Publicidade
Publicidade
Bola de cristal 2015
PublishNews, 08/01/2015
Quais as previsões de Greg Bateman para o ano que começa?

Hoje olhamos nossa bola de cristal para prever algumas das principais e-trends para 2015.

Verticalização de conteúdo

2014 foi o ano do "netflix dos livros". Junto com o gorila Amazon com seu Kindle Unlimited, algumas startups estrangeiras (Scribd, Oyster) e locais (Árvore de Livros, Xeriph) avançaram bastante na democratização do conteúdo disponibilizando-o para as massas. Em 2015, esperamos ver mais atores seguindo os passos da Editora Saraiva e "verticalizando" conteúdo, com um foco maior na indústria. Da mesma forma que a Saraiva abriu os conceitos do pacote físico (ou no caso dos e-books, virtual) de seus livros, e criou cursos preparatórios de Direito, consigo ver outras empresas fazendo o mesmo para outros conteúdos verticais, como Engenharia e Medicina. Para ter a extrema flexibilidade para fazer isso, no entanto, as editoras precisam negociar contratos mais flexíveis com seus autores assim seu conteúdo poderá ser vendido de forma fracionada.

Consolidação do mercado de serviços

Continuando uma tendência que começou no final de 2014, os fornecedores de serviços artesanais de conversão, distribuição e desenvolvimento de objetos de aprendizagem serão substituídos por um pequeno grupo de fornecedores de qualidade que usam a tecnologia para fornecer serviços confiáveis. Enquanto 2013 e 2014 pareceram uma corrida do ouro com dezenas de freelancers e pequenas empresas oferecendo preços insustentáveis por seus serviços, 2015 será marcado por um máximo de dois líderes de mercado em cada categoria. Distribuidores que tentam sobreviver com estagiários e tabelas estão sendo superadas por quem consegue fornecer uma suíte completa de serviços incluindo ferramentas de merchandising e otimização de metadados. Em contraste com novatos com uma cópia de Adobe InDesign que acabaram de fazer um curso online, empresas de conversão que conseguem usar ferramentas internas e equipes de produção local serão as únicas que poderão servir as grandes editoras. Fornecedores de objetos de aprendizagem que reusaram engenheiros de Flash para criar objetos HTML5 serão ultrapassados por equipes criativas com uma profunda compreensão de pedagogia. Enquanto os custos unitários por cada serviço vão aumentar um pouco, o enorme ganho em benefícios como confiabilidade, qualidade e comunicação, vai terminar benéfico para a indústria.

Digitalização dos fluxos de trabalho

Enquanto o digital hoje parece frequentemente uma remontagem do legado do impresso, em 2015 as editoras vão começar a passar cada vez mais cedo ao digital em seu fluxo de trabalho de produção. Ao fazer isso, o conteúdo deles se torna flexível, reutilizável e facilmente ajustado por editores, evitando pesados custos de retrabalho. Vamos pegar o caso das editoras educativas. Quando começaram a salvar partes de seu conteúdo em arquivos flexíveis (XML ou outros), elas podem atualizar e adaptar estas unidades a uma multidão de diferentes formatos, de livros para o mercado, para o governo, personalizados, eletrônicos, até mesmo apps e produtos de e-learning. Em 2014, editores vão fazer investimentos pesados na contratação de consultores de fluxo de trabalho e plataformas XML porque estarão prontos para monetizar seu valioso conteúdo independente das rápidas mudanças que aconteceram.

A sua bola de cristal mostra as mesmas tendências que as minhas? Compartilhe seus pensamentos: greg@hondana.com.br

Greg Bateman é sócio-diretor da Hondana, uma startup brasileira focada em conectar pessoas e idéias através de tecnologias de leitura digital. Expert em tecnologia e empreendedor do negócio de e-books,Greg é conhecido pelo seu envolvimento na criação de produtos extremamente bem-sucedidos, como os smartphones da Samsung e o Kindle, da Amazon. Ele é pesquisador visitante da Universidade de Tóquio, palestrante na FGV e UFRJ sobre o impacto de mídia digital na área de educação. Greg tem duas graduações pela Universidade da Califórnia em Berkeley (Engenharia Elétrica / Ciência da Computação e Literatura Japonesa) e um MBA pela Columbia Business School. Sua coluna discute a fundo o negócio e o lado técnico dos e-books a partir de uma perspectiva global, apresentando plataformas e tendências do mundo todo e, claro, do Brasil. Para enviar comentários, escreva para greg@hondana.com.br.

[07/01/2015 22:00:00]
Publicidade

BR75

A BR75 desenvolve soluções personalizadas de criação e edição de texto, design gráfico para publicações impressas e em outras mídias e coordena sua produção editorial. Cuidamos de todas as etapas, conforme as necessidades e características de seu projeto, e sua empresa ganha em eficiência e qualidade. Quer saber mais? Fale com a gente ou agende uma visita!

Leia também
Confira o terceiro artigo da série sobre a Geração Y do e-Gringo Greg Bateman
Confira o segundo artigo da série sobre a Geração Y do e-Gringo Greg Bateman
Confira o primeiro artigo da série sobre a Geração Y do e-Gringo Greg Bateman
Em sua coluna, Greg Bateman lista três tendências que devem mudar o mundo da mídia, dos negócios e da educação
De Frankfurt a Recife: Livros em 2020
Publicidade

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

Outras colunas
Em sua coluna, Volnei fala sobre as mudanças da Flip 2018, a importância das casas literárias parceiras do evento e ainda destaca a programação de algumas delas
Toda semana você confere uma tira dos passarinhos Hector e Afonso
Em sua coluna, Gustavo Martins de Almeida fala dos direitos decorrentes do novo hábito de se ouvir um livro
Em sua coluna, Paulo Tedesco fala sobre a importância de se preservar o legado literário
Cindy Leopoldo: as listas dos mais vendidos 'contém dados atualizadíssimos sobre o que é a literatura brasileira e até mesmo o que é ser brasileiro hoje'
Sempre foi um problema muito grande, para quem gosta de ler, ser considerado meio chato.
Breatriz Bracher
Escritora brasileira
Publicidade
Publicidade

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

Procurar

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

Procurar

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

Assinar