Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 22/05/2018
Gráfica digital para pequenas tiragens e POD (Print On demand). Pronta para atender às necessidades de prazos curtos, possui estrutura de impressão digital e logística com qualidade e preços.
A Bookmarks é uma empresa que oferece soluções editoriais para autores e editoras. Desenvolve projetos gráficos de capas de livros, artes para brindes, marcadores, criamos e desenvolve sites e faz diagramação de livros impressos e digitais.
Capista de livros. Há mais de 20 anos desenvolve trabalhos gráficos para os mais variados setores. Só paga se for usar a capa.
PublishNews, Redação, 22/05/2018

Germano Almeida | © Leandro MüllerO escritor cabo-verdiano Germano Almeida é o vencedor da 30ª edição do Prêmio Camões, que tem como objetivo consagrar um autor de língua portuguesa que tenha contribuído, com sua obra, para o enriquecimento do patrimônio literário e cultural de nossa língua comum. O anúncio foi feito ontem em Lisboa, pelo Ministro da Cultura de Portugal, Luís Filipe Castro Mendes, e pela presidente da Biblioteca Nacional, Helena Severo. Germano é o segundo escritor cabo-verdiano a receber o Prêmio. O primeiro foi o poeta Arménio Vieira. “Estou contente, muito feliz por saber que o que escrevo é apreciado ao ponto de me darem um prêmio tão prestigiado como o Camões”, agradeceu. O corpo de jurados dessa edição contou com a presença de Leyla Perrone-Moisés, professora emérita da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (Brasil); e José Luís Jobim, professor aposentado da Universidade Federal Fluminense e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Brasil). Germano tem sua obra publicada em Portugal pela editora Caminho, que em breve lançará seu novo romance O fiel defunto. Estreou como contista no início da década de 1980 e o seu primeiro romance, O testamento do senhor Napumoceno, chegou a ser publicado no Brasil pela Companhia das Letras (hoje esgotado) e teve os direitos vendidos para vários países e foi adaptado ao cinema.

PublishNews, Redação, 22/05/2018

Parte do conselho curador do selo Ferina | © Facebook da editoraA escritora Jarid Arraes se associou à editora Lizandra Magon de Almeida para lançar o selo literário Ferina, dedicado à publicação de livros que colocam no foco as questões das mulheres. Um buraco com meu nome, escrito e ilustrado pela própria Jarid, e uma coletânea de contos do projeto #LeiaMulheres marcam o lançamento do selo. Os livros serão apresentados durante a próxima Flip (25-29/07), mais precisamente no dia 27 de julho, sexta-feira, na Casa da Porta Amarela, que reúne desde o ano passado editoras independentes. O selo nasce com um conselho editorial estelar, apelidado de “Conselho de Mulheres Sábias” e que reúne nomes como a escritora Cidinha da Silva, as ilustradoras Raquel Matsushita e Valentina Fraiz, a professora Heloisa Buarque de Hollanda, a jornalista Jessica Balbino, a livreira Juliana Gomes e a cantora, compositora e contadora de histórias indígena Márcia Wayna Kambeba. Clique no Leia Mais e conheça melhor o Ferina.

PublishNews, Redação, 22/05/2018

Nesta quarta (23), a escritora e jornalista Laura Sandroni será a homenageada no aniversário de 50 anos da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) e receberá o título de presidente emérita da instituição, por seus 50 anos de trabalho voluntário pela literatura infantil brasileira. A Fundação completa, na oportunidade, “cinco décadas promovendo a leitura e o livro de qualidade para as crianças e jovens”, de acordo com sua Diretoria. O interesse da escritora carioca pela literatura destinada a crianças e jovens surgiu ao participar do grupo que, em 1968, organizou a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) – entidade pioneira no Brasil no estudo e promoção dos livros para crianças e jovens. Primeira diretora executiva desta fundação, Laura foi reeleita para o cargo durante dezesseis anos. Em seguida, trabalhou durante onze anos na Fundação Roberto Marinho, criando seu núcleo de estímulo à leitura, hoje extinto. Laura ainda faz parte do Conselho Diretor da FNLIJ e é colaboradora do jornal O Globo. O evento acontece às 17h, no Auditório Machado de Assis, da Biblioteca Nacional (Rua México, s/n - Rio de Janeiro / RJ).

PublishNews, Redação, 22/05/2018

Logo mais, das 19h30 às 21h, a LabPub, escola de cursos EaD voltados para o mercado editorial, oferece a Masterclass gratuita Como iniciar sua carreira de tradutor no mercado editorial?. Ministrada por Cassius Medauar, gerente de conteúdo da editora JBC e Guilherme Kroll, editor e sócio fundador da Balão Editorial, a aula vai apresentar o caminho das pedras para o tradutor que quer trabalhar com os principais gêneros publicados pelas editoras mais comerciais: ficção, não ficção, fantasia, quadrinhos, clássicos, infantis e juvenis. Serão abordados aspectos da formação do profissional, os conhecimentos necessários para ser um tradutor editorial e como se destacar nesse mercado. A masterclass terá a mediação de Monique D'Orazio, que também é tradutora e para participar é necessário se inscrever clicando aqui

PublishNews, Redação, 22/05/2018

A escritora Fernanda Young lança logo mais, às 19h, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2.073 - São Paulo / SP), sua primeira obra de não ficção, Pós-F: Para além do masculino e do feminino (LeYa, 128 pp, R$ 34,90). No livro, Fernanda se insere no debate sobre o que significa ser homem e ser mulher hoje. Em textos autobiográficos, ela se revela como uma das tantas personagens femininas às quais deu voz, sempre independentes e a quem a inadequação é um sentimento intrínseco. Fernanda fala abertamente sobre a própria vida com o intuito de se posicionar sobre liberdades e responsabilidades – sem jamais deixar de combater o machismo em nossa sociedade. Sua preocupação central, no entanto, é superar polarizações para construir algo maior, em que caibam todos os gêneros.

PublishNews, Redação, 22/05/2018

Duas obras da escritora Ana Beatriz Brandão, de apenas 18 anos, ganharão adaptação para os cinemas. O longa-metragem, que já está em fase de pré-produção pela JCG Filmes, será baseado nos livros O garoto do cachecol vermelho e A garota das sapatilhas brancas, ambos publicados pela Verus, e que retratam a história de jovem portador de Esclerose Lateral Amiotrófica. Enquanto aguarda ver seus livros adaptados para as telas dos cinemas, Ana Beatriz prepara-se para o lançamento de seu quinto livro Sob a luz da escuridão, que chega às livrarias em junho.

PublishNews, Redação, 22/05/2018

A Oficina Cultural Oswald de Andrade (Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo / SP) realiza de hoje até sábado (26), a 8ª edição do Encontro Internacional Boca do Céu de Contadores de Histórias. É um evento bienal que promove um espaço de reflexão, criação e ação cultural, focalizando a arte da palavra, que ao longo da história foi, e ainda é explorada na forma de narrativas orais. Essa edição traz seis artistas internacionais, mais de 40 convidados brasileiros e cerca de 100 atividades distribuídas em mais de seis espaços culturais da cidade. A maior parte da programação é destinada aos contadores de histórias, mas também há atividades para quem apenas se interessa pela área. A contadora e escritora Regina Machado é a curadora e idealizadora do Encontro. As atividades, que são livres e abertas ao público, acontecem sempre das 9h às 18h30. A programação completa pode ser acessada pelo site da Boca do céu.

PublishNews, Redação, 22/05/2018

Ao lado de Tiê, uma capivara-aventureira, Lina parte em uma viagem por dez espaços públicos pelo mundo – como o High Line em Nova York ou a Avenida Paulista em São Paulo –, para descobrir os segredos da construção das cidades. As duas são as personagens principais do livro Casacadabra – Cidades para Brincar, lançamento da Pistache Editorial, que está em uma campanha de financiamento coletivo pelo Catarse. O livro tem texto de Bianca Antunes e Simone Sayegh, e ilustrações de Luísa Amoroso e é o segundo título da série Casacadabra – o primeiro, chamado Invenções para morar, apresentou a arquitetura de dez casas pelo mundo. "Queremos incentivar os leitores a perceberem as cidades como vivas e abertas a brincadeiras, como um lugar de encontro e de aprendizado", propõem Bianca Antunes e Simone Sayegh, idealizadoras do projeto e responsáveis pelo texto e edição. Restando 24 dias para o final da campanha, o livro já conseguiu 50% do valor total.

“Quando porventura tenho tempo livre — ou o fabrico — é para ler e mais ler.”
Marina Colasanti
Escritora brasileira
1.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
2.
A sutil arte de ligar o foda-se
3.
O milagre da manhã
4.
Metanoia
5.
Combate espiritual
6.
Maria, a nova primavera
7.
Jesus - O homem mais amado da história
8.
Felipe Neto - A vida por trás das câmeras
9.
Ainda sou eu
10.
Seja foda!
 
PublishNews, Redação, 22/05/2018

Na última sexta, o Flipoços entregou os mais de 1,7 mil livros arrecadados durante a 13ª edição do evento a 12 entidades de Poços de Caldas (MG) e região. Para Gisele Corrêa Ferreira, curadora do evento, a entrega representa um dos pilares do festival, que é seguir fomentando a cultura. “Encerramos aqui mais uma etapa do Flipoços deste ano, reafirmando nosso compromisso com a perpetuação pelo gosto pela leitura. Iniciamos também já a campanha do Flipoços 2019, que terá como tema a literatura latina”, lembrou. Para quem é beneficiado com as doações, como a produtora cultural Lúcia Vera Lima, do Centro Cultural Afro Brasileiro Chico Rei, os livros são um incentivo. “Nós temos uma biblioteca que ainda é pequena e pouco sistematizada, mas que as pessoas se encantam, emprestam livros e se alimentam de literatura também no nosso espaço. Essa parceria com o Flipoços é muito estimada”, completou. A cerimônia foi realizada na Biblioteca Centenária, anexa ao Espaço Cultural da Urca.

PublishNews, Redação, 22/05/2018

© Editora RecordA escritora Ana Maria Gonçalves é a próxima convidada do projeto A cozinha da Doidivana, que acontece mensalmente no Sesc Ipiranga (Rua Bom Pastor, 822 – São Paulo / SP). Comandada pela autora Ivana Arruda Leite, a atração envolve um bate-papo sobre literatura seguido pela degustação de uma iguaria inspirada nas obras dos convidados e preparada pela anfitriã. O encontro acontece de forma descontraída com perguntas sobre a vida e a obra dos escritores. Já estiveram com a anfitriã nomes como Ferréz, Marcelino Freire, Márcia Tiburi, Antônio Prata, Luiz Ruffato, Ignácio de Loyola Brandão e Sérgio Sant’Anna. No mês de junho, está prevista a participação de Sérgio Vaz. O encontro deste mês acontece no domingo (27), às 19h e o ingresso custa R$ 30.

PublishNews, Redação, 22/05/2018

O tatuador de Auschwitz (Planeta, 240 pp, R$ 41,90), de Heather Morris, é um romance histórico baseado em fatos reais, um testemunho da coragem daqueles que ousaram enfrentar o sistema da Alemanha nazista. Na obra, Lale Sokolov e Gita Fuhrmannova, dois judeus eslovacos, se conheceram em um dos mais terríveis lugares que a humanidade já viu: o campo de concentração e extermínio de Auschwitz, durante a Segunda Guerra Mundial. No campo, Lale foi incumbido de tatuar os números de série dos prisioneiros que chegavam trazidos pelos nazistas – literalmente marcando na pele das vítimas o que se tornaria um grande símbolo do Holocausto. Ainda que fosse acusado de compactuar com os carcereiros, Lale, no entanto, aproveitava sua posição privilegiada para ajudar outros prisioneiros, trocando joias e dinheiro por comida para mantê-los vivos e designando funções administrativas para poupar seus companheiros do trabalho braçal do campo. Nesse ambiente, feito para destruir tudo o que tocasse, Lale e Gita viveram um amor proibido, permitindo-se viver mesmo sabendo que a morte era iminente.

PublishNews, Redação, 22/05/2018

No ano 2000, Mario Levrero recebeu uma bolsa da Fundação Guggenheim para terminar de escrever O romance luminoso. O livro tinha sido iniciado em 1984, na mesma época em que o autor, endividado, se mudou de Montevidéu para Buenos Aires à procura de trabalho. Com a bolsa, em vez de se dedicar ao romance, no entanto, Levrero se lançou à escrita febril de um diário da escrita do romance, diário este que se tornaria, ele mesmo, o seu magistral O romance luminoso (Companhia das Letras, 348 pp, R$84,90). O livro narra em detalhes as confusões cotidianas de um homem de sessenta anos. Estão aqui todos os tiques de um narrador obsessivo tomado por fobias e superstições. Assim, a procrastinação e a busca deste livro “luminoso” são a própria matéria de que são feitas as horas, e a aventura literária se insinua através de idas e vindas da espera simbolizada pelos relatórios irônicos do andamento do projeto ao “Sr. Guggenheim”, por visitas amorosas, madrugadas insones em frente ao computador, a busca pelo significado dos sonhos, passeios pelas ruas de Montevidéu e advertências, prefácios, prólogos e epílogos.

PublishNews, Redação, 22/05/2018

Inspirada por personagens reais, Larissa Siriani, lança o romance de época, O amante da princesa (Verus / Record, 224 pp, R$ 32,90). Na história, a autora traça o caminho de Maria Amélia de Bragança, princesa e membro da família real portuguesa. Prometida a Maximiliano Habsburgo, arquiduque da Áustria, ela sequer teve seu casamento celebrado e a união já está fadada ao fracasso. Isso porque o arquiduque é secretamente apaixonado por outra mulher, enquanto Amélia não nutre nenhuma vontade de se casar por obrigação. O que Amélia não esperava é que seu noivo chegasse ao Palácio das Janelas Verdes, em Lisboa, acompanhado do amigo Klaus Brachmann, um homem charmoso e experiente que se sente compelido a seduzir a princesa apenas pelo prazer da conquista. Uma viagem inesperada que Maximiliano precisa fazer se mostra a oportunidade perfeita para que Klaus ensine uma coisinha ou outra a Amélia entre quatro paredes... E, conforme o jogo avança, a possibilidade de casamento se torna cada vez mais remota para a princesa, que agora precisa proteger seu coração a todo custo.

PublishNews, Redação, 22/05/2018

No romance Esperança para voar (Kapulana, 164 pp, R$ 37,90 - Trad.: Carolina Kuhn Facchin) obra de estreia de Rutendo Tavengerwei, a autora narra a história de amizade de duas adolescentes. Shamiso retorna com sua família do Reino Unido para o Zimbábue, após a morte do pai, jornalista de oposição ao regime ditatorial da época. Ocorrido em 2008, ano de grave crise política nesse país africano, o livro mostra um lugar destroçado pela corrupção e pelo autoritarismo. Abre-se um enredo de como jovens no século XXI enfrentam perdas, rupturas, dores, miséria e autoritarismo. Delicado e emocionante, ao mesmo tempo em que nos apresenta um cenário africano com muita musicalidade, a obra é uma espécie de fábula universal, cujos fatos poderiam ter ocorrido em qualquer país em qualquer tempo.

PublishNews, Redação, 22/05/2018

Isabelle, desde a infância, conviveu com duas amigas inseparáveis: Luci e Anita. Sua vida foi tranquila até o dia da morte de sua mãe Dulce, que deixou três filhos: Isabelle, Ailton e Rafaelle. As amigas tentam consolar Isabelle, mas ela não perdoa ao homem que atropelou e matou sua mãe. A vida dos três irmãos fica ainda mais abalada quando seu pai, Antônio, casou-se com Rosa, a amante que os filhos desconheciam, e a levou, junto com seus filhos, para morar em sua casa. Já, na faculdade, Isabelle conhece Rodrigo. Os dois se apaixonam. Após algum tempo de namoro sério, ele pensa em casamento, mas descobre que seu pai, Nélio, foi o homem que matou a mãe de Isabelle. Enquanto isso, na espiritualidade, Dulce não aceita sua morte nem os acontecimentos que se desenrolam. Deseja enviar mensagem psicografada para avisar aos filhos o que, de fato, aconteceu a ela. O tempo passa e uma fatalidade, inimaginável, acontece com Isabelle que perde a esperança pela vida. Em A certeza da Vitória (Lúmen, 528 pp, R$ 47,90), o espírito Schellida, pela psicografia de Eliana Machado Coelho, mais uma vez, aborda ensinamentos e reflexões em uma saga de amor e ódio, trazendo-nos esclarecimentos necessários para a nossa evolução.

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.