Caso não consiga visualizar corretamente esta mensagem, clique aqui.
PublishNews 14/05/2018
Gráfica digital para pequenas tiragens e POD (Print On demand). Pronta para atender às necessidades de prazos curtos, possui estrutura de impressão digital e logística com qualidade e preços.
A Bookmarks é uma empresa que oferece soluções editoriais para autores e editoras. Desenvolve projetos gráficos de capas de livros, artes para brindes, marcadores, criamos e desenvolve sites e faz diagramação de livros impressos e digitais.
Capista de livros. Há mais de 20 anos desenvolve trabalhos gráficos para os mais variados setores. Só paga se for usar a capa.
PublishNews, Talita Facchini, 14/05/2018

A Editora UFMG decidiu reformular seu catálogo e lançou no começo do mês o seu selo infantojuvenil, o Estraladabão. A novidade, segundo a editora, marca o movimento feito nos últimos anos de entrada mais estruturada nesse mercado. A partir de agora, as obras serão organizadas em selos autônomos, sendo que inicialmente, além do selo infantojuvenil, há outro direcionado à produção intelectual da comunidade acadêmica. Segundo a vice-diretora da Editora, Camila Figueiredo, a ideia surgiu em decorrência de uma própria demanda do mercado. “Vimos que as editoras estão criando selos mais especializados e um direcionamento para um público específico, e na própria comunidade acadêmica percebemos que era uma demanda, que não havia nada que atendesse o público infantojuvenil dentro da universidade”, explicou ao PublishNews. O nome Estraladabão é uma homenagem ao pesquisador, escritor e dramaturgo Angelo Machado, que também é professor emérito da UFMG. Em seu livro Estraladabão-tão-tão, o trovão, Machado escreve a história de uma menina que vê o tempo fechar e se assusta com os trovões que tomam o céu, e sua mãe aproveita a ocasião para explicar a ela os fenômenos naturais para fazê-la perder o medo. A temática do livro é o que norteia a primeira coleção do selo, a Universidade das Crianças, onde os livros partem de perguntas feitas por crianças - a maioria delas de Belo Horizonte - e que são respondidas por professores e pesquisadores que adaptam o conhecimento científico ao universo infantil. Clique no Leia Mais para saber outros detalhes sobre o novo selo.

PublishNews, Felipe Lindoso, 14/05/2018

A aprovação definitiva no Congresso do projeto de Lei da senadora Fátima Bezerra (PT), criando a Política Nacional de Leitura e Escrita poderá provocar resultados, digamos, motivacionais, no panorama de incentivo à leitura e à escrita no país. Entretanto, sem criar instrumentos e mecanismos explícitos para sua execução, coloca a lei – ou seja, para efetivamente aplicar uma política pública na área, – que certamente será promulgada (e com fanfarra) pelo presidente usurpador, na categoria daquelas que são “para inglês ver”. A proliferação de projetos de lei sobre livro, leitura, promoção de autores e concursos continua ativa. Já em 2012 publiquei aqui, comentário sobre várias leis inúteis ou perigosas em tramitação. Mais recentemente estamos com as parolagens da “Escola Sem Partido”, iniciativa originada de Instituto Millenium, que me abstenho de comentar para não ficar deprimido, e porque tantos já o fizeram, denunciando essa perigosíssima tentativa de censurar e impor limites à liberdade de cátedra e à liberdade de opinião. A iniciativa da Senadora Fátima Bezerra, que encaminhou o anteprojeto preparado pelo professor José Castilho Neto (então secretário executivo do PNLL) e Volnei Canônica (então titular da Diretoria de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, do MinC), mostra o compromisso da senadora e de todos os relatores que encaminharam a lei, tanto no Senado como na Câmara, com a questão do livro e da leitura em nosso país. Clique no Leia Mais para ter acesso à íntegra deste artigo.

PublishNews, Redação, 14/05/2018

No podcast dessa semana, tivemos mais uma participação especial. André Conti, da Editora Todavia comentou as notícias da semana com nosso time e ainda falou um pouco sobre seu trabalho na editora. Dentre os assuntos dessa edição estão o novo conceito da 25ª Bienal do Livro de São Paulo, apresentado na última sexta, a Lei Castilho que seguiu para sanção presidencial, a participação da escritora Maria Teresa Horta na Flip, a nova aquisição da Universo dos Livros, as alterações comerciais pedidas pela Livraria Cultura e nossa opinião de toda semana sobre a lista de mais vendidos. Para acessar o podcast, clique no Leia Mais.

PublishNews, Redação, 14/05/2018

Acontece hoje, às 19h, na Unibes Cultural (Rua Oscar Freire, 2.500 – São Paulo / SP) o primeiro encontro UmLivro com PublishNews. Nessa primeira conversa, Mariana Bueno, coordenadora da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) irá comentar os resultados do levantamento sobre a Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro, apresentados no começo do mês. No bate-papo mediado por Leonardo Neto, Mariana irá ainda tirar todas as dúvidas sobre o assunto e destacar os principais pontos analisados. O encontro será transmitido ao vivo pelo Facebook do PublishNews e para participar é necessário se inscrever por esse formulário

PublishNews, Redação, 14/05/2018

A Ciranda Cultural abriu uma vaga para assistente de produção editorial. O contratado será responsável dentre outras coisas, por acompanhar todas as etapas dos projetos assim que os mesmos estiverem previamente definidos pelos Coordenadores Editoriais. Pede-se que os candidatos tenham experiência mínima de um ano na área, facilidade de aprendizagem, comunicação verbal e escrita, relacionamento interpessoal, espírito de equipe e conhecimento literário (literatura infantojuvenil), produção editorial e comercial a respeito de livros para crianças e jovens. Os interessados devem enviar currículos para o e-mail grupo.rh@cirandacultural.com.br.

PublishNews, Redação, 14/05/2018

Para inaugurar uma nova modalidade de parceria entre a Flip e editoras independentes, editora Laranja Original irá atracar um barco literário em Paraty com uma programação exclusiva durante a festa literária. Estacionado no canal Beira Rio, próximo à tenda da praça da Matriz, na margem oposta, o barco servirá de ponto de encontro, descanso e leitura, de quinta a sábado (26 a 28 de julho), entre 9h e 18h, e oferecerá atividades com música ao vivo, bate-papo e saraus com autores convidados. Além disso, estão previstos passeios diários de até 3h de duração com serviço de bordo (comidas e bebidas preparados pelo Bar Tubarão) para conhecer praias enquanto se explora outros horizontes e mais literatura. Entre os eventos já programados estão: intervenções artísticas e oficina de desenhos sob orientação de Alex Cerveny; lançamento do livro Banhei minha mãe, de Beto Furquim; slam de poetas convidados; show em homenagem à Hilda Hilst, dentre outros.

PublishNews, Redação, 14/05/2018

Neste final de semana, o Estadão noticiou que Junot Días, presidente do Prêmio Pulitzer renunciou ao cargo depois de ser denunciado por agressão sexual. A organização do Pulitzer anunciou que fará uma investigação independente sobre as acusações e a jornalista Zinzi Clemmons, que acusa Días, disse que ele revelou recentemente ter sofrido abuso sexual aos oito anos apenas para tentar justificar agressão. E nos 130 anos da Lei Áurea, Lilia Moritz Schwarcz, ao lado do historiador Flávio dos Santos Gomes, organizou o Dicionário da Escravidão e Liberdade (Companhia das Letras), obra que reúne 50 textos críticos que buscam abordar o maior espectro possível de aspectos sobre o tema. A coluna da Babel deu destaque para a vinda da quadrinista equatoriana Powerpaola ao Brasil. Com prefácio do brasileiro Fabio Zimbres e 13 histórias inéditas, ela lança pela Lote 42 a graphic novel Qp. Já a Painel das Letras adiantou que o Prêmio Jabuti passará a cobrar menos na inscrição de autores independentes e o “coleguinha” Ancelmo Gois contou que o escritor Nei Lopes será o homenageado da FLIM, a festa literária da cidade de Santa Maria Madalena, na Serra fluminense, de 24 a 26 de agosto, e que o livro vencedor do Prêmio Pulitzer 2018, Less, de Andrew Sean Greer, será publicado no Brasil pela Record no segundo semestre.

PublishNews, Redação, 14/05/2018

Como parte da programação da Festa Literária de Ilhéus, a Editus – Editora da UESC vai lançar 29 livros. São títulos de diversas áreas do conhecimento, como Comunicação, Cultura, Literatura, História e Economia. Na ocasião, os leitores poderão ter seus livros autografados pelos autores das obras. Quem for ao evento, poderá ainda conferir um bate-papo entre as professoras e escritoras Luzia de Maria (UFF) e Maria Luiza Nora (UESC). Com o tema “Leituras democráticas: juventudes, livros e zaps”, a ideia é iniciar as discussões sobre novas formas de acessar e difundir o conhecimento. O público ainda vai aproveitar uma apresentação musical de jazz e bossa nova com Zezo Maltez e Ricardo Maciel. O lançamento acontece nesta terça (15), às 18h30, no Auditório da Torre Administrativa da UESC (Rodovia Jorge Amado, km 16 – Ilhéus / BA) e a Festa Literária de Ilhéus segue até o dia 18.

“Sou leitor onívoro, leio até bula de remédio.”
Paulo Roberto Pires
Escritor brasileiro
1.
As aventuras na Netoland com Luccas Neto
2.
A sutil arte de ligar o foda-se
3.
O milagre da manhã
4.
Combate espiritual
5.
Felipe Neto - A vida por trás das câmeras
6.
Seja foda!
7.
Ainda sou eu
8.
A jornada da liberdade
9.
Metanoia
10.
Jesus - O homem mais amado da história
 
PublishNews, Redação, 14/05/2018

O projeto literário “Delícias da Literatura”, irá homenagear em sua edição de maio, as obras de grandes autores da literatura nacional. Realizado pela Livraria NoveSete (Rua França Pinto, 97, Vila Mariana - São Paulo / SP), em parceria com a Cia Luarnoar, no dia 18 de maio, a partir das 19h30, o público será convidado a vendar os olhos e ouvir narrativas de textos de Rubem Braga, Clarice Lispector, Carlos Drummond de Andrade e Manuel Bandeira. A leitura será acompanhada com áudios que criam uma trilha para cada história, batizada de “cenários sonoros”. Nos intervalos entre cada texto, serão oferecidos vinhos e minialfajores. O ingresso custa R$ 60.

PublishNews, Redação, 14/05/2018

No coração da metrópole em acelerada expansão, explode a última e talvez maior guerra civil brasileira. O conflito é o ápice das hostilidades entre Getúlio Vargas e forças dissidentes de diversas partes do país, iniciadas com a Revolução de 1930. Em São Paulo, o estado com maior perda de autonomia para o regime e epicentro do levante, jornadas de protesto deixam mortos e levam estudantes a rumar para as trincheiras. A Revolução de 1932 foi, sobretudo, a odisseia do cidadão anônimo elevado a protagonista. Um abrangente e emocionante relato, 1932 – São Paulo em chamas (Planeta, 352 pp, R$ 56,90) permitirá ao leitor conhecer e analisar o episódio que sacudiu o Brasil, deixando um legado de valores e apaixonadas discussões. No dia 23 de maio, quarta-feira, às 19h, o autor e jornalista Luiz Octavio de Lima recebe os leitores na Livraria da Vila (Al. Lorena, 1.731 - São Paulo / SP), para uma sessão de autógrafos do livro.

PublishNews, Redação, 14/05/2018

Breve história da fotografia (G.Gili, 224 pp, R$ 79 - Trad.: Edson Furmankiewicz) é uma introdução nova e criativa ao tema da fotografia. Inteligentemente elaborado e ricamente ilustrado, o livro explora 50 fotografias-chave da história, desde os primeiros experimentos no início do século XIX até a fotografia digital contemporânea. Escrito por Ian Haydn, o livro explica como, por que e quando certas fotografias realmente mudaram o mundo. Inclui muitas imagens icônicas e revela as diferentes técnicas usadas para criá-las. Desmitificando o jargão técnico, o autor demonstra seu profundo conhecimento da história da fotografia, oferecendo aos leitores uma plena apreciação dos eventos e das obras mais marcantes. Smith é escritor, jornalista e crítico de cinema e escreveu o prefácio do livro 1001 filmes para ver antes de morrer.

PublishNews, Redação, 14/05/2018

É comum para o historiador encarar muitos questionamentos ao terminar uma pesquisa profunda sobre a história da humanidade se perguntar: para que serviu todo esse trabalho? Aprendeu mais acerca da natureza humana do que o homem comum aprenderia sem nunca abrir um livro? Essas e outras perguntas são respondidas pelos historiadores Will e Ariel Durant em 12 lições da História para entender o mundo (Faro Editorial, 128 pp, R$ 24,90). Neste livro, os vencedores do Pulitzer apresentam uma visão geral sobre os principais temas da vida humana e as lições que podemos extrair ao observarmos essas experiências em 5 mil anos de registros da história mundial. Trata-se de uma jornada pela história, explorando as possibilidades e limitações da humanidade ao longo do tempo. Escrito para leitores curiosos por História, os autores apresentam 12 temas: geografia, biologia, raça, caráter, moral, religião, economia, socialismo, governo, guerra, crescimento & decadência e progresso.

PublishNews, Redação, 14/05/2018

Vencedor do National Book Award e do Prêmio Pulitzer, o professor Stephen Greenblatt se debruça sobre o mito que está no cerne de nossa formação. Em meio a tantos mitos que se perdem com o tempo, o que a história de Adão e Eva tem a nos dizer sobre a maneira como somos e nos relacionamos hoje? Com Ascensão e queda de Adão e Eva (Companhia das Letras, 376 pp, R$ 69,90), o professor Greenblatt mostra o poder dessa alegoria, que, apesar de caber em menos de duas páginas da Bíblia, continua sendo exaustivamente analisada. Para ele, nossa insistência em recontar essa história talvez se explique por um motivo: o gesto de rebeldia, ilustrado com a decisão de comer o fruto proibido, é capaz de nos fazer questionar os significados do amor, do sexo, da perda, da morte e do livre-arbítrio. 

 
©2001-2018 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados.
Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070
O conteúdo deste site não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.