístas, traçou de forma mítica ha milênios. A obra assinada por Jamil Chade leva o leitor à intimidade da guerra na Síria e da epopeia de refugiados em busca de segurança. O autor coloca frente à frente a morte e a tolerância, a espiritualidade e a ambição profissional, o Ocidente e o submundo de sua classe abandonada.

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.