Apanhadão: para financiar compra da Somos, Kroton pede abertura de capital da holding Saber
PublishNews, Redação, 18/06/2018
E mais: Estadão diz que edição de 2018 do Prêmio Jabuti deve ficar sem curador depois da demissão de Luiz Armando Bagolin; editoras reduzem funcionários e lançamentos e Todavia prepara nova revista cu

Nas notícias desse final de semana, ainda repercute a demissão de Luiz Armando Bagolin anunciada na última sexta (15). O Estadão noticiou que o prêmio Jabuti não deverá ter um novo curador para a edição de 2018. A Reuters trouxe a notícia de que a Kroton pediu abertura de capital da holding Saber para emitir dívida no mercado de capitais para financiar a aquisição da Somos Educação. Com a crise em efeito cascata do mercado de livros, a Época comentou sobre o fato das editoras estarem reduzindo o quadro de funcionários e lançamentos. Segundo a matéria, as grandes livrarias representam até 50% do total do faturamento de pequenas e médias editoras, por isso a situação é considerada grave pelos donos desses negócios.

Na coluna da Babel, o assunto é outro: a HarperCollins irá colocar de volta nas livrarias, em agosto, a obra J.R.R. Tolkien: Uma Biografia. A decisão veio depois de um abaixo-assinado feito por fãs do escritor e endereçado à editora. Já Lauro Jardim adiantou que a HarperCollins prepara para julho uma nova edição de O ano do pensamento mágico, de Joan Didion. No livro, a jornalista e roteirista discorre sobre o luto após a morte do marido, John Dunne.

Na Painel das Letras, o destaque foi para a Todavia, que prepara para o segundo semestre, uma nova revista cultural, que será editada pelo escritor Michel Laub. Ainda sem nome, a primeira edição da revista terá como tema o apocalipse, com discussões sobre as crises contemporâneas. A ideia é misturar textos de vários gêneros, com ficção, ensaio, reportagem e entrevistas.

Tags: Apanhadão
[18/06/2018 06:00:00]