Argentina x Colômbia: começa a batalha pelos ‘audiolibros’
PublishNews, Leonardo Neto, 25/04/2018
Sueca Storytel analisa perfis de consumo digital dos dois países para decidir em qual aporta primeiro

Storytel, que promete chegar no Brasil em breve, está de olho em outros países da América do Sul | Facebook da empresa
Storytel, que promete chegar no Brasil em breve, está de olho em outros países da América do Sul | Facebook da empresa
Audiolivro é aquilo que a gente pode chamar de tendência mundial. Pelo menos é nisso que aposta forte a indústria editorial global. Buenos Aires, terra onde há uma alta concentração de livrarias per capita, enfrenta a sua primeira batalha na tentativa de conquistar parte desse mercado. Circulam pelos corredores da Feira do Livro de Buenos Aires, representantes da Storytel, plataforma de audiolivros sueca presente em 30 países e que promete aportar no Brasil muito em breve. O discurso, segundo informou um editor argentino, é que a “terra da plata” concorre com a “terra da esmeralda e do ouro”. Os suecos avaliam o perfil de consumo digital dos argentinos e dos colombianos para decidir em qual deles desembarca primeiro. O e-commerce é um termômetro disso. Segundo informe elaborado pela Câmara Argentina do Comércio Eletrônico tendo como base o ano de 2017, os argentinos realizaram 60 milhões de transações, o que representou crescimento de 28% na comparação com o ano anterior. Em faturamento, o setor apurou US$ 7,6 bilhões em 2017. Na Colômbia, segundo dados da Câmara de Comércio Eletrônico de lá, o e-commerce fechou 2017 realizando 87 milhões de transações, o que representa crescimento de 36% na comparação com o ano anterior. Em valores, o e-commerce fechou 2017 movimentando US$ 17,1 bilhões. Que vença o melhor. 

[25/04/2018 10:04:00]