Biografia de Lima Barreto estreia na lista
PublishNews, Leonardo Neto, 07/07/2017
E mais: ‘Batalha espiritual’, que volta a liderar a lista nessa semana, ocupa o topo da Lista Anual Parcial de 2017, um forte candidato ao Prêmio Avena de Livro Mais Vendido de 2017

2017 promete ser o ano de Lima Barreto
2017 promete ser o ano de Lima Barreto
Dois mil e dezessete promete ser o ano de Lima Barreto. Depois de anunciada a homenagem na Flip (26 a 30/07), pipocaram edições e reedições da obra do escritor. Mas, um dos livros que mais ganhou espaço na mídia e nas rodas de conversa não é um livro do, mas sobre o autor. Obviamente, estamos falando de Lima Barreto – Triste visionário (Companhia das Letras), a esperada biografia sobre o autor de Triste fim de Policarpo Quaresma, escrita por Lilia Moritz Schwarcz. O livro acaba de estrear na Lista dos Mais Vendidos do PublishNews, ocupando a 11ª posição da Lista de Não Ficção, com 604 exemplares vendidos.

No ranking geral da semana, o destaque vai para Batalha espiritual (Petra / Ediouro), do padre Reginaldo Manzotti, que retoma o topo da lista, com 4.100 exemplares vendidos. O mundo de Larissa Manoela (HarperCollins), que nas duas últimas semanas ocupou o posto, ficou na segunda posição, com 3.279. O livro do padre, é bom que se observe, já conquistou o primeiro lugar da Lista Geral Anual Parcial de 2017, com 87.740 exemplares vendidos, quase dois mil a mais do que o segundo colocado, O homem mais inteligente da história (Sextante), de Augusto Cury. É, sem dúvidas, um forte candidato ao Prêmio Avena de Livro Mais Vendido do Ano. Olhando novamente para a lista semanal, o livro O poder da ação (Gente), de Paulo Vieira, permanece na terceira posição, fechando o pódio da semana.

Observando os números da lista, percebe-se uma queda de 6% na comparação com a semana passada, mesmo com o crescimento de 8% nos números da lista de Autoajuda. Autoajuda, aliás, que acaba de receber o reforço de um livro que tem potencial para frequentar por muito tempo a lista dos mais vendidos: Ansiedade 3 – Ciúme (Benvirá / Somos), de Augusto Cury. A chegada foi tímida, com modestas 476 cópias vendidas. Mas a julgar pelos 826.430 exemplares dos volumes 1 e 2 da série vendidos de 2014 para cá, essa história ainda vai longe.

Em Infantojuvenil, destaca a estreia de Lua azul (Outro Planeta / Planeta), que vendeu 1.516, número suficiente para garantir não só a segunda posição da lista, mas também a 17ª posição da Lista Geral da semana.

Completam as estreias da semana: High Hitler (Crítica / Planeta) e Degrau por degrau (Planeta), em Não Ficção; A selva (Usborne / Nobel), em Infantojuvenil, e Juros, moedas e ortodoxia (Portfolio Penguin / Companhia das Letras), em Negócios

O ranking das editoras é liderado pela Sextante, com 18 títulos. Grupo Companhia das Letras e Intrínseca aparecem empatados na segunda posição, com 12 títulos cada. Completa o pódio a Planeta, com dez. Na corrida pelo Prêmio Avena de Editora do Ano, a Sextante continua isolada na liderança, com 57 títulos.

[07/07/2017 10:59:00]